4 de abril às 10. Adoração evangélica de Páscoa no Eurovision na Rai2

4 de abril às 10. Adoração evangélica de Páscoa no Eurovision na Rai2

Foto de Bruno van der Kraan

Roma (NEV), 29 de março de 2021 – Domingo de Páscoa, 4 de abril, de 10 a 11, o culto evangélico de Páscoa será realizado na Rai 2 no Eurovision, transmitido pela Igreja Evangélica Batista de Grosseto.

“Que pensamentos devem ter acompanhado as mulheres na madrugada daquela manhã, enquanto se dirigiam ao túmulo de Jesus? Por que os onze discípulos estão céticos sobre a notícia da ressurreição, relatada a eles pelas mulheres? Da história que os dois discípulos de Emaús contam ao andarilho desconhecido – que mais tarde se tornará o Ressuscitado – a resignação, o desespero, a incompreensão emergem no trágico fim de um sonho… Os personagens desta história voltam à vida num contexto sugestivo que reconstitui, em estilo narrativo, as horas dramáticas que precederam e sucederam aquela madrugada de Páscoa”, lê-se na apresentação do culto.

O culto será presidido pelo pároco da comunidade, além do presidente da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI), Luca Maria Negro. A coordenação musical será de Alberto Annarilli E Francesco Iannitti, do Ministério de Música da União Evangélica Batista Cristã da Itália (UCEBI). na flauta Jana Hildebrandtvioloncelo Michael Lanzinipiano Francesco Iannitti Piromallosoprano Silvia Striatocontralto Amanda Ferritenor Matteo Bagnibarítono Gabriel Spina. Lá fora, elementos da associação musical Luigi vão cantar Antonio Sabatini de Albano Laziale e do coro Voz da Graça de Ariccia, dirigido por Alberto Annarilli. na percussão Mateus Martizzi.

Edição editada pelo programa de televisão “Protestantesimo-Raidue”.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Gottfried Locher renuncia à Comunhão das igrejas protestantes na Europa

Gottfried Locher renuncia à Comunhão das igrejas protestantes na Europa

Roma (NEV), 29 de junho de 2020 – O pastor Gottfier Locher ele não é mais o presidente executivo da Comunhão das Igrejas Protestantes na Europa (CCPE). Conforme noticiado em nota de imprensa do órgão protestante europeu, Locher apresentou sua renúncia durante uma sessão do Conselho do CCPE, realizada por videoconferência no dia 26 de junho. O pastor John Bradbury (United Reformed Church, Londres) recebeu a gestão executiva interinamente. As renúncias do CCPE seguem as renunciadas por Locher em 2020 da presidência da Federação de Igrejas Evangélicas na Suíça. “Sinto que agora também devo renunciar ao meu cargo no CCPE”, escreveu Locher na exposição de motivos dirigida ao Conselho do CCPE, acrescentando que “o Conselho deve ser composto pelo maior número possível de titulares de cargos”. Locher foi eleito para o Presidium de três membros do CCPE na Assembleia Geral de 2012 em Florença e foi eleito Presidente Executivo após a morte do bispo Friedrich Weber em 2015. Locher lembrou a Assembleia Geral do CCPE realizada em Basel em 2018 como o destaque de seu mandato. A eleição do novo Presidente Executivo ocorrerá durante a próxima reunião do Conselho prevista para janeiro de 2021 em Estrasburgo. “O Presidium, o Conselho e os escritórios centrais do CCPE trabalham em estreita relação de confiança – declarou Bradbury -. A recente admissão da Igreja Evangélica Luterana da Islândia e as intensas discussões das igrejas-membro sobre os efeitos da crise do vírus corona demonstram o vigor de nossa Comunhão”. O pastor valdense também participou da reunião em 26 de junho Pawel Gajewskimembro do Conselho do CCPE. ...

Ler artigo
20 de outubro de 2020. Oração pela paz

20 de outubro de 2020. Oração pela paz

Roma (NEV), 20 de outubro de 2020 – Na Piazza del Campidoglio em Roma e simultaneamente em diversos lugares, segundo as diversas tradições religiosas, a oração pela paz organizada pela Comunidade de Sant'Egidio. No encontro, intitulado “Ninguém se salva sozinho. Paz e Fraternidade", o presidente da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI), pároco Luca Maria Negroo moderador da Mesa Valdense, o diácono Alessandra Trottaenvolvido na liturgia, o presidente da Obra para as Igrejas Evangélicas Metodistas na Itália (OPCEMI) Mirella Manocchio, o bispo luterano Heinrich Bedford-Strohmpresidente do Conselho da Igreja Evangélica na Alemanha (EKD) e pastor luterano de Roma Michael Jonas. Durante a tarde haverá também um minuto de silêncio em memória das vítimas da pandemia e de todas as guerras e, a seguir, a leitura do apelo de paz de todos os líderes religiosos, de Papa Francisco E Bartolomeu Iapelo que será entregue aos embaixadores e autoridades institucionais presentes, incluindo o Presidente da República Sérgio Mattarella. Os locais das orações que abrem o evento: Basílica dell'Aracoeli (oração dos cristãos); Sinagoga (oração dos judeus); instalações dos Museus Capitolinos (oração de muçulmanos, budistas e religiões orientais). O encontro de hoje faz parte dos encontros internacionais de oração pela paz e pode ser acompanhado ao vivo nestes canais. #pazépossívelFraternidade2020 ...

Ler artigo
Oração Ecumênica pela Declaração Conjunta sobre a Justificação

Oração Ecumênica pela Declaração Conjunta sobre a Justificação

Imagem de arquivo retirada de www.lutheranworld.org Roma (NEV), 22 de novembro de 2019 - A oração ecumênica pelo 20º aniversário da Declaração Conjunta sobre a Doutrina da Justificação (JDDJ), o histórico documento ecumênico assinado por ocasião da comemoração da Reforma Protestante, em 31 de outubro de 1999, acontecerá hoje em Roma. O JDDJ é o resultado de mais de três décadas de diálogo entre luteranos e católicos que efetivamente resolveram um dos principais conflitos da Reforma, pondo fim às suas respectivas excomunhões. Assinado em Augsburg (Alemanha) por representantes da Federação Luterana Mundial (WLF) e do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos (PCPUP), foi posteriormente adotado também pelo Conselho Metodista Mundial (em 2006), pela Comunhão Mundial de Igrejas reformadas e pela Comunhão Anglicana (em 2017). O JDDJ levou católicos e luteranos a superar a profunda divisão da Igreja no Ocidente por meio do que se chamou de "consenso diferenciado", ou seja, um acordo alcançado respeitando diferentes pontos de vista superando os conflitos do passado. Em 2019, para o 20º aniversário da JDDJ, católicos, luteranos, metodistas, reformados e anglicanos de todo o mundo continuam reunidos em oração para comemorar juntos seu batismo. A oração ecumênica convocada hoje pelo cardeal Kurt Koch prevê uma liturgia conjunta na qual, entre outros, o pároco decano da Igreja Evangélica Luterana na Itália (CELI) Heiner Bludauo pastor luterano Michael Jonasa pastora Mirella Manocchiopresidente do Comitê Permanente da Obra para as Igrejas Metodistas na Itália (OPCEMI) e pastor valdense Rio Emanuel. O encontro marcado para a oração ecumênica de 22 de novembro de 2019 é na abadia de Sant'Anselmo às 18h na piazza dei Cavalieri di Malta, 5. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.