Conferência das Igrejas Europeias (KEK): que visão da Europa?

Conferência das Igrejas Europeias (KEK): que visão da Europa?

Roma (NEV), 14 de outubro de 2019 – A Conferência das Igrejas Europeias (KEK) estará envolvida em duas reuniões importantes esta semana.

A primeira, a ser realizada em Bruxelas (Bélgica) no dia 15 de outubro no Capela para a Europa (Capela para a Europa, espaço intercultural e ecumênico), acontece em colaboração com a Comissão das Conferências Episcopais da Europa (COMECE) e terá direito. “Europa: desafios pós-eleitorais”. A intenção é fazer um balanço, após as eleições europeias de maio, sobre a visão da Europa. Os participantes contribuirão para a reflexão sobre política e sociedade, para inspirar maior participação da sociedade civil. palestrantes o pastor Peter PavlovicSecretário para os Assuntos Europeus da CEC, Genevieve Ponsdiretor de Instituto Jacques Delors E Manuel Barrios, Secretário Geral da COMECE; moderado Franziska Broich, correspondente na UE da agência noticiosa católica KNA. Encontro na Rue Van Maerlant, 10-12h às 19h.

Foto retirada do site do KEK

O segundo encontro, intitulado “A alternativa ao populismo do ponto de vista dos direitos humanos”, será realizado em Málaga, Espanha, de 17 a 19 de outubro de 2019 no Centro Ecumênico Los Rubios, em colaboração com a Igreja Evangélica Espanhola. A conferência destacará o Artigo 20(2) do Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos de 1966: “Qualquer defesa do ódio nacional, racial ou religioso que constitua incitação à discriminação, hostilidade ou violência será proibida por lei”. Partindo de uma preocupação comum pela estigmatização das minorias religiosas e étnicas, migrantes, refugiados e outros grupos vulneráveis, as Igrejas europeias pretendem aprofundar as experiências locais e nacionais, a fim de elaborar um guia para uso das comunidades aderentes, com particular atenção à democracia e ao estado de direito. Entre outros, o pároco intervirá Luca Barattoresponsável pelo ecumenismo e secretário executivo da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI).

O CEC é um órgão que reúne 114 igrejas de tradição ortodoxa, protestante e anglicana na Europa.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

“Trabalho, 30 anos de mudanças”

“Trabalho, 30 anos de mudanças”

Roma (NEV), 14 de fevereiro de 2020 – A XXX edição do "Reunião de Mirly" por título "A obra: 30 anos de mudanças”. Inaugurado em 1990, este encontro visa reunir representantes protestantes, mas também católicos, cristãos francófonos da França, Suíça e Itália, para discutir, aprofundar e discutir a questão do trabalho. “Mirly é um acrônimo para 'Mission dans l'industrie de la Région Lyonnaise' (Missão na Indústria da Região de Lyon) – explica Francesca Evangelistado Departamento de Assuntos Públicos e Liberdade Religiosa da União das Igrejas Adventistas do Sétimo Dia (UICCA). Evangelisti participou da reunião em nome da Globalization Environment Commission (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), da qual a UICCA é membro observador. Mirly nasceu em 1984 no distrito de Duchère em Lyon, por vontade das Igrejas Reformada e Luterana locais, na Mission Populaire (Missão Popular, instituição protestante francesa de ensino e ajuda popular). “Há 25 anos, Mirly oferece cursos de formação para aprendizes de carpinteiro, com o objetivo de conter o grande desemprego que pesava na França nos anos 80 – continua Francesca Evangelisti -. Desde 2016, devido à crescente falta de fundos, o curso foi confiado à missão diocesana. Em 1987, Mirly abriu um balcão para a luta contra o desemprego e a procura de trabalho no 5º arrondissement de Lyon, que ainda hoje está ativo”. Foto Francesca Evangelisti Os dois dias de reuniões contaram com a participação de quase uma centena de delegados e numerosos especialistas, incluindo “Patrick Louisprofessor de Economia de Gestão na Universidade de Lyon; Michael Weillsócio-economista do trabalho, ex-Diretor-Geral Adjunto da Agência Nacional para a Melhoria das Condições de Trabalho (ANACT – Agence nationale pour l'amélioration des conditions de travail); Thierry Rochefort, professor de Socioeconomia do Trabalho na Universidade de Lyon, consultor de emprego para empresas – relatou Evangelisti, ilustrando também os testemunhos de pessoas que enfrentaram grandes mudanças ou dificuldades do ponto de vista do trabalho -. Também ouvimos testemunhos e reflexões teológicas de pastores protestantes Pierre-Olivier Dolinopároco na Missão Popular de Marselha, e de Helene Barbarinque depois de ter trabalhado durante 20 anos como engenheiro e de ter sentido a vocação, é agora pastor aprendiz na igreja de Ouillins". Francesca Evangelisti, em um relatório, resumiu o que emergiu durante a assembléia: "O tema do trabalho é mais atual do que nunca: não basta tê-lo, é preciso também realizar nele as próprias aspirações, aprender o trabalho em equipe, emancipar-se e encontrar o equilíbrio certo com a vida privada. O trabalho pode ser uma fonte de forte desconforto, por isso não deve ser subestimado e é importante fazer todos os possíveis para que seja o justo compromisso entre as aspirações e as reais competências pessoais - concluiu -. Na Bíblia, Deus exorta o homem a trabalhar e a comer o pão com o suor do seu rosto (Gênesis 3:19). Não ter emprego é muito negativo e completamente denegrido; da mesma forma, a psicologia contemporânea destaca como não ter trabalho é frustrante e leva à depressão, precisamos nos sentir úteis, nos sentirmos parte ativa da sociedade em que vivemos". O evento de dois dias aconteceu no Centro Protestante de Oullins, nos subúrbios ao sul de Lyon. ...

Ler artigo
Rádio GLAM, compromisso dia 29 de janeiro

Rádio GLAM, compromisso dia 29 de janeiro

Roma (NEV), 24 de janeiro de 2023 – Está no ar o terceiro episódio da Rádio GLAM, uma iniciativa da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). Encontro domingo, 29 de janeiro de 2023, de 18 a 19. Desta vez, o tema é: "Urgência climática: conscientização nas igrejas e ações concretas". Caixas de som: Igreja Evangélica Metodista de Novara, com seus membros e pároco Andreas Koehn. Ilaria CastaldoTenente Auxiliar do Exército de Salvação (EdS) que serve em Ischia. Para marcar participação escreva para:[email protected] Para comunicações urgentes ligue: 335/7263374 A Rádio GLAM foi criada para coletar "Testemunhos e/ou informações de comunidades ecológicas, mas também de crentes individuais, ativistas, apoiadores da sociedade civil interessados ​​em questões relacionadas à espiritualidade e à proteção da criação que a GlAM apóia. Notícias, projetos e programas nacionais e internacionais…” Quem ouve Rádio GLAM? Todos aqueles que têm interesse em fazer parte desta comunidade, que se questiona e se une numa eco-comunidade ou que olha com curiosidade para conhecer, propor, participar até com um contributo criativo, música, leitura, partilha de materiais . Por que o nome Radio GLAM? Porque usa a linguagem direta e imediata do rádio, uma linguagem simples na qual jovens e adultos podem se reconhecer e se expressar. Quando Rádio GLAM? Todos os meses, um encontro de uma hora durante o qual haverá testemunhos e/ou informações de eco comunidades, mas também de crentes individuais, ativistas, apoiadores da sociedade civil interessados ​​em questões relacionadas à espiritualidade e proteção da criação que o GlAM apóia. Notícias, projetos e programas nacionais e internacionais… Como assinar a Rádio GLAM? Envie um e-mail para o seguinte endereço de e-mail [email protected] ou entre em contato com os representantes da comunidade ecológica. Até breve nessas frequências! ...

Ler artigo
Começa o Sínodo Luterano: continuidade, mudança, futuro

Começa o Sínodo Luterano: continuidade, mudança, futuro

Foto do CELI - imagem de arquivo do Sínodo 2020 Roma (NEV/CS09), 28 de abril de 2021 – A 2ª sessão do XXIII Sínodo da Igreja Evangélica Luterana na Itália (CELI) começa na quinta-feira, 29 de abril. Os 56 sínodos, conectados por todas as comunidades da Itália, estão prontos para a sessão digital. Título desta sessão: "Continuidade, mudança, futuro - A Misericórdia como responsabilidade da Igreja". Dois dias e meio de insights, reflexões e decisões, que incluem também 6 “salas virtuais” temáticas. No centro do Sínodo, discussões sobre: ​​meio ambiente, jovens, atividade diaconal, justiça de gênero, processamento do coronavírus, igreja digital. Os trabalhos sinodais começam na sexta-feira, 30 de abril, a partir das 9h. Começam com o Relatório do Decano da Igreja Evangélica Luterana na Itália, Heiner Bludau. Bludau é decano há sete anos e, com este Sínodo, inicia seu último mandato. Sobre seus anos na Itália, ele diz que foram "mais emocionantes do que qualquer coisa que já experimentei em minha vida profissional". O programa (resumo) O Sínodo começa oficialmente na quinta-feira, 29 de abril, às 17h30, com as inscrições. Às 18h, o culto de abertura. O Secretário Geral Luterano Mundial Martin Junge e o Papa Francisco na Comemoração Conjunta da Reforma em Malmö. 2017 – Foto: Igreja da Suécia Grandes expectativas para o Convidado de Honra, que será o pároco Martin Junge, Secretário Geral da Federação Luterana Mundial (WLF). Seu discurso estará disponível em streaming na sexta-feira, 30 de abril, a partir das 15h (em alemão com tradução simultânea para o italiano). O bispo também é esperado Leon Novak da igreja evangélica da confissão de Augsburg na Eslovênia com o presidente da Comissão Episcopal para o ecumenismo e o diálogo da Conferência Episcopal Italiana (CEI) Mons. Ambrogio Spreafico (sexta-feira, 30, às 10h35). o bispo Michael Chalupka da Igreja Luterana na Áustria (sexta-feira, 30, às 12h50). Por fim, o pároco Luca Maria Negropresidente da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI), sábado, 1º de maio, às 14h30. convidados italianos Entre os convidados italianos, aliás, também o diácono Alessandra Trotta, moderador do Tavola Valdese. a pastora Mirella Manocchiopresidente da Obra das Igrejas Evangélicas Metodistas na Itália (OPCEMI). John Archdeacon, presidente da União Cristã Evangélica Batista da Itália (UCEBI). a pastora Gabriela Liopresidente da Federação das Mulheres Evangélicas da Itália (FDEI). Para saber mais: Fotos retiradas do site do CELI Nos destacamos pela nossa liberdade. Entrevista com Cordelia Vitiello, representante legal do CELI e conselheiro da FLM, além de presidente do Hospital Evangélico Betânia de Nápoles. Envolvido em vários projetos diaconais em Nápoles e arredores. Filho de mãe alemã e pai napolitano, Vitiello representa "a alma bicultural do CELI". A Igreja é visível sobretudo através da diaconia. Entrevista com Christine Fettig, leigo consistorial de Trieste. “Christine Fettig é segurança. Em sua comunidade, em Trieste, sabem que podem contar com ela para tudo”. Um de seus temas é a justiça de gênero. É importante começar as coisas. Entrevista com Kirsten Thielevice-reitor CELI. “A decisão sobre uma posição oficial do CELI em relação à justiça de gênero está muito próxima do meu coração. O documento não precisa conter todos os aspectos do assunto. Nem tudo tem que estar ali, não temos que ficar atolado querendo exagerar. É importante votar um documento que seja a posição oficial do CELI como ponto de partida para todos os trabalhos futuros”… Novo formato – novas rotas?. Entrevista com Ingrid Pfrommer, vice-presidente do Sínodo do CELI, sobre os desafios de um sínodo online. “Uma experiência completamente nova”. Pela primeira vez, ela é responsável por todo o planejamento do Sínodo junto com o presidente Wolfgang Prader. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.