Sondrio.  educação para a paz

Sondrio. educação para a paz

Detalhe do cartaz da conferência “Educação para a paz”, 4 de junho de 2022, Sondrio

Roma (NEV), 1 de junho de 2022 – A conferência intitulada “Educação para a paz” será realizada em 4 de junho em Sondrio. O dia representa uma oportunidade para refletir juntos sobre a escola secundária inferior e fazer um balanço dos aspectos pedagógicos, sociais, educativos e culturais do nosso tempo.

A conferência é organizada pelo Centro Cultural Evangélico de Sondrio juntamente com a Ópera Nacional Montessori e o Milanese Comprehensive Institute “Ricardo Massa”.

“2022 é um excelente ano para falar de escola – escreve o presidente do Centro Evangélico, Emanuele Campagna –, pois são 60 anos da extensão da escolaridade obrigatória ao ensino médio”.

Falaremos sobre inovação na escola e também sobre o método Montessori. É uma oportunidade, continua Campagna, “de falar da reforma escolar concebida por Maria Montessori (cf. O Erdkinder. Os filhos da terra – para uma reforma do ensino secundário), dado que este ano marca o 70º aniversário da sua morte”.

O presidente conclui: “A nossa intenção é muito ambiciosa porque queremos propor uma forma de identificar a função educativa da idade desenvolvimentista (11-13 anos) na construção da personalidade e na autoconfiança”.

Eles conversam sobre isso juntos Milena Piscozzo (Nas dobras da história escolar). Gianpaolo Bovio (O mundo claro-escuro da escola). Elizabeth Nigris (Escola e atualidades). Antonella Binago (Educação para a paz na escola). Às 12 horas, o debate foi aberto. Conclusões do Diretor de Sondrio Fábio Molinari.

Marcação a partir das 9h45 na sala “Fabio Besta”, gentilmente cedida pela Banca Popolare di Sondrio. Ao vivo, acesse pelo link abaixo:


Leia AQUI as biografias dos oradores.

Para mais informações, clique aqui.

Baixe o FLYER.


admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Reimaginando o ecumenismo em um mundo atingido por uma pandemia

Reimaginando o ecumenismo em um mundo atingido por uma pandemia

Foto retirada de cwmission.org Roma (NEV), 13 de fevereiro de 2022 – O Secretário Geral do Conselho para a Missão (CWM – Council for World Mission), pároco Joseop Keumexortou os líderes cristãos mundiais a repensar o ecumenismo. Convidado pelo Global Christian Forum (GCF), o pastor Keum lançou uma mensagem desafiadora sobre como revisitar o ecumenismo neste mundo atingido pela pandemia. A iniciativa faz parte de uma série de encontros preparatórios em vista do próximo Fórum Global, previsto para 2024. Entre eles, também houve o encontro de facilitadores realizado de forma híbrida de 5 a 9 de fevereiro na Domus Romana Sacerdotalis em Roma, que também contou com a presença do bispo Rosemarie Wenner (foto abaixo, terceiro da esquerda) do Conselho Metodista Mundial. Nos mesmos dias, entre outras coisas, a delegação religiosa se encontrou com o presidente da Obra para as Igrejas Evangélicas Metodistas na Itália (OPCEMI), pároco Mirella ManocchioE Papa Francisco. Ecumenismo transformador Em seu discurso durante a sessão de abertura, o pastor Jooseop Keum expressou sua preocupação com as injustiças sociais, políticas e econômicas reveladas pela pandemia global de Covid-19. Também destacou a ganância sistêmica que não está apenas explorando a vida de pessoas vulneráveis, mas também destruindo o meio ambiente. “A pandemia de Covid-19 não é um desastre natural nem acidental”, disse Keum. É um desastre ecológico causado pelo homem devido ao genocídio da ecodiversidade e invasão humana em lares de animais selvagens.” Neste mundo atingido pela pandemia, com desafios internos ao movimento ecumênico, Keum também convocou os membros do Fórum Cristão a reinventar um ecumenismo transformador. É preciso desmantelar as estruturas que servem apenas aos privilegiados, recebendo o Espírito Santo, redescobrindo a fé à margem e derrotando a cultura do ódio com a força do amor, declarou Keum. O pastor destacou a necessidade de uma transformação radical no movimento ecumênico, também em seus espaços. “Revisar o ecumenismo requer uma mudança de lugar – tanto em termos hermenêuticos quanto geográficos: das câmaras do conselho para as ruas, e do dogma para a vida. A vida e as vidas importam, por isso revisitar o ecumenismo é um apelo à celebração da vida em sua plenitude, com as pessoas, em seus contextos reais e em comunidades concretas”. No final de seu discurso, ele sugeriu sete direções para o futuro do ecumenismo: Status confessionis sobre mudanças climáticas e justiça ecológica. Desenvolva a economia da vida em vez de servir a "mammon", o "deus" do dinheiro. Reimaginar o ecumenismo como um movimento a partir das margens, além das instituições. Cultive uma espiritualidade da interconectividade da vida e da solidariedade da esperança. Promova parcerias e explore teologias entre os vulneráveis. Mudando o foco do ecumenismo do eurocêntrico para o cristianismo global. Promover uma liderança ecumênica baseada em valores de fé, não eclesiais. O pastor Casley EssamuahSecretário-Geral do GCF, e outros participantes expressaram gratidão a Keum por seu discurso, que "ajudará a discernir o caminho a seguir em vista da reunião global de 2024". Foto tirada da página do Global Christian Forum no Facebook. Delegação em audiência com o Papa Francisco, fevereiro de 2022 Fórum Cristão Global (GCF) O GCF é um fórum global de líderes cristãos de diferentes tradições, regiões, culturas e nações. Proposto pela 8ª Assembleia Geral do Conselho Mundial de Igrejas (CMI) em 1998 em Harare, o GCF nasceu, após um processo de consultas, para reunir várias tradições eclesiásticas num caminho comum de reflexão rumo à unidade das igrejas globais, sobre igualdade de condições e respeito mútuo. Inclui representantes evangélicos, pentecostais e católicos, juntamente com as igrejas membros do CMI. Obrigado Antonella Visintincoordenadora da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), pelos relatórios e pelo apoio à tradução. ...

Ler artigo
Protestantismo, os novos tempos em Rai Tre

Protestantismo, os novos tempos em Rai Tre

Roma (NEV), 14 de setembro de 2022 - A partir de domingo, 18 de setembro, com a nova programação da Rai, o episódio dominical do Protestantismo, a transmissão de TV da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália, será transmitido às 7 em vez das 8. Além disso, o as réplicas não serão mais duas, mas três. Abaixo estão as datas e horários dos compromissos para o próximo episódio. O programa, apresentado por Cláudio Paravatiserá transmitido pela Rai Tre. Domingo, 18 de setembro às 7 Réplicas:Terça-feira à noite, 20 de setembro, às 13h10Quarta-feira à noite, 21 de setembro, às 13h10Segunda-feira à noite, 26 de setembro, às 13h45sempre na Rai 3 Neste episódio: O caminho para o céuEm Hohrodberg, na França, uma comunidade de freiras protestantes,ele vive uma vida de silêncio e oração.As diaconisas de Estrasburgo falam sobre sua vida cotidianae as viagens interiores que os levaram a optar pela vida comunitária ...

Ler artigo
Emilia Romagna, as igrejas evangélicas abrem uma assinatura

Emilia Romagna, as igrejas evangélicas abrem uma assinatura

Foto: Proteção Civil Roma (NEV), 19 de maio de 2023 - "Mais uma vez vemos as pesadas consequências da mudança climática em nosso país - declara o pároco Daniele Garrone, presidente da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália, que expressou proximidade “aqueles que tiveram que deixar suas casas ou viram seu trabalho comprometido. Acima de tudo, proximidade e solidariedade com aqueles que hoje choram seus entes queridos. Esperamos que todos possam ser salvos graças aos esforços dos socorristas, cujo compromisso é mais do que precioso. Então – continuou Garrone – será uma questão de reconstrução, com entusiasmo e previsão. Um esforço do qual as igrejas evangélicas pretendem participar”. Para contribuir para ajudar a população da Emilia Romagna, a FCEI abriu uma assinatura, é possível fazer uma transferência bancária com o motivo "Assinatura da Emilia Romagna" para a Federação das Igrejas Evangélicas da Itália - Via Firenze 38, 00184 Roma, IBAN : TI 26 X 02008 05203 000104203419 ou via PayPal, aqui: Aqui estão algumas vozes e testemunhos das igrejas protestantes das áreas afetadas pela enchente. artigo anteriorEscuta, diagnóstico e tratamentoPróximo artigoApelo às Igrejas Europeias para o Dia Mundial do Refugiado Agência de Imprensa da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.