Vigília ecumênica em Lampedusa: a justiça diz respeito a todos ou não diz respeito a ninguém

Vigília ecumênica em Lampedusa: a justiça diz respeito a todos ou não diz respeito a ninguém

O monumento “Porta di Lampedusa, Porta d’Europa” de Mimmo Paladino

Lampedusa (NEV), 25 de janeiro de 2019 – A vigília ecumênica de encerramento da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos será realizada hoje, sexta-feira, 25 de janeiro, às 18h, na paróquia de San Gerlando in Lampedusa.

estou comemorando Dom Carmelo La Magrapároco de Lampedusa e marta bernardinirepresentando a Federação das Igrejas Evangélicas da Itália, operadora da Mediterranean Hope.

«Há anos trabalhamos juntos nesta ilha, católicos e protestantes, mas compartilhar momentos de oração e leitura da Palavra é sempre uma grande emoção – explica Marta Bernardini – Há poucos dias saiu um apelo ecumênico para chamar a atenção o que está acontecendo contra os migrantes em nosso país. Uma passagem diz: “Na ocasião em que celebramos o dom da unidade e da fraternidade entre os cristãos, queremos explicar a todos que, para nós, ajudar os necessitados não é um gesto benfeitor, um altruísmo ingênuo ou, pior ainda, , de conveniência: é a própria essência da nossa fé.

A Justiça – conclui Marta Bernardini – diz respeito a todos ou não diz respeito a ninguém. Ou somos livres todos juntos ou somos escravos todos juntos.

O texto do SPUC deste ano é retirado do Deuteronômio “Procurai ser verdadeiramente justos”, em sintonia com a mensagem ecumênica contida também no apelo conjunto sobre o tema migração e acolhimento assinado há poucos dias.

Para padre Carmelo La Magra, pároco de Lampedusa, «o SPUC de Lampedusa é um momento de comunhão muito significativo, num lugar onde as nossas igrejas protestantes e católicas já colaboram vivendo juntas o compromisso com a justiça, os direitos humanos, a fraternidade e a caridade em qualquer época do ano. Em espírito de sincera amizade e fraternidade, cooperamos e apoiamos uns aos outros, mas estar reunidos também para ouvir a Palavra de Deus e rezar juntos é uma ocasião de alegria, além de ser um dom precioso”.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Corredores e “hotéis” para insetos polinizadores na cidade.  tutoriais

Corredores e “hotéis” para insetos polinizadores na cidade. tutoriais

Roma (NEV), 24 de junho de 2022 - Saiu o 2º tutorial de "corredores ecológicos" para insetos polinizadores. É um projeto de algumas igrejas evangélicas na Itália (Luterana de Nápoles, Batista Centocelle, Batista Civitavecchia, Adventista de Bolonha, Metodista de Milão), que entre outras coisas participaram do concurso "Juriga Romana" da Rede Cristã Europeia para o Meio Ambiente (ECEN). . A ideia nasceu dentro da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). O projeto se chama “Caminhos Ecumênicos para Polinizadores”. Este novo tutorial fala sobre como criar corredores e “hotéis” para insetos polinizadores na cidade e explica como e por que é útil projetar esses tipos de ambientes. Para ilustrar como o fazer, desde os materiais às ferramentas necessárias para fazer as casas para os insectos bons, é Annette Brunger, responsável pelo ambiente da Igreja Evangélica Luterana na Itália (CELI), comunidade de Nápoles e membro do GLAM. Você pode construir hotéis para bons insetos, explica Brünger, “junto com outras pessoas, mesmo com crianças e adolescentes. Uma forma de ser criativo e abordar o tema do respeito pela natureza e da proteção da criação. Também pode ser uma ideia de presente original e eco-sustentável. O objetivo é, entre outras coisas, conscientizar as pessoas e ampliar a rede de corredores ecológicos”. [embed]https://www.youtube.com/watch?v=SAvpl_DDWkI[/embed] Contexto A Comissão GLAM está a serviço das comunidades e indivíduos que desejam abordar essas questões a partir de uma perspectiva de fé. O trabalho busca a rede dentro e fora das igrejas, nacional e internacionalmente. Um dos focos da GLAM é o trabalho de construção da rede comunidade ecológica. Existem ecocomunidades "iniciadas", "em andamento" e "graduadas", com base na adesão a um determinado limite de 40 critérios ambientais relativas ao culto e outros momentos litúrgicos, trabalhos de manutenção visando a poupança de energia, eliminação do plástico, educação, implementação de comportamentos virtuosos na administração, nas compras, na utilização da energia, mobilidade e gestão de resíduos, até verificação da ética dos bancos onde estão localizadas as contas correntes das igrejas. O comunidade ecológica em Itália, algumas dezenas candidataram-se ao diploma GLAM, num universo de mais de uma centena de simpatizantes. Um primeiro tutorial foi lançado em abril com Paul Versariprofessor da escola agrícola de Castelfranco Emilia e conhecedor do mundo das borboletas, editado por Monica DePaolis E Maria Elena Lacquaniti. ...

Ler artigo
uma série de sermões sobre Ló, Sansão e Judas

uma série de sermões sobre Ló, Sansão e Judas

Roma (NEV), 4 de julho de 2020 – Há mais a aprender com os erros do que com os acertos. Esta é a convicção que anima o curto ciclo dedicado às histórias bíblicas de fracasso que termina amanhã, 5 de julho, no Culto Evangélico, programa da Radiouno RAI, transmitido todos os domingos de manhã às 6h35. “Alguns anos atrás – explica o pároco Luca Baratto que supervisionou os três sermões – aconteceu de eu ver um livro intitulado 'As consequências da Bíblia' em uma vitrine. Entrei na livraria e comprei imediatamente, sem ver!” A série exibida no Culto Evangélico é inspirada justamente no volume do biblista canadense Walter Vogels. Os protagonistas dessas histórias bíblicas de fracasso são personagens de excelência, ricos em talento e humanidade, cuja vida, porém, deu um rumo errado por causa de suas falhas ou azar ou porque Deus, por algum motivo, os abandonou. Vogels manifesta simpatia explícita por eles, advertindo os leitores a não julgarem para não serem julgados por sua vez com a severidade e, às vezes, malevolência, que usamos para com os outros O primeiro sermão, transmitido em 14 de junho, contou a história de muito, o patriarca falhou. Sua vida procede primeiro em paralelo e depois em oposição à de seu tio Abraão. Os dois saem de Ur juntos, mas a cada novo movimento de sua caravana eles se afastam cada vez mais um do outro, até se separarem (Gênesis 13). “É interessante como a Bíblia mostra o andamento dessa separação – explica Baratto -. Nas listas das caravanas de Abraão, o nome de Ló desliza imperceptivelmente da primeira para a última posição. Prima está no começo com seu tio Abraham; depois é cotado em segundo, terceiro e quarto lugar na caravana. É um pouco como sentar à mesa e descobrir que o seu lugar está cada vez mais distante do do anfitrião!” 21 de junho foi a vez de Sansão, “uma história de violência, amor, sexo e até humor, perfeita para o cinema. É uma história de excessos, cujo fracasso se deve principalmente às expectativas, também enormes, ligadas ao nascimento de Sansão”, explica Baratto. “Na verdade, Sansão é o 13º juiz – ou seja, líder militar – de Israel, e isso por si só deve nos dizer muito. As tribos de Israel são de fato 12, um número completo em si. Ser o 13º significa ser um excedente, uma pessoa não agendada de quem pouco se espera. E, no entanto, a história entre Sansão e Dalila é muito mais intrigante do que parece à primeira vista, e sempre vale a pena contar”. A última personagem, no episódio do Culto Evangélico transmitido no domingo, 5 de julho, é a mais trágica das três: para baixo de, o traidor. “Sim, o traidor – reitera Baratto -. Porque Judas é marcado por sua culpa. Quando os Evangelhos mencionam seu nome, Judas Iscariotes, sempre acrescentam: 'aquele que o traiu'. “Judas está arrasado com a sentença de morte que condena Jesus e para a qual, paradoxalmente, ele mesmo contribuiu. Jesus é derrotado e Judas é derrotado; Jesus morre e Judas morre. Judas não teve tempo de ouvir o julgamento da vida pronunciado por Deus sobre Jesus com a ressurreição. E ele ainda está esperando para ouvir esta palavra”. Todos os episódios do culto evangélico estão disponíveis para reouvir na Rádio RaiPlay; enquanto os textos são publicados no site www.fcei.it e na edição impressa de “Riforma”, a revista semanal das igrejas batistas, metodistas e valdenses. ...

Ler artigo
Protestantismo, os novos tempos em Rai Tre

Protestantismo, os novos tempos em Rai Tre

Roma (NEV), 14 de setembro de 2022 - A partir de domingo, 18 de setembro, com a nova programação da Rai, o episódio dominical do Protestantismo, a transmissão de TV da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália, será transmitido às 7 em vez das 8. Além disso, o as réplicas não serão mais duas, mas três. Abaixo estão as datas e horários dos compromissos para o próximo episódio. O programa, apresentado por Cláudio Paravatiserá transmitido pela Rai Tre. Domingo, 18 de setembro às 7 Réplicas:Terça-feira à noite, 20 de setembro, às 13h10Quarta-feira à noite, 21 de setembro, às 13h10Segunda-feira à noite, 26 de setembro, às 13h45sempre na Rai 3 Neste episódio: O caminho para o céuEm Hohrodberg, na França, uma comunidade de freiras protestantes,ele vive uma vida de silêncio e oração.As diaconisas de Estrasburgo falam sobre sua vida cotidianae as viagens interiores que os levaram a optar pela vida comunitária ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.