Marrocos.  10 anos de atividade do Instituto Ecumênico de Teologia Al Mowafaqa

Marrocos. 10 anos de atividade do Instituto Ecumênico de Teologia Al Mowafaqa

Imagem retirada de www.almowafaqa.com

Roma (NEV), 17 de março de 2023 – O Instituto Ecumênico de Teologia Al Mowafaqa (que em árabe significa “o acordo”) celebra dez anos de vida este ano. O Instituto nasceu por iniciativa das Igrejas Evangélica e Católica de Marrocos e é apoiado pela Faculdade de Teologia Protestante da Universidade de Estrasburgo e pelo Institut Catholique de Paris. Nos últimos anos, a colaboração também se expandiu para a Universidade Católica da África Central em Yaoundé, Camarões. O Instituto formou mais de 350 alunos de trinta países, tanto na perspectiva ecumênica quanto na de diálogo com o Islã.

Para este aniversário, entre ontem e hoje, decorre em Rabat uma conversa sobre o tema “Minorias religiosas no Mediterrâneo e na África subsaariana. O desafio, a força e a graça de ser minoria”. O professor de ética está presente de Estrasburgo Frédéric Rognon.

Pedimos à pastora Elizabeth Ribetdoutor em teologia protestante na Universidade de Estrasburgo, onde leciona teologia prática e ética, seu comentário sobre a história deste Instituto.

“É uma experiência verdadeiramente única no seu género – diz-nos o Pr. Ribet -. A Faculdade de Teologia Protestante colabora ativamente na vida da universidade, financeiramente e certificando diplomas. O reconhecimento na França e, portanto, na Europa, da qualificação garante que as trocas lucrativas possam ser ativadas. Um professor de Estrasburgo é membro do Conselho Científico, e outros viajam para lá todos os anos para liderar as sessões de treinamento ao lado de um colega católico. Além disso, os alunos do Al Mowafaqa têm acesso a cursos online em Estrasburgo. Esses interlocutores representam um verdadeiro diálogo. Podemos olhar para o mundo graças aos estudantes da África subsariana, com estágios e mestrados que ligam o Quénia a Estrasburgo, só para dar um exemplo”. Em suma, conclui Ribet, trata-se de um contexto interessante e “verdadeiramente intercultural e ecumênico”.

O site do Instituto fala de uma “abordagem ecumênica de aprendizado”, mas também de perspectivas Norte-Sul e da possibilidade de uma descoberta do Islã em uma sociedade muçulmana. O Instituto Ecumênico de Teologia Al Mowafaqa oferece formação universitária para o Bacharelado em Teologia na Faculdade de Teologia Protestante de Estrasburgo ou no Instituto Católico de Paris. Os temas de estudo vão desde as ciências bíblicas até a exegese do Antigo e do Novo Testamento, línguas bíblicas (hebraico e grego), teologia sistemática (dogmática, eclesiologia), mas também filosofia, ética, história e teologia prática. Além disso, fala-se de “formação ecumênica original”, como define o próprio Instituto. De fato, a maioria dos cursos de teologia são ministrados por dois professores juntos, um católico e outro protestante, em uma única sessão. Os alunos são protestantes (de todas as Igrejas) e católicos. Cada aluno segue toda a aula também ouvindo a voz da outra confissão.

O encontro destes dois dias prevê as conclusões do arcebispo de Rabat, o cardeal Cristobal López Romerodo que com a pastora Karen Smith, Presidente da Igreja Evangélica no Marrocos, juntos ocupam a Presidência do Instituto. Em vez disso, o pastor é o diretor do Al Mowafaqa Jean Kulagna.


Para saber mais

Sobre o significado de ser uma minoria religiosa na África mediterrânea e subsaariana, leia também o artigo de Alessandro Di Bussolo em Vaticannews.va.

Abaixo, o tweet de lançamento da iniciativa e a gravação de parte da entrevista.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Lamento, Esperança e Coragem – Nev

Lamento, Esperança e Coragem – Nev

Capa da Revisão Anual do WCC 2021. Foto: WCC Roma (NEV), 4 de maio de 2022 - "Não devemos ter medo, não devemos nos desesperar quando vemos o que está acontecendo em nosso mundo hoje, mas enfrentá-lo com coragem". Com estas palavras, Ioan Sauca, secretário-geral interino do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), apresenta o relatório anual da organização, publicado ontem, 3 de maio, no site oikoumene.org. Em particular, o texto traça o compromisso das igrejas protestantes pela paz na Ucrânia, de 24 de fevereiro até hoje. “Tendo visto o impacto do conflito nos rostos dos refugiados que chegam aos países vizinhos e estando cientes da situação e dos perigos para os civis ainda presos e incapazes de fugir, enfatizamos fortemente a necessidade urgente de corredores humanitários eficazes e seguros para permitir a população para fugir dos combates”, continua a nota. Antes da escalada do conflito na Ucrânia, em 2021, a comunidade do Conselho Mundial de Igrejas “reuniu-se em oração de forma inédita”, prossegue Sauca, referindo-se às mudanças impostas pela pandemia. “Acredito que Deus ouviu nossas orações. Pedimos a Deus coragem e sabedoria. Confiávamos na promessa de Deus de vencer qualquer coisa que surgisse em nosso caminho. E passamos por muita coisa. Perdemos muitas pessoas na família ecumênica devido ao Covid19 e além. Em meio a essa tristeza, talvez até por causa dessa tristeza, cresceu um novo compromisso de compaixão ativa uns pelos outros. Se a pandemia atingiu todas as regiões do nosso planeta, também revelou nossa inesperada vulnerabilidade e interdependência”, conclui o secretário-geral do CMI. Aqui o texto completo do relatório anual do Concílio Ecumênico. ...

Ler artigo
O Pacto de Silêncio de Laura Wandel vence o Prêmio Tertio Millennio

O Pacto de Silêncio de Laura Wandel vence o Prêmio Tertio Millennio

Um frame do filme "O pacto do silêncio" de Laura Wandel, vencedor da XXVI edição do Tertio Millennio Film Fest Roma (NEV), 21 de novembro de 2022 – Encerrou a XXVI edição do Tertio Millennio Film Fest (TMFF), festival de cinema de diálogo inter-religioso. O TMFF conta com o patrocínio de três Dicastérios da Santa Sé e de várias entidades e organizações, entre as quais a Associação de Cinema Protestante "Roberto Sbaffi". O festival envolve as comunidades católica, protestante, judaica, islâmica, hindu e budista. Título desta edição: "A volta de Caim?". Os prémios do TMFF "A Aliança do Silêncio" por Laura Wandel é o melhor filme. “Lili Alone” de Zou Jing é o melhor curta-metragem. Menção especial para “Aqueles dois – Edda e Galeazzo Ciano” de Wilma Labate e para “Warsha” de Dania Bdeir. Também foram premiados o Prêmio da Crítica e o Prêmio do Júri New Sguardi (clique aqui para ler todos os prêmios). COMPETIÇÃO DE LONGA-METRAGEM O júri das longas-metragens é presidido por Susanna Nicchiarelli e é composto por: Thomas TorelliDelegado da União Budista Italiana. Marina PipernoDelegado da União das Comunidades Judaicas Italianas (UCEI). Wael FarouqDelegado da Comunidade Religiosa Islâmica Italiana (COREIS), Adam AntonacciDelegado da Associação de Cinema Protestante. Prêmio Tertio Millennio Film Fest de melhor longa-metragem para "O Pacto do Silêncio", de Laura Wandel. Motivação: “Por nos ter mergulhado no mundo de uma menina, por nos ter contado como a infância pode ser atormentada e por nos ter oferecido, no final, um vislumbre de luz, uma luz necessária”. Menção especial para “Quei due – Edda e Galeazzo Ciano” de Wilma Labate: “Pela habilidade e inventividade com que cruza a história pessoal e a memória coletiva, narrando as personagens num crescendo dramático de circunstâncias de grande relevância e interesse”. COMPETIÇÃO DE CURTAS O júri da curta-metragem é presidido por Cyrus De Caro e é composto por: Vittorio Emanuele AgostinelliDelegado Pátio dos Gentios. jade brunoDelegado da União Budista Italiana. Adam BerardiDelegado da Comunidade Religiosa Islâmica Italiana (COREIS). Naomi Evelyn HondreaDelegado da Associação de Cinema Protestante. Prêmio Tertio Millennio Film Fest de melhor curta-metragem para “Lili Alone” de Zou Jing. Motivação: “Por ter conseguido contar com delicadeza, respeito e amor por uma personagem feminina forte e frágil ao mesmo tempo, pela pureza do olhar cinematográfico com que destaca as sombras até nos aspectos mais concretos de um distante e no ao mesmo tempo realidade muito próxima; por ter tirado corajosamente e sem julgamento o véu de um assunto que pode ser divisivo, colocando no centro a mesma pessoa que muitas vezes – em situações em que as mulheres se veem vendendo seus corpos – se perde. Por fim, por nos fazer refletir sobre os diferentes valores dados à vida e sobre as respostas de uma única mulher com quem não podemos fazer nada além de simpatizar; decidimos premiar Lili Alone como melhor curta-metragem: uma obra que, graças ao realismo do olhar, à crueza da direção e ao rigor com que o autor a encena, nos faz viver um drama sem querer consolar ou absolver , mas tem o mérito de nos deixar inquietos e cheios de dúvidas”. Menção especial para “Warsha” de Dania Bdeir: “Por conseguir mostrar uma visão bem-sucedida da rotina de um dia típico de um protagonista que esconde sua verdadeira essência até se ver dominando a cidade do alto de um perigoso guindaste e se abandonando ao chamado da música. Pela habilidade com que o curta-metragem consegue prender o espectador desde os primeiros quadros, com um ritmo crescente que o mantém colado por toda a duração. E porque a narrativa fala ao discurso atual sobre a fluidez do género ao colocá-lo num contexto em que é visto como um pecado ou uma coisa proibida, queremos recompensar Warsha com uma menção. Mohammed é um sírio que vive no Líbano, um trabalhador que adoraria se maquiar e dançar de macacão justo e salto agulha; isso não compromete sua devoção a Deus, demonstrada com a oração no guindaste, no final do curta. É o retrato de todos nós, cada um com as suas nuances, compromissos e aparentes contradições”. ...

Ler artigo
A nova chamada para o funcionalismo público

A nova chamada para o funcionalismo público

Foto do site da Diaconia Valdense - Culto jovem Roma (NEV), 21 de dezembro de 2022 - Começa a nova convocação de voluntários e voluntários da função pública. Também este ano estão disponíveis duas vagas na Federação das Igrejas Protestantes da Itália, em Roma, no âmbito do programa de migrantes e refugiados, Mediterranean Hope. Os projetos são realizados junto ao Csd Diaconia Valdese, órgão credenciado no Cadastro de Órgãos da Função Pública Universal. O CSD gerencia projetos no âmbito das estruturas das Igrejas Metodista e Valdense na Itália e de instituições parceiras com as quais mantém relações de colaboração de dez anos. A chamada expira às 14h do dia 10 de fevereiro de 2023. Os projetos de serviço público universal têm a duração de 12 meses, podem ser realizados por rapazes e raparigas entre os 18 e os 28 anos inclusive, uma vez na vida (com exceção dos que tenham exercido função pública ao abrigo do programa Garantia para a Juventude), e são recebe um salário de 444,30 euros por mês. Mais informações para se inscrever na página ad hoc do site da Diaconia com detalhes. O concurso público em questão inclui os seguintes projetos da Diaconia Valdense para um total de 61 lugares: 28 no Piemonte, 10 na Sicília, 15 na Toscana, 4 na Lombardia e 4 no Lácio. Os projetos a seguir indicados inserem-se em quatro programas de intervenção distintos: “O velho e a criança”, “Neverland”, “A força da comunidade” e “Além do obstáculo” e são realizados em coprogramação com a Confcooperative, Legacoop e outras entidades. As fichas resumo dos projetos estarão brevemente disponíveis nesta mesma página. Um sulco ao longo do rosto Código do projeto: PTXSU0019022012924NMTX 2 vagas na Creche dos Velhos de San Germano Chisone (TO), Via Carlo Alberto Tron 27 – Código Sede: 178917 2 vagas no jardim de infância valdense em Luserna San Giovanni (TO), Via delle Scuole 11 – Sede código: 178885 3 vagas no Uliveto di Luserna San Giovanni (TO), Strada Vecchia di San Giovanni 93 – Código do local: 178964 2 vagas no Refúgio Re Carlo Alberto em Luserna San Giovanni (TO), Località Musset 1 – Sede código: 178955 1 vaga na Casa Valdese delle Diaconess em Torre Pellice (TO), Viale Gilly 7 – Código local: 178918 1 vaga no Serviço de Adultos e Territórios de Torre Pellice (TO), Via Angrogna 18 – Código Sede: 178959 Oh mamãe Código do projeto: PTXSU0019022012922NXTX 1 vaga no serviço Juventude e Território em Luserna San Giovanni (TO), Via Fuhrmann 23 – Sede código: 178973 1 vaga no Voluntariado em Luserna San Giovanni (TO), Via Fuhrmann 23 – Código Sede: 178999 2 vagas no Centro BUM em Pinerolo (TO), Via Bogliette 20 – Código Sede: 178893 1 vaga no Centro Ecumênico Ágape em Prali (TO), Borgata Agape 1 – Sede código: 178881 mundo inteiro fora Código do projeto: PTCSU0019022012925NXTX 1 vaga na Assessoria de Comunicação DVV na Torre Pellice (TO), Via Angrogna 18 – Código Sede: 178958 1 vaga no Centro Culturale Valdese em Torre Pellice (TO), Via Beckwith 3 – Código local: 178970 1 vaga na Radio Beckwith Evangelica em Luserna San Giovanni (TO), Via Fuhrmann 23 – Sede código: 178985 1 lugar no Centro Cultural Protestante de Turim, Corso Vittorio Emanuele II 23 – Sede código: 178894 Eu gostaria de levantar você Código do projeto: PTXSU0019022012923NXTX 2 vagas no Refugee Office of Villaholland em Luserna San Giovanni (TO), Via Fuhrmann 23 – Código da sede: 178997 2 vagas no Refugee Office em Pinerolo (TO), Via Bogliette 20 – Código Sede: 178996 Uma bagagem de fantasia Código do projeto: PTXSU0019022013630NXTX 2 vagas no Il Passo Social Point em Turim, Via Nomaglio 8 – Código da sede: 178974 2 vagas no Escritório dos Corredores Humanitários de Torino, Via Renato Martorelli 15 – Código da Sede: 178995 Você encontra a estrada sozinho Código do projeto: PTXSU0019022010894NMXX 4 vagas nos Serviços de Inclusão de Milão, Viale Lombardia 25 – Código Sede: 178912 Este é o caminho Código do projeto: PTXSU0019022010895NXX 2 lugares nos Serviços de Inclusão de Roma, Via di Torre Spaccata 161 – Sede código: 178989 2 posições nos escritórios da FCEI em Roma, Via Firenze 38 – Código da sede: 178966 Segunda estrela a direita Código do projeto: PTXSU0019022010892NMXX 4 vagas nos serviços sociais do Centro Diaconal La Noce de Palermo, Via Giovanni Evangelista di Blasi 12 – Sede código: 178895 2 vagas na escola primária do Centro Diaconale La Noce de Palermo, Via Giovanni Evangelista di Blasi 12 – Sede código: 178899 Direto de manhã Código do projeto: PTXSU0019022010893NMXX 4 lugares na Casa Valdese di Vittoria (RG), Via Giuseppe Garibaldi 60 – Sede código: 179002 Chamas nos olhos Código do projeto: PTXSU0019022010891NXX 3 vagas no Gould Institute – Comunidade Arco e Colonna de Florença, Via Maffia 43 (código do assento: 178931) 2 vagas no Gould Institute – Limonaia day center em Florença, Via de' Serragli 49 (Código do site: 178948) 1 vaga no Gould Institute – Projeto para UASC La Fonte em Florença, Via de' Serragli 49 (Código do site: 178952) 1 lugar na Comunidade Airone de Florença, Via Santa Maria 3 – Sede código: 178949 2 vagas no Instituto Ferretti de Florença, Via Silvio Pellico 2 – Sede código: 178933 1 vaga no projeto Ulisse em Florença, Via Bernardino Ramazzini 14 – Código da sede: 178980 1 posição no projeto Nautilus Fonderia em Florença, Via della Fonderia 77 – Código da sede: 178981 Gotas de memória Código do projeto: PTXSU0019022010899NXX 3 vagas na casa de repouso Il Gignoro em Florença, Via del Gignoro 40 – Código da sede: 178941 1 lugar na área adulta de Florença, Via de' Serragli 49 – código da sede: 178950 ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.