Coronavírus, as Igrejas valdenses e metodista alocam 8 milhões de euros

Coronavírus, as Igrejas valdenses e metodista alocam 8 milhões de euros

foto de Milada Vigerova, www.unsplash.com

Roma (NEV), 19 de março de 2020 – Oito milhões de euros para a emergência do coronavírus das Igrejas Valdense e Metodista.

“As Igrejas valdenses e metodistas – lê-se em nota publicada há poucos minutos, hoje, 19 de março, no site chiesavaldese.org – e suas organizações de serviço social, educacional, cultural participam plenamente dos sofrimentos e preocupações, mas também da disposição partilhar esperanças e as melhores expressões de solidariedade que atravessam a vida do país em todas as suas componentes neste momento de emergência, com um olhar particularmente atento às realidades mais vulneráveis ​​e marginais.

A Mesa Valdense, sentindo, para as igrejas que representa, a responsabilidade de contribuir mesmo com meios extraordinários para o compromisso direto de enfrentar a crise sanitária, social e econômica produzida pela propagação do vírus Covid-19, decidiu destinar 8 milhões euros , obtidos dos fundos Otto per mille atribuídos anualmente às Igrejas Valdenses e Metodistas, para a constituição de um Fundo especial destinado a este fim.

La Tavola já está empenhada na avaliação criteriosa de linhas de ação e intervenção sérias, críveis e prospectivas, que exigem escolhas sem pressa e sem emoção, a serem confrontadas com assuntos institucionais e órgãos do terceiro setor. Estas linhas de ação seguirão duas direções: a primeira se concentra nas necessidades imediatas e urgentes, especialmente do tipo saúde, para as quais já estão fluindo muitos recursos, generosamente disponibilizados por indivíduos, fundações e outras organizações de caridade e para as quais , portanto, mantenham-se atentos à evolução da situação, sobretudo nas zonas do país que se apresentam mais frágeis e menos apetrechadas para fazer face à emergência. A segunda diretriz diz respeito à necessidade de recuperação para além da emergência, considerando o que ainda não se vê: os abismos de privação, exclusão e empobrecimento em que cairão as categorias sociais mais expostas às consequências do bloqueio prolongado das atividades produtivas e das redes sociais de apoio e das escolhas de redistribuição de recursos humanos e financeiros impostas nos últimos meses pelas medidas adotadas para conter o contágio”.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Brexit.  Conferência das Igrejas da Europa (KEK): o compromisso ecumênico não muda

Brexit. Conferência das Igrejas da Europa (KEK): o compromisso ecumênico não muda

Roma (NEV), 31 de janeiro de 2020 – Uma mensagem conjunta dos líderes da Conferência das Igrejas Europeias (KEK) foi emitida hoje, com o objetivo de unir-se em oração e expressar solidariedade à medida que o Reino Unido deixa a União Europeia. Segue a mensagem da presidência do CEC, na pessoa do pároco Christian Krieger (Presidente da Igreja Protestante Reformada da Alsácia e Lorena), do bispo anglicano Guli Francis-Dehqani (vice-presidente da Igreja da Inglaterra), e del Metropolita Cleopas da Suécia e toda a Escandinávia (vice-presidente do Patriarcado Ecumênico). “O Reino Unido sai oficialmente da União Europeia em 31 de janeiro. Esta data marca o fim de um longo período de debate e hesitação, abrindo negociações sobre as futuras relações entre o Reino Unido e a UE. Isso não muda o mútuo compromisso ecumênico das Igrejas européias, um compromisso que cresceu ao longo do último século em diferentes contextos políticos. Pelo contrário, somos chamados a intensificar o empenho das Igrejas pela reconciliação, cooperação e solidariedade na Europa. À medida que nossos países avançam em direção a um novo acordo político, encorajamos todos os cristãos a orar por nossos políticos, que tomarão as decisões que moldarão nosso futuro comum. Mais uma vez, «reafirmamos os laços de comunhão eclesial e ecuménica que unem as Igrejas em toda a Europa. Respondemos ao mesmo chamado: seguir o único Cristo e ser movidos pelo mesmo Espírito Santo. São laços que nos unem no tempo e na história e nos fazem avançar juntos na esperança e no testemunho', afirma a mensagem da Presidência da CEC sobre o Brexit em 2019”. ...

Ler artigo
Tempo de criação.  O compromisso de cuidar da “casa comum”

Tempo de criação. O compromisso de cuidar da “casa comum”

foto de Francesco Gallarotti, unsplash Roma (NEV), 26 de agosto de 2021 – OOikosdo grego "casa", mas também "família" no sentido de todas as pessoas que compartilham uma casa comum, no centro da declaração conjunta do Cardeal Ângelo BagnascoPresidente do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE), e do pároco Christian Krieger, Presidente da Conferência das Igrejas Europeias (CEC), por ocasião do Tempo da Criação 2021. Segue abaixo o texto da nota ecumênica: "Meu senhor, se achei graça aos seus olhos, não passe sem parar por seu servo" (Gn 18, 3). No deserto, estando Abraão sentado à entrada da sua tenda na hora mais quente do dia, mostrou-se acolhedor e generoso, e a partilha de um pouco de água e um pedaço de pão revelou a promessa de Deus diante dele. cheios de fé, compreenderam que a pobreza de espírito consiste em abandonar qualquer pretensão de encontrar soluções para todos os problemas, colocando a esperança em Deus, com humildade e paciência. O sinal bíblico da tenda de Abraão foi escolhido este ano para representar o compromisso de cuidar da "casa comum", de cuidar da criação, em espírito de acolhida e diálogo. A sabedoria desta passagem bíblica ilumina o caminho e o trabalho das Igrejas cristãs na Europa, que querem revigorar o seu compromisso com o cuidado da criação, para poderem renovar ooikos de Deus, como afirma o tema escolhido para a celebração do Tempo da Criação deste ano, para que se torne a casa de todos os filhos de Deus, sem exclusões de nenhum tipo". Aqui está a versão completa da declaração conjunta. O Tempo da Criação é um período litúrgico observado em todo o mundo para refletir, rezar juntos e agir pela proteção da Criação, retomando o calendário do patriarcado ortodoxo que desde 1989 dedica o dia 1º de setembro, início do novo ano litúrgico, para este tema. Para mais informações: online no site da Federação das Igrejas Evangélicas na Itália (FCEI) o Dossiê da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM), produzido para o Tempo da Criação 2021, contém materiais litúrgicos e insights que as igrejas e pessoas interessadas podem consultar e usar livremente. O título escolhido para 2021 é “Corpos. Vocêsibilante, invisível, comunidade, habitada pelo Espírito". ...

Ler artigo
Também Mediterrâneo Esperança em Karlsruhe

Também Mediterrâneo Esperança em Karlsruhe

foto @Mohamed Amine Ben Haj Slama, unsplash Roma (NEV), 30 de agosto de 2022 – O workshop que o Mediterranean Hope (MH), o programa de migrantes e refugiados da Federação das Igrejas Evangélicas na Itália, organizará durante a Assembleia Geral do Conselho Ecumênico é intitulado "O custo de uma laranja ". das igrejas. O evento será aberto em 31 de agosto em Karlsruhe, Alemanha. A iniciativa da marca MH está marcada em particular para a tarde de quinta-feira, dia 1 de setembro, das 15h30 às 16h45 No dia 4 de setembro, às 11h, os operadores do Mediterranean Hope, e em particular o coordenador marta bernardinio operador e mediador Ibrahim Diabate por Rosarno e a operadora Fiona Kendall participarão de um culto, seguido de almoço e apresentação das atividades do programa da FCEI na igreja do pároco Dorothee Mack. Aqui está o programa das oficinas que inclui também o encontro promovido pelos protestantes italianos: Por fim, de 1 a 7 de setembro, será montada a exposição "Ouça minha voz", já organizada em Roma nos últimos meses. O NEV seguirá a cúpula com um relatório ad hoc de Karlsruhe. Seguem os artigos da assessoria de imprensa da FCEI já publicados nos últimos dias: O que vai acontecer em Karlsruhe (24/08/2022) Em direção a Karlsruhe. Em nome da justiça climática (19/08/2022) Comitê Central do CMI, uma página de ecumenismo vivido (31/07/2022) ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.