Terremoto, Conselho Valdense aloca 500 mil euros

Terremoto, Conselho Valdense aloca 500 mil euros

Roma (NEV), 21 de fevereiro de 2023 – A Tavola Valdese decidiu destinar 500 mil euros, obtidos dos fundos Otto per Mille atribuídos anualmente às Igrejas Metodista e Valdense, para a criação de um fundo especial destinado a financiar intervenções de ajuda para o populações afetadas pelo terremoto que devastou a Síria e a Turquia.

“A Igreja Evangélica Valdense – União das Igrejas Metodista e Valdense, ele comenta Alessandra Trotta, moderador do Tavola Valdese, está próximo das populações síria e turca atingidas violentamente pelo trágico terremoto de 6 de fevereiro. Orações e sentimentos de proximidade vão para as vítimas, os feridos, os sobreviventes e todas as pessoas que estão trabalhando para levar ajuda e apoio na certeza de que Deus não se afasta da dor de suas filhas e filhos”.

“Graças à rede de Igrejas irmãs presentes nas áreas mais afetadas e às organizações de comprovada eficácia e confiabilidade com as quais estabelecemos relações consolidadas de colaboração nessas áreas – continua Alessandra Trotta – procuraremos obter uma ajuda adequada e eficaz, ainda menos sob os holofotes da atenção pública, como os sírios já castigados por anos de guerra. Diante de uma tragédia tão imensa, que revela ainda mais a fragilidade humana, somos todos chamados a mostrar o que de melhor pode fazer esta frágil humanidade se iluminada por um espírito de solidariedade capaz de superar fronteiras e barreiras”.

O moderador Trotta também enviou uma mensagem de condolências à pastora Najla Kassab, do Sínodo Evangélico Nacional da Síria e Líbano e presidente da Comunhão Mundial das Igrejas Reformadas, expressando total solidariedade e apoio às igrejas metodistas e valdenses italianas.

A Igreja Valdense contribui, como outras confissões religiosas, para a distribuição dos fundos Otto per Mille e optou por alocar todas as contribuições para apoiar intervenções sociais, assistenciais, humanitárias e culturais, na Itália e no mundo. O Otto per Mille pode ser atribuído por todos os contribuintes a uma das confissões religiosas com as quais o Estado italiano tenha assinado um acordo, ou ao próprio Estado. O Otto per Mille na verdade funciona como um voto, pois é dividido proporcionalmente ao número de escolhas feitas.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

sob a bandeira da paz e dos direitos

sob a bandeira da paz e dos direitos

Roma (NEV), 2 de novembro de 2022 – Encerrou ontem em Sassone (Roma) o II Julgamento da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). Intitulado “Sentinela, onde está a noite…?” (Isaías 21,11) O que vemos, o que devemos dizer? Liberdade e Democracia; trabalho e ambiente; globalização e paz”, o Assise reuniu mais de 100 delegados do protestantismo na Itália. O encontro trienal representa uma novidade na trajetória da FCEI. Instituído na Assembleia de 2015, apresenta-se como uma espécie de “estados gerais” do protestantismo, com o objetivo de promover o encontro e o debate, de forma a sugerir orientações e recomendações à Assembleia e ao Conselho da FCEI. Este último terá então o mandato operacional para realizar os objetivos e projetos democraticamente delineados. O II Assizes aprovou por unanimidade uma mensagem final que traça as linhas programáticas e espirituais para o trabalho dos próximos anos. O documento, que abre indicando as várias razões pelas quais “Caminhamos na noite”, uma noite pelos direitos, pela confiança, pelos princípios democráticos e humanos, declara então a urgência de olhar para frente. Apontando o caminho no “sentido profundo da fé em Cristo que proclamamos: quando a escuridão é mais escura, imagina a luz; onde reina o desânimo, testemunhai a esperança; quando o fechamento e o egoísmo vencerem, afirme o acolhimento e a comunhão; em tempos de opressão e guerra, construa a justiça e a paz. 'A noite está avançada, o dia está próximo; despojemo-nos, pois, das obras das trevas e vistamo-nos da armadura da luz' (Romanos 13:12)”. Leia a mensagem completa: Mensagem final da Assembleia FCEI 2022. Foram também aprovadas várias moções, entre as quais uma de adesão à manifestação nacional pela paz de 5 de novembro. Adesão que vem acompanhada de uma especificidade da Assizes, que tem declarado não querer se posicionar de forma polarizada a respeito da delicada e complexa questão das guerras em curso. Aprovaram também: moção sobre integração e migração; uma moção sobre trabalhadores e trabalhadoras, que convida, entre outras coisas, a continuar a reflexão teológica sobre o tema; uma moção sobre treinamento e educação; a moção denunciando a perseguição de igrejas e comunidades de fé; uma moção que apela a encher de conteúdo o diálogo cristão-islâmico, através de iniciativas de aprofundamento em consonância com o espírito que levou à inauguração do Dia do Diálogo Cristão-Islâmico há 21 anos; uma moção sobre comunicação. Por fim, o documento intitulado: “Enfrentar velhos e novos desafios. Evangélicos na Itália hoje”. O documento será levado às igrejas para aprofundar a reflexão e o debate em torno dos grandes temas de época que dizem respeito ao presente da sociedade e da política, não só nacionalmente. Fala de empenho ecuménico, pluralismo religioso e secularismo, mas também de educação contra atitudes e propaganda xenófobas e racistas, também à luz da persistência de preconceitos anti-semitas e islamofóbicos. Ele também estende as mãos diante dos temidos "bloqueios navais" convidando, ao contrário, a abrir a porta a quem bate, como ensina Cristo. E para ajudar o estrangeiro, seja ele quem for, como fez o samaritano. A Assise caracterizou-se como um grande laboratório de ideias e práticas para um futuro sustentável, baseado na solidariedade, na justiça, na cooperação, na liberdade. Com o olhar fixo no valor da Constituição, na dignidade do trabalho, junto com as novas gerações, as mulheres, todas as pessoas. Entre as propostas que surgiram, sobre as quais a próxima Assembleia da FCEI é chamada a trabalhar concretamente, também o Fórum de comunicação protestante, projeto que já vem sendo discutido há algum tempo também em outros fóruns deliberativos, como o Sínodo das igrejas metodistas e valdenses . Em seguida, um Código de Ética para o uso correto da terminologia religiosa na mídia. O Assise, que trabalhou tanto por grupos temáticos como em sessões plenárias, aprofundou muitos temas, em consonância com os binómios expressos no mesmo título. Ele também passou em revista as atividades e projetos da Federação, expressando seu apoio e apreço por eles, em continuidade com o que tem sido feito até agora. Entre eles, o programa de refugiados e migrantes da FCEI Mediterranean Hope (MH). Os serviços e comissões da FCEI, como a Comissão de Estudos do Diálogo da Integração (COSDI), Estar Juntos da Igreja (ECI), a Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM), Serviço de Educação e Educação (SIE), o recente Carteira Escolar Pluralismo Secular. Para saber mais Leia o especial do NEV sobre Assise 2022. FICHA TÉCNICA sobre o Assise. galeria de fotos Fotos de Pietro Romeo, Elena Ribet, Barbara Battaglia. Um pouco de história A reunião trienal representa uma novidade relativamente recente no percurso da FCEI. Criado pela Assembleia em 2015, apresenta-se como uma espécie de “estados gerais” do protestantismo histórico. A fundação da FCEI, no entanto, remonta à década de 1960. Enquanto o primeiro congresso evangélico data de 1920. O I Assise foi realizado em 2018. Igrejas membros da FCEI A FCEI reúne a União Cristã Evangélica Batista (UCEBI), a Igreja Valdense, a Igreja Metodista, a Igreja Luterana, o Exército da Salvação, a Comunhão das Igrejas Livres e a Igreja Apostólica Italiana. De acordo com o Estatuto, a União das Igrejas Adventistas do Sétimo Dia (UICCA) e a Federação das Igrejas Pentecostais (FCP) participam da Federação como “observadoras”. ...

Ler artigo
Rádio GLAM, compromisso dia 29 de janeiro

Rádio GLAM, compromisso dia 29 de janeiro

Roma (NEV), 24 de janeiro de 2023 – Está no ar o terceiro episódio da Rádio GLAM, uma iniciativa da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). Encontro domingo, 29 de janeiro de 2023, de 18 a 19. Desta vez, o tema é: "Urgência climática: conscientização nas igrejas e ações concretas". Caixas de som: Igreja Evangélica Metodista de Novara, com seus membros e pároco Andreas Koehn. Ilaria CastaldoTenente Auxiliar do Exército de Salvação (EdS) que serve em Ischia. Para marcar participação escreva para:[email protected] Para comunicações urgentes ligue: 335/7263374 A Rádio GLAM foi criada para coletar "Testemunhos e/ou informações de comunidades ecológicas, mas também de crentes individuais, ativistas, apoiadores da sociedade civil interessados ​​em questões relacionadas à espiritualidade e à proteção da criação que a GlAM apóia. Notícias, projetos e programas nacionais e internacionais…” Quem ouve Rádio GLAM? Todos aqueles que têm interesse em fazer parte desta comunidade, que se questiona e se une numa eco-comunidade ou que olha com curiosidade para conhecer, propor, participar até com um contributo criativo, música, leitura, partilha de materiais . Por que o nome Radio GLAM? Porque usa a linguagem direta e imediata do rádio, uma linguagem simples na qual jovens e adultos podem se reconhecer e se expressar. Quando Rádio GLAM? Todos os meses, um encontro de uma hora durante o qual haverá testemunhos e/ou informações de eco comunidades, mas também de crentes individuais, ativistas, apoiadores da sociedade civil interessados ​​em questões relacionadas à espiritualidade e proteção da criação que o GlAM apóia. Notícias, projetos e programas nacionais e internacionais… Como assinar a Rádio GLAM? Envie um e-mail para o seguinte endereço de e-mail [email protected] ou entre em contato com os representantes da comunidade ecológica. Até breve nessas frequências! ...

Ler artigo
Há 58 anos, o discurso “Eu tenho um sonho” de Martin Luther King

Há 58 anos, o discurso “Eu tenho um sonho” de Martin Luther King

foto: Histórias Invisíveis, unsplash Roma (NEV), 28 de agosto de 2021 – 58 anos se passaram desde o dia em que Martin Luther King ele fez seu discurso mais famoso, "Eu tenho um sonho", em Washington, no final da marcha pelo trabalho e pela liberdade. Neste mesmo dia, serão realizadas manifestações em várias cidades dos Estados Unidos para pedir a proteção do direito ao voto. A “Marcha pelo Direito ao Voto” será liderada por líderes dos direitos civis, incluindo Martin Luther King III e o reverendo Al Sharpton. Um dos objetivos é pressionar o Congresso a aprovar uma lei consagrando o amplo acesso ao voto na lei federal. Enquanto isso, novamente por ocasião do aniversário do discurso do Rei Batista, a comunidade do videogame online Fortnite, da empresa Epic Games, criou um novo jogo. A nova experiência virtual, intitulada "March Through Time", mostra o discurso "I Have A Dream" do líder dos direitos civis e permite que os participantes visitem o National Mall e o Lincoln Memorial, onde King fez seu famoso discurso, segurando cartazes e aplausos. 28 de agosto de 2021, o 58º aniversário da marcha sobre o famoso discurso “Eu tenho um sonho” de Washington e MLK. Acabei de sair da prisão para vir; James Farmer não deixaria uma prisão de Los Angeles para vir; e outros líderes dos direitos civis na prisão não puderam comparecer. Em 1963 os AAs não tinham direito a voto. pic.twitter.com/kIHOeAeQL9 — Reverendo Jesse Jackson Sr (@RevJJackson) 28 de agosto de 2021 Neste vídeo, o caçula dos filhos de King, Berenice A. Kingtraça o significado das palavras ditas pelo pai: [embed]https://www.youtube.com/watch?v=G1Q872LfS_c[/embed] Para saber mais: ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.