A reunião dos conselhos nacionais das igrejas europeias em Roma

A reunião dos conselhos nacionais das igrejas europeias em Roma

Roma (NEV), 3 de maio de 2019 – A reunião anual dos Conselhos Nacionais das Igrejas Europeias, as ferramentas ecumênicas por meio das quais as igrejas se comprometem em nível nacional, acontecerá em Roma de 6 a 9 de maio. Os Conselhos Nacionais Europeus de Igrejas são organismos com uma composição variada, dependendo da extensão do diálogo ecuménico alcançado nos respectivos países: na Alemanha e nos países escandinavos pertencem-lhes as três principais famílias cristãs – católica, protestante e ortodoxa; em outros países, como Polônia ou Irlanda, apenas protestantes e ortodoxos; em outros ainda, como a Itália, apenas protestantes.

O encontro, convocado pela Conferência das Igrejas Europeias (KEK), será este ano acolhido e organizado pela Federação das Igrejas Protestantes em Itália (FCEI) seguindo as indicações que surgiram no encontro anterior em 2018, em Viena, e em uma reunião restrita que aconteceu em março passado em Roma.

Durante os quatro dias de trabalho, os 18 delegados, para além de trocarem informações sobre os vários programas levados a cabo pelos conselhos nacionais, terão oportunidade de refletir em conjunto sobre algumas questões fundamentais para o futuro da Europa.

Além dos encontros com o padre Hyacinthe Destivelle, chefe da seção oriental do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, com o pastor metodista Tim Macquiban, diretor do Escritório Metodista para o Ecumenismo em Roma, e a comunidade de Sant’Egidio , representantes da igreja participarão de seminários e mesas redondas.

Debora Spini, professora de filosofia política na Universidade de Syracuse, em Florença, começará em 6 de maio com um relatório intitulado “Populismo político: a experiência italiana”; no mesmo dia haverá uma mesa redonda com o pároco Luca Maria Negro, presidente da FCEI, e dom Giuliano Savina, diretor do escritório nacional de ecumenismo e diálogo inter-religioso da Conferência Episcopal Italiana (CEI).

No dia 7 de maio haverá palestras sobre “Violência, inclusão, pobreza: uma perspectiva feminina” com a Pastora Gabriela Lio, presidente da Federação das Mulheres Evangélicas da Itália (FDEI), com a Dra. Angelita Tomaselli, presidente do Conselho Ecumênico da Juventude na Europa e a Dra. Francesca Danese, do Exército de Salvação, ex-conselheira para políticas sociais do Município de Roma.

No dia 8 de maio, o tema do acolhimento e integração estará no centro da mesa redonda “Acolher o estrangeiro” com Paolo Naso, coordenador do Mediterranean Hope – programa de refugiados e migrantes da FCEI e Shari Brown, secretária-geral da Comissão para migrantes na Europa.

“O encontro de Roma pretende apresentar a realidade do pequeno componente protestante italiano que pertence à FCEI, mas dentro do discurso ecumênico mais amplo que a capital pode oferecer”, disse o pastor Luca Baratto, secretário executivo da FCEI que organizou o programa de trabalho da reunião e que acompanhará os representantes das igrejas nacionais durante os quatro dias de trabalho.

A reunião anual dos Conselhos Nacionais das Igrejas da Europa acontecerá na Casa La Salle, Via Aurelia, 472.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Meio Ambiente, jovens cristãos pedem justiça climática

Meio Ambiente, jovens cristãos pedem justiça climática

Li-An Lim, não salpique Roma (NEV), 5 de julho de 2022 – Em novembro de 2021, um grupo de jovens ativistas se reuniu durante a COP26, a Cúpula do Clima das Nações Unidas, em Glasgow, para explorar possibilidades de trabalho conjunto rumo à COP27 a ser realizada no Egito. Durante estes encontros, explicam os promotores, “percebeu-se um forte sentido de energia e entusiasmo em juntar esforços para ter um maior impacto nas questões relacionadas com a justiça climática”. Este grupo de ativistas de várias denominações, organizações e países reunia-se regularmente para dar forma à campanha “Clima SIM”. “Como jovens ativistas climáticos cristãos, com idades entre 18 e 30 anos, sentimos a necessidade de responsabilizar os líderes políticos pelas decisões e promessas feitas na COP26. Ao nos unirmos, queremos compartilhar nossas preocupações ambientais e aprofundar o vínculo comum de nossa fé. Queremos criar uma comunidade climática jovem ecumênica global, que incluirá representantes do Norte e do Sul globais. Refletiremos sobre COPs anteriores (Cúpulas do Clima da ONU) e COY (Conferência do Clima para Jovens) e falaremos conjuntamente com uma voz global para representantes políticos sobre o que acreditamos que precisa ser feito no futuro. Queremos criar uma plataforma ecumênica global da juventude sobre o clima, incluindo representantes de todos os continentes, do Norte global e do Sul global”, explica ele. Irene Abbragerente de projetos internacionais na Itália, ex-pessoa de contato do projeto Young Methodist para a COP26. Em preparação para a COP27 que este ano será realizada no Egito, em Sharm El-Sheikh, de 7 a 18 de novembro de 2022, na qual se espera a participação do Climate YES, a coordenação da campanha está organizando eventos em todos os continentes: Europa, África, Ásia, Ilhas do Pacífico, América do Norte e América do Sul. Nos dias 16 e 17 de setembro de 2022 (o programa seguirá em breve), o evento nacional italiano será realizado em Milão, na Chiesa del Carmine, que será conectado simultaneamente com os outros eventos que ocorrerão na Europa e na África. O evento ecumênico envolve o envolvimento de organizações juvenis evangélicas e católicas e estará aberto à participação intergeracional e leiga. ...

Ler artigo
não à violência e exploração da religião

não à violência e exploração da religião

Refugiados rohingya deslocados de Mianmar - foto da Wikimedia Roma (NEV), 30 de dezembro de 2019 – Após a resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas condenando a República da União de Mianmar pelas violações dos direitos humanos da minoria muçulmana Rohingya, a União Budista Italiana (UBI) divulgou um comunicado à imprensa. emitido no último sábado. “A União Budista Italiana reafirma a sua firme condenação de qualquer forma de violência e qualquer exploração da religião para interesses políticos, ideológicos ou nacionais que nada tenham a ver com os ensinamentos do Buda – lê-se no comunicado de imprensa -. A UBI recorda ainda que os ensinamentos budistas visam diminuir o sofrimento de todos os seres vivos, sem distinção de religião, cultura ou origem. Pelo contrário, qualquer comportamento que cause dor ou discriminação está em total contradição com o que é a mensagem do próprio budismo e, portanto, não pode ser aceito”. A UBI, referindo-se à tradição de respeito pelos direitos humanos e à proteção de cada comunidade expressa nos valores da coexistência democrática da cultura europeia, também declara: "é uma responsabilidade precisa como budistas italianos e europeus se distanciar de qualquer forma de exploração de toda expressão religiosa, assim como de toda forma de violência". Os budistas italianos expressam “mais uma vez sua mais profunda proximidade com a comunidade islâmica, convencidos da firme necessidade de potencializar o diálogo entre religiões e culturas como oportunidade de paz, respeito e convivência e compreensão recíproca, além de preconceitos e divisões” . ...

Ler artigo
Culto evangélico de Páscoa, domingo as 10 no RaiDue

Culto evangélico de Páscoa, domingo as 10 no RaiDue

Roma (NEV), 7 de abril de 2020 – O culto evangélico de Páscoa será transmitido no domingo, 12 de abril, no RaiDue, de 10 a 11, em Eurovisão ao vivo. O culto está a cargo da Igreja Protestante de Martigny, na Suíça, e será transmitido do templo protestante "San Francesco" em Lausanne. A edição italiana é editada pela seção de protestantismo A adoração começará com a história de Maria Madalena que vai ao túmulo de Jesus e vê que a pedra que bloqueava a entrada foi removida e que o túmulo está vazio. A pregação é feita pelo pastor Pierre Boismoranddos pastores Hélène Kung, Agnès Thuégaz e o diácono Armand Bissat. Música por Leonardo Muller. O culto é transmitido como Especial “Protestantismo”, programa editado pela Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI). ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.