Para uma liturgia doméstica, um dom de Hospitalidade Eucarística

Para uma liturgia doméstica, um dom de Hospitalidade Eucarística

“A Ceia do Senhor” do artista ucraniano Vladimir Sakhnenko

Roma (NEV), 24 de dezembro de 2020 – Este é um presente de Natal. “Hospitalidade Eucarística” é um boletim cujas páginas refletem sobre a aceitação recíproca da “Santa Ceia Protestante” e da “Eucaristia Católica”. A edição de dezembro está disponível em pdf, no rodapé desta página, cortesia dos editores Margarida Ricciuti (valdense) e Pedro Urciuoli (Católico).

Editado por alguns membros do grupo ecumênico “Partindo o Pão”, que inclui crentes protestantes e católicos, o folheto explora experiências e práticas ecumênicas. O grupo, nascido no campo ecumênico em 2011 em Turim, envolve igrejas, mosteiros e paróquias e produziu um interessante questionário sobre o tema em 2017.

Esta edição da “Hospitalidade Eucarística” constrói-se “nesta conjuntura imprevisível” com as questões que trouxe à tona como “o encerramento preventivo de muitos locais de culto com inevitáveis ​​repercussões na partilha da Ceia do Senhor, e as medidas pessoais recomendado pela prudência que aconselha a evitar sair – lê-se na apresentação -. Estas precauções tornaram a (re)descoberta da liturgia doméstica mais atual do que nunca; uma modalidade que, como nos conta em seu depoimento Fredo Olivero, um padre católico de Turim, também graças à tecnologia, em sua opinião, pode permitir que as pessoas participem de serviços religiosos, reduzindo também a distância entre católicos e outros cristãos. O pastor valdense Gênero Gianni e o bispo católico Derio Olivero enviou-nos as suas comunicações às duas comunidades católica e valdense de Pinerolo e dos vales circundantes, tendo criado um verdadeiro laboratório ecuménico por ocasião da pandemia, tanto mais significativo quanto diz respeito precisamente aos lugares onde, nos séculos passados, os principais conflitos entre as duas comunidades. Este número também traz a narração da primeira apresentação do livro ‘Hospitalidade eucarística: a caminho da unidade dos cristãos’”. O livro citado trata do tema da hospitalidade eucarística a partir do documento A Ceia do Senhor, assinado por Paulo rico E João Cereti, onde se expressam as razões que sustentam esta prática. Também inclui contribuições sobre o assunto de perspectivas católicas, ortodoxas, luteranas, batistas, metodistas, valdenses, adventistas, anglicanas e pentecostais.

“O termo ‘hóspede’ indica tanto aquele que oferece hospitalidade como aquele que a recebe, pois ambos os sujeitos, embora com papéis diferentes, estão unidos por um valor superior: a hospitalidade – lê-se no subtítulo da folha -. Assim, a ‘hospitalidade eucarística’ é uma forma de dizer que somos todos hóspedes do único Senhor que nos acolhe e acolhe com todas as nossas diferenças. A Ceia pertence ao Senhor, não às Igrejas”.

Baixe a edição clicando aqui: OE – N 23 – Dezembro 2020

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Informação em guerra.  Encerrou a 11ª edição do Prêmio Morrione

Informação em guerra. Encerrou a 11ª edição do Prêmio Morrione

Foto de Andrea Marcantonio - Prêmio Federico Tisa/Morrione Roma (NEV), 2 de novembro de 2022 – A 11ª edição do Prêmio Roberto Morrione para o jornalismo investigativo. Ele ganhou a pesquisa "Na pele" de Marika Ikonomu, Alexandre Leo, Simone Manda, sobre a opacidade da gestão privada dos centros de detenção para repatriação e as repercussões nos direitos básicos das pessoas migrantes. Tutor jornalístico: Sacha Biazzojornalista da Fanpage.it Esta é a motivação do júri: Para recompensar em palco , Gian Mario GillioDiretor Executivo da Agência de Notícias NEV. Os Dias do Prêmio Morrione, sobre o tema "WarNews - informações em guerra”, foram realizadas em Turim de quarta-feira, 26, a sábado, 29 de outubro. O Prêmio Morrione é apoiado, entre outras coisas, com fundos do Otto per mille para a Igreja Valdense – União das Igrejas Metodistas e Valdenses e vê Reforma – Eco dos vales valdenses entre parceiros de mídia. Relatamos a contribuição escrita do Diácono Alessandra TrottaModerador da Mesa Valdense, para o livreto do Giornate. Para saber mais: Para ler a reportagem da cerimónia de entrega de prémios e todos os prémios clique aqui. Aqui, o artigo sobre o caso de Julian Assangeobjecto de um dos debates no âmbito do Prémio. Finalmente, aqui o dia dedicado ao jornalista Vera Schiavazzi. ...

Ler artigo
Anne Frank e Etty Hillesum, dois diários comparados

Anne Frank e Etty Hillesum, dois diários comparados

Roma (NEV), 23 de janeiro de 2023 – Os diários de dois extraordinários escritores e testemunhas da Shoah, Anne Frank E Etty Hillesum, estará no centro de uma iniciativa para o Dia da Memória, que se celebra a 27 de janeiro. A sessão pública, que contará com a presença do Prof. Daniele Garronepresidente da Federação das Igrejas Evangélicas na Itália, e Lia Tagliacozzoescritor, acontecerá em Roma, na igreja metodista na via XX Settembre 122, às 18h30. Para saber mais: ...

Ler artigo
Sínodo 2023. Alessandra Trotta: o Evangelho no centro

Sínodo 2023. Alessandra Trotta: o Evangelho no centro

Roma (NEV), 18 de agosto de 2023 – No coração dos vales valdenses, tudo está pronto para acolher os deputados do Sínodo. Em Torre Pellice, na província de Turim, chegam os vários representantes de toda a Itália e também do estrangeiro para este evento anual que representa o órgão máximo de governo da Igreja Evangélica Valdense – União das Igrejas Metodistas e Valdenses.O presidente do Sínodo, juntamente com a assembleia sinodal, construirão a agenda para o próximo ano. A democracia vivida e o Evangelho, o debate e a discussão sobre as linhas a seguir e sobre o compromisso eclesial e diaconal, estes são os fundamentos do Sínodo. O moderador, diácono Alessandra Trottasublinha algumas das palavras-chave sobre as quais se constrói o trabalho quotidiano das igrejas: visão de futuro, pluralidade de ministérios, colaboração e interligação, compromisso diaconal e humanitário, direitos, liberdade, aceitação. No relatório inicial que abrirá os trabalhos do Sínodo, consta também um memorando relativo ao 8 de Setembro de 1943, data em que o armistício de Cassibile com os anglo-americanos lançou as bases para o fim da história monárquica e liberal da Itália durante o Risorgimento. E deu impulso aos primeiros actos de resistência à ocupação nazi, resistência que de alguma forma representou o início da gestação daquilo que mais tarde se tornaria a república constitucional. “O dia 8 de setembro de 1943 também foi um momento fatídico para a nossa igreja. Foi realizado um sínodo muito curto, mas muito intenso pela qualidade do confronto entre diferentes visões teológicas, diferentes sensibilidades espirituais e posições políticas eclesiásticas” declarou Alessandra Trotta. Nesse contexto, continua o moderador, “algumas escolhas cruciais amadureceram para a vida de uma igreja que quer sempre colocar o evangelho no centro como instância crítica, que também encoraja a não se calar diante de tudo o que contradiz o seu coração”. . Uma Igreja que depois quis preparar-se para dar um contributo para a reconstrução do país, a começar pelas suas instituições democráticas. Esta importante passagem será recordada durante o Sínodo com um vídeo e uma pequena exposição”. A moderadora da Mesa Valdense Alessandra Trotta será convidada do Culto Evangélico no próximo domingo | Rai Radio 1 entrevistado por Gian Mário Gillio. O olhar civil da Igreja Valdense também será sublinhado por ocasião da visita do Presidente da República, Sérgio Mattarellano próximo dia 31 de agosto, por ocasião da inauguração de uma placa comemorativa da figura de Altiero Spinelli. Convidado na Torre Pellice da família valdense Mário Alberto Rollier, membro do Action Party, Spinelli, que há apenas oitenta anos em Torre Pellice fez o seu primeiro discurso como líder do Movimento Federalista Europeu, foi uma figura central na difusão da ideia do europeísmo. Entre 26 e 28 de agosto de 1943, a reunião de fundação da seção italiana do Movimento foi realizada na casa milanesa de Rollier, segundo um comunicado da Igreja Valdense. Para saber mais: A Europa de Rollier, um federalista valdense ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.