não é da tua conta.  Adventistas por mês educação financeira

não é da tua conta. Adventistas por mês educação financeira

Roma (NEV), 3 de outubro de 2022 – O mês da educação financeira está de volta. Como de costume, a Fundação Adventum oferece uma série de insights. De 4 a 24 de outubro, 4 webinars (em colaboração com a Clínica Antiusura e a Associação Artigo 47.º – Livre de Dívidas), intitulados “EconoMIA: cuide da sua vida”.

Os encontros, explicam os organizadores em comunicado, “têm o objetivo de fornecer ferramentas e competências para lidar e gerir as finanças familiares de forma saudável e consciente, com o objetivo último de prevenir e combater a usura e o sobreendividamento. Serão fundamentais as intervenções de especialistas na área das finanças, da educação financeira, bem como de representantes de instituições públicas”.

Entre os vários temas, também será discutido o aumento das contas.

Insights temáticos, entrevistas e conselhos práticos, juntamente com Franco Evangelistapresidente da Fundação Adventum. Louis Ciattipresidente da Clínica Antiusuria. Antonio Cajellieducador financeiro e membro do conselho da Article 47 Association – Debt Free.

Compromissos:

– 04 de outubro às 18h00

– 11 de outubro às 18h00

– 18 de outubro às 18h00

– 25 de outubro às 18h00

Você pode acompanhar os webinars ao vivo na página do Facebook

e no canal da Fundação Adventum no YouTube

Para mais informações, visite www.adventum.org

#outubrobreedufin2022


A Fundação Adventum

Fundação Advento foi fundada em 1995 pela vontade da Igreja Adventista do Sétimo Dia (UICCA) com o objetivo de prevenir a usura, educar para a legalidade, promover cursos de formação e prevenção para crianças sobre o fenômeno do superendividamento e oferecer uma solução financeira concreta para aqueles que encontram em dificuldade. “A usura é uma emergência social silenciosa, mas terrível. Ataca principalmente em momentos de crise econômica, mas está sempre presente e opera encoberto por chantagens e ameaças”, relata. AQUI.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Dia Mundial de Oração.  O material dedicado a meninos e meninas

Dia Mundial de Oração. O material dedicado a meninos e meninas

Imagem retirada dos materiais do Dia Mundial de Oração (GMP) 2023 Roma (NEV), 2 de fevereiro de 2023 – A primeira sexta-feira de março de cada ano é o Dia Mundial de Oração (PMM), a iniciativa ecumênica internacional de mulheres cristãs celebrada em mais de 170 países há mais de um século. Este ano a iniciativa decorre na sexta-feira 3 de março e no fim de semana seguinte. O material litúrgico, preparado para esta edição pelo Comitê WDP de Taiwan, foi traduzido pelo Comitê GMP italiano. Uma parte do material proposto também é dedicada a meninos e meninas, meninos e meninas, e é inspirada no versículo “Tenho ouvido falar da tua fé” (Efésios 1:15). Como no ano passado, o Serviço de Educação e Educação (SIE) da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI) propõe uma adaptação e seleção do material para nossas escolas dominicais, usando o cenário didático e gráfico da revista "The school Sunday" . Quem estiver interessado em receber o restante dos materiais litúrgicos pode entrar em contato com o comitê do GMP Italia no endereço de e-mail [email protected]. AQUI Materiais da escola dominical. ...

Ler artigo
Simona Menghini entre os 100 diretores de sucesso

Simona Menghini entre os 100 diretores de sucesso

Simona Menghini, à direita na foto, entrevista a moderadora do Tavola Valdese, Alessandra Trotta Roma (NEV), 5 de novembro de 2020 – Um comunicador protestante entre os 100 diretores de marketing e comunicação italianos de sucesso escolhidos pela revista Forbes. Formado em Economia pela Bocconi e mestre em gestão de empresas (concluído com bolsa), anos de experiência nos mais altos níveis em empresas e multinacionais, especialmente no setor de alta tecnologia, Simona Menghini é membro da Comissão de Comunicação da Mesa Valdense, do Otto per mille Valdensian e da Comissão de Evangelização. Depois de ter trabalhado durante anos numa agência de comunicação e de ter sido diretora de comunicação e marketing da Lenovo, está há mais de dois anos diretor de comunicação da Oracle, uma das maiores empresas do setor de informática. Ontem ele "descobriu" que estava entre os 100 diretores de marketing italianos de sucesso, segundo a prestigiada revista. E compartilhou a novidade com um tweet e uma postagem em seu perfil no LinkedIn, recebendo elogios de diversos colegas. Uma satisfação, para uma “viagem longa e cansativa. Uma vida no avião, até antes da pandemia. Sempre gostei de comunicação - diz Simona Menghini - e me interesso por informação desde menina. Fui jornalista freelancer, sou publicitário, e por isso, muito naturalmente, primeiro no editorial e depois no mundo da comunicação, marketing e relações públicas”. Tese em políticas de inovação da Comunidade Européia, Simona Menghini é uma das mulher autodidata, "Tive que arregaçar as mangas, tanto meu irmão quanto eu ficamos ocupados". E nesse percurso profissional de sucesso também há a história de uma aproximação ao mundo protestante. “Minha família era católica, mas senti que precisava encontrar um lugar para mim, uma igreja onde pudesse pensar por mim mesma, como cristã. Sempre senti que Jesus tinha coisas para me dizer. Mas não encontrei correspondência entre minhas questões éticas, minha experiência humana em contato com a dor e o sofrimento, e o que me foi transmitido. Então fiz uma espécie de pesquisa de marketing, diga-se de passagem, e conheci a igreja valdense”, continua Menghini. Sua abordagem do mundo protestante é, na verdade, uma história dentro da história: “Não havia internet então, então procurei nas páginas amarelas da época os nomes das igrejas que queria “analisar”, como se estivesse fazendo um estudo setorial. Fui a um templo valdense, o de Milão, que é minha cidade e comunidade que ainda frequento, mas me enganei no endereço. Entrei pela via della Signora, que fica atrás do pastor, que estava Salvatore Ricciardi. Sentei-me e ouvi, e finalmente me pareceu que estava no lugar certo. Então, no domingo seguinte, voltei ao culto”. Desde então tornou-se valdense, e com os valdenses encontrou um lugar e um espaço simbólico e religioso "onde posso dizer em voz alta o que penso". “Compreendi que se salva porque se crê, se salva pela graça e não porque se é melhor que os outros – prossegue -. Eu entendi perfeitamente o significado do Parábola dos trabalhadores de horas diferentes (Mateus 20, 1-16). Entre os comentários e elogios de que mais gostou, ao saber do reconhecimento que lhe foi dado pela Forbes, precisamente os que se referem à "ética", diria a ética protestante, "que também procuro trazer para o trabalho que faço ". As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo. ...

Ler artigo
Valorizando Revistas Culturais – Nev

Valorizando Revistas Culturais – Nev

"La Nuvola", Rome Convention Center EUR, projeto do Studio Fuksas Roma (NEV), 10 de dezembro de 2022 – “As revistas de cultura são uma garantia de liberdade, democracia e pluralismo. Não só isso, mas também uma valiosa ferramenta de formação para as classes dominantes e devemos trabalhar para que as revistas de cultura sejam mais conhecidas”. Ele afirmou isso Valdo Spinipresidente da Coordenação das Revistas Culturais Italianas (Cric), durante o debate sobre o papel das revistas culturais, junto com Paola Passarelli, diretora geral das Bibliotecas do Ministério da Cultura, Rosa Maiello, presidente da Associação Italiana de Bibliotecários e Ilaria Milana, presidente da Associação dos Livreiros de Roma, sediada na Nuvola di Fuksas, em Roma, onde decorre a Feira "Mais Livros, Mais Grátis". Ele trouxe suas saudações para a manifestação do Cric Ricardo Franco Levi, presidente da Associação Italiana de Editores. Coordenou o debate Cláudio Paravatisecretário geral Cric.“A ação do Governo, das Regiões, das autarquias para garantir que as revistas tenham espaços de exposição e debate pode ser muito importante, a começar naturalmente pela relação que estabelecemos com o Centro do Livro e da Leitura”, continuou Spini . "A anterior legislatura encerrou sem poder aprovar a lei do Livro", acrescentou, manifestando-se satisfeito pelo facto de o Ministro da Cultura, Gennaro Sangiuliano, comprometeu-se a reapresentá-lo. Com efeito, o projeto de lei da anterior legislatura fala da produção, distribuição e comercialização de livros, mas nunca consta do texto a expressão “revistas de cultura”. Valdo Spini ilustrou então o pedido ao governo de apoio às revistas de cultura, solicitando a inclusão de um artigo no projeto de lei que prevê a seguinte fórmula: "As medidas de apoio previstas neste projeto de lei estendem-se também à produção, distribuição e comercialização de revistas culturais. Por revistas culturais entende-se aquelas que nos últimos vinte anos, a partir de 2002, foram admitidas aos prêmios e menções especiais para as publicações periódicas de alto valor cultural da Direção Geral de Bibliotecas do Ministério da Cultura, ou são publicadas por Fundações ou institui os destinatários das contribuições do Ministério da Cultura nos termos da lei n. 534 de 1996". Por fim, Spini lembrou que “a presença no Più Libri, Più Liberi com um estande coletivo de revistas é possível graças sobretudo a uma contribuição de oito por mil da Igreja Valdense, que deve ser reconhecida por este precioso apoio”. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.