17 de abril.  Culto evangélico de Páscoa na Eurovisão na Rai2

17 de abril. Culto evangélico de Páscoa na Eurovisão na Rai2

Collegiate Neuchâtel

Roma (NEV), 5 de abril de 2022 – O habitual culto evangélico de Páscoa ao vivo no Eurovision está agendado para domingo, 17 de abril, em Raidue, das 9h55 às 11h.

Esta edição será transmitida pela Collegiate Neuchâtel (na Suíça). A edição italiana é editada pela seção de protestantismo. Os pastores presidem Florian Schubert, Eva Lefèvre, Jul Aubert E Gregoire Oguey. ao órgão, Simon Peguiron.

Para o Domingo de Páscoa, escreve a redação, “os protestantes de Neuchâtel nos convidam a celebrar a ressurreição de Cristo de Collegiate Neuchâtel lindamente restaurado. O edifício, que domina a cidade há mais de 800 anos, tornou visível ao longo dos séculos o anúncio da Páscoa, tornando-se sinal de uma vida renovada que ultrapassa os nossos limites humanos. Este culto pascal quer recordar-nos que o encontro com o Ressuscitado é sempre pessoal e marca a passagem da morte para a vida, das trevas para a luz, da dúvida para a compreensão, da traição para a fé”.

Para rever os episódios visite o site VIDEO.
Protestantismo no endereço de e-mail do Facebook: [email protected][email protected]

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

FCEI, a palavra aos conselheiros cessantes.  Christiane Groeben

FCEI, a palavra aos conselheiros cessantes. Christiane Groeben

unsplash, foto de Tim Mossholder Roma (NEV), 27 de outubro de 2021 - Em vista da Assembleia a ser realizada em alguns dias, quando o atual Conselho da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI) encerrará seu mandato e um novo Conselho e um novo presidente será eleito , recolhemos o testemunho de serviço nestes anos de trabalho no Conselho da Federação, àqueles que, ou seja, têm orientado o caminho da FCEI. Pedimos assim aos vereadores e vereadores cessantes que nos falassem do passado, através de um balanço da experiência feita, e um olhar para o futuro. O Conselho da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), triênio 2018/2021, imagem de arquivo É a vez do vice-presidente, Christiane Groeben. Qual é a sua avaliação desta experiência? “Meu saldo pessoal depois de dois mandatos no Conselho da FCEI representando o CELI é que eles me enriqueceram em viver e conhecer melhor a realidade protestante na Itália, na qual minha igreja, parece-me, sempre ou muitas vezes teve um papel marginal . Dois fatores ou eventos muito diferentes aumentaram, a meu ver, a consciência de uma realidade protestante que se expressa com uma voz um pouco diferente, mas com a mesma mensagem: o ano da Reforma e da pandemia. Em 2017 muitos eventos, iniciativas, mensagens nos fizeram entender melhor o que nos une e conseguimos nos fazer ouvir. Em vez disso, a pandemia nos deu a oportunidade de nos encontrarmos em todos os lugares - para discutir, contar uns aos outros, estudar, anunciar a Palavra - fora de nossos muros físicos e mentais em um espaço público igual para todos. Fico grato por ter feito parte de uma equipe que, graças a muitos colaboradores especializados, conseguiu realizar projetos em benefício de nosso vizinho, como o Mediterranean Hope, com os Corredores Humanitários, em Lampedusa, Bósnia, Sicília e Calábria. Que testemunho você tem vontade de deixar para aqueles que virão depois de você? Gostaria que os que estarão na diretoria depois de mim tenham cuidado para que a voz pública da FCEI seja percebida em nosso país como a voz de um coro polifônico da realidade protestante. Um coro, não um trio ou um duo”. ...

Ler artigo
Alguém está batendo.  A biblioteca dos direitos civis em Ariccia

Alguém está batendo. A biblioteca dos direitos civis em Ariccia

Roma (NEV), 22 de abril de 2023 – Uma pequena biblioteca especializada na história do Movimento dos Direitos Civis, na história do protestantismo e na música nas igrejas cristãs. É a biblioteca Somebody's Knocking em Ariccia, no Castelli Romani, que leva o nome de uma famosa canção espiritual negra. Nasceu como um projeto do Centro Cultural Protestante Martin Luther King (CCPMLK) em 2018, foi apoiado por Otto per Mille à União Cristã Evangélica Batista da Itália (UCEBI).A biblioteca possui um catálogo que pode ser utilizado online e está disponível para consulta, com cerca de 1765 textos entre monografias, volumes coletivos, revistas, atas de conferências, publicações históricas, mesmo as de rara disponibilidade.Os temas mais presentes são aqueles relacionados à figura do pastor batista Martin Luther King, Prêmio Nobel da Paz, e ao movimento pelos direitos civis.“O CCPMLK, como muitas outras realidades culturais ligadas ao protestantismo, não só na Itália, tem no centro de sua atividade a divulgação de livros e conhecimentos: teológicos, históricos, filosóficos, direitos humanos e sociais - lê-se na página do registro de Bibliotecas italianas, nas quais a biblioteca está presente e o patrimônio inventariado -. A biblioteca possui uma sala de leitura com seis estações de trabalho, sendo duas com computadores de mesa e acesso wi-fi à internet, fotocopiadora e scanner para envio de pdfs das monografias parciais e artigos que forem solicitados; a sala está equipada com sistema de ventilação contínua, desumidificador e luzes led de baixo impacto ambiental e facilitadores de leitura; um projetor de vídeo para organizar reuniões temáticas e apresentações de livros”. O Martin Luther King Center pretende concluir algumas obras e continuar a apoiar a biblioteca, para tornar o seu acervo de livros o mais utilizável possível. Para o efeito, ativou assim uma angariação de fundos ativa até 31 de maio. Centro Cultural Protestante Martin Luther King | Facebook ...

Ler artigo
Mattarella em Torre Pellice em agosto.  O sonho pró-europeu nasceu aqui.

Mattarella em Torre Pellice em agosto. O sonho pró-europeu nasceu aqui.

A placa será inaugurada na manhã de quinta-feira, 31 de agosto, na Torre Pellice, na presença do Presidente da República, Sérgio Mattarella, com um dia dividido em dois momentos distintos: um envolverá instituições civis locais e outro será dedicado à Igreja Valdense, realidade histórica do protestantismo reformado. À tarde continuaremos com uma conferência histórica promovida pela Prefeitura e pela Fundação Centro Cultural Valdense. A conferência, intitulada “A Europa de Altiero Spinelli. O importante legado de um federalista”, terá lugar no Teatro del Forte pelas 16h30. “Será um dia histórico não apenas para a comunidade de Torre Pellice, mas para toda a área de Pinerolo e os vales valdenses do Piemonte. – declara o Prefeito de Torre Pellice, Mark Cogno –. A presença e atenção do Presidente para pequenas comunidades como a nossa nos honra e nos fortalece em nossas ações diárias. Oitenta anos depois de 1943, a presença do Presidente adquirirá um significado ainda mais profundo para o nosso território graças aos valores democráticos e republicanos consagrados na nossa Constituição". "Estamos honrados com a visita do Presidente Mattarella em uma ocasião tão significativa para uma Igreja que sempre combinou uma fé vivida à luz do Evangelho de Jesus Cristo com um compromisso civil apaixonado – declara o moderador do Tavola Valdese, Alessandra Trotta –. Um tipo de compromisso que para toda uma geração de jovens valdenses em nossos vales e em outros lugares, exatamente oitenta anos atrás, também se tornou dramaticamente um compromisso de resistir ao nazifascismo, guiado por uma visão ampla de uma Itália e uma Europa fundadas em princípios de liberdade e a democracia, respeitadores da pluralidade de ideias e valores, amantes da paz e orientados para a promoção da solidariedade e dos direitos humanos". Recorde-se que entre 26 e 28 de agosto de 1943, a reunião de fundação da seção italiana do Movimento Federalista Europeu foi realizada na casa milanesa de Rollier, com a presença de Spinelli. O próprio Spinelli será então convidado de Rollier, alguns dias depois, na Torre Pellice onde, há oitenta anos, proferiu aquele primeiro discurso histórico. Uma utopia concreta e um projeto ainda por concretizar, portanto, a ideia de uma Europa federalista conheceu, de facto, um momento chave com o Manifesto Ventotene (escrito em 1941 por Ernesto Rossi e Spinelli), mas teve também uma passagem fundamental na Torre Fur. Alguns meses depois, em 19 de dezembro de 1943, encontramos Rollier em Chivasso, onde um grupo misto de antifascistas do Vale de Aosta e representantes dos vales valdenses se reuniram para redigir a chamada "Declaração de Chivasso". Reivindicava um federalismo que reconhecesse as pequenas autonomias culturais e linguísticas como expressões de liberdade face a uma visão autoritária e centralista do Estado. O mesmo grupo valdense que inspirou este documento desempenhou um papel importante na organização das "Jornadas Teológicas de Ciabàs" (1-2 de setembro de 1945) cujo tema era, precisamente, "Ecumenismo cristão e federalismo europeu". Leia Chiesavaldese.org ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.