Jerry Pillay é o novo secretário do Conselho Mundial de Igrejas

Jerry Pillay é o novo secretário do Conselho Mundial de Igrejas

Roma (NEV/Reforma), 3 de janeiro de 2023 – No dia 1º de janeiro, o pároco Jerry Pillay assumiu o cargo de secretário-geral do CMI, Conselho Mundial de Igrejas, órgão mundial que reúne mais de 350 igrejas protestantes, evangélicas, anglicanas e ortodoxas em todos os continentes.

acontece com o pai Ioan Saucaque havia assumido um longo interino desde abril de 2020 após a renúncia do bispo luterano Olav Fykse Tveit, chamado para liderar a Igreja da Noruega. Pillay, eleito em 17 de junho de 2022 pelo comitê central do CMI, torna-se assim o nono secretário-geral na história do corpo ecumênico desde que a irmandade de igrejas foi fundada em 1948.

Pillay, um sul-africano, foi anteriormente reitor da Faculdade de Teologia e Religião da Universidade de Pretória e é membro da Uniting Presbyterian Church in Southern Africa.

O pastor Pillay serviu como presidente da Comunhão Mundial das Igrejas Reformadas (CMCR/WCRC) de 2010 a 2017. Ele é o segundo africano a ocupar o cargo de secretário do CMI, depois do pastor metodista Samuel Kobia (Quênia), que foi de 2004 a 2009.

Seu primeiro compromisso formal com o CEC foi na 9ª Assembleia do órgão em 2006, onde atuou como delegado de sua denominação.

Pillay, como secretário geral, traz seu desejo de que as igrejas se unam: “Se formos fiéis ao espírito, então devemos trabalhar juntos – disse -. Isso porque o amor de Deus nos impulsiona a reconciliar o mundo”.

Com a unidade da igreja como uma de suas principais prioridades, ela também acredita que as igrejas devem oferecer orientação e direção a um mundo em sofrimento. “Vamos lidar com questões de justiça, com opressão, com violência sistêmica e assim por diante. Não nos reunimos apenas para orar e louvar ao Senhor – aspectos que são muito importantes para nós – mas também nos reunimos para transformar o mundo”, concluiu.

Leia sobre a reforma

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Mesa Inter-religiosa de Roma.  Concurso para um “quarto de silêncio” no hospital

Mesa Inter-religiosa de Roma. Concurso para um “quarto de silêncio” no hospital

Roma (NEV), 13 de julho de 2017 – Até 10 de outubro de 2018, há tempo para enviar solicitações para a criação de espaços de meditação, silêncio e oração abertos a todas as religiões nos hospitais San Filippo Neri e Santo Spirito de Roma. O concurso, em parceria com a Mesa Inter-religiosa de Roma, que há vinte anos se empenha em difundir uma abordagem multicultural e inter-religiosa, conta com a colaboração da Ordem dos Arquitetos de Roma e da Província. “A iniciativa surge no seguimento da particular atenção que a ASL Roma 1 dedica à humanização dos cuidados hospitalares, e à participação das associações de voluntariado e confissões religiosas na melhoria do acolhimento e respeito pelos direitos das pessoas”, lê-se no comunicado ontem divulgado. A participação no concurso está reservada a arquitetos e engenheiros da União Europeia, incluindo juniores, devidamente inscritos nos respetivos registos profissionais. A Mesa Inter-religiosa de Roma foi estabelecida em 2001 com um memorando de entendimento entre a Coordenação das Igrejas Valdenses, Metodistas, Batistas, Luteranas e Sanitárias de Roma juntamente com a Prefeitura de Roma, a comunidade judaica de Roma, o Centro Cultural Islâmico da Itália , Fundação Maitreya da União Budista Italiana, da União Hindu Italiana e da comunidade Ortodoxa Romena. Baixe o edital. ...

Ler artigo
Lutero e a Santa Ceia.  História, ontologia e atualidades

Lutero e a Santa Ceia. História, ontologia e atualidades

Roma (NEV), 4 de junho de 2021 – Uma conferência sobre Lutero e a Santa Ceia. Esta é a proposta da Academia de Estudos Luteranos da Itália (ASLI) para os dias 4 e 5 de junho. A conferência, aberta a todos, ocorre eletronicamente no Zoom. Estão previstos 11 relatórios. O tema será abordado sob diferentes perspectivas, a histórico-teológica e a ontológico-ecumênica. Entre os temas: a teologia da Ceia para Lutero. O aprofundamento das questões sacramentais, teológicas, eclesiológicas e terapêuticas. O “sacrifício de intercessão”. Os “desafios” à ontologia dados pelas opções “virtuais” da Santa Ceia. A crítica de Martinho Lutero à doutrina da transubstanciação. Também falaremos sobre Dietrich Bonhoeffer como intérprete da teologia do Sacramento do Altar de Lutero, da Disputa de Marburg (1529) revisitada à luz do Acordo de Leuenberg (1973), e muito mais. Aqui está o programa (para a versão em pdf para impressão clique aqui). Sexta-feira, 4 de junho, 15h Saudações: Frank Buzzi – Presidente da ASLI Italo Pons – membro do Conselho Valdense, Milão Heiner Bludau – Decano da Igreja Evangélica Luterana na Itália (CELI) Roberto M. Pagani – Responsável pelo serviço Ecumenismo e Diálogo da Diocese de Milão Introdução ao tema: Lubomir Žak – Diretor Científico da ASLI Relações: Johannes SchillingA Gênese e Desenvolvimento da Teologia da Ceia de Lutero Paulo ricoA disputa de Marburg (1529) revisitada à luz do Acordo de Leuenberg (1973) A discussão segue. Retoma às 17h30 Moderador: Michael Cassese Relações: Antonio Sabetta, o realismo sacramental de Lutero. Significado e importância Dieter KampenA Santa Ceia como encontro com o sagrado A discussão segue. Sábado, 5 de junho, 9h Moderador: Markus Krienke Relações: Ângelo MaffeisA crítica de Martinho Lutero à doutrina da transubstanciação Sérgio RostagnoA identificação com Cristo e o crente na Ceia A discussão segue. Ele recomeça às 11 Moderador: Frank Buzzi Relações: Lubomir Žak, O Sacramento do Altar no contexto dos Catecismos de Lutero. Uma leitura teológico-fundamental Michael CasseseA eficácia da Santa Ceia em Lutero: seu valor eclesiológico e terapêutico Markus KrienkeD. Bonhoeffer como intérprete da teologia do Sacramento do Altar de Lutero A discussão segue. Recomeça às 15h30 Moderador: Antonio Sabetta Relações: Mário Galzignato, o vere sacrificium propiciatorium de Trento e o "sacrifício de intercessão" no BEM. As razões para uma equivalência Dietrich KorschÉ possível participar de forma virtual da celebração da Santa Ceia? Desafios à ontologia da Santa Ceia Segue-se uma discussão e uma pausa. Retoma às 17h30 Conclusões: Dieter Kampen e Lubomir Žak (perspectiva histórico-teológica) Paolo Ricca e Franco Buzzi (perspectiva ontológico-ecumênica) ...

Ler artigo
XXIII Tertio Millennio Film.  Prêmio para “Um tradutor”

XXIII Tertio Millennio Film. Prêmio para “Um tradutor”

Roma (NEV), 23 de dezembro de 2019 – O filme de Rodrigo e Sebastián Barriuso "Un traductor" venceu a XXIII edição do Tertio Millennio Film Fest, o festival do diálogo inter-religioso. O filme é inspirado na história real do pai do diretor. O Júri Inter-religioso, presidido por Fariborz Kamkariera formado por representantes de várias religiões, entre eles o pastor valdense Marco Fornerone. O Festival, este ano intitulado “Eu sou você é. Reconhecendo-se como diferentes”, realizou-se em Roma de 10 a 13 de dezembro. O Júri atribuiu ainda uma menção honrosa a “As Andorinhas de Cabul” De Zabou Breitman E Eléa Gobé Mévellec. O Júri Inter-religioso para curtas-metragens, presidido por Phaim Bhuiyanem vez disso, concedeu o primeiro prêmio a “milady” De Júlia Tivelli E Flávia Scardinique conquistou também o Prémio Juventude, atribuído pelas escolas envolvidas no projeto "Nati nel Tertio Millennio" criado com o contributo do MIUR e do MiBACT, com curadoria de Ângela D'Arrigo. Finalmente, pela primeira vez, o Prêmio Outfield, um reconhecimento que reúne os mais importantes festivais nacionais de cinema e espiritualidade (Tertio Millennio Film Fest, Religion Today de Trento e Popoli e Religioni de Terni). O Prémio Fuoricampo é atribuído ao filme italiano do ano que melhor desenvolve a temática do sagrado, do divino, do transcendente e do invisível. Ganhou esta primeira edição”senhor demônio” De Pupi Avati. O festival contou com a presença de mais de dois mil espectadores. Entre os destaques: o diálogo em memória de Robert Bresson com a viúva Mylene Bresson E João Amelio; a reunião de 13 de dezembro entre Giuseppe Tornatoreprimeiro vencedor do Prêmio Bresson, e o cardeal Gianfranco Ravasi, Presidente do Pontifício Conselho para a Cultura e fundador do Pátio dos Gentios; o encontro com na escavaçãojornalista sob tutela da Avvenire, que apresentou um dos nove filmes em competição, "The Remains", um documentário sobre migrantes de Natalie Borgers. “A chamada emergência migratória é a poeira que você esconde debaixo do tapete para não ver a enormidade do tráfico ilícito – disse Scavo, comentando a investigação -. A Itália é a nação que mais exporta bombas para a África. Embora não tenhamos uma percepção direta de quanto a guerra rende, há controvérsias sobre por que os migrantes chegam”. FORMA. Um tradutor. Canadá, Cuba – 2018 Após o desastre nuclear de Chernobyl, a Ucrânia pede ajuda ao mundo. Entre 1990 e 2011, chegaram a Cuba cerca de 25.000 crianças, muitas delas com câncer, deformações, problemas musculares e dermatológicos, altos níveis de estresse pós-traumático. Malin, professor de literatura russa em Havana, é designado para atuar como intérprete entre os médicos cubanos e as crianças. Forçado a lidar com a dor, Malin fica cada vez mais deprimido, até conhecer uma criança especial. Enquanto isso, o Muro de Berlim cai e Cuba entra em uma profunda crise econômica. O Tertio Millennio Film Fest é organizado pela Fundação Ente dello Spettacolo com o patrocínio do Pontifício Conselho para a Cultura, do Dicastério para a Comunicação da Santa Sé, do Escritório Nacional para as Comunicações Sociais da Conferência Episcopal Italiana (CEI), do Departamento de crescimento cultural do Município de Roma e da Região do Lácio, sob a direção artística de Marina Sanna (vice-diretor da Rivista del Cinematografo) e do Gianluca Arnone (coordenador editorial da Fondazione Ente dello Spettacolo). ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.