Dignidade do idoso dependente.  a lei continua

Dignidade do idoso dependente. a lei continua

Foto tirada de

Roma (NEV), 11 de outubro de 2022 – O Conselho de Ministros aprovou ontem o Projeto de Lei proposto pelo Ministro do Trabalho e Políticas Sociais, André Orlandosobre assistência a idosos não autossuficientes.

O aguardado projeto de lei introduz poderes ao Governo sobre políticas a favor dos idosos.

Ele fala sobre isso nesses termos Riforma.it. “Depois será possível fazer uma análise criteriosa do texto aprovado. No entanto, deve-se notar que – como também exige o ‘pacto de não autossuficiência’ ao qual a Comissão Sinodal para a Diaconia (CSD-Waldensian Diaconia) adere – um sistema nacional foi previsto para a população idosa não autossuficiente . Bem como acesso unificado e avaliação multidimensional unificada”.

O projeto de lei foi aprovado preliminarmente, também na implementação do Plano Nacional de Recuperação e Resiliência (PNRR). Os próximos passos são a Conferência Unificada e, a seguir, o novo Governo para exame definitivo e envio às Câmaras. A aprovação final está prevista para 31 de março de 2023.

“O projeto de lei tem recursos inalterados. Esta é evidentemente uma limitação para um setor que precisa fortalecer as intervenções – escreve Riforma -. Considerando que devem também ser reforçadas as intervenções sobre a RSA, no que respeita às quais “existe uma superação positiva e definitiva das posições que as queriam superadas, mas que carecem de um estudo aprofundado do seu papel em perspetiva”.

O projeto de lei, em resumo

O ministro Orlando falou em “uma oportunidade de progresso civil para o nosso país e uma prioridade para a agenda política”. O projeto de lei trata dos aspectos de envelhecimento ativo, acesso simplificado aos serviços de saúde e sociais, moradia adequada e mobilidade. Além disso, fala-se de socialização e solidariedade intergeracional, de reforço dos cuidados domiciliários e de contraposição a “formas impróprias de institucionalização”.

Além disso, está prevista a criação de uma Comissão Interministerial de Políticas em Favor da População Idosa (CIPA) na Presidência do Conselho de Ministros. O objetivo é encontrar uma abordagem integrada e coordenada a nível nacional para melhorar todos os serviços, em nome da qualidade e respeito pela privacidade. Por último, mas não menos importante, a lei deve abordar a questão dos recursos econômicos. Desde a questão dos subsídios à das contribuições para a segurança social, até à promoção do trabalho de qualidade no sector dos serviços de assistência social e à melhoria das condições de vida dos cuidadores membros da família.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Síria.  Oração pela paz

Síria. Oração pela paz

Roma (NEV), 16 de outubro de 2019 - "Bem-aventurados os que trabalham pela paz, porque serão chamados filhos de Deus!" (Mt 5.9). Com este versículo as igrejas evangélicas de Roma convocam uma vigília de oração pela situação síria: “os ventos da nova guerra na Síria, as muitas guerras escondidas e esquecidas estão questionando as irmãs e irmãos das igrejas evangélicas de Roma”. A angústia pelo que está acontecendo e o ressurgimento da violência levaram as igrejas a convocar um momento de oração comum pela paz: “Vivemos um momento de grande preocupação. As ações militares não atingem apenas os mais fracos, não apenas destroem cidades e povos, mas alimentam a semente da violência e da força em toda a humanidade, criando desequilíbrios que se propagam no futuro com novas formas de pobreza, migrações… Deus da paz para nos dar a paz". O compromisso é para a próxima sexta-feira, 18 de outubro, a partir das 19h30, na igreja valdense da Piazza Cavour. "Vigiai porque ouviremos juntos a Palavra como crentes no mesmo Senhor da paz, oração para que a paz nos seja dada". ...

Ler artigo
100 anos da Igreja Hussita Tchecoslovaca: aberta, gratuita, democrática

100 anos da Igreja Hussita Tchecoslovaca: aberta, gratuita, democrática

Foto Karel Cudlin / Igreja Hussita Tchecoslovaca Roma (NEV), 15 de janeiro de 2020 – A Conferência das Igrejas Europeias (KEK) expressou seus mais calorosos votos à Igreja Hussita da Tchecoslováquia, que é seu membro aderente. “É inspirador para nós testemunhar os 100 anos da Igreja Hussita Tchecoslovaca a serviço de Deus e da humanidade”, disse o secretário geral do CEC, Jørgen Skov Sørensen. “Com nossos irmãos e irmãs na República Tcheca, celebramos esta data juntos, agradecendo pelas contribuições históricas feitas à unidade cristã e à liberdade evangélica por esta igreja membro. Enviamos nossas orações por sua jornada ecumênica continuada”, acrescentou. Fundada em 1920, a Igreja Hussita Checoslovaca professa a antiga tradição do cristianismo primitivo, de Cirilo e Metódio, e refere-se aos ensinamentos de Jan Husda Reforma, da João Amós Comeniusdo movimento modernista e da herança espiritual e humanística de Tomáš Garrigue Masaryk. No dia 11 de janeiro, uma celebração foi realizada na igreja de São Nicolau em Praga. Mais estão planejados A Igreja Hussita da Checoslováquia, no contexto do seu aniversário, aprovou o documento "Igreja e sociedade", que entre outras coisas sublinha a sua característica de Igreja aberta à sociedade, aos valores da liberdade e da democracia, "consciente da sua proximidade vínculos com o judaísmo e a necessidade de buscar o entendimento entre as religiões e desenvolver o diálogo com a sociedade, que muitas vezes rejeita a religião a priori". A Igreja Hussita da Tchecoslováquia, diz o documento, cuida do mundo “na proclamação do Evangelho, por meio da pregação e do trabalho missionário, difundindo o conhecimento da Bíblia e cultivando o pensamento religioso, promovendo a teologia acadêmica, por meio da diaconia, atividades caritativas e sociais” com o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas, também por meio da educação e de atividades culturais. Jan Hus (1370-1415) foi um teólogo e mártir. Chegando a Constança com um salvo-conduto imperial para apresentar suas teses de reforma da igreja perante o Concílio reunido na cidade alemã, Hus foi preso, declarado herege e queimado na fogueira em 6 de julho de 1415. Considerado um expoente do chamado Primeira Reforma - isto é, a que precedeu a Reforma Protestante do século XVI e que incluiu também o movimento valdense medieval -, Jan Hus continua sendo uma figura chave na história da Boêmia e da Europa, tanto do ponto de vista cultural - por sua teologia, ideias filosóficas e educacionais - e históricas/políticas. ...

Ler artigo
Jovens cristãos europeus.  O curso ecumênico BE1 está em andamento na Dinamarca

Jovens cristãos europeus. O curso ecumênico BE1 está em andamento na Dinamarca

Roma (NEV), 14 de janeiro de 2020 – O curso ecumênico BE1 (“Be One”) acontecerá em Copenhagen, Dinamarca, de 16 a 19 de janeiro de 2020. O curso, promovido em colaboração entre a Conferência das Igrejas Européias (KEK), a Fraternidade Européia da Juventude Cristã, o Comitê para Crianças e Jovens do Conselho Ecumênico da Finlândia e o Conselho Juvenil Dinamarquês, oferece aos jovens cristãos europeus a oportunidade de conhecer o ecumenismo a partir de diferentes perspectivas. Jovens entre 18 e 30 anos de diferentes países e origens culturais se reunirão para quatro dias de intercâmbio e conhecimento. Haverá jogos, momentos de oração, reflexões sobre o ecumenismo e as atividades do CEC, um encontro sobre a Green Church em Rysensteen, participação nos Danish Church Days, momentos de lazer e visitas à cidade e uma noite ecumênica em Lyngby com representantes das igrejas Evangélica Luterana, Apostólica, Adventista do Sétimo Dia, Batista e Católica na Dinamarca. Para mais informações, clique aqui. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.