Temporada da Criação 2023. O Dossiê da Comissão GLAM

Temporada da Criação 2023. O Dossiê da Comissão GLAM

A Penitente Madalena de Bartolomé-Esteban Murillo

Roma (NEV), 5 de junho de 2023 – Como todos os anos, a Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes na Itália (FCEI) propõe o “Dossiê para o Tempo da Criação”. Este ano o título é “Conversão – abraçando a mudança”. Ele contém materiais litúrgicos e insights que as igrejas e pessoas interessadas podem consultar e usar livremente.

O versículo escolhido para acompanhar o tema é retirado de Oséias 6, 1-3.

<< E eles dirão: 'Vinde, voltemos ao Eterno, porque ele nos despedaçou, mas ele nos curará; ele feriu, mas ele nos amarrará. Em dois dias ele nos dará vida novamente; ao terceiro dia nos porá de pé, e viveremos na sua presença. Conheçamos o Eterno, esforcemo-nos por conhecê-lo! Seu nascer é certo, como o da aurora; ele virá a nós como a chuva, como a chuva da primavera que rega a terra'.>>

O ponto de partida que animou as reflexões, explica GLAM, é o documento divulgado pela Assembleia do Conselho Ecumênico de Igrejas (CEC) 2022 “O Planeta Vivo – por uma comunidade global justa e sustentável” que abre com estas palavras: “Juntos acreditamos… a terra é do Senhor e tudo o que ela contém… Uma compreensão antropocêntrica estreita de nossa relação com a Criação, que deve ser revisada em uma compreensão de toda a vida, para alcançar um ecossistema global sustentável. Somos todos interdependentes em toda a criação de Deus.Como o amor de Cristo move o mundo à reconciliação e à unidade, somos chamados à metanóia e a uma relação renovada e justa com a Criação, que se expressa na nossa vida prática”.

“Conversão”, escreve GLAM, é “um tema complexo porque está exposto a uma infinidade de temas entre os quais escolhemos alguns: somos chamados a uma conversão à justiça, ao bem-estar global, às fontes renováveis ​​e à linguagem”.

Para além dos dossiês anteriores, este ano existe uma secção de testemunhos “que consideramos aberta a contribuições que qualquer pessoa pode enviar e que serão recolhidas juntamente com o dossiê”.

Download: Tempo de Criação – Dossiê 2023.

O Dossiê GLAM está disponível desde 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, simultaneamente com o lançamento do Guia Oficial das Celebrações do Tempo da Criação 2023. Líderes religiosos ecumênicos de todo o mundo, justamente neste dia, apresentaram o Guia e celebraram a preparação para este tempo litúrgico. O Tempo da Criação acontece de 1º de setembro a 4 de outubro e envolve cristãos de todo o mundo e de todas as tradições, que rezam e agem para proteger o meio ambiente. O título desta edição, mundial, é: “Que a justiça e a paz fluam”.

Também nesta data, a Comissão Mundial de Igrejas Reformadas (CMCR-WCRC) lançou sua Década pela Justiça Climática. Fê-lo durante um webinar centrado no tema: “Aprender com a terra: testemunhar a justiça climática”.

Para mais informações e para compartilhar suas histórias de conversão no Dossiê GLAM, escreva [email protected]

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

União Batista da Itália se une ao apelo pela paz na Ucrânia

União Batista da Itália se une ao apelo pela paz na Ucrânia

Sunguk Kim, antisplash "A guerra e a violência nunca são justas, e o aniversário de um ano de conflito na Ucrânia nos lembra que a paz é um bem precioso que devemos proteger e promover" escreve o presidente da UCEBI, João Paulo Arquidiáconona carta de aceitação. “A invasão russa da Ucrânia é uma clara violação da Carta da ONU e do direito internacional. Como cristãos, devemos testemunhar o amor, a justiça e a paz de Deus e, por isso, convidamos todos os membros das igrejas da UCEBI a se unirem às iniciativas da 'Europa pela Paz' e a promover mobilizações nas cidades italianas e europeias - sim ainda lê No texto -. Apelamos ao cessar-fogo, ao diálogo e às negociações de paz para construir uma Europa segura e pacífica para todos, e queremos mostrar a nossa solidariedade com o povo ucraniano e com todas as vítimas da guerra, violência, repressão e discriminação em todo o mundo. , devemos defender a paz e a justiça e apelamos a todos para que façam a sua parte para acabar com a guerra na Ucrânia e construir um mundo melhor para todos. Rezamos pela paz e nos unimos a todas as pessoas de boa vontade na promoção da solidariedade, do diálogo e da paz”. Ainda hoje, em Roma, na igreja batista da via del Tatro Valle, acontece também um momento de espiritualidade compartilhada organizado conjuntamente pela Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI) e pelo Interfaith Center pela Paz (CIPAX), com o lema "Esta guerra tem de acabar!". ...

Ler artigo
Milão, a livraria Claudiana entre as lojas históricas

Milão, a livraria Claudiana entre as lojas históricas

Roma (NEV), 18 de outubro de 2022 – A Livraria Claudiana de Milão é uma das 35 novas 'lojas históricas' premiadas ontem pela Prefeitura da capital lombarda. 'Oficinas históricas' são atividades comerciais que operam há pelo menos 50 anos no mesmo setor de produtos. Ontem, segunda-feira, 17 de outubro de 2022, foi realizada a tradicional cerimônia de premiação no Palazzo Marino, na presença do prefeito, José Salae o Conselheiro para o Desenvolvimento Econômico, Alessia Cappello. O município milanês, com resolução de 2004, estabeleceu o Registro de Lojas Históricas "[…] com o objetivo de proteger e defender as atividades comerciais e artesanais com fortes raízes urbanas que confiram valor a bens culturais e em risco de extinção”. Ontem, portanto, às mais de 500 atividades comerciais já inscritas neste Registo, juntaram-se mais 35, algumas com mais de cem anos de história. A livraria Claudiana, em Milão, é a única do grupo e foi apontada pelos participantes da cerimônia como um dos mais importantes centros culturais da cidade. Todo o grupo que atualmente trabalha na livraria da via Francesco Sforza (Martina Bianchi, Samuele Carrari, Rebeca Malla) E Samuele Bernardinilivreiro histórico da Claudiana, que a comandou por mais de quarenta anos. "A livraria Claudiana de Milão abre suas portas na cidade no final de 1968 - declara Samuele Carrari - por isso, em 2019, passados ​​os 50 anos necessários, achamos importante declinar, mesmo que simbolicamente, a importância dessa atividade através a inscrição em tal registo. Sempre reconhecida e apreciada como um polo secular e de diálogo, aberto a todos e todas aqueles que desejam “combater o analfabetismo religioso, que muitas vezes antecipa o analfabetismo democrático”, a livraria sempre teve importância na cidade. Mas é em momentos difíceis como os que enfrentamos nos últimos anos - a instrução da prática remonta a 2019, pouco antes do início da pandemia, com tudo o que significou e ainda hoje significa - que símbolos como estes (as livrarias Claudiana também foram recentemente inscritas no Cadastro de Biblioteca de Qualidade do Ministério da Cultura, DDG n. 561 de 01.08.2022) elas servem para lembrar que lugares como a nossa biblioteca são importantes, pedaços da nossa cidade: devem por isso ser frequentado e vivido, resistindo à tentação, quando não ao medo real, de ficar encerrado em casa". Ontem, acrescenta, "também significou muito para quem lá trabalha na livraria e, sendo uma livraria também o espelho de quem a vive, o que só podia ser um símbolo torna-se agora um importante reconhecimento, até porque foi feito pelos representantes dos cidadãos. O que faremos agora é partilhar este momento com todos aqueles que apoiaram (e apoiam) a biblioteca nos últimos anos, talvez com um dia de festa, através do qual fique ainda mais evidente a importância dos nossos lugares e a energia com que defendemos eles". ...

Ler artigo
O Grande Catecismo de Lutero.  Ferrario no Festival de Literatura Histórica

O Grande Catecismo de Lutero. Ferrario no Festival de Literatura Histórica

Roma (NEV), 6 de abril de 2023 - Fulvio Ferrariopastor valdense (professor de teologia sistemática na Faculdade de Teologia Valdense de Roma), será o convidado da primeira edição do Festival de Literatura Histórica de Legnano, intitulado "A história nas entrelinhas". Por ocasião da reimpressão do Grande Catecismo de Lutero para a editora ClaudianaFerrario ilustrará a história de Lutero, a Reforma e suas implicações no mundo contemporâneo. "Dê-me um martelo. Lutero e a Reforma” é o título da sessão dedicada ao reformador. A nomeação é em Legnano (MI) para Sábado, 15 de abril, às 19h. Não há nenhum livro meu em que eu me reconheça verdadeiramente, exceto talvez aquele sobre eu sirvo a vontade e a Catecismo. Martinho Lutero “A reforma do século XVI é, fundamentalmente, um poderoso esforço de alfabetização bíblica – lê-se na apresentação ao Catecismo Maior -. EU'Enquirídio ou Pequeno Catecismo e a catecismo alemão ou Grande Catecismo, ambos de 1529, são concebidos nesta perspectiva. EU'Enquirídioatravés de um rigoroso compromisso de síntese e de uma acurada arquitetura interna, apresenta em poucas páginas o que um cristão e uma cristã devem saber: Mandamentos, Credo, Pai Nosso, significado do batismo, confissão dos pecados e Ceia do Senhor”. Poucos textos como este "contribuíram para moldar a fé evangélica - continua o texto -. Já no século XVI foi traduzido para muitas línguas, inclusive o italiano. Em 1555 olímpia morato (ou morata), nobre italiana de sentimentos evangélicos, pediu Pier Paolo Vergério traduzir o livro para o italiano, para que seja de grande utilidade «para os nossos italianos, especialmente para os jovens». Vergerio não pôde conceder o pedido, nem outros depois dele. O que apresentamos é a primeira (e por enquanto única) tradução para a nossa língua”. O apresentado por Claudiana é a segunda edição atualizada com a adição do texto original em alemão. FORMA. Martinho Lutero (1483-1546) Para saber mais: ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.