A voz das mulheres afegãs contra a violência

A voz das mulheres afegãs contra a violência

Roma (NEV), 23 de maio de 2022 – A nova etapa do projeto promovido pela Federação das Mulheres Evangélicas da Itália (FDEI) “Vamos começar com você” será realizada em Milão nos dias 27 e 28 de maio.

Entre outras coisas, está agendada uma reunião com o ativista Batool Haidari (que também será a protagonista de uma entrevista que será transmitida no domingo, 29 de maio, no “Protestantismo”, em Rai Due, ed) sobre “A voz das mulheres afegãs além do silêncio e da violência”. A seguir, um espetáculo com as meninas da especialização contemporânea do Centro de Estudos Coreográficos do Teatro Carcano, intitulado “Hijab”, com a coreografia de Jorge Azzone.

A iniciativa “Recomeçar com você”, também implementada em Nápoles, Gênova e Gravina, visa combater a violência contra as mulheres. Os destinatários também são os próprios homens. Importa actuar ao nível da prevenção do fenómeno, responsabilizando não só os potenciais actores da violência, mas também aqueles que a testemunham e aqueles que, por medo ou por ignorância, negam a sua dimensão social, cultural e significado psicofísico.

A etapa de Milão conta com uma colaboração ecumênica, com a participação, entre outras coisas, da Caritas Ambrosiana, que colabora participando da mesa redonda de sábado à tarde intitulada “A resiliência é uma mulher”.

O projeto FDEI responde, entre outras coisas, a solicitações do Conselho Mundial de Igrejas (CEC), que desde 2015 incentiva igrejas e organizações a trabalhar nessas questões. Para superar as atitudes que predispõem à violência sexual e de gênero, segundo o FDEI e o CEC, é preciso envolver as realidades locais e os indivíduos.

Para saber mais, baixe o flyer.

Leia a análise aprofundada com o presidente da FDEI, pároco Gabriela Lio.

Plano

Sexta-feira

18h30, «A voz das mulheres afegãs para além do silêncio e da violência». Igreja Evangélica Batista (via Pinamonte da Vimercate 10), com Batool Haidari, ativista do movimento pelos direitos das mulheres.

19h45, «Hijab», do coreógrafo Giorgio Azzone com intérpretes femininas do Centro de Estudos Coreográficos do Teatro Carcano.

Sábado

10h00, «Encontros de resiliência feminina», na CasArché (via Michele Lessona 70).

16h00, «Resiliência é mulher», mesa redonda. Igreja Metodista (via Luigi Porro Lambertenghi 28). Com Renata Rossi (Caritas Ambrosiana), Silvia Gissi (Radam Csd Project) e Massimo Aprile (pastor batista); moderado por Anna Maffei, pastora batista.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Bonecos sicilianos para contar a história de Martinho Lutero e a Reforma para crianças

Bonecos sicilianos para contar a história de Martinho Lutero e a Reforma para crianças

Roma (NEV), 15 de outubro de 2019 - A Casa delle Culture, em estreita colaboração com a Igreja Evangélica Metodista Scicli e o Trabalho Diaconal Metodista Scicli, organiza para sexta-feira, 18 de outubro, às 10h, no salão da Casa delle Culture in corso Mazzini, 7 em Scicli, o show de marionetes siciliano intitulado "Martinho Lutero e a Reforma Protestante". “A ideia de encenar a extraordinária história de Martinho Lutero Já o tinha há vários anos, na sequência de uma ideia de renovação do repertório do teatro de marionetas", disse o criador Ângelo Sicília. Este espetáculo especial de marionetes contará, portanto, a história de Lutero, o monge agostiniano que, com seu protesto contra as indulgências, iniciou a Reforma Protestante, um dos momentos mais significativos da história cristã ocidental. Entre outras coisas, 31 de outubro será o Dia da Reforma, o dia em que, em 1517, Lutero postou suas 95 teses contra as indulgências. O evento dirige-se principalmente às crianças das escolas de Scicli e aos jovens convidados da Casa delle Culture. Em maio de 2017 foi realizada a estreia do espetáculo inédito em Palermo, justamente por ocasião dos 500 anos da Reforma. ...

Ler artigo
Roma.  Luteranos e católicos convergem 500 anos após a excomunhão de Lutero

Roma. Luteranos e católicos convergem 500 anos após a excomunhão de Lutero

Roma (NEV), 21 de junho de 2021 - De 23 a 27 de junho, uma delegação de luteranos alemães estará em Roma para uma série de encontros e palestras ecumênicas. O anúncio foi feito pela Igreja Evangélica Luterana na Itália (CELI) e pela Igreja Evangélica Luterana Unida da Alemanha (VELKD). A ocasião, desta vez, é para o 500º aniversário da excomunhão de Lutero. No entanto, é uma série de compromissos que fazem parte de um caminho comum de longa data. Teve uma de suas etapas importantes na comemoração conjunta católico-luterana da Reforma, realizada em 2016 em Lund, na Suécia. A Comemoração fazia parte das comemorações mundiais do 500º aniversário da Reforma Protestante. A delegação, que chegará a Roma nos próximos dias, representa o Comitê Nacional Alemão da Federação Luterana Mundial (FLM) e o VELKD. É composto pelo bispo Frank-Otfried julho (presidente da seção alemã FLM) e pelos bispos VELKD Ralph Meister E Karl-Hinrich Manzke (este último, responsável pelas relações com a Igreja Católica). Quinta-feira, 24 de junho, os bispos se reunirão Kurt Koch, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos. Além disso, estão programados encontros com representantes da comunidade de Sant'Egidio, do Movimento dos Focolares, do CELI e com o enviado da Embaixada da Alemanha à Santa Sé. A viagem terminará com um culto na Igreja Luterana no domingo, 27 de junho, no qual a Santa Ceia será presidida por Dom Ralf Meister e o sermão será proferido pelo Cardeal Koch. “Com a viagem a Roma continuamos uma longa série de diálogos baseados na confiança e na abertura ecumênica e nos relacionamos com os encontros anteriores – declarou o bispo Manzke -. São conversas que, neste momento, são particularmente necessárias. Falar sobre a Igreja Evangélica Luterana na Alemanha e no mundo e ouvir nossa igreja católica irmã leva à compreensão mútua e fortalece as relações ecumênicas”. Entre os temas que a delegação abordará estão os desafios e a situação do diálogo ecumênico internacional e as possibilidades de ações comuns. Além disso, os estudos do grupo de trabalho ecumênico "Juntos à mesa do Senhor", sobre o qual o VELKD formulou um parecer. Finalmente, a excomunhão de Lutero em 1521 e seu significado para a situação ecumênica hoje. Sobre este assunto, o Vaticano e a Federação Luterana Mundial anunciaram uma declaração conjunta. Vá para a guia NEV: FORMA. Martinho Lutero (1483-1546) ...

Ler artigo
16 dias para superar a violência, 13º dia.  Mulheres atrás das grades: é a vida?

16 dias para superar a violência, 13º dia. Mulheres atrás das grades: é a vida?

Imagem de Shamsia Hassani, artista afegã. Retirado do arquivo FDEI 16 dias contra a violência 2022 Roma (NEV), 7 de dezembro de 2022 – Publicamos, em fascículos e dia a dia, as reflexões do livrinho "16 dias contra a violência" editado pela Federação das Mulheres Evangélicas da Itália (FDEI) a partir de 25 de novembro, Dia Internacional da Eliminação da violência contra a mulher, até 10 de dezembro, Dia dos Direitos Humanos. Para rever a apresentação oficial do dossiê, clique aqui. DIA 13: 7 DE DEZEMBRO Mulheres atrás das grades: isso é vida? SOLICITARdiscutir Como tornar visível não apenasas condições das mulheres nas prisões, mas também suas vidas? Helena, 39 anos euA primeira coisa que eles fazem aqui é privá-lo deseus afetos. não consigo receber telefonenascido, nem tem entrevistas. Mas eu redescobriàs cartas. As pessoas de fora apenas assistem aos crimes, ele não sabe por que os fizemos, ele não sabe os nossos história por trás, ele não sabe que somos seres humanos. Poucas pessoas acabam atrás das grades na Itália mulheres (4,5%), maioritariamente estrangeiras e provasnada da periferia da sociedade. Suas células eles são pequenos e superlotados, raramente banheiros eles têm o bidês, indispensável para a higiene íntimamas, o fornecer espaços adequados para crianças. O controle dos guardas não raramente flui em assédio sexual, estupro ou mesmo brutalidadelivre (dois casos marcantes: um detido feito dar à luz algemado, outro arrastado nupousar em água fria por agentes masculinos). Numerosos suicídios! Uma carta composta de março passado 31 reclusos da prisão "Le Vallette" em Turim: eles corajosamente pediram às instituições que ter em conta o agravamento das suas condiçõesprisões após a pandemia e de aumentar a liberação antecipada de 45 para 75 dias. Uma medida, esta, utilizada de 2010 a 2015 devido à superlotação (proproblema endêmico) que pode ser concedida para bom comportamento. “Nosso confinamento da Covid foi prestado muito pesado do ponto de vista psicológico ede afetividade: temos estado ainda mais isolados» rcita uma passagem do texto: «pedimos parareconhecer a todos nós a dignidade de sermos citadostadines e não apenas números». VERSÍCULO BÍBLICO Cinco pardais não podem ser vendidos por dois centavos? No entanto, Deus não se esquece de nenhum. Deus também sabe o número de cabelos em sua cabeça. Portanto, não tenha medo: você vale mais do que muitos pardais. (Lucas 12, 6-7) COMENTE O Novo Testamento contém muitos exemplos e muitas parábolas para indicar o amor de Deus. Para todos nós, nos momentos mais difíceis e tristes de nossas vidas, devido à solidão, medo, doença, isolamento, desânimo e desânimo, este versículo de Lucas pode representar uma certeza e uma promessa: você vale, você vale muito. Eu sei da situação em que você está e garanto que não vou te abandonar. Não tenha medo, eu te conheço completamente, com seus pensamentos, seus problemas, seus defeitos e seus dons. Estarei perto de você, não tema os homens, mas tema (procure) a mim. Quando criança, o fato de Deus nos conhecer tão profundamente me preocupava, até que percebi que esta palavra não é uma expressão para admoestar, mas para manifestar o amor imenso e incondicional que Ele reserva para nós. Não preciso me preocupar com meus erros e meus limites, mas buscar o bem e vivê-lo e o apoio DELE não falhará. ORAÇÃO Deus Pai e Mãe,As prisioneiras são amavocê se dá como suas filhas,você os ama e os respeita como cada um de nós.Sabemos que eles estão enfrentandolevando uma vida muito difícil.Dê-nos o entendimento corretoe a sensibilidade para ficar com elesconcretamente perto.por favor,livra-nos de ruime curar os deles e nossas feridas.Ajude-nos a não perder o coragem e tenacidadePara construir um futuro melhor.Amém. A cartilha “16 dias para vencer a violência” pode ser baixada na íntegra em formato PDF (clique no link abaixo): 16 dias FDEI 2022 (disponível também em alemão, inglês e espanhol). Falamos de Irã, Afeganistão, Argentina, mas também de trabalho; dos jovens; de contracepção, aborto, prevenção; de política. E de felicidade. A publicação contra a violência contra a mulher também pode ser encontrada em encarte no semanário Riforma. “16 Dias Contra a Violência” é uma campanha internacional anual que começa em 25 de novembro, Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher, e termina em 10 de dezembro, Dia dos Direitos Humanos. O Conselho Mundial de Igrejas (CEC) também está se juntando à campanha com várias iniciativas. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.