“Precisamos de um passo decisivo das igrejas”

“Precisamos de um passo decisivo das igrejas”

Foto tirada de

Roma (NEV), 27 de fevereiro de 2023 – “Hoje podemos nos perguntar onde estamos no caminho sem fósseis e quanto fazemos para cumprir nossos compromissos a esse respeito”. Com estas palavras o coordenador da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes na Itália (FCEI), Maria Elena Lacquaniticomenta as recentes notícias em que a ENI anunciou um lucro operacional para 2022 que ascende a colossais 20,4 mil milhões de euros.

Os lucros mais altos de todos os tempos e mais que o dobro em relação a 2021, de acordo com a Associação ReCommon e o Greenpeace Itália, que declaram “ultrajante que as empresas de petróleo e gás obtenham lucros recordes enquanto o planeta queima”.

“Chegou a hora de dar um passo decisivo, também aceitando os convites que vêm de vários quadrantes do mundo católico: trabalhar juntos para que as igrejas se tornem comunidades de energia” continua Lacquaniti. E conclui: “A GLAM está aí e coloca-se à disposição das igrejas para contribuir para esta mudança, com informação, apoio e também com os objetivos alcançados por algumas das eco-comunidades do setor energético”.

Entre os sinais que vão nessa direção, da parte católica, está a exortação do Monsenhor Filipe Santorobispo de Taranto, que, dirigindo-se a mais de 25.000 paróquias, disse: “Queremos que as comunidades dos fiéis em todas as paróquias italianas se tornem comunidades de energia” (Fonte: Repubblica, 14 de fevereiro de 2023).

Em 2017, a Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes na Itália (FCEI) propôs à Federação aderir à campanha para desinvestir no financiamento fóssil “No fóssil”. A FCEI, em Junho do mesmo ano, decidiu apoiar a campanha, levando também a mensagem por ocasião da nomeação “All 4 the green” em Bolonha.

GLAM e eco-comunidades

A Comissão GLAM está a serviço de comunidades e indivíduos que pretendem abordar questões ambientais e ecológicas a partir de uma perspectiva de fé. Entre suas atividades, está a construção de redes, dentro e fora das igrejas, em nível nacional e internacional. Um dos focos da GLAM é o trabalho para mulheres comunidade ecológica. Existem eco comunidades “iniciadas”, “em andamento” e “graduadas”, com base na adesão a um determinado limite de 40 critérios ambientais sobre: ​​culto e outros momentos litúrgicos. Trabalhos de manutenção visando a economia de energia. Eliminação de plástico. Educação e implementação de comportamentos virtuosos na administração, compras, uso de energia, mobilidade e gestão de resíduos. Até a verificação da ética dos bancos em que insistem as contas correntes das igrejas. O comunidade ecológica em Itália, algumas dezenas candidataram-se ao diploma GLAM, num universo de mais de uma centena de simpatizantes.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Alegre-se na esperança.  Assembléia do movimento cristão estudantil

Alegre-se na esperança. Assembléia do movimento cristão estudantil

Um detalhe do cartaz da 37ª Assembleia Geral da World Student Christian Federation (WSCF), 2022 Roma (NEV), 23 de junho de 2022 – A Assembleia Geral da Federação Mundial de Estudantes Cristãos (WSCF) começa hoje. É o órgão de decisão mais representativo e máximo do corpo ecumênico global que reúne os movimentos estudantis nacionais autônomos, conhecido na Itália como o "movimento estudantil cristão". A Federação inclui estudantes masculinos e femininos ortodoxos, protestantes, católicos, pentecostais e anglicanos. A Assembleia será realizada na Alemanha, em Berlim, de 23 de junho a 1º de julho. O título desta 37ª edição é "Alegrai-vos na Esperança" (Romanos 12:12). Subtítulo: "Jovens, caminhando juntos rumo à justiça e à paz". Da Itália, estarão presentes Annapaola CarbonatoSecretário da Federação da Juventude Evangélica na Itália (FGEI), e o pároco Pedro Ciacciocomo um "amigo sênior". Do aeroporto onde está prestes a chegar a Berlim, Carbonatto faz este breve comunicado: “É com muita emoção que me preparo para partir para Berlim, até porque há dois anos que esperávamos por este momento. A Assembleia foi adiada por dois anos e no ano passado foi realizada de forma restrita online. É certamente um momento muito emocionante. Teremos a oportunidade de ver uma nova face do movimento”. O Conselho solicitou a Carbonatto que representasse o FGEI na 37ª Assembleia Geral da WSCF. “A ideia de poder nos comparar com outras pessoas que vivem do outro lado do mundo, com quem compartilhamos desafios e esperanças futuras – continua a secretária Annapaola Carbonatto – é muito bonita e estimulante. Também estou muito feliz por poder partir e poder trabalhar neste tema, que me parece oportuno neste momento. Com esta ideia de caminhar e trabalhar juntos para um mundo de justiça e paz, de nos alegrarmos juntos na esperança do Senhor, me deixa confiante e tenho certeza de que esta Assembleia trará novos frutos e novos estímulos também para os evangélicos Federação da Juventude na Itália ”. O pastor Peter Ciaccio escreveu nas redes sociais: “23 anos depois de Beirute 1999, retornarei à Assembléia Geral da WSCF. Muito do que sou agora, devo ao WSCF, até mesmo à teologia pop (para começar).” O versículo bíblico que inspira a Assembleia, escreve a FSM, “nos lembra que a unidade em Cristo Jesus é a nossa esperança em tempos de desafio e dificuldade. Somos chamados a ser unidos na construção do Reino. Somos chamados a profetizar e anunciar a esperança na vinda do Reino. Como uma federação de jovens, a WSCF oferece uma mensagem de esperança no contexto do mundo sofrido de hoje. Uma esperança que se baseia no nosso trabalho pela justiça, igualdade e paz. Esperança informada por nossa compreensão da injustiça social, as causas profundas da pobreza, fragmentação, desunião, violência e guerra. Finalmente, uma esperança que realmente depende de ações que resistem ao Império, que falam a verdade ao poder e o tornam responsável perante o povo e a mãe Terra." A Assembléia Geral também será uma ocasião para celebrar 127 anos de “vida comum e testemunho diversificado e missão para a comunidade mundial” continua a WSCF. Na carta de anúncio da Assembléia, o Secretário Geral da WSCF Marcelo Leites escreve: “Vamos orar juntos por toda a criação neste tempo agitado em um mundo que está sofrendo […]. Este ano, sua 37ª sessão reunirá mais de 100 movimentos de 94 países, amigos seniores, parceiros e convidados”. hashtag #WSCFGA22 #RejoiceInHope ...

Ler artigo
afirmar a plenitude da vida

afirmar a plenitude da vida

Foto Hillert/WCC Karlsruhe (NEV), 6 de setembro de 2022 – “Nosso futuro está pegando fogo” e ainda há espaço para esperança em um mundo diferente. “Percorramos o caminho de Cristo que, no seu amor, nos conduz à plenitude da vida para todos e cada um”. Assim se expressou ontem de manhã, segunda-feira, 5 de setembro, Ruth Mathenjovem delegado da Igreja Síria Ortodoxa Malankara, durante a sessão plenária da XI Assembleia Geral do Conselho Ecumênico de Igrejas (CMI), em curso em Karlsruhe (Alemanha), dedicada ao tema "Afirmar a plenitude da vida". A reunião decorreu de acordo com o método de talanoapraticada nas ilhas do Pacífico para compartilhar um pensamento, uma história que “se enriquece com a contribuição de cada participante e no final se torna a história comum” de todos aqueles que contribuíram para moldá-la, explicou o pároco Babá Tutari da Igreja Metodista na Nova Zelândia, moderador do encontro. Três perguntas guiaram a conversa. A primeira: onde estamos? "Vivemos em um mundo que cada vez mais exclui, cria pobreza e injustiça", disse ele Rudelmar Bueno de Faria, secretário-geral da Action by Churches Together (ACT) Alliance, uma organização ecumênica de ajuda e socorro. “Em vez disso, queremos um modelo econômico que permita que todas as pessoas e todos os seres vivos prosperem e vivam com dignidade”. À segunda pergunta – para onde queremos ir? – eles responderam de forma eficaz Iemaima Jennifer Vaaida população indígena de Samoa, e Jocabed Solano, mulher indígena do Panamá. “No caminho de Cristo, sigo em direção a um mundo onde minha cultura e identidade indígena não sejam negadas, mas façam parte de uma narrativa para a construção de um mundo sustentável”, disse Vaai, insistindo em um ponto que esta Assembleia tem repetidamente enfatizado: defender as culturas indígenas é defender a criação. “Sonho com um mundo onde a economia seja baseada no respeito e na harmonia com a terra. Sonho com uma igreja que seja luz no mundo e percorra o caminho da defesa da vida e da harmonia”, compartilhou Solano com toda a Assembleia. A última pergunta: como alcançamos esses sonhos e objetivos? “É necessária uma conversão profunda. É necessário que cada um de nós saiba dizer 'sinto muito' ao irmão e à irmã contra quem pecou por exclusão e prevaricação", disse o sacerdote anglicano Gideon Byamugisha, co-fundador da Rede Internacional de Líderes Religiosos Vivendo com ou Afetados Pessoalmente pelo HIV/AIDS. “Só serão eficazes soluções que consigam contemplar as necessidades dos últimos, dos mínimos, daqueles que se sentem perdidos. Nenhuma outra estratégia funcionará”, concluiu Byamugisha. A sessão inspirada na prática de Talanoa incluiu as apresentações musicais e teatrais doconjuntos “Oikoumene Pasifika“, incluindo a “Dança da Vida” com que terminou a sessão. ...

Ler artigo
Também Mediterrâneo Esperança em Karlsruhe

Também Mediterrâneo Esperança em Karlsruhe

foto @Mohamed Amine Ben Haj Slama, unsplash Roma (NEV), 30 de agosto de 2022 – O workshop que o Mediterranean Hope (MH), o programa de migrantes e refugiados da Federação das Igrejas Evangélicas na Itália, organizará durante a Assembleia Geral do Conselho Ecumênico é intitulado "O custo de uma laranja ". das igrejas. O evento será aberto em 31 de agosto em Karlsruhe, Alemanha. A iniciativa da marca MH está marcada em particular para a tarde de quinta-feira, dia 1 de setembro, das 15h30 às 16h45 No dia 4 de setembro, às 11h, os operadores do Mediterranean Hope, e em particular o coordenador marta bernardinio operador e mediador Ibrahim Diabate por Rosarno e a operadora Fiona Kendall participarão de um culto, seguido de almoço e apresentação das atividades do programa da FCEI na igreja do pároco Dorothee Mack. Aqui está o programa das oficinas que inclui também o encontro promovido pelos protestantes italianos: Por fim, de 1 a 7 de setembro, será montada a exposição "Ouça minha voz", já organizada em Roma nos últimos meses. O NEV seguirá a cúpula com um relatório ad hoc de Karlsruhe. Seguem os artigos da assessoria de imprensa da FCEI já publicados nos últimos dias: O que vai acontecer em Karlsruhe (24/08/2022) Em direção a Karlsruhe. Em nome da justiça climática (19/08/2022) Comitê Central do CMI, uma página de ecumenismo vivido (31/07/2022) ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.