Alemanha.  Está em andamento o Kirchentag ecumênico: “Ide e vede!”

Alemanha. Está em andamento o Kirchentag ecumênico: “Ide e vede!”

Roma (NEV/voceevangelica), 12 de maio de 2021 – A terceira edição do “Kirchentag ecumênico” (OEKT) começa em Frankfurt na quinta-feira, 13 de maio, às 9h30, com a celebração ecumênica da Ascensão e termina em 16 de maio.

O Kirchentag é promovido por católicos e evangélicos alemães.

“O lema do terceiro encontro ecumênico é claro: não desvie o olhar”, escreve ele Gaëlle Courtens em sua visão geral em voceevangelica.ch, onde ele explica o programa e o espírito desta edição em particular:

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

um afresco de compromissos, orações e… música

um afresco de compromissos, orações e… música

Foto retirada de ems-online.org Roma (NEV), 14 de janeiro de 2022 – A Comunhão Mundial das Igrejas Reformadas (CMCR) tem suas raízes na Reforma do século XVI, em particular na teologia da João Calvino. Sua história organizacional remonta a 1875. A CMCR reúne 232 igrejas agrupadas em regiões geográficas, na África, Ásia, Europa, América Latina, Oriente Médio, América do Norte e Caribe, Pacífico. Em um artigo no site do CMCR, Phil Tanis desenha um afresco das atividades de várias igrejas membros ao redor do mundo. Iniciativas atuais e planejadas Em Camarões, por exemplo, o Serviço de Comunicação da Igreja Presbiteriana colabora com a Associação Mundial para a Comunicação Cristã (WACC) para combater o ódio contra os migrantes em Douala, a capital econômica de Camarões. No Uruguai, a Igreja Evangélica Valdense do Rio da Prata intervém nos incêndios florestais que consumiram mais de 20.000 hectares. Nos Estados Unidos, o "Union Presbyterian Seminary" destinou uma doação de quase 1 milhão de dólares. Esse valor será destinado a ajudar as igrejas a responder a questões que afetam as congregações e suas comunidades, incluindo racismo, pandemia e mudança climática. Na Holanda, para a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos (SPUC), a Igreja Protestante organiza um culto nacional de oração, focado na pandemia em curso e nas tensões que ela causou na sociedade. Entre outras iniciativas, Tanis destaca a do Instituto Ecumênico de Bossey, que oferece o curso online de 10 semanas intitulado “Juntos rumo à unidade. Ser Igreja em um mundo fragmentado”. As inscrições para participar devem ser recebidas até 15 de fevereiro de 2022. Por fim, a Missão Evangélica Solidária (EMS) comemora este ano seus 50 anos de atuação. Para a ocasião, o músico e pároco Fabian Vogt compôs a música "Together we are free", que será estreada no dia 16 de janeiro de 2022 a partir das 9h durante a festa em Landau. Além disso, todos os membros do EMS são convidados a fazer sua própria versão até a Páscoa. “O que acontece quando você manda uma música pelo mundo e convida 25 milhões de pessoas para fazer algo com ela?”. Leia aqui para saber mais. Outros eventos já concluídos Em 8 de janeiro, o Patriarca Inácio Afrém II realizou uma recepção em homenagem ao Bispo Zoltán Balog, Chefe da Igreja Reformada na Hungria, acompanhado por uma delegação húngara em visita à Síria para uma peregrinação a antigos locais cristãos. Enquanto na quarta-feira, 12 de janeiro, uma delegação húngara visitou o pároco Mgrdich Karagoezian e os membros do Comitê Central da União das Igrejas Evangélicas Armênias no Oriente Próximo (UAECNE) do Líbano e da Síria, juntamente com os diretores das Escolas Evangélicas Armênias do Líbano. Temas principais do encontro: solidariedade com as Igrejas da região, testemunho cristão e atividades de ajuda e desenvolvimento voltadas para crianças, adultos, idosos e comunidade. ...

Ler artigo
a consagração é baseada na felicidade e no otimismo da graça

a consagração é baseada na felicidade e no otimismo da graça

Pastor Luca Anziani, presidente da Obra das Igrejas Evangélicas Metodistas na Itália (OPCEMI) Roma (NEV), 24 de maio de 2023 – Entrevista com o presidente da Obra para as Igrejas Evangélicas Metodistas na Itália (OPCEMI), pároco Luke Elders, no encerramento da Consulta Metodista. A reunião habitual das igrejas metodistas da Itália, com mais de 100 delegados de toda a Itália, foi realizada no fim de semana passado no centro Ecumene (Velletri). Quais foram os pontos fortes e fracos desta Consulta Metodista? A Consulta Metodista tem a grande vantagem de não ser uma assembléia decisória. Portanto, não há atas, atos a serem aprovados, eleições a serem realizadas. Em suma, é um momento importante para nossas igrejas em que é possível, em liberdade, discutir aqueles assuntos para os quais a Comissão Permanente solicita, de fato, uma consulta. Foi uma ocasião de adoração, reflexão e celebração. A reflexão centrou-se em três tópicos. Cinquenta anos do pacto de integração entre as igrejas metodistas e valdenses, que se completam em 2025. A ação social da igreja. O papel do centro de formação Ecumene. Todos esses três pontos estão ligados entre si pelo tema mais amplo da vocação. A noite de sábado foi de festa, com o coro nacional de Gana. Depois das dificuldades de encontro devido ao covid, foi lindo e significativo estarmos juntos novamente para orar, discutir e conviver. O limite… é que haja apenas uma Consulta por ano. Quais são os próximos compromissos e compromissos para a OPCEMI? Estamos no período de aproximação do Sínodo, que será realizado em agosto, e por isso estamos trabalhando no relatório anual. Em junho participaremos da Conferência das Igrejas Metodistas da Grã-Bretanha. Com a nova Comissão Permanente também estamos preparando um itinerário com um bispo da Igreja Metodista de Gana que visitará a Itália em novembro. Apresentaremos o projeto Being the Church Together (ECI), falaremos sobre a importância social e política de programas como o Mediterranean Hope e o projeto Rosarno realizado dentro da Federação das Igrejas Protestantes na Itália (FCEI). Qual é a sua mensagem pastoral neste momento caracterizado, por um lado, pela fragilidade e impermanência devido à guerra e às tantas crises em curso e, por outro lado, pelo desejo de paz, confiança, renovação e compromisso no presente? Como todos os anos, o culto de encerramento da Consulta foi um culto litúrgico da Renovação da Aliança, como aquele que fazemos em nossas igrejas no primeiro domingo do ano. Teologicamente, a Renovação da Aliança é uma renovação da própria consagração, ou seja, dizer sim à aliança que Deus fez, como se dissesse "estamos ao Seu serviço". Isso tem sido feito por todas as gerações de crentes. As igrejas metodistas também o construíram do ponto de vista litúrgico. O que significa consagrar a vida ao Senhor em tempos difíceis? Partindo do princípio que nunca houve momentos fáceis... o mais importante na minha opinião é entender que a tua relação com Deus não depende de como vão as coisas no mundo, por isso se as coisas correrem bem Deus está presente, e se as coisas correrem Deus errado está em silêncio. Deus não evita situações difíceis, mas é nessas situações que Ele se revela. A presença de Deus não é Apesar de mal, mas precisamente no mal, por isso numa época em que temos de lidar com velhos monstros que reaparecem, como a guerra, ou com novas dificuldades, a nossa consagração assenta na felicidade. Sobre o otimismo da graça. Ao saber que no árduo caminho Deus não é um hóspede ausente, mas uma presença constante. ...

Ler artigo
6 de maio.  Zoom reunião sobre esperança

6 de maio. Zoom reunião sobre esperança

Roma (NEV), 6 de maio de 2022 - A Semana de evangelização está em andamento até 8 de maio. Organizado por uma Comissão especial, indicada pelo Conselho Valdense e coordenada por Mário Cignoniestá aberto a todos os interessados. A Semana é inspirada no versículo "Aqueles que esperam no Senhor ganham novas forças" (Isaías 40:31). Entre as iniciativas, está agendado para hoje, às 18h, um zoom meeting sobre o tema da esperança. Uma breve introdução será seguida de um debate aberto com perguntas e respostas ao vivo. Aqui está o link de acesso: “Este encontro não está reservado apenas ao público das nossas igrejas, mas está aberto a todos os que queiram participar” escrevem os organizadores. Haverá a oportunidade de fazer perguntas ao vivo sobre o tema da Semana a um jovem pároco, Francisco Marfee ao pároco emérito José Platão. Conduza o debate Simona Menghini, da Comissão de Evangelização e membro da Comissão de Comunicação da Igreja Valdense – União das Igrejas Metodista e Valdense. A ideia, concluem os promotores, é abordar o tema da esperança "livremente e sem mediações, na consciência de que devemos aprender a estar 'prontos para prestar contas da esperança que há em nós' (1 Pd 3,15)" . Para ver outros recursos relacionados à Semana, clique aqui: Vídeo sobre Esperança ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.