Palermo, “In-dipendenze” está a caminho, pelo uso responsável da tecnologia

Palermo, “In-dipendenze” está a caminho, pelo uso responsável da tecnologia

Roma (NEV), 30 de maio de 2022 – Nasceu em Palermo “In-Addiction”, um projeto que “testa um modelo territorial de prevenção e atendimento dedicado a menores com transtornos de dependência de internet ou devido ao uso excessivo de dispositivos tecnológicos”. conforme declarado no comunicado de imprensa de lançamento.

A iniciativa, apoiada pela Fondazione con il Sud como parte da Chamada Social-Saúde 2020, vê o Centro Diaconal “La Noce” – Instituto Valdense da capital siciliana como parceiro principal e “espera conseguir a rede de informações e sensibilizar as escolas para uma utilização responsável e informada dos dispositivos informáticos e da Internet”. Especificamente, serão envolvidos alunos do ensino básico e secundário e os seus professores. Está também prevista a abertura de um serviço ambulatório de tratamento e diagnóstico, aberto 3 vezes por semana e gerido por psicoterapeutas especializados, que garantirá o contacto precoce, o acolhimento atempado, o diagnóstico, as terapias adequadas e a prevenção de patologias relacionadas com a dependência do smartphone. A actividade de atendimento ambulatório de livre acesso decorrerá através da acção de sensibilização em sala de aula ou da denúncia da Asp e dos pediatras. A clínica oferecerá cursos de psicoterapia individual e em grupo, oficinas de reeducação no uso da Internet e atividades de apoio aos pais.

O evento de apresentação no Cre.Zi.Plus, no Cantieri Culturali alla Zisa em Palermo, alguns dias atrás, contou com a presença de Piero La Monica, psicólogo e psicoterapeuta do Centro La Noce; Laura Pavia, psicóloga e psicoterapeuta do Instituto Don Calabria; Simone Lucido, socióloga do NEXT – Novas Energias X O Território; Cecilia Giordano, professora da Faculdade de Ciências Psicológicas, Pedagógicas, do Exercício Físico e do Treinamento da Universidade de Palermo; Giampaolo Spinnato, Diretor da UOC Patológica Addictions da ASP Palermo; Cinzia Mantegna, Vereadora de Cidadania Solidária do Município de Palermo; Pasquale D’Andrea, Fiador da Infância e Adolescência do Município de Palermo; Francesco Vitrano, Diretor Médico de Neuropsiquiatria Infantil da ASP Palermo; Rosaria Alleri, Pedagoga da Escola do Centro Diaconal “La Noce”; Riccardo Ganazzoli, Diretor do Instituto Estadual Integral “Antonio Ugo” de Palermo; e Giovanna Genco, Diretora da Escola Estadual – Escola Secundária “Leonardo Da Vinci” de Palermo.

“Graças a In-Dependencies será possível trazer à tona os fenômenos ligados ao abuso e dependência de dispositivos digitais na área de Palermo – explica Peter La Mônica, psicóloga e psicoterapeuta do Centro Diaconal “La Noce” – Instituto Valdense – O paradigma operacional e de pensamento que será implantado é o de estender o tratamento à prevenção, não apenas à patologia. Queremos evitar a demonização de ferramentas tecnológicas, ampliar o conhecimento dos dispositivos e criar consciência; mas sobretudo – continua La Monica – entender quais são os códigos interpretativos que nos permitem entrar nos quartos dos meninos e meninas e “sintonizar” com eles através de um olhar cultural transformador que leva em conta a velocidade da evolução da tecnologia e a sistema de relações. Também serão envolvidos os pais, alunos do ensino básico e secundário, de forma a agilizar a abordagem”.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Mpho Tutu, novo pastor da igreja de Vrijburg

Mpho Tutu, novo pastor da igreja de Vrijburg

Desde 1º de janeiro, o pároco realiza atividades em inglês uma vez por semana, voltadas sobretudo para os interlocutores internacionais presentes em Amsterdã e além. “Sinto-me muito bem-vindo em Vrijburg – declarou o pároco -. Temos vários projetos a realizar. Liderarei um grupo semanal de estudos bíblicos e uma vez por mês organizarei um evento dominical com canções e orações. Além disso, farei uma série de podcasts sobre o tema do perdão, com vários convidados interessantes. Estão todos convidados a juntarem-se a nós, em Vrijburg ou online”. Quem é Mpho Tutu Mpho Tutu foi ordenada pastora na Igreja Episcopal dos Estados Unidos em Springfield, Massachusetts, em 2003. Antes de sua ordenação, ela atuou como diretora do Programa de Descoberta na Igreja de Todos os Santos em Worcester, Massachusetts. Recebeu o título de mestre pela Escola Episcopal Divindade de Cambridge, Massachusetts e, após sua ordenação, começou a pregar na histórica Igreja de Cristo de Alexandria, Virgínia. Anteriormente casado com Joseph Burriscom quem teve dois filhos, em 2015 Mpho Tutu casou-se com uma holandesa, Marceline van Furth, professor de doenças infecciosas pediátricas. Por causa desse casamento, sustentado por seus pais Desmond e Leah, a Igreja Anglicana da África do Sul retirou sua licença para pastorear. A essa altura, Mpho Tutu mudou-se para a Holanda, onde em janeiro retomou sua atividade pastoral na igreja protestante de Vrijburg, voltada para a defesa da igualdade de direitos para todos. Junto com seu pai, ganhador do Prêmio Nobel da Paz, ele escreveu “Faça-se para sempre. E por que isso faz a diferença” e “O livro do perdão. O Caminho Quádruplo para Curar a Nós Mesmos e ao Nosso Mundo”, enquanto junto com o jornalista Allister Sparks escreveu uma biografia de seu pai (Tutu: o retrato autorizado). Ela foi a fundadora da Desmond e Leah Tutu Legacy Foundation e foi seu diretor executivo de 2011 a 2016. ...

Ler artigo
9 de maio.  Dia da Europa dedicado ao ambiente e à solidariedade

9 de maio. Dia da Europa dedicado ao ambiente e à solidariedade

Roma (NEV), 5 de maio de 2021 – 9 de maio é o Dia da Europa. Em vários países realizam-se eventos e iniciativas para esta ocasião. A rede "Juntos pela Europa" está promovendo uma videoconferência na Itália na qual o presidente da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), pároco Luca Maria Negro. A iniciativa é dedicada à criação e à humanidade. De facto, intitula-se "Pela Terra e pelo Homem" e foi criado com o apoio de vários grupos, de Roma a Trento, Milão, Palermo e outros. A Videoconferência (em Zoom e ligação YouTube a partir das 17h45, a partir das 18h), vê o relato de Luigino Bruni, Professor de Economia Política na LUMSA em Roma. O título de sua palestra é: "De uma Ecologia Integral a uma Economia Solidária". Em seguida, siga as intervenções de Jonut Radu (Ortodoxo Romeno), do Monsenhor Marco Gnavie o pastor Luca Maria Negro. O flyer da iniciativa abre com uma série de citações, que representam as premissas e expectativas dos organizadores: “Por uma Europa solidária. Dizemos Sim à Criação, defendendo a natureza e o meio ambiente. Dizemos sim a uma economia justa. À Responsabilidade para com toda a sociedade, à solidariedade com os pobres e marginalizados. E à paz”. Estas são algumas das palavras-chave do evento. "A solidariedade - que significa 'todos juntos' - será o cimento que une os povos e os Estados" Robert Schuman “Queremos trabalhar com todos os homens e mulheres, com as instituições e com todas as forças sociais e políticas – lê-se na apresentação -. Juntos queremos colocar-nos ao serviço da Paz e da Unidade que são os fundamentos da Europa de hoje”. Para informação: www.together4europe.org *Ampliação: **Ao vivo no youtube: Finalmente, a videoconferência conta com o patrocínio da representação da Comissão Europeia na Itália. ...

Ler artigo
Além do inverno ecumênico.  Entrevista com o Pastor Martin Robra

Além do inverno ecumênico. Entrevista com o Pastor Martin Robra

foto Roma (NEV), 1º de junho de 2018 – “Até alguns anos atrás, costumávamos falar de um 'inverno ecumênico'. No entanto, nosso secretário geral, pastor Olav Fykse Tveit, que vem da Noruega, gosta de dizer que não há nada de errado com o inverno: você só precisa de luvas e roupas que o mantenham aquecido. Mas me parece que com Papa Francisco e suas iniciativas deixem uma nova primavera chegar” assim responde o pároco Martin Robrachefe de relações com a Igreja Católica do Conselho Ecumênico de Igrejas (CEC), ad Anthony Spadarodiretor de “La Civiltà Cattolica”, em intensa entrevista publicada ontem. Em 21 de junho, o Papa Francisco visitará pela primeira vez a sede do CMI em Genebra, na Suíça. Pastor Martin Robra e Antonio Spadaro (foto retirada do site CEC/Céline Fossati) “Igrejas ao redor do mundo celebraram juntas a cura das memórias feridas da Reforma. Não esqueçamos quantas guerras alimentou", disse também Robra, quando questionado sobre as metas alcançadas e os desafios futuros do ecumenismo, bem como sobre as questões da cooperação entre as igrejas, o compromisso comum com a justiça, a paz e o salvaguarda da criação, discipulado e o conceito de unidade na diversidade. “No entanto, a realidade ainda é muito fragmentada e marcada pela competição por poder e riqueza. Até agora, as identidades opostas foram sustentadas pelas culturas e, em parte, também pela religião – continua Robra -. Ainda há um longo caminho a percorrer até que possamos vislumbrar um terreno comum global em que culturas e religiões interajam pacificamente: uma realidade, ou seja, profundamente diferente dessa camada muito fina e superficial que nos é proposta pela atual cultura do consumo e pela mídia global que a apoia”. A entrevista, publicada em colaboração entre CEC e Civiltà Cattolica, está disponível em inglês, alemão, espanhol e italiano. O CMI representa 348 igrejas de tradições anglicanas, protestantes e ortodoxas e também inclui várias igrejas pentecostais e africanas independentes. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.