XXIII Tertio Millennio Film.  Prêmio para “Um tradutor”

XXIII Tertio Millennio Film. Prêmio para “Um tradutor”

Roma (NEV), 23 de dezembro de 2019 – O filme de Rodrigo e Sebastián Barriuso “Un traductor” venceu a XXIII edição do Tertio Millennio Film Fest, o festival do diálogo inter-religioso. O filme é inspirado na história real do pai do diretor. O Júri Inter-religioso, presidido por Fariborz Kamkariera formado por representantes de várias religiões, entre eles o pastor valdense Marco Fornerone. O Festival, este ano intitulado “Eu sou você é. Reconhecendo-se como diferentes”, realizou-se em Roma de 10 a 13 de dezembro.

O Júri atribuiu ainda uma menção honrosa a As Andorinhas de Cabul De Zabou Breitman E Eléa Gobé Mévellec. O Júri Inter-religioso para curtas-metragens, presidido por Phaim Bhuiyanem vez disso, concedeu o primeiro prêmio a “milady De Júlia Tivelli E Flávia Scardinique conquistou também o Prémio Juventude, atribuído pelas escolas envolvidas no projeto “Nati nel Tertio Millennio” criado com o contributo do MIUR e do MiBACT, com curadoria de Ângela D’Arrigo.

Finalmente, pela primeira vez, o Prêmio Outfield, um reconhecimento que reúne os mais importantes festivais nacionais de cinema e espiritualidade (Tertio Millennio Film Fest, Religion Today de Trento e Popoli e Religioni de Terni). O Prémio Fuoricampo é atribuído ao filme italiano do ano que melhor desenvolve a temática do sagrado, do divino, do transcendente e do invisível. Ganhou esta primeira edição”senhor demônio De Pupi Avati.

O festival contou com a presença de mais de dois mil espectadores. Entre os destaques: o diálogo em memória de Robert Bresson com a viúva Mylene Bresson E João Amelio; a reunião de 13 de dezembro entre Giuseppe Tornatoreprimeiro vencedor do Prêmio Bresson, e o cardeal Gianfranco Ravasi, Presidente do Pontifício Conselho para a Cultura e fundador do Pátio dos Gentios; o encontro com na escavaçãojornalista sob tutela da Avvenire, que apresentou um dos nove filmes em competição, “The Remains”, um documentário sobre migrantes de Natalie Borgers. “A chamada emergência migratória é a poeira que você esconde debaixo do tapete para não ver a enormidade do tráfico ilícito – disse Scavo, comentando a investigação -. A Itália é a nação que mais exporta bombas para a África. Embora não tenhamos uma percepção direta de quanto a guerra rende, há controvérsias sobre por que os migrantes chegam”.


FORMA. Um tradutor. Canadá, Cuba – 2018

Após o desastre nuclear de Chernobyl, a Ucrânia pede ajuda ao mundo. Entre 1990 e 2011, chegaram a Cuba cerca de 25.000 crianças, muitas delas com câncer, deformações, problemas musculares e dermatológicos, altos níveis de estresse pós-traumático. Malin, professor de literatura russa em Havana, é designado para atuar como intérprete entre os médicos cubanos e as crianças. Forçado a lidar com a dor, Malin fica cada vez mais deprimido, até conhecer uma criança especial. Enquanto isso, o Muro de Berlim cai e Cuba entra em uma profunda crise econômica.


O Tertio Millennio Film Fest é organizado pela Fundação Ente dello Spettacolo com o patrocínio do Pontifício Conselho para a Cultura, do Dicastério para a Comunicação da Santa Sé, do Escritório Nacional para as Comunicações Sociais da Conferência Episcopal Italiana (CEI), do Departamento de crescimento cultural do Município de Roma e da Região do Lácio, sob a direção artística de Marina Sanna (vice-diretor da Rivista del Cinematografo) e do Gianluca Arnone (coordenador editorial da Fondazione Ente dello Spettacolo).

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

24 de fevereiro.  “A paz é a vitória que precisamos”

24 de fevereiro. “A paz é a vitória que precisamos”

Roma (NEV), 22 de fevereiro de 2023 – 24 de fevereiro marca o primeiro aniversário do início da invasão russa da Ucrânia. A Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes na Itália (FCEI) e o Interfaith Center for Peace (CIPAX) continuam a jornada inter-religiosa no âmbito das iniciativas da Europa pela paz. Com o lema “Esta guerra tem de acabar!”, as duas siglas pretendem lembrar “que a guerra, todas as guerras têm de acabar, que queremos paz, justiça e desarmamento, incluindo o desarmamento nuclear”. Com esta premissa, convoca-se, portanto, um novo momento de espiritualidade compartilhada. O encontro é em Roma, sexta-feira, 24 de fevereiro, das 18h às 19h30, na Igreja Cristã Evangélica Batista na via del Teatro Valle 27. “Convidamos a aderir crentes de todas as fés e não crentes, associações e movimentos que compartilham o apelo da Europa pela paz. Cada um trará sua própria contribuição de pensamentos, valores, sentimentos e propostas – escreva GLAM e CIPAX -. Gostaríamos que nosso caminho inter-religioso fosse fortalecido em torno de um grupo promotor que pudesse contribuir para a abordagem inter-religiosa, que se mostrou tão crucial também nesta guerra, e fortalecer as atividades da Europa pela paz e da Rede Italiana de Paz e Desarmamento ( RIPD). O Momento de espiritualidade compartilhada também servirá para essa comparação”. Para inscrições no Momento de espiritualidade compartilhada: comissã[email protected] ; [email protected] Para todas as outras iniciativas da Europa pela paz: Abaixo, o apelo da Europa pela paz/RIPD 24 de fevereiro de 2022 - 24 de fevereiro de 2023 VAMOS PARAR A GUERRA NA UCRÂNIA Um ano de guerra é demais! Iniciativas em toda a Itália e em toda a Europa A invasão russa da Ucrânia começou em 24 de fevereiro de 2022. Uma violação da Carta da ONU e do direito internacional que exige justiça imediata."Europe for Peace" convida você a promover mobilizações em cidades italianas e europeias um ano após a invasão da Ucrânia para pedir um cessar-fogo, diálogo e negociações de paz para construir uma Europa segura e pacífica para todos. Mostre solidariedade ao povo ucraniano e às vítimas de todas as guerras, violência, repressão e discriminação no mundo. A paz é a vitória que precisamos! ...

Ler artigo
17 de abril.  Culto evangélico de Páscoa na Eurovisão na Rai2

17 de abril. Culto evangélico de Páscoa na Eurovisão na Rai2

Collegiate Neuchâtel Roma (NEV), 5 de abril de 2022 – O habitual culto evangélico de Páscoa ao vivo no Eurovision está agendado para domingo, 17 de abril, em Raidue, das 9h55 às 11h. Esta edição será transmitida pela Collegiate Neuchâtel (na Suíça). A edição italiana é editada pela seção de protestantismo. Os pastores presidem Florian Schubert, Eva Lefèvre, Jul Aubert E Gregoire Oguey. ao órgão, Simon Peguiron. Para o Domingo de Páscoa, escreve a redação, "os protestantes de Neuchâtel nos convidam a celebrar a ressurreição de Cristo de Collegiate Neuchâtel lindamente restaurado. O edifício, que domina a cidade há mais de 800 anos, tornou visível ao longo dos séculos o anúncio da Páscoa, tornando-se sinal de uma vida renovada que ultrapassa os nossos limites humanos. Este culto pascal quer recordar-nos que o encontro com o Ressuscitado é sempre pessoal e marca a passagem da morte para a vida, das trevas para a luz, da dúvida para a compreensão, da traição para a fé”. Para rever os episódios visite o site VIDEO.Protestantismo no endereço de e-mail do Facebook: [email protected][email protected] ...

Ler artigo
Prêmio do Júri Inter-religioso de Nyon para “Pequena Palestina” de Abdallah Al-Khatib

Prêmio do Júri Inter-religioso de Nyon para “Pequena Palestina” de Abdallah Al-Khatib

Roma (NEV), 26 de abril de 2021 – Festival “Visions du Réel”, Nyon. O júri inter-religioso Interfilm/Signis atribui o seu prémio ao filme “Pequena Palestina” de Abdallah Al-Khatib. Visions du Réel é o festival anual de documentários que acontece desde 1969 em Nyon, na Suíça. Esta é a 52ª edição e decorreu de 15 a 25 de abril. O júri inter-religioso, nomeado pela INTERFILM (International Inter-Church Film Organisation) e SIGNIS, participa do Festival Visions du Réel desde 2005. O júri inclui um representante da INTERFILM e SIGNIS e um membro da fé judaica e muçulmana. O júri premia um longa-metragem da competição internacional e pode recomendar uma obra que reflita sobre questões existenciais, sociais ou espirituais, bem como sobre valores humanos. O prêmio, no valor de 5.000 francos suíços, é doado pelas igrejas suíças, tanto reformadas na Suíça francófona quanto católicas, pelo Departamento de Mídia Média-pro e pela Federação Suíça das Comunidades Judaicas (SIG). foto interfilme Os membros do júri inter-religioso de 2021 são Noemi GradwohlBerna (Suíça) Marie-Therese MäderZurique, Suíça), Jean-Paul Kaser (Presidente), Biel-Bienne (Suíça) e Majid MovasseghiZurique, Suíça). 13 filmes em competição discutidos e avaliados pelo júri, que atribuiu o prémio ao filme “Pequena Palestina”. PEQUENA PALESTINA / Journal d'un siège / Diário de um Cerco, dirigido por Abdallah Al-Khatib, Líbano/França/Catar 2020, 83' As pessoas no campo de refugiados de Yarmuk afirmam sua humanidade na guerra civil síria, apesar da fome e da falta de perspectivas, enquanto o mundo humanitário permanece à margem. Quando um pequeno coro de rua canta acompanhado por um piano e pelo som de bombas, sua música se junta ao coro triste de cercos semelhantes na história mundial. INTERFILM A INTERFILM foi fundada em 1955 por inúmeras associações de cinema protestantes na Europa e atualmente inclui membros protestantes, ortodoxos e anglicanos, além de judeus. Em colaboração com seu parceiro católico SIGNIS, organiza júris ecumênicos nos festivais de cinema mais importantes como Cannes, Montreal, Moscou, Leipzig, Berlim, Locarno (www.inter-film.org). ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.