A primeira reunião do novo Conselho da FCEI

A primeira reunião do novo Conselho da FCEI

Roma (NEV), 14 de novembro de 2021 – Ontem, sábado, 13 de novembro, reuniu-se pela primeira vez o novo Conselho da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália, eleito pela XX Assembleia da FCEI em 30 de outubro passado. Durante a sessão foi atribuído a Sara ComparattiBattista, o cargo de vice-presidente da Federação.

Anteriormente, esta posição era ocupada por Christiane GroebenLuterana.

O encontro aconteceu presencialmente, em Roma, na sede da via Firenze, com a participação de todos os membros. Na verdade, o Conselho é formado não só pelo presidente Daniele Garronede Richard Kofi Ampofo(Metodista), Maria Antonieta Caggiano(luterana), Pedro Ciaccio (Metodista), Free Ciuffreda (valdense), Sara Comparetti (batista), Luca Longo (Exército da Salvação).

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Herança cultural valdense e metodista: pacto firmado com a região do Piemonte

Herança cultural valdense e metodista: pacto firmado com a região do Piemonte

Roma (NEV), 11 de outubro de 2022 - Acordo firmado entre a Região do Piemonte e a Mesa Valdense para preservar e valorizar o patrimônio da comunidade, composto por edifícios, documentos, gravuras, livros, instrumentos musicais e fotografias que serão disponibilizados para o público. O site chiesavaldese.org dá a notícia em nota divulgada hoje, 11 de outubro. Um plano que prevê ainda o arquivamento, inventariação e restauro de bens, a digitalização e organização de livros e documentos que se tornarão acessíveis a todos. “Ao longo de sua história – observou o governador Albert Círio e o vereador da cultura, turismo e comércio Vitória Poggio – as igrejas metodistas e valdenses deram vida a um patrimônio cultural feito de uma pluralidade de elementos que se configura como um patrimônio "vivo", enraizado na história, mas ativo no presente. Não apenas preservaremos um grande patrimônio, mas o colocaremos à disposição de todos para que a cultura e o conhecimento se tornem um fenômeno de massa e não elitista. A tarefa de identificar, conservar e transmitir este património, reinterpretá-lo e dotá-lo de sentido, colocando-o em diálogo com o hoje, passa pela relação entre gerações e nas relações criadas entre diferentes grupos”. Por vários anos, a Região do Piemonte e o Conselho Valdense têm colaborado para a implementação de projetos que têm como objeto o patrimônio cultural metodista e valdense. Na base dos vários projetos existe sempre uma visão integrada do património cultural considerado em todas as suas componentes, material e imaterial e o trabalho desenvolve-se em três áreas de intervenção: Museus e património, Arquivos e Bibliotecas. “Esta resolução – sublinhou o diácono Alessandra Trotta, Moderador da Mesa Valdense – permite dar continuidade, fortalecendo-a, à frutuosa colaboração iniciada há vários anos entre a Região do Piemonte e a Mesa Valdense, para o cuidado e valorização de um patrimônio cultural vivo, o das igrejas Valdense e Metodista do Piemonte, através da sensibilização e envolvimento ativo das comunidades locais. As nossas igrejas possuem um património artístico, histórico e cultural que se oferece como contributo para o crescimento de todo o país a partir da valorização de uma história muito particular de fé e resistência, de compromisso com a liberdade de consciência e de acolhimento e inclusão" . Os conceitos de "comunidade patrimonial" e "herança cultural", contidos na Convenção-Quadro do Conselho da Europa sobre o valor do patrimônio cultural para a sociedade (2005) - mais conhecida como Convenção de Faro - são os elementos-chave também referidos por o acordo regional. “Expresso a minha satisfação pela resolução da Giunta que aprovou a dotação por três anos destinada à manutenção e valorização do património histórico da igreja valdense – sublinhou o conselheiro regional Walter Marin –. É importante para o Piemonte cuidar das igrejas que representam e caracterizam nossa história, nossa cultura e nossa paisagem”. Com o fundo regional de 300.000 euros, vão ser implementadas intervenções de manutenção conservadora no património móvel e imóvel de prédios e edifícios, documentos, impressos, livros, instrumentos musicais. Uma parte dos escritos será digitalizada e publicada online no portal da Herança Cultural Metodista e Valdense para tornar a consulta dos materiais mais utilizável. Além disso, o projeto parte de alguns princípios teóricos que se referem a recentes normativos nacionais e internacionais: do novo Texto Consolidado sobre a cultura da Região do Piemonte ao PNRR, passando pela Convenção de Faro e a Agenda 2030 da ONU. facto, está a assumir valor não só no que diz respeito aos efeitos mais directos em termos de benefícios económicos, mas também no que se refere a elementos essenciais de sustentabilidade e "regeneração" social, como a coesão, integração e inclusão, inovação e bem-estar (ambos individuais e coletivos). ...

Ler artigo
Federação das Igrejas Evangélicas, novo Presidente e Conselho eleitos

Federação das Igrejas Evangélicas, novo Presidente e Conselho eleitos

Roma (NEV/CS28), 30 de outubro de 2021 – A XX Assembleia da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI) elegeu hoje, sábado, 30 de outubro, o novo presidente e o novo Conselho da FCEI. Daniele Garrone O novo presidente é Daniele Garronenascido em 1954, pastor valdense, desde 1988 professor de Antigo Testamento na Faculdade de Teologia Valdense, ex-membro do Conselho da FCEI nos últimos três anos. Além do presidente, o Conselho é composto por: Richard Kofi Ampofo (Metodista), Maria Antonieta Caggiano (luterana), Pedro Ciaccio (Metodista), Free Ciuffreda (valdense), Sara Comparatti (batista), Luca Longo (Exército da Salvação). “Por um lado, as tarefas da Federação são dadas e as linhas de compromisso definidas – declara Daniele Garrone -. Teremos que "dar conta da esperança que há em nós" (1 Pedro 3:15), "abrir a boca em favor do mudo, em defesa de todo o desamparado" (Prov 31:8), "buscar o bem da cidade" (Jr 29.7). É o que tentamos fazer com a nossa reflexão e com a nossa testemunhocom o serviço e projetos para i migrantesnossa presença no espaço públicoo compromisso com eu direitos e para proteção deambiente. Trata-se de continuar este caminho, em tempos difíceis, para as nossas igrejas e para o país, guiados por uma visão que não é uma fantasia nossa, mas um dom que recebemos”. Hoje, sábado, 30 de outubro, a eleição foi realizada na igreja luterana da via Sicilia, em Roma, na sequência da constituição da XX Assembleia da FCEI e da primeira reunião do novo Conselho da FCEI. Pela manhã também foi realizada uma mesa redonda pública, intitulada "Diferentes vozes, desafios comuns", da qual participaram Emanuela Del ReRepresentante Especial da UE para o Sahel, Daniele GarroneFaculdade Valdense de Teologia, Shahrzad Houshmand Zadehteólogo muçulmano, Marco Impagliazzo, presidente da Comunidade de S. Egidio, Yassine Laframpresidente da União das comunidades e organizações islâmicas na Itália (UCOII), Marco TarquínioDiretor de vir, Lia Tagliacozzoescritor e jornalista (vídeo mensagem), Cláudio ParavatiDiretor de comparar, como moderador do debate. A reunião foi encerrada com uma meditação do presidente cessante da FCEI, pároco Luca Maria Negro. A Federação das Igrejas Protestantes na Itália (FCEI), nascida em 1967, é uma estrutura aberta, a serviço de todo o evangelicalismo italiano. Reúne as denominações “históricas” do protestantismo italiano e algumas igrejas da área pentecostal-carismática. No geral, uma população de cerca de 65.000 pessoas.Os membros fundadores da FCEI são a União Batista Evangélica Cristã (UCEBI), a Igreja Valdense, a Igreja Metodista, a Igreja Luterana, a comunidade ecumênica de Ispra-Varese (posteriormente incorporada à Igreja Luterana). Nos anos seguintes à sua fundação, o Exército de Salvação, a Comunhão das Igrejas Livres, a Igreja Apostólica Italiana e a comunidade da Igreja de Santo André da Escócia se juntaram à Federação. Também participam da Federação como “observadores” a União das Igrejas Adventistas do Sétimo Dia (UICCA) e a Federação das Igrejas Pentecostais (FCP); enquanto a Igreja Cristã de Rho (MI) é um "membro aderente". ...

Ler artigo
Coronavírus, a FCEI abre uma assinatura

Coronavírus, a FCEI abre uma assinatura

foto de unsplash.com Roma (NEV), 20 de março de 2020 - Seguindo a iniciativa da Tavola Valdese (as Igrejas Valdenses e Metodista, recordamos, são membros da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália, ed), que ontem destinou 8 milhões de euros para a emergência coronavírus e para o "depois", a Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI) lança hoje uma assinatura para financiar intervenções para combater a pandemia causada pelo coronavírus e impedir sua propagação. “Nos dirigimos aos membros das igrejas evangélicas – explica o presidente da FCEI, pároco Luca Maria Negro – em um momento difícil e doloroso para todos. Manifestamos a nossa proximidade fraterna a quantos, devido à pandemia, perderam familiares e amigos, e a quantos trabalham no seu combate e contenção, em condições nem sempre seguras e com proteção nem sempre adequada. Fazemos o nosso apelo a um comportamento responsável e ao cumprimento rigoroso das normas emitidas nos dias de hoje. Peçamos ao Senhor que nos ajude a superar esta prova e, nestes dias difíceis, a não nos abandonarmos ao desânimo e ao desespero. Temos fé - prossegue o presidente da FCEI - que Deus que se revelou em Cristo é o Senhor da Vida, nos ama e não nos deixará sozinhos. Sentimos também a necessidade de promover ações concretas de apoio àqueles que estão trabalhando com todos os meios para conter os efeitos do vírus e, dentro dos limites de nossas forças, apoiar aqueles que mais precisam de proteção e assistência. Para isso a FCEI lança uma subscrição cuja arrecadação será revertida em três direções: fornecimento de kits desinfetantes a lares de idosos, centros de saúde, centros de imigrantes e outras instituições de utilidade pública; apoio aos institutos que monitoram a propagação do vírus para preparar planos de contraste adequados; apoio a 'casas de saúde' ou outras unidades básicas de saúde envolvidas em ações para prevenir a propagação da pandemia. Diante deste ensurdecedor 'gemido da criação' – conclui Negro citando o apóstolo Paulo (Romanos 8:22) – queremos ser testemunhas concretas e confiantes, operárias da esperança cristã que ilumina até a noite mais escura”. Os pagamentos para contribuir com a assinatura podem ser feitos por transferência bancária à ordem da Federação das Igrejas Evangélicas na Itália, especificando o motivo "emergência de coronavírus”: Conta corrente em nome da Federação das Igrejas Evangélicas na Itália Unicredit Bank – Via Vittorio Emanuele Orlando, 70, 00185 Roma IBAN: IT26X0200805203000104203419 BIC: Bic/rápido: UNCRITM1704 ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.