UNEDI.  Uma criação a ser preservada

UNEDI. Uma criação a ser preservada

Foto de Sharon McCutcheon – Unsplash

Roma (NEV), 13 de novembro de 2018 – A conferência nacional sobre o tema da Criação intitulada “Que seu coração guarde meus preceitos (Provérbios 3.1)” acontecerá em Milão de 19 a 21 de novembro de 2018. Uma criação a ser guardada, por crentes responsáveis, em resposta à palavra de Deus”.

O programa é resultado de uma colaboração entre representantes de várias igrejas; de fato, juntamente com o Escritório Nacional para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso (UNEDI) da Conferência Episcopal Italiana (CEI), que promove a iniciativa, a Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), a Arquidiocese Ortodoxa da Itália e Malta de o Patriarcado Ecumênico de Constantinopla, a Igreja Apostólica Armênia, a Diocese Ortodoxa Copta de São Jorge – Roma, a Igreja da Inglaterra e a Diocese Ortodoxa Romena da Itália. O encontro visa propor uma reflexão comum sobre uma possível proposta prática a ser implementada em conjunto nas comunidades locais, como cristãos na Itália e a elaboração de um apelo final, no estilo de uma carta à sociedade civil e política italiana.

O programa inclui intervenções de representantes das várias igrejas sobre os temas do ecumenismo e da ecologia. O pastor Peter Pavlovich da Igreja Luterana Eslovaca refletirá sobre o tema “Da solidariedade à denúncia de caminhos errados. Os erros do homem recai sobre o próprio homem e, no entanto, ele continua a cometer erros”. A pastora valdense Letizia Tomassone intervirá com um relatório intitulado “Da denúncia à proposta de um novo caminho. Olhares de esperança em vista de uma maior consciência”.

No dia 20 de novembro será realizada uma noite pública no Patriarcado Ecumênico da igreja de San Martino in Greco, moderada por Mariachiara Biagionijornalista do SIR, do qual participarão Luciano Gualzettidiretor da Cáritas Ambrosiana, Emanuele De Gasperisrepresentante da igreja batista e veterinário, o arquimandrita Atenágoras Fasiolo do Patriarcado Ecumênico. À noite, serão apresentadas experiências relacionadas a boas práticas ambientais e ecumenismo.

As conclusões serão confiadas a Monsenhor Ambrogio Spreafico, presidente da Comissão de Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso da CEI; o pastor Luca Maria Negro, presidente da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália; pai Ionut Comanresponsável pelo ecumenismo da Diocese Ortodoxa Romena da Itália.

A nomeação faz parte de um caminho ecumênico retomado em 2016 em Trento, após um longo intervalo das conferências nacionais sobre o Pai Nosso de 1999 e sobre as bem-aventuranças de 2003.

A conferência acontecerá no Novotel Milano Nord Ca’ Granda, Viale Suzzani 13, 20162 – Milão.

Baixe o folder da conferência Milan-2018

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

A reunião dos conselhos nacionais das igrejas europeias em Bruxelas

A reunião dos conselhos nacionais das igrejas europeias em Bruxelas

Roma (NEV), 2 de março de 2023 – A reunião anual da Conselhos Nacionais de Igrejas Europeias (ENCC), a primeira reunião presencial desde 2019. Dezoito participantes de toda a Europa, da Escandinávia às Ilhas Britânicas e aos países bálticos e da Europa Central, reuniram-se nos escritórios da Conferência das Igrejas Europeias (KEK) que convocou a reunião. A Itália foi representada pelo pastor Luca Barattosecretário-executivo do Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI). "Os conselhos de igrejas são organismos ecumênicos nacionais muito diferentes: desde o alemão ou inglês formado por todas as tradições cristãs, até o polonês ou irlandês formado por igrejas protestantes e ortodoxas, até a FCEI que reúne apenas igrejas protestantes" , ele explicou Barter. Os três dias de trabalho foram uma ocasião para uma troca de informações sobre as atividades dos Conselhos que vão desde o acolhimento de refugiados vindos tanto das rotas dos Balcãs e do Mediterrâneo e da Ucrânia, até questões de relações entre o Estado e as igrejas, até atividades juvenis, produção de textos litúrgicos para o Tempo da Criação. Katarina Pekridou / Foto CEC "Como sempre - acrescentou Baratto - a participação nestes encontros oferece um recorte da diversidade que atravessa a Europa do nosso tempo, dos diferentes centros geopolíticos e das diferentes preocupações que eles implicam, quer nos debrucemos sobre o Mar Mediterrâneo, quer nos olhemos para leste, para a Rússia ". A paz, no que se refere à Ucrânia, foi um dos temas principais do encontro, abordado sob diferentes pontos de vista, muitas vezes ligados às preocupações presentes em cada país de origem. “Foi interessante ouvir o representante do Conselho Polonês de Igrejas explicar como essa guerra já dura não há um ano, mas desde 2014, sem que os países da Europa Ocidental se preocupem particularmente com o que está acontecendo no leste”. Durante a reunião, que também contou com a presença do secretário geral do CEC, pastor Jørgen Skov Sørenseno projeto foi apresentado “Caminhos para a Paz“. “É um programa que procura criar um espaço de mediação privilegiada entre as igrejas, oferecendo os espaços que o CEC tem à sua disposição como lugares de diálogo entre russos e ucranianos”, disse. Katarina Pekridousecretário executivo para o diálogo teológico da CEC. Logo e lema da Assembleia Geral KK, Tallinn 2023 Uma das esperanças do programa é trazer representantes da Igreja Ortodoxa Ucraniana e da Igreja Ortodoxa Russa para a próxima Assembleia Geral da CEC a ser realizada em Tallinn (Estônia) de 15 a 20 de junho próximo, sob o título "Sob a bênção de Deus – moldando o futuro“. “O projeto KEK também prevê uma ação de reconciliação em perspectiva – especificou Prekridu – com o envolvimento sobretudo dos jovens das duas igrejas, porque a guerra cria um ódio que pode durar muito além do fim das hostilidades”. Um espaço de discussão também foi dedicado à relação entre o Estado e as igrejas na Europa. “Também neste caso – sublinhou Baratto – foi possível observar a grande diversidade que existe entre igrejas maioritárias e minoritárias na Europa. Os primeiros experimentam a perda de privilégios em estados onde a filiação eclesiástica está diminuindo como uma diminuição de sua liberdade; estes veem na ação dos Estados que afirmam o princípio da laicidade uma oportunidade para uma maior igualdade e o reconhecimento de um pluralismo religioso que já se pratica em todo o continente”. A reunião dos Conselhos Nacionais das Igrejas europeias em Roma em 2019 O grupo decidiu continuar com as reuniões presenciais anuais a serem realizadas, a partir de 2024, cada ano em um estado diferente, convidados do respectivo Conselho Nacional. “O último encontro presencial realizou-se em Roma, em 2019, organizado pela FCEI, encontro que foi várias vezes referido pelos presentes. Positivamente, claro”, lembrou Baratto. ...

Ler artigo
4 de dezembro, domingo da Diaconia para os corredores universitários

4 de dezembro, domingo da Diaconia para os corredores universitários

Foto ACNUR/Valerio Muscella Roma (NEV), de 16 de novembro de 2022 a 4 de dezembro de 2022 será o "Domingo da Diaconia". A nomeação anual dedicada à arrecadação da arrecadação para a Comissão Sinodal para a Diaconia (CSD-Waldensian Diaconia) envolve todas as igrejas metodistas e valdenses, por ocasião do culto dominical. Quem quiser apoiar a iniciativa pode ir a todas as igrejas metodistas ou valdenses da Itália e participar do culto no domingo, 4 de dezembro. Este ano a arrecadação irá apoiar o projeto "corredores universitários", UNIversity CORridors for REfugees (UNICORE), dedicado ao direito dos refugiados ao estudo. Foto ACNUR/Michele Cirillo Ainda esta manhã, o grupo de beneficiários da quarta edição do projeto "corredores universitários" chegou a Fiumicino. São 13 alunas e 38 alunas, refugiadas residentes nos Camarões, Malawi, Moçambique, Níger, Nigéria, África do Sul, Zâmbia e Zimbabwe, que tiveram a oportunidade de chegar a Itália de forma regular e segura para continuarem os seus estudos em 33 universidades italianos. A seleção parte das próprias universidades com base no mérito acadêmico e na motivação. A chamada, publicada em abril de 2022, oferece agora a possibilidade de frequentar um programa de mestrado de dois anos. 8 alunos são acolhidos pela Diaconia Valdense, juntamente com outros 12 alunos que chegarão nas próximas semanas. "Desde 2019, a Diaconia Valdense, por meio dos Serviços de Inclusão, vem colaborando com o Ministério das Relações Exteriores, ACNUR - Agência da ONU para Refugiados, Caritas Italiana, Gandhi Charity, Centro Astalli e algumas universidades italianas em um projeto em favor de estudantes refugiados - lemos no comunicado de imprensa referente ao Domingo da Diaconia -. Além disso, uma vasta rede de parceiros locais assegura o apoio necessário durante os dois anos do mestrado, promovendo a integração de estudantes e alunas na vida universitária e social da área em que são acolhidos”. Graças a este projeto, explica a Diaconia Valdense, "os estudantes que não têm possibilidade de continuar seus estudos no país em que encontraram proteção, podem aproveitar uma via de entrada regular e segura na Itália, obtendo um visto por motivos de estudo, e podem encontrar apoio e apoio para a entrada na vida académica e orientação para os serviços locais”. A UNICORE continua o objetivo da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) de fortalecer os canais regulares de entrada de refugiados. O objetivo é alcançar uma taxa de matrícula de 15% em programas de ensino superior em países de primeiro asilo e países terceiros até 2030. alguns números Nascido em 2019, o projeto envolveu um total de 71 alunos e mais de 20 universidades. O primeiro ano, em fase “piloto”, envolveu 6 alunos e 2 universidades. Em 2020, participaram 20 estudantes de ambos os sexos e 11 universidades. Em 2021, os números mais que dobraram: 45 participantes e 24 universidades. Para o ano de 2022, a UNICORE envolve 33 universidades italianas e mais de 50 estudantes masculinos e femininos. “Além de organizar todos os aspectos logísticos, desde a pré-partida até a formatura, a Diaconia Valdese apoia estudantes e alunas em toda a sua jornada, dando suporte para a inclusão social e para enfrentar este desafio completamente novo e altamente desafiador – conclui o comunicado de imprensa -. Com a coleta coletada no domingo, 4 de dezembro, as igrejas poderão apoiar e fortalecer o compromisso da Diaconia Valdense em favor de jovens e alunas que vêm de uma história de conflito e desenraizamento, para dar um pouco de novo vigor a essa chama que alimenta as esperanças de um futuro de trabalho e paz através do estudo nas universidades italianas”. ...

Ler artigo
31 de outubro de 2022. A Reforma Protestante completa 505 anos.

31 de outubro de 2022. A Reforma Protestante completa 505 anos.

Roma (NEV), 27 de outubro de 2022 – somente as Escrituras. Somente Cristo. Só Graça. Fé sozinho. (escritura sozinha. Solus Christus. Gratidão sozinha. Sola Fide). Estes são quatro princípios fundamentais da Reforma da Igreja, cujo início se convencionou situar em 31 de outubro de 1517. De fato, nesta data, Martinho Lutero afixou suas 95 teses no portal da igreja do Castelo de Wittenberg. A partir do século XVI, a Reforma Protestante expandiu-se e transformou-se, levando ao nascimento de movimentos e igrejas que, ainda hoje, se inspiram no princípio de uma igreja"sempre reformando”. A maioria das igrejas protestantes italianas "históricas" estão hoje reunidas na Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI), que se reúne em sua segunda Reunião geral. O dia 31 de outubro, que este ano marca os 505 anos da Reforma Protestante, cai precisamente nos dias úteis dos "estados gerais" das igrejas reformadas italianas. Marcado, já a partir de 29 de outubro, um culto inaugural e uma iniciativa pública. Para comemorar esta data são organizados cultos, conferências, encontros em todo o mundo... Quanto à "Festa della Reforma" na Itália, além da já citada Assise, destacamos as seguintes iniciativas. domingo, 6 de novembro Protestantismo especial. Culto evangélico da Reforma em directo Eurovisão. Da Igreja Protestante Unida da Bélgica em Pâturages (Colfontaine). RAI TRE – de 10 a 11. Edição italiana editada pelo programa “Protestantesimo”. Domingo 30 de outubro TELEVISÃO – Domingo 30, até RAITRE às 7, novo episódio da coluna “protestantismo" por título "As mil faces da Reforma”. Para o Domingo da Reforma, as arrecadações arrecadadas nos cultos das igrejas metodista e valdense irão para o sustento da Sociedade Bíblica na Itália. Em várias cidades italianas são realizados "cultos da Reforma" especiais, organizados pelas igrejas locais. Também no mesmo dia, na Igreja Valdense na Piazza Cavour em Roma, a Comunhão Mundial das Igrejas Reformadas (WCRC/CMCR) organiza um culto especial bilíngue (italiano e inglês) – também em streaming. Aqui os detalhes. Aqui a liturgia em inglês. terça-feira, 1 de novembro O Conselho das Igrejas Evangélicas do Território Romano convida à celebração da Reforma. A partir das 15h30 na Piazza Lutero, dentro do parque Colle Oppio. TELEVISÃO – Na noite entre terça-feira, 1º e quarta-feira, 2 de novembro, no RAITRE em 1.10, primeira réplica do episódio de “protestantismo" por título "As mil faces da Reforma”. TELEVISÃO – Na noite entre quarta-feira 2 e quinta-feira 3, até RAITRE em 1.10, segunda réplica do episódio de “protestantismo" por título "As mil faces da Reforma”. Para saber mais Arquivos: A Reforma Protestante; Martinho Lutero. Agenda de compromissos. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.