“Construindo juntos o futuro luterano”

“Construindo juntos o futuro luterano”

Cordelia Vitiello
Cordelia Vitiello, Jerusalém 2022. Ao fundo o Monte das Oliveiras

Roma (NEV), 28 de junho de 2022 – O Conselho da Federação Luterana Mundial (WLF) concluiu recentemente em Genebra. Nós perguntamos Cordelia Vitiellomembro do Conselho e representante legal do Consistório da Igreja Evangélica Luterana na Itália (CELI), para nos contar sobre essa experiência.

“Reencontramo-nos pessoalmente depois de dois anos – disse Cordelia Vitiello -. Foi a primeira experiência do novo Secretário Geral, Rev. Anne Burghardt. o arcebispo Panti Filibus Musapresidente da FLM, abriu oficialmente a reunião na assinatura dos versículos de Colossenses 1:9-20”.

A agenda é sempre muito densa e, em particular, houve um foco no planejamento da próxima Assembleia Geral a ser realizada em 2023 em Cracóvia sobre o tema da identidade luterana e das mulheres nos ministérios ordenados (“Lutheran Identity and women in ordenado minister”) . Além disso, informou Vitiello, foram discutidos os relatórios das diversas Comissões.

“Meu mandato mudou – disse Vitiello -, sendo primeiro na comissão de Serviço Mundial (braço humanitário/operacional da Federação) e agora na de Advocacia e Voz Pública, onde cuidaremos de fortalecer o serviço e o trabalho da igrejas em seu território, à luz das reflexões realizadas nos últimos anos. Entre os temas mais debatidos, a guerra na Ucrânia. A Federação Luterana Mundial conclama o mundo inteiro a orar pelo fim de todos os conflitos. Tivemos também presente no Concílio um jovem luterano russo, que se absteve durante a discussão e cuja presença foi significativa”.

Mais desafios luteranos

O trabalho também continua em outras frentes, explicou Vitiello: “Faço parte de uma comissão do Hospital Augusta Victoria, em Jerusalém, onde fui recentemente para a primeira reunião pós-pandemia. Executamos uma variedade de programas internos. Especificamente, sou o referente do grupo para o sistema de qualidade no hospital. É uma comissão trienal, cuja tarefa já me foi confiada no ano passado pelo anterior Secretário-Geral Martin Junge, como também sou presidente da Fundação Evangélica Betânia e do Hospital Evangélico de Nápoles. Na verdade, nessas funções construí uma expertise específica na área”.

Quanto à Itália e ao CELI, continuou Vitiello, “será interessante construir o futuro da igreja luterana junto com o novo reitor Carsten Gerdes. Os temas a serem abordados são centrais: a relação do consistório com as comunidades, a comunicação, a captação de recursos, o luterano Otto per mille. Em suma, trata-se de como melhorar nossa organização interna e nossa visibilidade externa. É importante para nós e para o nosso futuro”, concluiu Vitiello.


A FLM comemora este ano 75 anos de fundação. O Conselho aprovou quatro declarações públicas sobre fome, pandemias, conflito Israel-Palestina e guerras.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

O pré-sínodo da Federação das Mulheres Evangélicas

O pré-sínodo da Federação das Mulheres Evangélicas

Roma (NEV), 5 de agosto de 2021 – O Sínodo das Igrejas Metodista e Valdense está de volta e os compromissos habituais que animam também os dias que antecedem o evento. A FDEI (Federação das Mulheres Evangélicas na Itália) organiza em especial o Pré Sínodo FDEI - FFEVM (Federação das Mulheres Evangélicas Valdenses e Metodistas) no dia 21 de agosto de 2021 às 17h na plataforma zoom da Reforma. A mesa redonda, explicam os promotores, “será um momento de reflexão e confronto com um olhar para o futuro”. O tema escolhido pela FDEI e pela FFEVM para o pré-sínodo é: “Mulher e trabalho, dignidade e desenvolvimento sustentável. Como proceder, que caminho seguir, num contexto em que o trabalho se transforma e se vislumbra um lento esvaziamento de direitos? Quais podem ser as novas formas de proteção e quais são os desafios que enfrentamos?”. Eles participarão do debate Shqiponja Dostichefe do departamento de imigração da CGIL Roma e Lazio, Simona Menghinidiretor de comunicação da Oracle Italia, Antonella Visintin, coordenador da GLAM, Comissão de Globalização e Meio Ambiente da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália. Moderado Doriana Giudiciespecialista em direitos da mulher no mundo do trabalho e na sociedade. ...

Ler artigo
Relatórios GLAM

Relatórios GLAM

Um enquadramento do vídeo realizado no âmbito do projeto "terra terra" em colaboração entre EIIS, Parlamento Europeu, YouTube: rios infiltrados e rios atmosféricos, plantas-mãe, ecossistemas fluviais, ciclos hidrogeológicos, agricultura sintrópica, European Great Deal e muito mais mais 28 de junho de 2023 - Segundo episódio do serviço "La GLAM sinaliza". Dirigido pela Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), em colaboração com a agência de notícias NEV, consiste na divulgação de notícias e informações sobre, em particular, a Criação e a proteção do meio ambiente. TerraTerra: a água é plantada “Eu planto água. Se tenho dúvidas planto árvores, se tenho muitas dúvidas planto muitas árvores”. Os "Amigos da floresta" compartilham 7 estratégias para proteger os recursos hídricos: 40% da água é reciclada nas florestas e a água aumenta onde há árvores. Círculo Ártico sem gelo até 2030? Um Ártico sem gelo teria impactos enormes tanto nas sociedades humanas quanto nos ecossistemas. Ele fala sobre isso no il Fatto Quotidiano Lucrezia Parpaglioni citando pesquisas publicadas na Nature Communications. Imagem retirada de A Política Ambiental da Igreja Reformada Unida Comunidades mais verdes graças a comportamentos atentos a viagens, construções, consumos e investimentos. A Igreja Reformada Unida ativou sua Política Ambiental em janeiro de 2023, adotada na Inglaterra, Escócia e País de Gales. Leia o documento completo: Política Ambiental da URC para a Igreja Reformada Unida Temporada da Criação 2023 sobre justiça e paz Apresentação em vídeo dos materiais litúrgicos para o Tempo da Criação 2023: "Que fluam a justiça e a paz". Líderes religiosos de todo o mundo falam sobre como orar, agir e se engajar por um meia-nóia ecológica. [embed]https://www.youtube.com/watch?v=9F1i609k5Ko[/embed] Rumo a uma “teologia do companheirismo” O Conselho Mundial de Igrejas (CEC) fala de "teologia de companheirismo". Coisas? Teologia da proximidade? De amizade? Da inter-relação? De reciprocidade? De fazer amigos? Em espanhol, eles traduziram “compañerismo”… Vamos tentar investigar melhor esse conceito lendo o artigo completo de Fernando Enns traduzido para o italiano por Antonella Visintin (as notas estão presentes apenas na versão em inglês). ITA – Companheirismo – Para uma teologia ecumênica do companheirismo PT – Companheirismo – Enns 2022 – Rumo a uma teologia ecumênica do companheirismo Para saber mais: Relatório sobre as Conversas Ecumênicas na 11ª Assembleia do CMI | Conselho Mundial de Igrejas (oikoumene.org) Conversas Ecumênicas_Web.pdf (oikoumene.org) ...

Ler artigo
Génova.  Hospital Evangélico Internacional “Lado da Mulher”

Génova. Hospital Evangélico Internacional “Lado da Mulher”

Roma (NEV), 17 de abril de 2023 – A conferência “Do lado da mulher, proteção e assistência em casos de violência” é realizada em Gênova na quarta-feira, 19 de abril. Caminhos da rede regional e nacional de apoio às mulheres vítimas de violência". Organizado porHospital Evangélico Internacional de Gênova (OEIGE)a conferência envolve várias realidades, associações, centros e instituições anti-violência. A inauguração de duas bancadas vermelhas também está na agenda. Os créditos de treinamento CME são fornecidos para profissionais de saúde. Os trabalhos, que também podem ser acompanhados online a partir das 9h30, abrem com as saudações de: Bárbara Oliveri CavigliaPresidente do OEIGE; Alessio ParodiDirector Geral;Denise Ashing DardaniVice-presidente; Marinella Fulgheri, Resp. Estrutura Simples - Direcção de Saúde. Está também prevista uma intervenção do Moderador da Mesa Valdense, diácono Alessandra Trotta. Entrevistado por Daniela Churrasqueira sobre Rádio Beckwith, Barbara Oliveri Caviglia diz: “Teremos dois bancos vermelhos: um na sede de Castelletto e outro na guarnição de Voltri. É um gesto simbólico que, se por um lado quer concretamente captar a atenção de quem por ali passa, sensibilizando ainda que por pouco tempo para os feminicídios e a violência contra as mulheres, por outro quer reafirmar a atenção e o compromisso que o hospital tem com essa questão e com a mulher em geral, desde o nascimento até a velhice. Essa atenção também é reconhecida pelo Observatório Nacional de Saúde da Mulher (ONDA) que, há muitos anos, nos recompensa com selos rosaque se prestam a hospitais próximos da mulher, ou seja, onde são oferecidos serviços dedicados à prevenção, diagnóstico e tratamento das principais patologias femininas". O projeto é realizado graças às contribuições doOtto per mille da Igreja Valdense - União das Igrejas Metodista e Valdense. Acesse a entrevista completa em RBE. Descarregue o flyer com o programa completo: Paths_of_the_regional_and_national_network_in_support_of_women_victims_of_violence_-_poster_conference_19_abril_2023 Informações: [email protected] ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.