Notícias da Conferência das Igrejas Europeias (KEK)

Notícias da Conferência das Igrejas Europeias (KEK)

Lea Schlenker, Foto CEC

Roma (NEV), 17 de junho de 2022 – Estas são as últimas notícias da Conferência das Igrejas Europeias (KEK).


CEC à presidência francesa da UE: “Envolver as igrejas para trazer paz à Ucrânia”

Num encontro híbrido em Bruxelas com a Presidência francesa do Conselho da União Europeia, o CEC sublinhou a necessidade de reforçar o compromisso das comunidades religiosas locais na concretização da paz na Ucrânia. A CEC pode construir pontes para promover a reconciliação e a paz. Para saber mais, leia o artigo aprofundado sobre Reforma AQUI.


Relatório da Conferência sobre o Futuro da Europa

Um futuro democrático e justo para a Europa. Esta é uma das questões que preocupam as igrejas membros da CEC. Daí o engajamento direto na Conferência sobre o futuro da Europa. O secretário-geral do CEC Jørgen Skov Sørensenfala sobre isso aqui:


Lea Schlenker, Foto CEC

Lia Schlenker. Em que Europa querem viver as novas gerações de crentes?

Lea Schlenker, da Igreja Evangélica na Alemanha, é membro do Conselho Executivo do CEC. Ela também desempenha o papel de Conselheira da Juventude. Em uma de suas reflexões, ele fala sobre os desafios e oportunidades que as novas gerações de crentes estão expressando hoje e sobre como o CEC ouve suas vozes e seus pedidos. Pandemia, guerra, a importância da presença e da escuta dos jovens, são alguns dos temas que o seu estudo aborda. Leia aqui.


O treinamento KEK chega à Finlândia para garantir comunidades mais seguras e fortes

O CEC, juntamente com a Igreja Ortodoxa da Finlândia, organizou um briefing e treinamento para líderes e funcionários da igreja sobre a proteção de locais de culto. O evento decorreu no âmbito do projeto Safer and Stronger Communities in Europe (SASCE), financiado pelo Fundo de Polícia Interna da Comissão Europeia. O curso foi ministrado pela Secretária Executiva de Direitos Humanos do CEC, Elizabeta Kitanovic. O evento também contou com a presença de representantes da Igreja Evangélica Luterana e da comunidade muçulmana da Finlândia. Entre os tópicos que surgiram: as novas propostas legislativas sobre a proibição do abate ritual, circuncisão, liberdade de religião e crença, os relatórios do serviço de segurança finlandês, os riscos potenciais para a sociedade finlandesa devido a ameaças terroristas e de extrema direita. Falou-se também de minorias étnicas e religiosas, da cultura do cerco e do suprematismo branco, que incita à violência e ao colapso social. Leia aqui.


Os Conselhos Nacionais das Igrejas Europeias discutem os trabalhos e a Assembleia da CEC

Em reunião virtual, os responsáveis ​​dos Conselhos Nacionais das Igrejas Europeias reuniram-se com o Secretário Geral da CEC, Jørgen Skov Sørensen, e o Secretário Executivo, Katerina Pekridou, para discutir o futuro e, em particular, a próxima Assembleia da CEC em Tallinn. Falou-se do papel da teologia ecumênica, que transcende as fronteiras privadas, nacionais e confessionais. Também, da significativa contribuição das igrejas no discurso público e para o bem comum. Para saber mais, clique aqui.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Reflexões sob a égide do Exército de Salvação

Reflexões sob a égide do Exército de Salvação

Roma (NEV), 9 de agosto de 2022 – “Deus é… Em que palavra você pensou imediatamente? Nossa visão de Deus influencia a maneira como olhamos para nós mesmos, para os outros e para o mundo ao nosso redor”. É assim que o Exército de Salvação (EdS) apresenta uma série de episódios intitulada “Reflexões sob o guarda-chuva”.Lançada com reel nas redes sociais da EdS, a série convida você a assistir e ouvir. "Neste verão, mergulhe na palavra de Deus", diz a promoção.De acordo com o Exército de Salvação, "é incrivelmente importante construir nosso alicerce sobre quem é Deus, com base nas verdades de Sua Palavra, e não no estado temporário de nossos sentimentos".Vários compromissos durante as semanas de verão, para aprender sobre as palavras e atributos de Deus: "Não importa quais tenham sido suas experiências com Deus, os cristãos ou a igreja, saiba disso: o Deus do universo criou você, Ele o ama e está procurando ativamente por você” escreve a EdS.Para acompanhar as reflexões sob o guarda-chuva, pesquise nas redes sociais EdS. As palavras exploradas até agora são: a trindade. A asseidade. Imutabilidade. O infinito. Santidade. O Exército de Salvação (EdS) A EdS é membro da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI) e nasceu na Inglaterra em 1865 por William Booth, um ex-pastor metodista, para atender às necessidades espirituais e materiais das massas do nascente proletariado industrial que lotava as grandes cidades da Inglaterra, exploradas naquela época além da imaginação. A sua organização, essencialmente episcopal, estrutura-se em torno da metáfora militar, de onde deriva o seu nome, "Exército de Salvação", em inglês The Salvation Army, onde os membros são denominados "soldados" e os pastores "oficiais" com várias patentes (principalmente tenente, capitão e major). Na Itália, a EdS iniciou seus trabalhos em 1887, quando o capitão James B. Vint abriu o primeiro corpo em Roma. Em 1892, o próprio William Booth veio para a Itália e a obra rapidamente se espalhou para o norte, e depois para o sul, na Campânia, Puglia, Lucania, chegando finalmente à Sicília no primeiro pós-guerra. O reconhecimento como instituição moral pelo Presidente da República ocorreu em 1965. Em 2009 obtiveram o reconhecimento como associação de culto com o nome "Exército de Salvezza na Itália". Hoje está presente em cerca de 40 localidades e conta com cerca de 2.000 fiéis. Para visitar o site clique AQUI ...

Ler artigo
Empatia.  Escuta, dúvida, misericórdia

Empatia. Escuta, dúvida, misericórdia

Pablo Picasso. Menina com pomba (detalhe) 1901. Imagem escolhida pela Comissão para a Globalização do Meio Ambiente para a Temporada da Criação 2022 Dossiê sobre empatia Roma (NEV), 21 de junho de 2022 – Está pronto o Dossiê da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI) para o Tempo da Criação 2022. Título: “Empatia. Escuta, dúvida, misericórdia”. O documento contém ideias homiléticas, meditações, liturgias, materiais e percepções. É dirigido a todas as igrejas federadas, mas não só. Cada pessoa e comunidade interessada no período litúrgico conhecido como "Tempo da Criação" poderá encontrar nas páginas do Dossiê alimento para reflexão e ferramentas preciosas para compartilhar. O "Tempo da Criação" é um período litúrgico ecumênico que começa todos os anos em 1º de setembro e termina em 4 de outubro, e que teve seus primeiros passos com a Assembleia Ecumênica Européia em Graz (Áustria) em 1997. a Comissão GLAM da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália vem propondo um dossiê temático, este ano justamente sobre o tema da empatia. “Este Dossiê – lê-se na introdução –, tal como o anterior, está marcado temática e conteúdo pelos vestígios dos tempos que investiram a população mundial desde 2020 ao nível da saúde e da estabilidade do tecido social, este último especialmente no Norte Global. A sustentabilidade da globalização, na fase de recuperação dos fluxos de mercadorias perturbados pelas políticas de contenção do vírus, recebe mais um golpe com a guerra na Ucrânia: para a Europa a conversão das energias fósseis é ainda mais urgente. Num clima tão carregado de tensões e ameaças, GLAM apresenta a proposta de reflexão sobre a categoria da empatia, um possível auxílio para estabelecer relações menos esquemáticas". GLAM também fala de humanidade, dignidade, emoções e sentimentos. E observa que a 11ª Assembleia do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), intitulada “O amor de Cristo move o mundo rumo à reconciliação e à unidade”, acontecerá precisamente na fase inicial do Tempo da Criação. É nesta linha de amor que a GLAM pretende dar o seu contributo. Para baixar o Dossiê completo, clique abaixo: Dossiê TDC 2022 – EMPATIA Introdução – Comissão de Globalização e Meio Ambiente Sugestões homiléticas, meditações Empatia ecológica? A necessidade de uma nova linguagemHanz Gutiérrez Quem é sábio e inteligente entre vocês?Tiago 3, 13-18Antonella Visintin Rotigni Elementos empáticos na BíbliaAndreas Köhn Liturgias Maria Elena Lacquaniti Materiais A empatia como ferramenta para olhar e ver a criaçãoTheresa Isenburg Andar com os pés nos sapatosMaria Elena Lacquaniti Entrevista com Antonella Scuderi e Ivano De Gasperis, um casal empático na vida, na fé, na sociedadeEditado por Maria Elena Lacquaniti Empatia na era da tecnologia de massaBriga Gerard Empatia, natureza, o humano e a féÉmile Florio Precisamos compartilhar o pão da democracia, da liberdade e dos direitos humanosMaurício Bolognetti Para saber mais Jean-Philippe Faure – Céline Girardet, Empatia, No coração da comunicação não violentaPaul Krieg ...

Ler artigo
Cristãos Contra a Tortura (ACAT): “Silenciem as armas”

Cristãos Contra a Tortura (ACAT): “Silenciem as armas”

Roma (NEV), 18 de março de 2022 – A Ação dos Cristãos pela Abolição da Tortura (ACAT Itália) também se une ao grande coro de orações pela paz. E pede "que as armas sejam silenciadas, que a diplomacia faça o seu caminho, que o direito internacional seja respeitado e os civis sejam salvaguardados, que se façam esforços para acolher os refugiados, sem qualquer distinção, e que os manifestantes detidos sejam libertados na Rússia, culpados de terem protestado contra a guerra”. A associação fala da guerra como um crime absoluto contra a humanidade e da negação total dos direitos humanos universalmente reconhecidos. “Nunca a guerra esteve tão perto do velho continente e nunca como agora corre o risco de degenerar num conflito muito maior com consequências catastróficas – lê-se no site da ACAT -. E talvez seja por isso que o vemos. Olhamos para o rosto dela como se fosse a primeira vez. Vemos as cidades destruídas, os prédios fumegantes, o medo nos olhos das crianças, os gritos de dor, a agonia dos que perderam tudo, os refugiados em fuga. Nós vemos o horror." E, no entanto, continua o texto, “já vimos este horror muitas vezes, mesmo em tempos recentes, sem nunca realmente querer olhar para ele. Vimos isso no Afeganistão, no Iraque, na Síria, na Líbia, em várias partes da África, no Iêmen (onde se arrasta uma guerra sangrenta e uma das mais graves crises humanitárias do mundo há 7 anos). Nós o vimos e o vemos pintado nos rostos e corpos exaustos de milhares de refugiados que continuam pressionando, ainda hoje, nos portões da Europa para serem rechaçados novamente. E vemos isso, agora, nos olhos e rostos dos refugiados ucranianos”. UM GATO A ACAT é uma associação cristã ecumênica que atua contra a tortura e a pena de morte, trabalhando ao lado de todos aqueles que têm os mesmos objetivos e promovem os direitos humanos. Formalmente fundada na primavera de 1987, graças à contribuição da igreja valdense de Roma e do movimento "Rinascita Cristiana", a filial italiana da Ação dos Cristãos pela Abolição da Tortura deve-se à inspiração do pastor valdense Túlio Vinay, entre os primeiros na Europa a denunciar a violência sofrida pelos presos políticos no Vietnã. Desde o início, a ACAT optou por operar em uma base ecumênica, reunindo protestantes, católicos, ortodoxos e outras confissões cristãs dispostas a rezar e agir juntos. Entre as últimas batalhas da história da agremiação, destaca-se a contra a pena de morte. Desde 2008, a ACAT instituiu um prêmio de graduação para teses sobre tortura e pena de morte com o apoio, entre outras coisas, de 8×1000 das igrejas metodista e valdense. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.