Manual prático para quem ama polinizadores

Manual prático para quem ama polinizadores

Detalhe da capa do livro “Abelhas-Hymenoptera e outros insetos polinizadores. Manual prático para naturalistas e jardineiros apaixonados por polinizadores” de Paolo Versari

Roma (NEV), 23 de janeiro de 2023 – “Abelhas-Hymenoptera e outros insetos polinizadores. Manual prático para naturalistas e jardineiros apaixonados por polinizadores”. Este é o título da publicação doada por Paul Versari à Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). Versari, ex-professor da escola agrícola de Castelfranco Emilia, é um especialista conhecedor do mundo das borboletas.

O Manual contém, entre outras coisas, uma tabela específica sobre plantas, tipos de flores e solos úteis para atrair borboletas e insetos, um glossário, informações sobre o ciclo biológico das plantas, abelhas e polinizadores.

GLAM explica: “O projeto ‘Corredores para insetos polinizadores’ nasceu no início de 2022 como uma proposta da Comissão de Globalização e Meio Ambiente às suas comunidades ecológicas para participar de um concurso anunciado pela European Christian Network for the Environment (ECEN). No entanto, o concurso foi para um lado e o projeto para outro, logo encontrando um forte interesse, desde as igrejas até a sociedade, passando por famílias e indivíduos. A característica que o torna tão interessante aos olhos de muitos é a capacidade de ser versátil em qualquer ambiente e em qualquer circunstância. De fato, crianças e idosos podem colaborar e ela pode ser realizada em igrejas e escritórios, condomínios e ruas, escolas e hospitais, em locais aprazíveis ou em jardins”.

Ao longo deste caminho, continua GLAM, “encontramos muitas pessoas entusiasmadas não só para fazer parte de um grupo de trabalho divertido, mas acima de tudo para contribuir para a concretização de grandes projetos através de pequenas ações como plantar flores, árvores ou montar uma casa de insetos em sua própria varanda. Ao ajudar os insetos a sobreviver à hostilidade de alguns lugares urbanos ou rurais cada vez mais industrializados e cada vez menos ricos em biodiversidade, a continuidade de algumas espécies é garantida”.

Por tudo isto, a GLAM “tem o prazer de oferecer às Ecocomunidades o Manual ‘Abelhas-Himenópteros e outros insectos polinizadores’, fruto do encontro com Paolo Versari da Associação de Difusores de Plantas Amadoras (ADIPA), a quem o seu sincero agradecimento . O autor do Manual, técnico agrícola, entusiasmou a Comissão pela sua incansável actividade de projectista e curador dos ‘Giardini delle farfalle’; A ADIPA, Associação aps, dedica-se há trinta e cinco anos à divulgação da cultura e das técnicas relacionadas com as plantas e à promoção de actividades úteis para o seu melhor conhecimento”.

Alguns metros quadrados de superfície são suficientes, escreve Versari, “para ativar uma área natural, rica em biodiversidade vegetal e animal”.

A introdução do volume diz: “Este manual nasceu da consciência de informar muitas pessoas sobre a biodiversidade botânica. A riqueza de espécies, flores, cores e aromas atraem centenas de espécies de insetos polinizadores: Lepidoptera, Hymenoptera, Coleoptera, Diptera. Com tantas flores, ao atrair as borboletas adultas, podemos favorecer todo o ciclo biológico. Ao plantar as várias plantas nutritivas das lagartas Lepidoptera nas nossas zonas verdes e jardins, iremos promover todo o ciclo biológico das diferentes espécies de borboletas. Desta forma vamos ajudar a reprodução dos lepidópteros (ovo, lagarta, crisálida, adulto), atraindo outros animais que se alimentam nas várias fases do desenvolvimento”.

BAIXE O LIVRO AQUI: Manual Versari

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

#Sinovaldese.  Saudações do mundo inteiro

#Sinovaldese. Saudações do mundo inteiro

Foto Valdensian Cultural Center Foundation Torre Pellice (SSSMV02), 21 de agosto de 2021 – Às vésperas do Sínodo das igrejas metodistas e valdenses, que será aberto oficialmente amanhã às 10h com o culto inaugural, muitas saudações institucionais já chegaram aos Ofícios da Mesa Valdense. São mensagens em vídeo e cartas da comunidade nacional e internacional, de igrejas irmãs e órgãos que acompanham de perto o trabalho do mais alto corpo decisório de valdenses e metodistas. Os 50 sinodais reunidos em presença na Torre Pellice, na província de Turim, são acompanhados pelos 130 deputados e deputadas na plataforma digital. A noite pública acontecerá na segunda-feira, 23 de agosto. A nomeação é intitulada como o plano de recuperação da UE após a Covid, mas com um ponto de interrogação. “Eu da próxima geração? – os jovens e a Europa, entre o sonho da recuperação e o risco da marginalização” será o fio condutor do encontro. A partir das 20h45, presencialmente no Templo Valdense de Torre Pellice (cumprindo as normas sanitárias vigentes) e online, ao vivo, nas páginas fb da Igreja Valdense e da Rádio Beckwith, bem como no canal do YouTube da mesma emissora. , eles vão falar Stefano Allievisociólogo da Universidade de Pádua. Brando Benifeichefe da delegação do PD no Parlamento Europeu. Annalisa Camilli, jornalista da Internazionale (ligado). a pastora Daniela DiCarlo. As conclusões do debate serão confiadas ao moderador da Mesa Valdense Alessandra Trotta e ao presidente indigitado do Sínodo 2021, Valdo Spini. O encontro será moderado pelo coordenador do Mediterranean Hope, o programa de migrantes e refugiados da Federação das Igrejas Protestantes na Itália (FCEI), marta bernardinie o vice-diretor do Centro Ecumênico Ágape, Valéria Lucenti. Entre as saudações recebidas, destacamos a mensagem em vídeo da pastora Carola Tron, Moderadora da Mesa Valdense (Igreja Evangélica Valdense do Rio da Prata), ramo uruguaio da igreja valdense. Além disso, saudações do pároco foram recebidas Carol Bechtel, Diretor Executivo da American Waldensian Society. E novamente os de Ioan Sauca, secretário-geral interino do Conselho Mundial de Igrejas (CEC). Das igrejas protestantes da Alemanha, França, Suíça, Bélgica. Saudações da pastora Susan Brownda Igreja da Escócia. do pastor Mário FisherSecretário Geral da Comunhão das Igrejas Protestantes na Europa (CCPE) e pároco Chris Ferguson, Secretário Geral da Comunhão Mundial das Igrejas Reformadas (CMCR). E novamente: saudações de Heiner Bludau, Decano da Igreja Evangélica Luterana na Itália (CELI); do pastor Stephen Paris, Presidente da União Italiana das Igrejas Adventistas do Sétimo Dia (UICCA); da pastora Gabriela LioPresidente da Federação das Mulheres Evangélicas da Itália (FDEI), do pároco carmim napolitanoPresidente da Federação das Igrejas Pentecostais (FCP) e do Cardeal Pedro ParolinoSecretário de Estado de Sua Santidade, com os melhores votos ao Sínodo do Papa Francisco. Aqui todos os vídeos, textos e materiais do Sínodo 2021. Para mais informações, vá a esta página. *** FICHA TÉCNICA: Igrejas metodistas e valdenses na Itália Parceiros de mídia: www.rbe.it – www.riforma.it Assessoria de Imprensa: NEV-Agência de Imprensa de Notícias Evangélicas – www.nev.it – Twitter: @nev_it – Facebook: @AgenziaNEV – [email protected] (NEVCS/19) ...

Ler artigo
Economia de água doméstica, os comerciais dos jovens da Glam

Economia de água doméstica, os comerciais dos jovens da Glam

Jimmy Chang, antisplash Roma (NEV), 6 de julho de 2022 - "Glam spot" é o título da iniciativa que a Comissão de Globalização e Meio Ambiente da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália concebeu e criou para aumentar a conscientização sobre a questão da economia doméstica de água. Os spots Glam, explicam os promotores da iniciativa, são “quatro carretéis em que alguns jovens membros do Glam conversam com os jovens, usando as suas próprias experiências como exemplo de poupança de água. Onde? No dia a dia, no banheiro, na cozinha, no cuidado das plantas como no carro. Pequenos comerciais em que cada um certamente reconhece seu próprio cotidiano, talvez identificando os erros e levando as sugestões para remediá-los”. Os vídeos "não analisam o que está acontecendo seriamente na Itália e no resto do mundo devido às mudanças climáticas, nem abordam o agora evidente problema da desertificação, mas são o porta-voz de um apelo urgente que chega a cada casa, escola , igreja, local de trabalho, destacando comportamentos errados a serem abandonados com urgência para tornar cada um de nós minimamente responsável pela mudança". Aqui o primeiro vídeo: ...

Ler artigo
Casas e pensões valdenses “respondem” ao Covid

Casas e pensões valdenses “respondem” ao Covid

A pousada de Torre Pellice (Turim) Roma (NEV), 3 de dezembro de 2020 - As casas e pensões valdenses não estão fechando devido à Covid, mas estão "relançando". De fato, as estruturas foram convertidas, em muitos casos, nas últimas semanas, justamente para se adaptar à nova situação ligada à emergência sanitária, às restrições de viagens, mas também para reagir ao colapso do setor do turismo. Contribuindo ativamente para ajudar as pessoas mais vulneráveis. Eles escreveram e explicaram Elisa Ambrosoni E Daniel del Priore dias atrás em um post no site e redes sociais das pousadas e casas valdenses. As casas valdenses, como também havíamos noticiado aqui no NEV, haviam reaberto em junho. Após o verão, em virtude das várias DPCMs, da segunda onda, do lockdown e da divisão da Itália em zonas, uma nova parada para o setor de turismo. Daniele Del Priore, diretora da área de acolhimento da Diaconia Valdense, não nega o momento de extraordinária dificuldade: “Os funcionários dos albergues e pousadas estão em fundo de demissão, antecipado pela Diaconia Valdense. O orçamento deste ano é fortemente negativo. E lembramos que as receitas das pensões apoiam a atividade solidária da Diaconia”. Mas diante da crise, "resiliência". “Como também no primeiro bloqueio, nos ouvimos. A vontade de ouvir as necessidades dos territórios e das pessoas faz parte da nossa missão”. Daí, portanto, a escolha de reformular a oferta. “O Foresteria Valdese de Torre Pellice, em colaboração com o ASL Torino 3, será utilizado como um hotel de saúde que acolhe pessoas positivas, assintomáticas e autónomas. A Waldensian Foresteria em Florença colocou à disposição do Gould Institute uma ala do Palazzo Salviati para que os menores que testem positivo para Covid-19, ou que apresentem sintomas, possam usufruir de um amplo espaço dedicado”, lê-se no detalhe no site do casas valdenses. No que diz respeito à Casa Cares, na Toscana, “estão em curso negociações com a Cruz Vermelha Italiana para que a estrutura possa acolher os migrantes que entram no nosso país, que necessitam de passar por um período de quarentena antes de serem assumidos pelo Estado italiano”. A Vallecrosia House Vallecrosia “reservou alguns quartos e uma parte do grande parque privado para migrantes em trânsito para a França: são principalmente famílias, em todo caso pessoas que precisam extremamente de descanso. Esta iniciativa nasceu da colaboração entre as casas valdenses e a Área de Migrantes da Diaconia Valdense, com o apoio e apoio das Igrejas Valdenses de Ponente Ligure. Mesmo em Florença, antecipa del Priore, “estamos pensando em destinar nossa estrutura a um local onde menores em situação de dificuldade, acolhidos nas comunidades protegidas da cidade, possam passar quaisquer períodos de quarentena”. Tudo isso sob a égide de uma necessidade de socialização e sociabilidade. “O desejo – conclui a pessoa de contacto – é o regresso à normalidade, para todos, não só para as pessoas que são sempre faladas nos media. Penso nos mais novos, por exemplo, na necessidade de estarem juntos, de estarem próximos. A mensagem que queremos dar é de esperança: o distanciamento físico não exclui a proximidade social”. Para quem deseja informações sobre as estruturas individuais e sua disponibilidade, é aconselhável entrar em contato diretamente com a casa ou pousada, usando os dados de contato disponíveis no site casevaldesi.it e nas redes sociais. As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.