Procura-se enfermeira para a casa de repouso Taylor em Roma

Procura-se enfermeira para a casa de repouso Taylor em Roma

Foto retirada do site do Taylor Institute

Roma (NEV), 21 de setembro de 2022 – Ainda faltam 9 dias para a apresentação da candidatura ao Concurso para a contratação de enfermeira/enfermeira de substituição de maternidade a termo certo na Casa de Repouso GB Taylor em Roma.

O local de trabalho é em Roma, no mesmo Instituto, na via delle Spighe, 8. Super quadro contratual de 3º nível do acordo coletivo de trabalho nacional da UNEBA; Qualificação exigida: Enfermeira.

O contrato será a termo certo, por um período igual ao da ausência do substituído (presumivelmente 1 ano) e em qualquer caso até ao regresso do mesmo. Este é um trabalho de meio período de 30 horas por semana com colocação imediata após a conclusão bem-sucedida do período de estágio.

Para todas as informações, requisitos e procedimentos para submissão da sua candidatura, clique AQUI.


casa taylor

A Taylor Rest Home, lê-se no site da instituição, “é um local onde todos os idosos que necessitam de companhia e de interagir com os outros podem encontrar ajuda e conforto válidos. A casa de repouso oferece aos idosos a possibilidade de uma vida comunitária, respeitando a sua autonomia, estimulando as suas capacidades residuais, fomentando a sua relação com o meio envolvente”. A Taylor faz parte das estruturas pertencentes à União Cristã Evangélica Batista da Itália (UCEBI). O instituto também oferece serviços de assistência religiosa, respeitando a liberdade de culto de cada hóspede.

Pelo segundo ano consecutivo, em junho de 2022, o GB Taylor Rest Home em Roma recebeu o Prêmio do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR).

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

FCEI, a palavra aos conselheiros cessantes.  Ilaria Castaldo

FCEI, a palavra aos conselheiros cessantes. Ilaria Castaldo

Roma (NEV), 26 de outubro de 2021 – Em vista da Assembleia que se realizará dentro de alguns dias, quando o atual Conselho da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI) encerrará seu mandato e um novo Conselho e um novo presidente será eleito , reunimos o testemunho de serviço nestes anos de trabalho no Conselho da Federação, àqueles que, ou seja, têm orientado o caminho da FCEI. Pedimos assim aos vereadores e vereadores cessantes que nos falassem do passado, através de um balanço da experiência feita, e um olhar para o futuro. O Conselho da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), triênio 2018/2021, imagem de arquivo É hora de Ilaria Castaldotenente auxiliar do Exército de Salvação, atualmente responsável pela Casa Vacanze Concordia e pela comunidade local de Forio d'Ischia. Qual é a sua avaliação desta experiência? “O balanço desta experiência é absolutamente positivo. Lembro-me dos Assizes em que fui eleito: cheguei a Pomezia quando realmente não sabia nada sobre a FCEI. A única coisa que me deu coragem na época foi ver rostos conhecidos aqui e ali, já que a família de minha mãe é valdense. De resto, era tudo para perceber… Mas naqueles dias, ouvindo o relatório trienal e assistindo às várias sessões pensei que gostaria de mais Exército de Salvação na FCEI e mais FCEI no Exército de Salvação. Desde o primeiro Concílio em Roma, tentei entender o que realmente era a FCEI e qual o papel que o Exército poderia desempenhar em tudo isso. Nos últimos anos trabalhamos muito, em programas, mas também em unidade e possíveis interações. Foram anos de viragem para algumas questões e foi emocionante ter a sensação de contribuir para os progressos, conquistas e mudanças que aconteceram. Como representante de uma igreja que sempre luta com a falta de meios financeiros, foi bom ajudar e contribuir para a criação, design e implementação de uma série de projetos que agora estão em pleno andamento. Esses anos foram uma grande oportunidade para ampliar meu horizonte no cenário evangélico da FCEI. Tive oportunidade de visitar algumas das nossas realidades, de constatar a inventividade, espírito e vontade dos nossos coordenadores e operadores. Tentei ajudar a aumentar a conscientização sobre o FCEI em minha comunidade e talvez também o Exército de Salvação no FCEI. Que testemunho você tem vontade de deixar para aqueles que virão depois de você? A quem me substituir no Conselho como representante do Exército, gostaria de recomendar que "estejam lá". Muitas vezes ser minoria pode te levar a dar um passo atrás, mas acho que a beleza da FCEI é que somos um condomínio de igrejas que procuram ser uma família para fazer o bem ao próximo e a nós mesmos. Isso é algo que vale a pena gastar dinheiro. É maravilhoso que, com nossas particularidades, possamos trabalhar juntos, nos conhecer, nos enriquecer e atender às necessidades dos outros. Todos nós temos algo para dar. Em geral, no próximo Concílio gostaria de dizer duas coisas. Estrategicamente, estar junto é mais inteligente: juntos temos mais chances de sermos relevantes e mais eficazes nas ações que realizamos. Em um mundo onde há exclusões de todo tipo em benefício de uma uniformidade que cheira a achatamento, a ideia de igrejas com ideias e posicionamentos diferentes em alguns campos, mas que saibam planejar, dialogar e trabalhar juntas é uma realidade que vale a pena defender. E quero concluir repetindo o que venho dizendo há algum tempo: não esqueçamos de dizer, sempre que tivermos oportunidade, o que nos move. O que chamamos de "testemunho" deve ser explícito, transmitido, explicado como 1 Pedro 3:15 diz "Estai sempre prontos para dar conta da esperança que há em vós". Fazemos muitas coisas importantes e bonitas com profissionalismo e cuidado: seria muito triste se não disséssemos que somos motivados e movidos pelo amor por excelência: aquele demonstrado por Deus através de Jesus Cristo. Bom trabalho para todos vocês!". ...

Ler artigo
A chamada de 2021 para o concurso Otto per mille Valdensian abre em 4 de janeiro

A chamada de 2021 para o concurso Otto per mille Valdensian abre em 4 de janeiro

Roma (NEV), 3 de janeiro de 2021 – Amanhã, segunda-feira, 4 de janeiro, abre oficialmente o concurso Otto per Mille Valdese 2021 para a apresentação de projetos. Aqui, na seção "enviar um projeto" no site da OPM, o resumo de todas as informações úteis para participar. A chamada para apresentação de projetos estará aberta por três semanas, até a próxima segunda-feira, 25 de janeiro de 2021. Todas as entidades solicitantes, associações, ONGs terão que se cadastrar para enviar um pedido de contribuição. As diretrizes Otto per Mille da União das igrejas metodistas e valdenses e as instruções para usar a plataforma apropriada podem ser baixadas nesta página. As candidaturas podem ser apresentadas em italiano e em inglês. Aqui o detalhe de como foram gastos os fundos de 2019, enquanto aqui uma análise mais aprofundada em conjunto com o gestor do OPM, Manuela Viñay. ...

Ler artigo
Igrejas mundiais pela justiça racial e econômica

Igrejas mundiais pela justiça racial e econômica

Foto Albin Hillert/CEC. Arusha, Tanzânia, 7 de março de 2018 Roma (NEV), 28 de maio de 2019 – O Comitê Executivo do Conselho Mundial de Igrejas (CMI) reuniu-se de 22 a 28 de maio em Bossey, na Suíça. Entre as moções aprovadas, uma diz respeito à comemoração da viagem transoceânica forçada dos povos africanos escravizados por Angola para Jamestown, na Virgínia (EUA), que marca o quadricentenário. “A política e a prática de escravização do povo africano lançaram as bases para a privação sistemática de direitos e humilhação de pessoas de ascendência africana por 400 anos, nos Estados Unidos e em todo o mundo”, dizia o comunicado. O CMI “celebra a resiliência espiritual dos povos africanos nestes 400 anos – continua a declaração – e reafirma a parceria histórica entre igrejas e organizações ecumênicas nos Estados Unidos que, juntamente com o CMI, abordam o racismo em nível global”. O CMI pede a todas as igrejas membros que recordem este momento histórico e peçam perdão “em nome de nossos ancestrais que estiveram envolvidos na escravização do povo africano” e retomem a luta contra o racismo, pela justiça racial e econômica e pela reparação. A íntegra da declaração em inglês pode ser consultada AQUI. Muitos itens da agenda tratados pelo comitê, incluindo os preparativos para a 11ª Assembleia do CMI que será realizada em 2021 em Karlsruhe, na Alemanha, cujo tema será “O amor de Cristo move o mundo à reconciliação e à unidade”. Numerosas declarações foram assinadas pelo Comitê nos últimos dias. Um apelo aos cristãos perseguidos na Ásia, uma declaração sobre a crise global da biodiversidade e o fim do HIV e AIDS, o apelo para conter as tensões entre os EUA e o Irã e para uma paz justa na Palestina e em Israel. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.