2022. Os eventos evangélicos e ecumênicos do ano

2022. Os eventos evangélicos e ecumênicos do ano

Foto Pixabay CC

Roma (NEV), 1º de janeiro de 2022 – Esta é uma visão geral das nomeações nacionais e internacionais de igrejas protestantes e órgãos ecumênicos para o ano de 2022.

Entre outras coisas, o programa inclui o Sínodo Luterano, a V sessão conjunta da Assembleia Geral da União Cristã Evangélica Batista da Itália (UCEBI) e do Sínodo das igrejas valdenses e metodistas, conhecida como “Sínodo-Assembléia”. E ainda, a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos (18-25 de Janeiro), os compromissos da Conferência das Igrejas Europeias (KEK) e do Conselho Ecuménico das Igrejas (CEC), a 15ª Conferência de Lambeth.

Abaixo, em ordem cronológica, a Agência NEV Press relata os eventos mais significativos que irá explorar parcialmente durante o ano.


AGENDA

2 de janeiro Celebração Ecumênica no zoom. Organizado, entre outros, pela Federação das Mulheres Evangélicas da Itália (FDEI) e pela Secretaria de Atividades Ecumênicas (SAE).

18/25 de janeiro Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos 2022.

20 de janeiro Womanitarian: mulheres como recursos comunitários – IV edição da Conferência Nacional de Serviços de Inclusão, com a Comissão Sinodal para a Diaconia (Waldensian Diaconia-CSD). POSTERGADO até 28 de abril

23 de janeiro Adoração das diferentes denominações protestantes no Grossmünster em Zurique, Suíça.

25/27 de fevereiro Assembleia Preliminar Regional da Conferência das Igrejas Europeias (KEK) em Varsóvia, Polónia.

10/12 de março Conferência “Bem-estar das sociedades e locais de trabalho digitalizados” da Church Action on Labour and Life (CALL), em Estrasburgo, França.

22/25 de abril 46ª Assembleia Geral da União Cristã Evangélica Batista da Itália (UCEBI)

28 de abril / 1º de maio Sínodo Luterano.

Poderia Primeiro Comitê Executivo da Comissão de Igrejas Reformadas (CMCR) com o novo Secretário Geral.

5 de junho Domingo de Pentecostes e “Dia do Impacto Global” da Aliança Batista Mundial (ABM).

23/30 de junho Conferência Geral da Igreja Metodista da Grã-Bretanha, Telford.

27 de julho/8 de agosto Conferência de Lambeth.

final de agosto “Assembleia-Sínodo”, V sessão conjunta da Assembleia Geral da União Cristã Evangélica Batista da Itália (UCEBI) e do Sínodo das Igrejas Valdenses e Metodistas.

31 de agosto / 8 de setembro Assembleia Geral do Conselho Mundial de Igrejas (CEC) em Karlsruhe, Alemanha.

21/24 de setembro Conselho da Federação Batista Europeia (EBF).


Para quaisquer alterações, correções e acréscimos, envie uma solicitação via e-mail para [email protected]


admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

30 perguntas a partidos e candidatos políticos da Diaconia Valdense

30 perguntas a partidos e candidatos políticos da Diaconia Valdense

Roma (NEV), 6 de setembro de 2022 - Trabalho, saúde, meio ambiente, idosos e migrantes. Estes são os cinco temas sobre os quais a Diaconia Valdense questiona os partidos e candidatos políticos, tendo em vista as eleições de 25 de setembro. As 30 candidaturas foram apresentadas esta manhã, 6 de setembro, numa conferência de imprensa online. Francisco Sciottopresidente da Diaconia Valdense (Comissão Sinodal para a Diaconia-CSD), sublinhou que o fundamento desta iniciativa é a Constituição. Ouça as últimas “Todos os dias lidamos com pessoas desfavorecidas – disse Sciotto -. Nossa intenção é ouvir as novidades. Para isso pretendemos, entre outras coisas, saber como é que os partidos pretendem combater a pobreza e com que recursos”. São 6 perguntas sobre o tema "migração", desde um pedido explícito sobre a proteção dos direitos humanos e a condenação do racismo, até formas de apoio a novas formas de acolhimento como os Corredores Humanitários ou o patrocínios privados. Ambiente, bem comum internacional.Saúde, para todos e todas. Do meio ambiente, que Sciotto define como "um bem comum internacional", passamos ao conceito de "autodeterminação de homens e mulheres idosos". Por fim, a saúde: outras 6 questões, incluindo uma sobre como superar as desigualdades quantitativas e qualitativas dos serviços de saúde nos territórios e nas Regiões. “As pessoas que são utentes dos Serviços Nacionais de Saúde são muitas vezes consideradas 'objectos' de cuidados. Estamos profundamente convencidos de que toda pessoa tem direito aos cuidados e ao acesso à saúde. Cada pessoa é portadora de escolhas, portanto, os usuários são, na verdade, sujeitos ativos. Até os últimos". Perguntas e respostas A Diaconia Valdense entrará em contato com as secretarias locais e provinciais para abrir um diálogo sobre essas questões com todas as partes no âmbito constitucional: "Seja escrita ou verbal, respondendo a todas ou apenas algumas perguntas, estamos preparados para coletá-las e publicá-las em nossos canais de informação. Esperamos receber respostas e nos mantemos à disposição para discussões – disse Sciotto, que completa – Estamos falando de temas para os quais acreditamos ter o preparo e a experiência de quem trabalha há anos na área. Como Diaconia Valdense fazemos parte de muitas redes e mesas, refletimos juntos sobre temas como o da autossuficiência (e contribuímos com o respectivo projeto de lei, atualmente parado). É um compromisso que faz parte da nossa identidade protestante. A igualdade de género, o reconhecimento de qualificações, as intervenções no PNRR, etc., podem parecer apenas questões técnicas, mas por detrás estão sempre pessoas individuais. E pretendemos colocar as pessoas no centro das atenções”. Leia as 30 perguntas da Diaconia Valdense para partidos políticos e candidatos ...

Ler artigo
Dia Mundial do Refugiado, todas as iniciativas dos protestantes

Dia Mundial do Refugiado, todas as iniciativas dos protestantes

Uma família refugiada da Ucrânia chega à fronteira de Vama Siret, na Romênia. Localizada ao norte de Siret e mais ao sul a cidade de Suceava, a travessia conecta a Romênia com a vila ucraniana de Terebleche e mais ao norte a cidade de Chernivtsi. Após a invasão da Ucrânia pelos militares russos a partir de 24 de fevereiro de 2022, mais de meio milhão de refugiados fugiram pela fronteira ucraniana para a Romênia. Foto: Albin Hillert/WCC Roma (NEV), 14 de junho de 2022 – O Dia Mundial do Refugiado é celebrado na segunda-feira, 20 de junho. São muitas as iniciativas promovidas por todo o terceiro setor e várias também são organizadas pelo mundo protestante. No que diz respeito à Federação das Igrejas Evangélicas, em particular, e seu programa de migrantes e refugiados, Mediterrâneo Esperança, a Casa das Culturas de Scicli com a CGIL e em colaboração com as realidades do terceiro setor que fazem parte do Pacto de Solidariedade Scicli, com o Integrado O projeto de serviços para a autonomia socioeconômica dos titulares de Proteção Internacional, e com o patrocínio do Município de Scicli, está organizando um evento de um dia a ser realizado na Villa Comunale Penna no município da província de Ragusa. “Existem mais de 70 milhões de refugiados, requerentes de asilo e deslocados internos em todo o mundo que fogem da guerra e da perseguição. Todos obrigados a abandonar tudo e todos em busca de novas certezas em outros países. Refletir sobre a sua situação, conhecer as suas histórias e as suas dificuldades, não ficar indiferente e procurar agir, no dia-a-dia, para acolhê-los e respeitar os seus direitos”, são, por isso, alguns dos objectivos do Dia Mundial do Refugiado. Durante o Dia em Scicli, serão promovidas atividades didáticas e recreativas para crianças, entretenimento e também momentos de reflexão sobre as "Rotas migratórias e estratégias de acolhimento e integração" para aprofundar o tema também em relação ao território siciliano. “Agora mais do que nunca – lê-se na apresentação da iniciativa – é necessário promover caminhos de plena inclusão em todos os âmbitos da sociedade, desde o trabalho ao estudo e à saúde dos forçados a fugir dos seus países de origem”. O dia começará com um workshop criativo e interativo "Construindo a paz" com curadoria dos operadores da Coop. A Soc. Acting destina-se a todas as crianças e jovens que queiram participar. Compromisso às 11 horas em frente à Câmara Municipal de Scicli. Um momento de reflexão, com curadoria da CGIL e da Mediterranean Hope - Casa delle Culture, envolverá entidades e associações envolvidas na área. Serão explorados os temas dos projetos dedicados aos corredores humanitários e apoio psicológico aos que fogem do seu próprio país. eles vão intervir Federica Brizi, gerente de recepção de corredores humanitários para Mediterranean Hope, Federação de Igrejas Evangélicas, Clemente SabbaCoordenadora do MEDU – Médicos pelos Direitos Humanos da Sicília, Ahmed Echigerente do projeto Emergência em Ragusa, Ana Caratozzolochefe da CPIA Ragusa e Giuseppe Scifo, secretário geral da CGIL Ragusa. A noite no Villa Penna será encerrada com uma apresentação de música popular com “Carmelo Errera e os Scacciadiavoli”. A participação nas oficinas e a entrada na Villa Penna são gratuitas e gratuitas. Em Roma, em particular, em Casale Garibaldi, a Diaconia Valdense, Casale Garibaldi – comum no trabalho, Arco Solidário OnlusMédicos Sem Fronteiras, Intersos, BINÁRIO15 organizam um momento de partilha e confronto junto com os cidadãos e os refugiados do território. A partir das 17h30 exposição fotográfica, histórias solidárias, concerto ArabJazz com os 66 KIF, aperitivo. “Todos os anos – explica a Diaconia Valdense em nota à imprensa – é uma oportunidade de convidar as pessoas a conhecerem nossas atividades de trabalho com requerentes de asilo e refugiados por meio de momentos de encontro e contação de histórias”. O Dia Mundial do Refugiado foi celebrado pela primeira vez em 20 de junho de 2001 e foi criado para comemorar o 50º aniversário da aprovação da Convenção relativa ao Estatuto dos Refugiados assinada em Genebra pela Assembleia Geral das Nações Unidas. ...

Ler artigo
Manual prático para quem ama polinizadores

Manual prático para quem ama polinizadores

Detalhe da capa do livro “Abelhas-Hymenoptera e outros insetos polinizadores. Manual prático para naturalistas e jardineiros apaixonados por polinizadores” de Paolo Versari Roma (NEV), 23 de janeiro de 2023 – “Abelhas-Hymenoptera e outros insetos polinizadores. Manual prático para naturalistas e jardineiros apaixonados por polinizadores". Este é o título da publicação doada por Paul Versari à Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). Versari, ex-professor da escola agrícola de Castelfranco Emilia, é um especialista conhecedor do mundo das borboletas. O Manual contém, entre outras coisas, uma tabela específica sobre plantas, tipos de flores e solos úteis para atrair borboletas e insetos, um glossário, informações sobre o ciclo biológico das plantas, abelhas e polinizadores. GLAM explica: “O projeto 'Corredores para insetos polinizadores' nasceu no início de 2022 como uma proposta da Comissão de Globalização e Meio Ambiente às suas comunidades ecológicas para participar de um concurso anunciado pela European Christian Network for the Environment (ECEN). No entanto, o concurso foi para um lado e o projeto para outro, logo encontrando um forte interesse, desde as igrejas até a sociedade, passando por famílias e indivíduos. A característica que o torna tão interessante aos olhos de muitos é a capacidade de ser versátil em qualquer ambiente e em qualquer circunstância. De fato, crianças e idosos podem colaborar e ela pode ser realizada em igrejas e escritórios, condomínios e ruas, escolas e hospitais, em locais aprazíveis ou em jardins”. Ao longo deste caminho, continua GLAM, “encontramos muitas pessoas entusiasmadas não só para fazer parte de um grupo de trabalho divertido, mas acima de tudo para contribuir para a concretização de grandes projetos através de pequenas ações como plantar flores, árvores ou montar uma casa de insetos em sua própria varanda. Ao ajudar os insetos a sobreviver à hostilidade de alguns lugares urbanos ou rurais cada vez mais industrializados e cada vez menos ricos em biodiversidade, a continuidade de algumas espécies é garantida”. Por tudo isto, a GLAM "tem o prazer de oferecer às Ecocomunidades o Manual 'Abelhas-Himenópteros e outros insectos polinizadores', fruto do encontro com Paolo Versari da Associação de Difusores de Plantas Amadoras (ADIPA), a quem o seu sincero agradecimento . O autor do Manual, técnico agrícola, entusiasmou a Comissão pela sua incansável actividade de projectista e curador dos 'Giardini delle farfalle'; A ADIPA, Associação aps, dedica-se há trinta e cinco anos à divulgação da cultura e das técnicas relacionadas com as plantas e à promoção de actividades úteis para o seu melhor conhecimento". Alguns metros quadrados de superfície são suficientes, escreve Versari, "para ativar uma área natural, rica em biodiversidade vegetal e animal". A introdução do volume diz: “Este manual nasceu da consciência de informar muitas pessoas sobre a biodiversidade botânica. A riqueza de espécies, flores, cores e aromas atraem centenas de espécies de insetos polinizadores: Lepidoptera, Hymenoptera, Coleoptera, Diptera. Com tantas flores, ao atrair as borboletas adultas, podemos favorecer todo o ciclo biológico. Ao plantar as várias plantas nutritivas das lagartas Lepidoptera nas nossas zonas verdes e jardins, iremos promover todo o ciclo biológico das diferentes espécies de borboletas. Desta forma vamos ajudar a reprodução dos lepidópteros (ovo, lagarta, crisálida, adulto), atraindo outros animais que se alimentam nas várias fases do desenvolvimento”. BAIXE O LIVRO AQUI: Manual Versari ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.