Serviço de Educação Educacional (SIE).  Curso online sobre Igrejas e intercultura

Serviço de Educação Educacional (SIE). Curso online sobre Igrejas e intercultura

Ilustração criada para L’Amico dei Fanciulli por Alessandro Spanu – arquivo 2020 de www.facebook.com/AmicoFan

Roma (NEV), 22 de março de 2023 – “Igrejas e intercultura”. Este é o título do novo encontro formativo organizado pelo Serviço Educativo e Educativo (SIE) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), em colaboração com a revista “L’Amico dei fanciulli”.

Destinado a monitores e monitores de catequese, mas também a pais e interessados, o encontro realiza-se via zoom na terça-feira dia 4 de abril das 18 às 20.

O encontro será aberto por uma meditação do missionário e pregador Grace Pratt-Morris Chapman. Discursos de:

Anne Zellpastor valdense e coordenador do mestrado em Teologia Intercultural.

Nicolau Laricchiopastor batista e diretor do Departamento de Igrejas Internacionais da UCEBI.

Alessia Passarellisocióloga e pesquisadora envolvida no projeto “Ser igreja juntos”.

Para participar das reuniões é necessário se inscrever preenchendo o formulário de inscrição online no link:

O link de convite para participar da reunião será enviado um dia antes da reunião.

Aqui o programa completo do encontro: Igrejas e Intercultura

Para mais informações, entre em contato com o escritório da SIE em: [email protected]

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Cristãos contra a tortura.  Relatório internacional publicado

Cristãos contra a tortura. Relatório internacional publicado

Imagem retirada do relatório 2021 da Federação Internacional da ACAT (FIACAT) Roma (NEV), 13 de maio de 2022 – A Ação dos Cristãos pela Abolição da Tortura (ACAT) compartilhou o relatório de atividades de 2021 da Federação Internacional da ACAT (FIACAT). A FIACAT é uma ONG, observadora nas Nações Unidas, no Conselho da Europa e na Comissão Africana dos Direitos Humanos e dos Povos. O relatório fala, entre outras coisas, dos programas de abolição da pena de morte e de luta contra a prisão preventiva abusiva em África. Passados ​​cerca de nove anos de implementação, escreve a Federação, “é tempo de fazer um balanço”. O relatório “Seis países africanos aboliram a pena de morte por lei (República do Congo, Madagascar, Guiné, Burkina Faso, Chade, Serra Leoa). Isso eleva seu número total no continente para 23”, diz o site da ACAT. Ao nível da prisão preventiva abusiva, “foram tramitados 7.216 autos. E 4.762 foram objeto de decisões judiciais desde o início do programa. Os resultados são satisfatórios, embora se esperasse um maior progresso para acabar com a superlotação prisional, em particular por meio do uso de medidas alternativas”. Além disso, a FIACAT está agora investigando questões de migração na Europa e suas fronteiras. Fá-lo através do projeto transmedia jogos de sombra, realizado com o ACAT italiano e belga. São muitas as colaborações a nível institucional e não governamental, com um compromisso crescente para o futuro “pela construção de um mundo sem tortura nem pena de morte”. 2021 foi também o ano da atribuição do prémio Cássia Sóentregue em 9 de dezembro em Barcelona à FIACAT por sua luta pelos direitos humanos e seu caráter ecumênico. Por fim, escreva os ACATs: “Como não se alegrar com a libertação de Germain Rukuki após quatro anos de detenção arbitrária? Este é o lugar certo para agradecer especialmente a forte mobilização dos membros da rede FIACAT". Leia o artigo completo e baixe o relatório em inglês ou francês clicando AQUI. UM GATO A filial italiana da Ação dos Cristãos pela Abolição da Tortura se inspira no pastor valdense Túlio Vinay. Vinay foi um dos primeiros na Europa a denunciar a violência sofrida pelos presos políticos no Vietnã. A ACAT Italia foi formalmente fundada na primavera de 1987, graças à contribuição da igreja valdense de Roma e do movimento "Renascimento Cristão". Desde o início, a ACAT optou por operar em uma base ecumênica, reunindo protestantes, católicos, ortodoxos e outras confissões cristãs dispostas a rezar e agir juntos. Desde 2008, a ACAT instituiu um prêmio de graduação para teses sobre tortura e pena de morte com o apoio do Otto per mille das igrejas metodista e valdense. A ACAT Italia faz parte da FIACAT. ...

Ler artigo
Dignidade do idoso dependente.  a lei continua

Dignidade do idoso dependente. a lei continua

Foto tirada de Roma (NEV), 11 de outubro de 2022 – O Conselho de Ministros aprovou ontem o Projeto de Lei proposto pelo Ministro do Trabalho e Políticas Sociais, André Orlandosobre assistência a idosos não autossuficientes. O aguardado projeto de lei introduz poderes ao Governo sobre políticas a favor dos idosos. Ele fala sobre isso nesses termos Riforma.it. “Depois será possível fazer uma análise criteriosa do texto aprovado. No entanto, deve-se notar que – como também exige o 'pacto de não autossuficiência' ao qual a Comissão Sinodal para a Diaconia (CSD-Waldensian Diaconia) adere – um sistema nacional foi previsto para a população idosa não autossuficiente . Bem como acesso unificado e avaliação multidimensional unificada”. O projeto de lei foi aprovado preliminarmente, também na implementação do Plano Nacional de Recuperação e Resiliência (PNRR). Os próximos passos são a Conferência Unificada e, a seguir, o novo Governo para exame definitivo e envio às Câmaras. A aprovação final está prevista para 31 de março de 2023. “O projeto de lei tem recursos inalterados. Esta é evidentemente uma limitação para um setor que precisa fortalecer as intervenções – escreve Riforma -. Considerando que devem também ser reforçadas as intervenções sobre a RSA, no que respeita às quais “existe uma superação positiva e definitiva das posições que as queriam superadas, mas que carecem de um estudo aprofundado do seu papel em perspetiva”. O projeto de lei, em resumo O ministro Orlando falou em “uma oportunidade de progresso civil para o nosso país e uma prioridade para a agenda política”. O projeto de lei trata dos aspectos de envelhecimento ativo, acesso simplificado aos serviços de saúde e sociais, moradia adequada e mobilidade. Além disso, fala-se de socialização e solidariedade intergeracional, de reforço dos cuidados domiciliários e de contraposição a "formas impróprias de institucionalização". Além disso, está prevista a criação de uma Comissão Interministerial de Políticas em Favor da População Idosa (CIPA) na Presidência do Conselho de Ministros. O objetivo é encontrar uma abordagem integrada e coordenada a nível nacional para melhorar todos os serviços, em nome da qualidade e respeito pela privacidade. Por último, mas não menos importante, a lei deve abordar a questão dos recursos econômicos. Desde a questão dos subsídios à das contribuições para a segurança social, até à promoção do trabalho de qualidade no sector dos serviços de assistência social e à melhoria das condições de vida dos cuidadores membros da família. ...

Ler artigo
6 de maio.  Zoom reunião sobre esperança

6 de maio. Zoom reunião sobre esperança

Roma (NEV), 6 de maio de 2022 - A Semana de evangelização está em andamento até 8 de maio. Organizado por uma Comissão especial, indicada pelo Conselho Valdense e coordenada por Mário Cignoniestá aberto a todos os interessados. A Semana é inspirada no versículo "Aqueles que esperam no Senhor ganham novas forças" (Isaías 40:31). Entre as iniciativas, está agendado para hoje, às 18h, um zoom meeting sobre o tema da esperança. Uma breve introdução será seguida de um debate aberto com perguntas e respostas ao vivo. Aqui está o link de acesso: “Este encontro não está reservado apenas ao público das nossas igrejas, mas está aberto a todos os que queiram participar” escrevem os organizadores. Haverá a oportunidade de fazer perguntas ao vivo sobre o tema da Semana a um jovem pároco, Francisco Marfee ao pároco emérito José Platão. Conduza o debate Simona Menghini, da Comissão de Evangelização e membro da Comissão de Comunicação da Igreja Valdense – União das Igrejas Metodista e Valdense. A ideia, concluem os promotores, é abordar o tema da esperança "livremente e sem mediações, na consciência de que devemos aprender a estar 'prontos para prestar contas da esperança que há em nós' (1 Pd 3,15)" . Para ver outros recursos relacionados à Semana, clique aqui: Vídeo sobre Esperança ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.