Empatia.  Escuta, dúvida, misericórdia

Empatia. Escuta, dúvida, misericórdia

Pablo Picasso. Menina com pomba (detalhe) 1901. Imagem escolhida pela Comissão para a Globalização do Meio Ambiente para a Temporada da Criação 2022 Dossiê sobre empatia

Roma (NEV), 21 de junho de 2022 – Está pronto o Dossiê da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI) para o Tempo da Criação 2022. Título: “Empatia. Escuta, dúvida, misericórdia”.

O documento contém ideias homiléticas, meditações, liturgias, materiais e percepções. É dirigido a todas as igrejas federadas, mas não só. Cada pessoa e comunidade interessada no período litúrgico conhecido como “Tempo da Criação” poderá encontrar nas páginas do Dossiê alimento para reflexão e ferramentas preciosas para compartilhar.

O “Tempo da Criação” é um período litúrgico ecumênico que começa todos os anos em 1º de setembro e termina em 4 de outubro, e que teve seus primeiros passos com a Assembleia Ecumênica Européia em Graz (Áustria) em 1997. a Comissão GLAM da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália vem propondo um dossiê temático, este ano justamente sobre o tema da empatia.

“Este Dossiê – lê-se na introdução –, tal como o anterior, está marcado temática e conteúdo pelos vestígios dos tempos que investiram a população mundial desde 2020 ao nível da saúde e da estabilidade do tecido social, este último especialmente no Norte Global. A sustentabilidade da globalização, na fase de recuperação dos fluxos de mercadorias perturbados pelas políticas de contenção do vírus, recebe mais um golpe com a guerra na Ucrânia: para a Europa a conversão das energias fósseis é ainda mais urgente. Num clima tão carregado de tensões e ameaças, GLAM apresenta a proposta de reflexão sobre a categoria da empatia, um possível auxílio para estabelecer relações menos esquemáticas”.

GLAM também fala de humanidade, dignidade, emoções e sentimentos. E observa que a 11ª Assembleia do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), intitulada “O amor de Cristo move o mundo rumo à reconciliação e à unidade”, acontecerá precisamente na fase inicial do Tempo da Criação. É nesta linha de amor que a GLAM pretende dar o seu contributo.

Para baixar o Dossiê completo, clique abaixo: Dossiê TDC 2022 – EMPATIA


Introdução – Comissão de Globalização e Meio Ambiente

Sugestões homiléticas, meditações

Empatia ecológica? A necessidade de uma nova linguagem
Hanz Gutiérrez

Quem é sábio e inteligente entre vocês?
Tiago 3, 13-18
Antonella Visintin Rotigni

Elementos empáticos na Bíblia
Andreas Köhn


Liturgias

Maria Elena Lacquaniti


Materiais

A empatia como ferramenta para olhar e ver a criação
Theresa Isenburg

Andar com os pés nos sapatos
Maria Elena Lacquaniti

Entrevista com Antonella Scuderi e Ivano De Gasperis, um casal empático na vida, na fé, na sociedade
Editado por Maria Elena Lacquaniti

Empatia na era da tecnologia de massa
Briga Gerard

Empatia, natureza, o humano e a fé
Émile Florio

Precisamos compartilhar o pão da democracia, da liberdade e dos direitos humanos
Maurício Bolognetti


Para saber mais

Jean-Philippe Faure – Céline Girardet, Empatia, No coração da comunicação não violenta
Paul Krieg

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

“Migrantes e Religiões”, uma conferência ecumênica em Roma de 18 a 20 de novembro

“Migrantes e Religiões”, uma conferência ecumênica em Roma de 18 a 20 de novembro

Roma (NEV), 15 de novembro de 2019 - Uma conferência ecumênica de estudos sobre o tema dos migrantes e das religiões. O Escritório Nacional para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso (UNEDI) da Conferência Episcopal Italiana (CEI) o promove novamente este ano, juntamente com os representantes das Igrejas cristãs na Itália. O evento acontecerá de segunda-feira, 18, a quarta-feira, 20 de novembro, no hotel Mercure na viale Eroi di Cefalonia, em Roma. O tema central da iniciativa será para esta edição "migrantes e religiões": queremos fazer um discurso positivo sobre a imigração - lê-se na apresentação do evento - evitando falsos des e apenas debates negativos, destacando o valor do imigrantes que se encontram em nosso país e também a contribuição que as religiões, em suas diversas expressões, dão para tornar possível a convivência na diversidade”. Pelo quarto ano consecutivo, o encontro, que contará com a presença de estudiosos e expoentes das diversas denominações cristãs, que inicialmente foi um momento de enfrentamento da CEI, tem caráter ecumênico. "Migrantes e religiões" será aberto na segunda-feira 18, após saudações de don Juliano Savinadiretor da UNEDI – CEI e a apresentação do Monsenhor Stefano Russosecretário-geral da CEI, a partir de um relatório sobre o tema principal do encontro, com as intervenções de Paulo Nasocoordenadora do Mediterranean Hope (MH), programa de migrantes e refugiados da FCEI e da Andrew Riccardi, fundador da Comunidade de S. Egídio. Terça-feira 19 será a vez de várias oficinas temáticas: da hospitalidade à prisão, aos direitos, das comunidades à relação entre as mulheres e o mundo religioso. Entre os inúmeros grupos de trabalho, o compromisso do MH será explorado em particular num painel ad hoc, “Construindo a hospitalidade”, no qual participarão como oradores marta bernardinioperadora da Mediterranean Hope, e Daniela Pompeiachefe da Comunidade de Sant'Egidio para serviços aos imigrantes. “O tema da conferência ecumênica nacional deste ano – comenta Luca Maria Negropresidente da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália, que falará no momento conclusivo da conferência, quarta-feira, 20, às 12h – é altamente atual: por um lado, será uma questão de reafirmar, como igrejas, nosso sim ao acolhimento imigrantes e, por outro, refletir sobre a urgência do diálogo inter-religioso em uma sociedade que se tornou plural também do ponto de vista das fés”. Aqui o programa completo do evento: Programma_MigrantieReligioni ...

Ler artigo
Se você quer paz, prepare-se para a paz

Se você quer paz, prepare-se para a paz

Roma (NEV), 20 de março de 2023 – Está tudo pronto para o 4º episódio da Rádio GLAM, uma iniciativa da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). Encontro Domingo, 26 de março de 2023, das 19 às 20. Desta vez, o tema é: “Se você quer paz, prepare-se para a paz” Convidados da noite Luciano Ardesijornalista e vice-presidente do Interfaith Center for Peace (CIPAX) e Simone Caccamopastor batista, em serviço na igreja batista na Via del Teatro Valle em Roma. Reunião Zoom no seguinte link: ID da reunião: 832 8945 3827 Senha: 683848 Para comunicações urgentes ligue: 335/7263374 Para marcar participação escreva para:[email protected] A Rádio GLAM foi criada para coletar "Testemunhos e/ou informações de eco-comunidades, mas também de crentes individuais, ativistas, apoiadores da sociedade civil interessados ​​em questões relacionadas à espiritualidade e à proteção da criação que o GlAM apóia. Notícias, projetos e programas nacionais e internacionais…” Quem ouve Rádio GLAM? Todos aqueles que têm interesse em fazer parte desta comunidade, que questiona e une numa eco-comunidade ou que olha com curiosidade para conhecer, para propor, para participar até com um contributo criativo, música, leitura, partilha de materiais. Por que o nome Radio GLAM? Porque usa a linguagem direta e imediata do rádio, uma linguagem simples na qual jovens e adultos podem se reconhecer e se expressar. Quando Rádio GLAM? Todos os meses, um encontro de uma hora durante o qual haverá testemunhos e/ou informações de eco comunidades, mas também de crentes individuais, ativistas, apoiadores da sociedade civil interessados ​​em questões relacionadas à espiritualidade e proteção da criação que o GlAM apóia. Notícias, projetos e programas nacionais e internacionais… Como assinar a Rádio GLAM? Envie um e-mail para o seguinte endereço de e-mail [email protected] ou entre em contato com os representantes da comunidade ecológica. Até breve nessas frequências! A Comissão de Globalização e Meio Ambiente Lá Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) foi criada em fevereiro de 2001. Nasceu como uma evolução de uma Comissão anterior após a segunda Assembleia Ecumênica Européia em Graz, em 1998. Seu principal objetivo é sensibilizar as igrejas sobre os problemas que a injustiça econômica e a destruição da terra representam para o mundo e em particular à fé cristã. A Comissão está ao serviço das comunidades e dos indivíduos que desejam abordar estas questões a partir de uma perspectiva de fé. O trabalho busca a rede dentro e fora das igrejas, nacional e internacionalmente. Um dos carros-chefe da GLAM é o trabalho de construção da rede comunidade ecológica. Existem ecocomunidades "iniciadas", "em andamento" e "graduadas", com base na adesão a um determinado limite de 40 critérios ambientais relativas ao culto e outros momentos litúrgicos, trabalhos de manutenção visando a poupança de energia, eliminação do plástico, educação, implementação de comportamentos virtuosos na administração, nas compras, na utilização da energia, mobilidade e gestão de resíduos, até verificação da ética dos bancos em que são mantidas as contas correntes das igrejas. O comunidade ecológica em Itália, algumas dezenas candidataram-se ao diploma GLAM, num universo de mais de uma centena de simpatizantes. ...

Ler artigo
Oração Ecumênica pela Paz, “Juntos pela Europa”

Oração Ecumênica pela Paz, “Juntos pela Europa”

Fotos Juntos pela Europa Roma (NEV), 11 de maio de 2023 – A oração ecumênica pela paz aconteceu ontem em Roma. A mensagem que emergiu é: a guerra nunca é a solução. A oração, que contou com a presença de autoridades religiosas e institucionais, comunidades e movimentos, aconteceu na igreja de S. Maria in Campitelli por ocasião do "Dia da Europa". Entre os representantes das Igrejas, o pastor valdense Daniele Garronepresidente da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI), o pastor batista Luca Maria Negrorepresentantes do Exército de Salvação (EOS), da Igreja Ortodoxa Romena, da Igreja Ortodoxa Grega, membros das comunidades pentecostais e do arcebispo anglicano Ian Ernestdiretor do Centro Anglicano de Roma. "Repudiemos verdadeiramente a guerra, que nunca é a solução para as disputas", disse o pastor metodista Mirella Manocchio, presidente da Federação das Mulheres Evangélicas da Itália (FDEI), entre a presença protestante. E acrescentou: "que se acabe com a fabricação de armas e outros instrumentos de morte", e que todos juntos, governantes e cidadãos, entendamos que só a justiça e a paz podem erguer as nações". “A guerra é a mãe de toda a pobreza. Destrói o que foi conquistado ao longo dos anos, aniquila o presente reduzindo-o à sobrevivência, impede o futuro”, afirmou. Maria Attias da Comunidade de Sant'Egidio. Leia o artigo da Agência SIR. "Juntos pela Europa" é uma rede de mais de 300 comunidades e movimentos cristãos espalhados por todo o continente. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.