501 anos atrás, a excomunhão de Martinho Lutero

501 anos atrás, a excomunhão de Martinho Lutero

Roma (NEV), 3 de janeiro de 2022 – Em 3 de janeiro de 1521, com a bula Decet Romanum Pontificem, Martinho Lutero (1481-1546) é excomungado pelo Papa Leão X. A acusação é de heresia. Propomos aqui várias contribuições sobre a história e atualidade do pensamento de Lutero.

Aqui a ficha técnica do NEV sobre Martinho Lutero.

Da Riforma destacamos o artigo de Paulo Ribet no livro “Relendo a Reforma. Estudos sobre a teologia de Lutero”, publicado por Claudiana em 2020.

No site da igreja luterana na Itália, vários insights e leituras.

Por fim, aqui estão todas as publicações de e sobre Lutero produzidas pela editora Claudiana.


Em abril de 1521, o imperador Carlos V convidou Lutero para a Dieta Imperial em Worms para interrogatório. O Eleitor da Saxônia, Frederico, o Sábio, obteve salvo-conduto para Lutero. Quando perguntado se queria revogar seus escritos, Lutero respondeu que não, a menos que eles provassem que ele estava errado com base na Sagrada Escritura e termina seu discurso com as famosas palavras: “Aqui estou. Eu não posso de outra forma. Deus me ajude. Amém”. No caminho de volta de Worms, Frederico, o Sábio, salva sua vida, sequestrando-o com um falso assalto e escondendo-o no castelo “Wartburg” sob o nome de Junker Jörg, onde Lutero traduzirá o Novo Testamento do grego para o alemão. Até 1534 traduziu toda a Bíblia, base importante tanto para o luteranismo quanto para a língua alemã. Nos anos seguintes, ele delineou sua posição, enquanto em 1525 a revolta dos camponeses se desenvolveu.

Leia mais sobre a biografia de Lutero aqui.

Aqui a apresentação do livro do professor Paulo ricoDe monge a marido” que contém a tradução de dois escritos de Martinho Lutero sobre casamento e vida familiar.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Viagens e Fronteiras – Nevada

Viagens e Fronteiras – Nevada

Roma (NEV), 8 de dezembro de 2022 – Viagens e fronteiras serão discutidas no próximo episódio de "Protestantismo", a transmissão da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália transmitida pela Rai Tre no domingo, 11 de dezembro. “Milhões de pessoas em todo o mundo se mudam para escapar de guerras, mudanças climáticas, pobreza ou simplesmente para buscar um futuro melhor. Mas o direito de viajar é o mesmo para todos neste planeta? Ou as fronteiras muitas vezes se tornam paredes intransponíveis para os nascidos em algumas áreas do mundo? E as fronteiras dividem apenas nações diferentes ou também existem fronteiras dentro de um mesmo país?”, lê-se na apresentação do episódio. O maestro da transmissão será como sempre Cláudio Paravati. No estúdio a contribuição do escritor Djarah Kan e de Paulo Naso. Os autores dos serviços são Bárbara batalhacom entrevista de dois jovens afegãos e relato do mais recente corredor humanitário para a população afegã, do Paquistão, e Sara Maniseracom uma reportagem sobre o festival de cinema de Rosarno, um dos projetos realizados graças ao albergue solidário "Dambe so" da Mediterranean Hope, o programa de migrantes e refugiados da FCEI, e uma ficha informativa sobre o direito de viajar e o "peso específico" dos diferentes passaportes. O episódio será transmitido no domingo, 11 de dezembro, às 7h, as reprises serão transmitidas na noite de terça-feira, 13 de dezembro, às 13h10, na noite de quarta-feira, 14 de dezembro, às 13h10, finalmente na noite de segunda-feira, 19 de dezembro, às 13h45, novamente no Rai 3. ...

Ler artigo
Notícias da Conferência das Igrejas Europeias (KEK)

Notícias da Conferência das Igrejas Europeias (KEK)

Lea Schlenker, Foto CEC Roma (NEV), 17 de junho de 2022 – Estas são as últimas notícias da Conferência das Igrejas Europeias (KEK). CEC à presidência francesa da UE: "Envolver as igrejas para trazer paz à Ucrânia" Num encontro híbrido em Bruxelas com a Presidência francesa do Conselho da União Europeia, o CEC sublinhou a necessidade de reforçar o compromisso das comunidades religiosas locais na concretização da paz na Ucrânia. A CEC pode construir pontes para promover a reconciliação e a paz. Para saber mais, leia o artigo aprofundado sobre Reforma AQUI. Relatório da Conferência sobre o Futuro da Europa Um futuro democrático e justo para a Europa. Esta é uma das questões que preocupam as igrejas membros da CEC. Daí o engajamento direto na Conferência sobre o futuro da Europa. O secretário-geral do CEC Jørgen Skov Sørensenfala sobre isso aqui: [embed]https://www.youtube.com/watch?v=nvpe8V4LbHA[/embed] Lea Schlenker, Foto CEC Lia Schlenker. Em que Europa querem viver as novas gerações de crentes? Lea Schlenker, da Igreja Evangélica na Alemanha, é membro do Conselho Executivo do CEC. Ela também desempenha o papel de Conselheira da Juventude. Em uma de suas reflexões, ele fala sobre os desafios e oportunidades que as novas gerações de crentes estão expressando hoje e sobre como o CEC ouve suas vozes e seus pedidos. Pandemia, guerra, a importância da presença e da escuta dos jovens, são alguns dos temas que o seu estudo aborda. Leia aqui. O treinamento KEK chega à Finlândia para garantir comunidades mais seguras e fortes O CEC, juntamente com a Igreja Ortodoxa da Finlândia, organizou um briefing e treinamento para líderes e funcionários da igreja sobre a proteção de locais de culto. O evento decorreu no âmbito do projeto Safer and Stronger Communities in Europe (SASCE), financiado pelo Fundo de Polícia Interna da Comissão Europeia. O curso foi ministrado pela Secretária Executiva de Direitos Humanos do CEC, Elizabeta Kitanovic. O evento também contou com a presença de representantes da Igreja Evangélica Luterana e da comunidade muçulmana da Finlândia. Entre os tópicos que surgiram: as novas propostas legislativas sobre a proibição do abate ritual, circuncisão, liberdade de religião e crença, os relatórios do serviço de segurança finlandês, os riscos potenciais para a sociedade finlandesa devido a ameaças terroristas e de extrema direita. Falou-se também de minorias étnicas e religiosas, da cultura do cerco e do suprematismo branco, que incita à violência e ao colapso social. Leia aqui. Os Conselhos Nacionais das Igrejas Europeias discutem os trabalhos e a Assembleia da CEC Em reunião virtual, os responsáveis ​​dos Conselhos Nacionais das Igrejas Europeias reuniram-se com o Secretário Geral da CEC, Jørgen Skov Sørensen, e o Secretário Executivo, Katerina Pekridou, para discutir o futuro e, em particular, a próxima Assembleia da CEC em Tallinn. Falou-se do papel da teologia ecumênica, que transcende as fronteiras privadas, nacionais e confessionais. Também, da significativa contribuição das igrejas no discurso público e para o bem comum. Para saber mais, clique aqui. ...

Ler artigo
Ao Sínodo de bicicleta

Ao Sínodo de bicicleta

Torre Pellice (Turim), 22 de agosto de 2022 - De bicicleta de Turim a Torre Pellice - cerca de 60 quilômetros - para participar da Assembleia-Sínodo. Maria Elena LacquanitiBaptista, coordenadora da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), diz ter feito “esta escolha porque nos últimos quatro sempre saímos de férias de bicicleta, e também no final da Assembléia-Sínodo partiremos para Gênova e de lá para a Sardenha de bicicleta. Aderimos à ideia deste turismo lento tanto para dar o nosso contributo ao meio ambiente como porque representa uma dimensão diferente do turismo. A bicicleta permite-te penetrar na paisagem em todas as suas características, conhecer os territórios de forma mais profunda, fazer paragens onde quiseres, descobrir também os produtos e gastronomia locais”. Para Lacquaniti e seu companheiro é a primeira vez sobre duas rodas no Sínodo e em geral no Valli Valdesi. Ambos são delegados da assembléia protestante e pertencem à igreja batista de Civitavecchia. “Além de andar de bicicleta, gostamos de caminhar: temos feito nos últimos anos também como forma de educação dos nossos netos, para os fazer descobrir ou redescobrir a natureza, bem como uma necessidade e capacidade de convívio que parecia esquecida”, continua o coordenador do GLAM. E a escolha pessoal reflete um compromisso preciso com a sustentabilidade: “Precisamos rever os parâmetros do turismo de massa e da mobilidade. Vindo de Civitavecchia, por exemplo, estamos bem cientes do impacto do turismo de cruzeiros na taxa de poluição. É preciso refletir e reverter esse modelo baseado no turismo inútil, de atropelamento, que envolve altíssimos danos ao meio ambiente”. E o que poderia fazer a Assembleia-Sínodo em curso na Torre Pellice? “Experimente uma forma de hospitalidade ainda mais eco-sustentável: todos os delegados de bicicleta!”, comenta ironicamente o expoente do GLAM. Quanto à mensagem a ser dirigida às comunidades protestantes, “poderia questionar as igrejas sobre o turismo, assim como sobre a mobilidade. Precisamos olhar mais de perto as atividades sustentáveis, ter uma visão dos lugares e relações que podem ser divulgados às igrejas, contribuindo para a proteção e promoção dos territórios”. GLAM e eco-comunidades A Comissão GLAM está a serviço de comunidades e indivíduos que pretendem abordar questões ambientais e ecológicas a partir de uma perspectiva de fé. Entre suas atividades, está a construção de redes, dentro e fora das igrejas, em nível nacional e internacional. Um dos focos da GLAM é o trabalho para mulheres comunidade ecológica. Existem eco comunidades "iniciadas", "em andamento" e "graduadas", com base na adesão a um determinado limite de 40 critérios ambientais sobre: ​​culto e outros momentos litúrgicos. Trabalhos de manutenção visando a economia de energia. Eliminação de plástico. Educação e implementação de comportamentos virtuosos na administração, compras, uso de energia, mobilidade e gestão de resíduos. Até a verificação da ética dos bancos em que insistem as contas correntes das igrejas. O comunidade ecológica em Itália, algumas dezenas candidataram-se ao diploma GLAM, num universo de mais de uma centena de simpatizantes. "Plantando uma semente". Inscrições abertas para o 6º encontro nacional da ecocomunidade Quanto aos próximos compromissos GLAM, estão abertas as inscrições para o 6º encontro de eco comunidades. Organizado pela Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), será realizado em Nápoles de 4 a 6 de novembro. As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.