Nascem corredores para insetos polinizadores

Nascem corredores para insetos polinizadores

Aaron Burden, desobstruir

Roma (NEV), 1º de abril de 2022 – Os “corredores ecológicos” para insetos polinizadores estão ganhando vida. “Caminhos ecumênicos para polinizadores”, este é o nome do projeto com o qual algumas igrejas evangélicas da Itália (luterana de Nápoles, batista Centocelle, batista Civitavecchia, adventista de Bolonha, metodista de Milão), participaram do concurso “Roman Juriga” da Comunidade Cristã Rede para o ambiente (ECEN). A ideia nasceu dentro da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). Os corredores tornaram-se realidade nos dias de hoje, com um primeiro encontro em Bolonha há alguns dias.

Em particular, os batedores Aisa da capital emiliana já participaram do projeto “Corredores ecológicos para insetos polinizadores” proposto pela Comissão de Globalização e Meio Ambiente (Glam) da FCEI, conforme afirma este artigo de Monica DePaolis no site Hopemedia.it. “Na tarde de sábado, 26 de março – lê-se no texto -, juntamente com o clube Aisa de Modena, tivemos a oportunidade de nos encontrar Paul Versari, professor da escola agrícola de Castelfranco Emilia e conhecedor do mundo das borboletas. Aprendemos a conhecer um mundo que precisa ser protegido e defendido de perto. Os insetos polinizadores são fundamentais dentro do nosso ecossistema. Ao transportar o pólen de uma flor para outra, de fato, permitem a polinização e a formação do fruto. A nossa horta comunitária vai tornar-se um lugar importante, um “jardim de borboletas”, um projeto para proteger o meio ambiente e dar testemunho do nosso bairro”.

Neste vídeo, feito por Monica De Paolis e Maria Elena Lacquanitium tutorial sobre polinizadores:


A Comissão GLAM está a serviço das comunidades e indivíduos que desejam abordar essas questões a partir de uma perspectiva de fé. O trabalho busca a rede dentro e fora das igrejas, nacional e internacionalmente. Um dos focos da GLAM é o trabalho de construção da rede comunidade ecológica.

Existem ecocomunidades “iniciadas”, “em andamento” e “graduadas”, com base na adesão a um determinado limite de 40 critérios ambientais relativas ao culto e outros momentos litúrgicos, trabalhos de manutenção visando a poupança de energia, eliminação do plástico, educação, implementação de comportamentos virtuosos na administração, nas compras, na utilização da energia, mobilidade e gestão de resíduos, até verificação da ética dos bancos onde estão localizadas as contas correntes das igrejas. O comunidade ecológica em Itália, algumas dezenas candidataram-se ao diploma GLAM, num universo de mais de uma centena de simpatizantes.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

75º Festival Internacional de Cinema de Veneza.  Sameh Zoabi ganha o prêmio INTERFILM

75º Festival Internacional de Cinema de Veneza. Sameh Zoabi ganha o prêmio INTERFILM

Roma (NEV), 10 de setembro de 2018 – O Júri INTERFILM, presente no 75º Festival Internacional de Cinema de Veneza, entregou seu prêmio de diálogo inter-religioso a Sameh Zoabi para o filme “Tel Aviv em chamas”. O júri deste ano foi composto por alemães Christian Engelsmembro do Comitê INTERFILM, do jornalista italiano Federica Tourndo escocês Joylon Mitchell e da Suíça Daria Pezzoli-Olgiati (Presidente). Motivação total Esta comédia brilhante, provocativa e irreverente oferece um olhar original sobre um dos conflitos mais dolorosos do nosso tempo. Um roteirista palestino forma uma parceria inesperada com um oficial israelense que o ajuda a desenvolver o enredo da série de televisão sentimental Tel Aviv on Fire. O filme inverte a linha entre a dura realidade e as visões românticas, trabalhando as identidades dos personagens e abrindo um espaço criativo para o diálogo. Tel Aviv on Fire, dirigido por Sameh Zoabi (Luxemburgo, França, Israel, Bélgica, 2017) A INTERFILM foi fundada em 1955 por várias associações protestantes de cinema na Europa. Em colaboração com seu parceiro católico SIGNIS, organiza júris ecumênicos nos festivais de cinema mais importantes, como Cannes, Montreal, Moscou, Leipzig, Berlim, Locarno. Em Veneza, os júris da SIGNIS e da INTERFILM são separados. ...

Ler artigo
Adoração inaugural do Sínodo.  Winfrid Pfannkuche: “Comece de novo a partir daqui”

Adoração inaugural do Sínodo. Winfrid Pfannkuche: “Comece de novo a partir daqui”

A partir da esquerda, Winfrid Pfannkuche, Gabriele Bertin e Monica Natali. Sínodo das Igrejas Metodistas e Valdenses, 22 de agosto de 2021 Roma (SSSMV03), 22 de agosto de 2021 – O culto de abertura do Sínodo das igrejas metodistas e valdenses contou com a pregação do pastor Winfrid Pfannkuche. Durante o culto, a consagração de Gabriel Bertin ao ministério pastoral e de Mônica Natali ao ministério diaconal (aqui as entrevistas em vídeo). O sermão sobre o hino ao amor, da carta de Paulo aos Coríntios, destacou "o caminho por excelência” indicado pelo apóstolo. Em grego, "hiperboleno". Hipérbole, disse o pastor Pfannkuche: “Sim: a paixão, o entusiasmo, a beleza, a arte, a vitalidade mediterrânea. Não é apenas um jeito certo, reto, reto, sóbrio, modesto, politicamente correto. Nem mesmo uma via secundária, provinciana, escondida da maioria, para os especialistas, um nicho, uma saída secreta do grande trânsito. Nunca pode ser um atalho ou um bypass. Mas o caminho por excelência. Sim, existe um protestantismo que não perde de vista a paixão, a beleza e a arte”. O pároco falou ainda da vocação da Igreja, “neste mundo onde tudo tem o seu limite, o seu tempo, tudo é precário, passageiro, mortal”. Tudo falha. No entanto, lembra Pfannkuche, há uma "profecia", como a da pregação do hino ao amor por Túlio Vinay, que há 70 anos inaugurou o Centro Ecumênico de Agàpe. Uma profecia que “deixou uma marca profunda na biografia de muitos e muitos. Uma experiência de amor após o fracasso absoluto da Segunda Guerra Mundial. Ele falhou? Nossa espiritualidade, nossa força positiva e proativa, sim, falharam nos últimos anos. Claro, estamos na boa companhia de todas as criaturas, gememos com elas: até a biodiversidade, os animais, até as línguas no sentido próprio, estão amplamente ameaçados de extinção. Sim, claro, até nossas igrejas falharam nos últimos anos". O caminho é, portanto, "Reler, encontrar-se de fato no hino ao amor e recomeçar daqui, hoje". É uma escolha que “envolve uma coisa: deixar de pensar como crianças que querem tudo e não abrem mão de nada”. E, novamente para dizê-lo com Tullio Vinay: “Que tipo de edifício seria o nosso hoje Amém! ao hino ao amor?”. O pároco tenta uma resposta teológica e diaconal: “Só saberemos vivendo, caminhando, discutindo juntos. Talvez, como o apóstolo, só possamos mostrar um caminhodesta forma, e construir no caminho desta palavra por excelência”. É um desafio que exige coragem e humildade. “Esvaziar-se, desistir de si mesmo, sempre permanece maior do que qualquer outro desafio que encontramos em nosso caminho. O desafio por excelência. Nossa prioridade: o amor que exige sempre uma decisão, uma escolha clara. Deste caminho por excelência sabemos que no final algo dura, permanece. Caminhando juntos neste caminho, fica algo de nós: a fé, a esperança, o amor”. Para ler o sermão completo clique aqui. A sede do Sínodo tomou posse oficialmente e foi eleita presidente Valdo Spini, que comentou: “Emoção, gratidão, humildade”. Aqui a mensagem completa do Presidente Spini. Esta manhã o Sínodo também recebeu a visita do bispo de Pinerolo, Derio Olivero. Chegou também a mensagem de saudação do cardeal Walter Bassetti, presidente da Conferência Episcopal Italiana (CEI), que escreve: "A condição diaspórica das comunidades religiosas sempre foi uma situação normal para aqueles que vivem ao redor da bacia do Mare Nostrum: uma riqueza complexa da qual haurir para uma cultura cultural fértil e renovada e religiosa". Bassetti também compartilhou as palavras ""ouvir, pesquisar e propor", como um traço ecumênico para "conhecimento mútuo, testemunho autêntico e compromisso com o bem comum". Em chiesavaldese.org, as entrevistas em vídeo com o pastor recém-consagrado Gabriel Bertin e ao diácono recém-consagrado Mônica Natali. Amanhã, a noite pública: “Próxima geração Eu? – os jovens e a Europa, entre o sonho da recuperação e o risco da marginalização”. A partir das 20h45, presencialmente no Templo Valdense da Torre Pellice e online, ao vivo, nas páginas do fb da Igreja Valdense, Rádio Beckwith, e no canal do YouTube da mesma emissora. O Sínodo das Igrejas Metodistas e Valdenses é o órgão máximo de decisão dos valdenses e metodistas e está ocorrendo de forma mista (presencial e online) após um ano parado devido à pandemia. Todos os detalhes nesta página. FACT SHEET: Igrejas metodistas e valdenses na Itália. Veja também: www.rbe.it – www.riforma.it Assessoria de Imprensa: NEV-Agência de Imprensa de Notícias Evangélicas – www.nev.it – Twitter: @nev_it – Facebook: @AgenziaNEV – [email protected] (NEVCS/20) [embed]https://www.youtube.com/watch?v=3IKvI-ZP880[/embed] ...

Ler artigo
Sentinela, onde está a noite…?

Sentinela, onde está a noite…?

Roma (NEV), 24 de outubro de 2022 – “Sentinela, onde está a noite…?” (Isaías 21,11) O que vemos, o que devemos dizer? Liberdade e Democracia; trabalho e ambiente; globalização e paz". Este é o título da iniciativa pública, uma mesa redonda marcada para sábado, 29 de outubro, às 16h, como parte da Segunda Assembleia Geral da Federação das Igrejas Protestantes da Itália. O encontro, que será realizado na igreja metodista na via XX Settembre, em Roma, será apresentado e moderado por Pedro Ciaccio, membro do Conselho da FCEI; eles vão intervir Débora Spini (Estudos liberais da Universidade de Nova York em Florença), Tonino Perna (professor emérito de sociologia econômica da Universidade de Messina), Alessandra Morelli, ex-delegado para a Europa do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR); conclui Ilaria Valenzijurista, Comissão de Estudos, Diálogo e Integração (COSDI) da FCEI. Às 14h30, antes da iniciativa pública, haverá o culto de abertura do Assis, novamente na igreja metodista da via XX Settembre, com sermão do professor Daniele Garronepresidente da FCEI. A nomeação será transmitida ao vivo na página do NEV no Facebook. “O versículo-lema para a Assembleia da Federação das Igrejas Evangélicas na Itália é apresentado na forma de uma pergunta, à qual somos chamados e chamados a responder. Para entender o que dizer, é preciso aprender a ver, ou seja, a ler a realidade. Para estimular e orientar a discussão, identificamos seis palavras sobre as quais refletir e discutir, associando-as: liberdade e democracia, trabalho e meio ambiente, globalização e paz. Essa reflexão será levada adiante tanto no evento público de abertura do Assise quanto na discussão em grupos. Estas seis palavras parecem-nos circunscrever bem o contexto cultural e existencial no qual somos chamados a pregar o Evangelho. A liberdade e a democracia evocam uma condição que assumimos como certa, pelo menos neste canto da Europa, e ao mesmo tempo nos chamam a atenção para situações em que ainda são objetivos a alcançar. Trabalho e meio ambiente são duas preocupações, muitas vezes colocadas em oposição, como se não fosse possível aspirar à superação da pobreza sem maiores danos à Criação. Globalização e paz são palavras muitas vezes reivindicadas por quem as pronuncia, sem, no entanto, uma reflexão compartilhada sobre o seu significado. A ascensão do populismo, a emergência climática, a guerra na Ucrânia e a crise econômica nos questionam sobre o significado das seis palavras. Parece-nos que devem ser redefinidos para uma compreensão precisa de "o que vemos"então você sabe"o que temos a dizer”, declara o presidente da FCEI Daniele Garrone. Na noite de sábado, os cerca de 150 participantes irão para o Istituto Il Carmelo di Sassone, em Ciampino, onde os trabalhos continuarão até terça-feira, 1º de novembro. Baixe o PDF: Assise1_2022 ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.