sim ao salário mínimo, não à exploração

sim ao salário mínimo, não à exploração

Ümit Yıldırım, unsplash

Torre Pellice (TO), 26 de agosto de 2022 – O Sínodo das Igrejas Metodista e Valdense reunido nestes dias em Torre Pellice, na província de Torino, aprovou esta manhã por ampla maioria uma documento sobre questões trabalhistas.

O texto exorta para que não haja “trabalhadores pobres”, pede o reconhecimento de um salário mínimo e sublinha os direitos de quem trabalha. Uma postura contra a privatização e as desigualdades econômicas, em nome da proteção do emprego, igualdade tributária, garantias sociais e ambientais, políticas migratórias e igualdade de oportunidades. Um parágrafo também é dedicado à segurança no trabalho e luta contra o trabalho preto e cinza.

“O trabalho é, na compreensão da fé evangélica, uma realidade fundamental da existência humana na liberdade e na dignidade – lê-se no documento -. É também um elemento fundamental da participação democrática, conforme reconhecido pela Constituição italiana”.

AQUI O TEXTO COMPLETO DO DOCUMENTO: Sinodovaldese22_lavoro


Para mais informações sobre o Sínodo:

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Testamento vital.  Um contador na igreja metodista de Pádua

Testamento vital. Um contador na igreja metodista de Pádua

Roma (NEV), 2 de fevereiro de 2011 – Também nas dependências da Igreja Evangélica Metodista de Pádua abre uma agência para depositar o testamento vital. Dentro da União das Igrejas Metodistas e Valdenses, é a sexta administrada diretamente pelas comunidades locais, depois de Turim, Milão, Trieste, Nápoles e Roma, enquanto outras comunidades, como a Metodista de Udine, estão engajadas em projetos de coleta junto com o Associação Luca Coscioni e Associação Per Eluana (ver NEV 4/11). A iniciativa, apresentada ao público ontem à noite, contou com a participação da pároca da comunidade, Caterina Griffante, que comentou a noite da seguinte forma: "Pelo número de pessoas, pela qualidade das intervenções no debate e pelo ambiente geral, o tema responde evidentemente a uma necessidade concreta do povo, crente e não crente. Pareceu-me uma boa forma de testemunho, em linha com o que já foi aprovado pelo nosso Sínodo em 2007”. A noite contou com a presença de Daniele Busetto, membro da Comissão de Bioética da Mesa Valdense; o pastor Gianni Genre, ex-moderador da Mesa Valdense; e a psicóloga Germana Englaro, prima de Eluana e sobrinha de Beppino Englaro. As implicações legais foram esclarecidas pelo advogado Giorgio Favaro, enquanto o pároco Griffante destacou a laicidade da iniciativa. Durante a noite, o Pr. Genre quis recordar como existe há algum tempo um acordo conjunto entre as igrejas católica e evangélica na Alemanha sobre a oportunidade de expressar as próprias provisões para o fim da vida (ver notícias a seguir). “Somente a Igreja Católica italiana ainda insiste que a vida biográfica é equivalente à vida biológica. Como igrejas valdenses e metodistas, não expressamos uma posição diferente da Conferência Episcopal Alemã. Um fato que ao menos deveria fazer refletir nossos deputados, que nos próximos dias se preparam para discutir o projeto de lei de Calabrò”. Um projeto de lei definido pelo próprio Genre como “assustador”: “O proposto pelo texto de Calabrò é um passe para a obstinação terapêutica. Uma lei coercitiva que espero nunca ver a luz do dia. Neste ponto é preferível manter o vácuo legislativo e remeter para os precedentes jurisprudenciais que também existem, e que têm garantido proteção adequada aos pacientes em questão”. O balcão abrirá de 25 de fevereiro às 17 a cada três semanas na igreja metodista no Corso Milano em Pádua. ...

Ler artigo
O calendário do Advento da Igreja Valdense de Turim

O calendário do Advento da Igreja Valdense de Turim

A capa do calendário Roma (NEV), 1 de dezembro de 2020 – Também neste Natal diferente dos outros, devido à pandemia, é celebrada a contagem regressiva para o dia 25 de dezembro. O Calendário do Advento está de volta, em dupla face, papel, “físico”, e obviamente também em versão digital, online. Foi criado e publicado pela Igreja Valdense de Turim. “Esta é uma forma de estarmos juntos alguns minutos por dia, cada um em sua própria casa – lê-se no site da igreja valdense na capital piemontesa -. Todos os dias você pode abrir uma folha e ler algo pensado e criado para todos nós por um grupo diferente de nossa igreja. Uma forma de pensarmos uns nos outros nestes tempos difíceis. Os gráficos foram desenhados e criados por Silvia Tártara, lembra-nos que para além dos enfeites, dos doces e das luzes, o Advento é um caminho que nos leva à Salvação, que nos leva a descobrir uma pitada de eternidade. Que o Senhor os proteja e os guie neste caminho de espera e aproximação do Natal”. O calendário também terá uma versão online: será modificado dia após dia, de 1º a 24 de dezembro, todos os dias com novos conteúdos. Ele será compartilhado na página da igreja no Facebook, divulgado por meio de grupos de Whatsapp e também incluído no boletim semanal. “Publicamos em nosso site o Calendário do Advento preparado pelos grupos de trabalho para todas as irmãs e irmãos da igreja e para os curiosos que gravitam em torno de nossa Igreja – explicam ainda da Igreja Valdense de Turim -. Uma forma de partilhar o tempo de espera pelo Natal e recuperar um pouco o sentido de comunidade, talvez conhecendo-nos um pouco melhor e sentindo-nos mais em comunidade, mesmo à distância”. Todos os domingos, para os habitantes de Turim e arredores, haverá os lençóis da semana para serem recolhidos no Corso Vittorio, ou entregues em mãos por alguém da comunidade. ...

Ler artigo
Abruzzo.  Cultura, música e dança em nome da diversidade

Abruzzo. Cultura, música e dança em nome da diversidade

Roma (NEV), 10 de agosto de 2022 - A associação "Amigos da Igreja Valdense de San Giovanni Lipioni" está organizando dois dias sobre diversidade. A nomeação é para os dias 13 e 14 de agosto em San Giovanni Lipioni, na província de Chieti. São dois dias de festa, para sublinhar a riqueza da diversidade. Além do culto de abertura, está prevista uma conferência intitulada “Diferente de quem?”. Palestrante, Prof. Carlos Mônaco, que falará sobre igualdade e diversidade na história do Ocidente. Seguido por um show de dança e percussão do Senegal. No domingo, 14 de agosto, está programado um workshop Salento pizzica. A exposição “Waldensian experience in San Giovanni Lipioni” também pode ser visitada, até 28 de agosto. No culto, agendado para sábado, dia 13 de agosto, pelas 10h30, será dedicado um momento à memória de Gianna Scicloneisso com Carmen Trobia em 1967 abriu o caminho para a ordenação pastoral de mulheres. A pastora Sciclone faleceu em junho passado. O comunicado da iniciativa diz: “Não se pode entender a diversidade sem definir a igualdade. Todos os homens e mulheres nascem iguais. Somos todos iguais perante a Lei – explica Franca Nini, porta-voz do comitê organizador -. Igualdade implica igual dignidade e igualdade de oportunidades sem distinção de nacionalidade, sexo, crença religiosa, opinião política, condições pessoais e sociais. Só existe uma raça humana." Serão dois momentos de agregação e diversão, conclui Ninni, “mas também de reflexão sobre o tema da diversidade, visando unir e enriquecer a comunidade”. Segue abaixo o programa completo. sábado, 13 de agosto de 2022 10h30 – Culto. Celebre o pastor Luke Elders, com uma lembrança da pastora Gianna Sciclone. c/o Centro Cultural Municipal, antiga Igreja Valdense, Piazza Largo del Popolo, San Giovanni Lipioni (CH) 21h30 – Intervenção de Carlo Monaco, escritor e ensaísta, ex-professor de história e filosofia na Universidade de Bolonha, sobre o tema “Diverso Da Chi? Considerações sobre igualdade e diversidade na história do Ocidente”. Praça Largo del Popolo, San Giovanni Lipioni (CH). 22h30 – Espetáculo de dança e percussão da África Ocidental do grupo “Sunu Africa”. Ritmos, danças, canções e símbolos do Senegal num espetáculo envolvente e colorido. Praça Largo del Popolo, San Giovanni Lipioni (CH). Domingo, 14 de agosto de 2022 21h30 – Oficina Pizzica Salentina, líder Rita Mônaco. Praça Largo del Popolo, San Giovanni Lipioni (CH). De 13 a 28 de agosto, a exposição "Experiência Valdense em San Giovanni Lipioni" estará aberta no Centro Cultural Municipal, antiga Igreja Valdense. Para informações contacte o número 393 2757821 ou 339 7905435 ou envie mensagem na página do Facebook ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.