Faculdade Valdense.  Abertura do ano letivo 2021/22

Faculdade Valdense. Abertura do ano letivo 2021/22

Roma (NEV), 6 de outubro de 2021 – A abertura do ano acadêmico 2021/22 da Faculdade Valdense de Teologia (FVT) será oficialmente realizada no sábado, 9 de outubro, às 17h30, com a Prolusão na Aula Magna pelo professor Oswald Bayer (Tubinga). Tema de seu discurso: <>.

A Prolusão pode ser acompanhada em transmissão ao vivo na seguinte página: (Participação no local é limitada a pensionistas, alunos da Licenciatura em Teologia residentes em Roma, alunos Erasmus e Melantone Center, funcionários e professores do corpo docente, párocos. Green Pass necessário para log em).

Domingo 10 de Outubro, habitual Culto de Abertura, a partir das 11. Pregação do pároco Lothar Vogel. O culto é realizado na Igreja Valdense na Via IV Novembre, participação no culto de abertura somente no local.

Nos próximos dias, estão previstas várias iniciativas para a “Semana introdutória”. No site da faculdade todos os detalhes. Reportamos na segunda-feira, 11 de outubro, horário: 9 a 11, a apresentação dos cursos da Faculdade. 11-13 e 15-17, Fulvio Ferrario sobre: ​​“A teologia cristã na presença das ciências. Cinco teses. Zoom ao vivo ativado

Terça-feira, 12 de outubro, às 9h, a introdução à Biblioteca. 11-13, com Lothar Vogel sobre: ​​“Considerações históricas sobre a gênese do problema fé-ciência”. Às 15h, encontro com estudantes internacionais. Zoom ao vivo sempre para cima

Quarta-feira, 13 de outubro, de 9 com Lothar Vogel: leitura de passagens selecionadas das Cartas Copérnicas por Galileu Galileizoom direto em

Aos 18, a apresentação do livro “As palavras da fé” (de José LorizioFúlvio Ferrario Germano Marani) Por motivos de organização, por favor, confirme a participação no local enviando um e-mail para: [email protected] Green Pass necessário para acessar. Acompanhe a transmissão ao vivo em

Finalmente, na quinta-feira, 14 de outubro, haverá uma excursão para os alunos da Licenciatura em Teologia, Erasmo, Centro Melantone.

Cursos “Tudo o que você pode aprender”

Na oferta formativa da Faculdade, também os cursos abertos a todos, segundo a modalidade “All you can learn”: ao inscrever-se como “auditor” durante um ano letivo completo, tem acesso a todos os cursos indicados no FVT catálogo e programa.

Os cursos “Tudo que você pode aprender” já agendados para este ano são: História do Cristianismo na época da Reforma (1400-1650), com Lothar Vogel. Curso de teologia feminista e de gênero “Construindo a igreja juntos, pessoas de todas as cores e gêneros”, com Letizia Tomassone. “Que proveito tira o homem do esforço com que trabalha debaixo do sol? (Qoh 1,3)” – Leitura completa do Eclesiastes ou Qohelet, Curso de exegese do Antigo Testamento, com Daniele Garrone. Por fim, com Fulvio Ferrario, haverá: “Ao som da última trombeta. Introdução à doutrina cristã da esperança”. “O problema teológico na filosofia grega. Das suas origens a Sócrates”. “História da teologia moderna e contemporânea. Momentos e figuras da teologia do século XX”. “Introdução à Teologia Sistemática. Estruturas fundamentais da fé cristã”.


A Faculdade Valdense de Teologia

A Faculdade Valdense de Teologia é o instituto mais antigo da Itália para o estudo universitário de teologia evangélica. Foi fundada em 1855 na Torre Pellice (TO), e depois mudou-se para Florença para o Palazzo Salviati de 1860 a 1921, e para Roma, na via Pietro Cossa, ao lado da igreja valdense na Piazza Cavour. A Faculdade representa um ponto de encontro e diálogo, dada a participação de muitos estudantes estrangeiros e em virtude de uma acentuada sensibilidade ecuménica.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

“Paz é viver em harmonia com a Criação”.  2 de abril dia da não-violência

“Paz é viver em harmonia com a Criação”. 2 de abril dia da não-violência

Roma (NEV), 1º de abril de 2023 - A Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI) adere ao dia 2 de abril dedicado à difusão da cultura da não violência e contra a propaganda de guerra profusa pela mídia e social. O dia é promovido por Europa pela Paz. “A mensagem que pretendemos lançar é: 'Paz é viver em harmonia com a Criação, respeitando todas as suas partes, vivas e não vivas, amando e protegendo a biodiversidade'”, escreve a GLAM em nota divulgada hoje. Acima, o manifesto pela paz que a GLAM criou com fotos de oásis para insetos polinizadores que aderem à iniciativa “Corredores ecológicos, caminhos ecumênicos“. O convite para ingressar no projeto é de Maria Elena LacquanitiCoordenadora da Comissão GLAM, juntamente com todo o grupo de trabalho. ...

Ler artigo
Dia da Terra Comissão GLAM: Quão saudável é o planeta?

Dia da Terra Comissão GLAM: Quão saudável é o planeta?

Imagem retirada de Roma (NEV), 22 de abril de 2023 – Por ocasião do Dia Mundial da Terra 2023, publicamos a mensagem da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes na Itália (FCEI). DIA MUNDIAL DA TERRA 2023 Quão saudável é o planeta? Esta é a primeira pergunta que devemos nos fazer ao celebrar o Dia da Terra, dia mundial da terra que já está em sua 53ª edição. Um dia desejado pelas Nações Unidas para solicitar atenção especial aos recursos do planeta e à defesa contra desastres ambientais. Naquela ocasião, em 22 de abril de 1970, 20 milhões de cidadãos americanos saíram às ruas para mostrar seu apoio à Terra. Uma consideração é obrigatória, em meio século as políticas econômicas, ambientais e trabalhistas promulgadas pelos governos não foram adequadas para garantir a atenção que os manifestantes pediram. Dois dados parecem oportunos mencionar, o relatório de 2023 publicado pela ISPRA em 18 de abril e o estado atual da transição ecológica. O Relatório do Inventário Nacional 2023 publicado pelo Instituto Superior de Pesquisa e Proteção Ambiental, indica que as emissões de CO2 em 2022 tiveram um aumento em relação a 2021. O número definitivo ainda não foi divulgado, mas pesa muito o crescimento das emissões dos transportes e da produção de energia, em contraste com o desafio deste início de milênio tanto no que diz respeito à poluição quanto ao clima mudança: aceleração da pesquisa tecnológica para o uso de fontes renováveis ​​de forma sustentável (com referência à substituição de energias fósseis por terras raras) e redução do consumo por meio de economia e eficiência. No entanto, isso desconsidera o atraso e os obstáculos colocados em todos os níveis pelos interesses dominantes dos combustíveis fósseis, embora as sanções à Rússia associadas à guerra na Ucrânia devessem ter impulsionado a transição energética. A Itália é o sexto maior credor de combustíveis fósseis do mundo. De acordo com o Relatório Estatístico do GSE, um terço do consumo de energia italiano é dado pelo transporte e hoje mais de 90% ainda está ligado aos produtos petrolíferos. Cerca de 70% do consumo de energia térmica provém do aquecimento de edifícios. Pouco menos de um quinto em 2021 veio de fontes renováveis. Segundo dados da Terna (empresa que administra a rede nacional de transmissão), em 2022 a demanda de eletricidade na Itália foi de 316,8 bilhões de quilowatts-hora, 1% a menos que em 2021. A produção nacional líquida em 2022 (equivalente a 86,4% da oferta de energia) foi de 276,4 bilhões de quilowatts-hora (-1,3% em relação aos doze meses anteriores). 31,1% da demanda foi atendida por fontes renováveis. Em particular, as fontes fotovoltaica e termelétrica cresceram 11,8% e 6,1%, respectivamente, enquanto as fontes hidrelétricas registraram quedas de 37,7%, 1,8% e 1,6% (devido à estiagem), eólica e geotérmica. Não partilhamos da decisão do Governo de aumentar a produção de energia a partir do carvão, motivada pela vontade de deixar a balança externa quase inalterada, na pendência da conversão da “neutralidade carbónica” anunciada pela Enel em 2016 enquanto o grupo Eni triplica os seus lucros face a 2021 O problema não está no imediatismo, porque o aumento parece ser pequeno em qualquer caso (contribuindo também para o colapso das despesas com aquecimento e consumo das empresas intensivas em energia de 5,4% -Índice Imcei-) mas no desalinhamento da dados estimados para 2030, com mais de 15 milhões de toneladas de CO2 mais do que as metas estabelecidas pelo European Effort Sharing. No Dia da Terra, a GLAM acredita estar a encorajar a responsabilidade perante a vida da Criação que reencontra a primavera neste hemisfério, com escolhas energéticas também sustentáveis ​​a nível social, como expressão de um processo geral de descolonização do planeta pela nossa espécie para deixar espaço vital para plantas e animais que não gostam de nossas escolhas ou sofrem de incompatibilidade. A Comissão GLAM “O Dia da Terra, que desde 1970 celebra o ambiente e a proteção do planeta, é um aniversário que viu a sua importância consolidada ao longo do tempo – lê-se na página dedicada ao Dia da Terra no RaiPlay -. O tema da Jornada é cada vez mais atual, está no centro dos programas governamentais, porque exige mudanças rápidas, urgentes e inadiáveis”. No dia 22 de abril às 13 #OnePeopleOnePlanet, da Calábria, um talk show intitulado "Bridges over the Mediterranean". A consulta é no RaiPlay. Pistas Cláudio Paravati. ...

Ler artigo
#EuARe2019.  Em Bolonha, a 2ª conferência anual das religiões

#EuARe2019. Em Bolonha, a 2ª conferência anual das religiões

Imagem retirada do perfil do twitter da EuARe Roma (NEV), 26 de fevereiro de 2019 - Faltam apenas alguns dias para a abertura da 2ª conferência anual da Academia Europeia de Religião (EuARe). De 3 a 7 de março, em Bolonha, a plataforma promovida pela Fundação João XXIII para os Estudos da Religião (FSCIRE), que liga universidades, centros de investigação e estudiosos da religião de toda a Europa, promove esta iniciativa única no seu género: 1204 oradores, 342 sessões, lectiones magistrales. O tema deste ano: “Fortalecendo o Indivíduo, Nutrindo a Comunidade”. Um espaço expositivo também abrigará editoras de toda a Europa, como as editoras protestantes Claudiana e Paideia. Existem muitos protestantes. Destacamos, além de alguns eventos ilustrados abaixo, as três jornadas internacionais de estudo organizadas pelo Centro studi Confronti. Imagem retirada da página web do Centro studi Confronti Título: "Pluralidade religiosa: um desafio global?", de 4 a 6 de março de 2019, na Sala Senatori, no Palazzo Isolani (na via Santo Stefano 16) em parceria com várias universidades, incluindo a Faculdade Valdense de Teologia em Roma. Tema do ciclo, a relação que a religião e a fé mantêm com as questões de gênero, mídia, política e cultura. A Waldensian Studies Society propõe o painel "A longa jornada da liberdade religiosa na Itália multicultural" (6 de março de 2019, 14h30-16h30 no Salão dos Espelhos, também no Palazzo Isolani) que abordará o debate contemporâneo a partir de uma reflexão histórica. De 1848-49, quando valdenses e judeus obtiveram direitos civis e políticos, passando pela Constituição italiana de 1948, para chegar às grandes transformações da diversidade religiosa, inclusão de migrantes estrangeiros, novos modelos de família (união civil, divórcio e famílias reunidas, menores desacompanhados). A revista cultural Consciência e Liberdade intervirá com um painel intitulado “Religião, política e mentira. Um difícil caminho para a convivência”. Detalhes abaixo. A Academia Europeia de Religião (EuARe) é uma iniciativa lançada em dezembro de 2016 sob o patrocínio do Parlamento Europeu para a divulgação de estudo, investigação, comunicação, intercâmbio e cooperação sobre temas religiosos relevantes para a realidade académica e para a sociedade. 4 DE MARÇO 10.45-12.45 Gênero, violência, religiões; moderado Débora Spinicom Débora Tonelli, Nivedita Menom, Gorana Ognjenovic, Jasna Jozelic. Sala dos Senadores - Palazzo Isolani (Corte Isolani, 5) 14h30-16h30 Religiões e populismo; moderado Luciano Kovacscom Débora Spini, Manuel Anselmi, Michael Sorice, Neera Chandhoke. Sala dos Senadores - Palazzo Isolani (Corte Isolani, 5) 5 DE MARÇO 8h30-10h30 Diversidade religiosa na Itália entre resiliência e bem-estar; moderado Alessia Passarellicom Paola Bonizzoni, Frances Scrinzi, Ester Galo, Roberta Ricciucci, Mariangela Franch. Sala dos Senadores - Palazzo Isolani (Corte Isolani, 5) 14h30-16h30 Direito de acreditar e não acreditar; moderado Ilaria Valenzicom Susana Mancini, Silvio Ferrari, Pamela Beth Harris. Sala dos Senadores - Palazzo Isolani (Corte Isolani, 5) 6 DE MARÇO 10.45-12.45 Religião, ciência e Weltanschauungen; com Fulvio Ferrario E Júlio Giorello. Sala dos Senadores - Palazzo Isolani (Corte Isolani, 5) 14h30-16h30 A religião no debate cultural europeu; moderado Elizabeth Ribetcom Júlio Giorello, Gabriella Caramore e Daniele Garrone, Lothar Vogel. Sala dos Senadores - Palazzo Isolani (Corte Isolani, 5) 14h30-16h30 A longa jornada da liberdade religiosa na Itália multicultural; moderado Paula Schellenbaumcom Sumaya Abdel Qader, Lucas Ozzano, Valdo Spini, Filipe Maria Giordano. Salão dos Espelhos – Palazzo Isolani (Corte Isolani 5) 16h45-18h45 Religião, política e mentira: um difícil caminho para a convivência; moderado David Romanocom Gaëlle Courtens, Micol Flammini, Hanz Gutiérrez. Sala Canossa 1 – Hotel Aemilia (Via Zaccherini Alvisi, 16). Leia o programa completo aqui. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.