17 de fevereiro.  “Partido da Liberdade de Todos”

17 de fevereiro. “Partido da Liberdade de Todos”

Roma (NEV CS/05), 17 de fevereiro de 2020 – “Para os protestantes italianos, este é o Dia da Liberdade: não apenas a nossa liberdade, mas a de todos”. Estas são as palavras de Luca Maria Negro, presidente da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI) no dia em que celebramos o 172º aniversário das Cartas-Patente com as quais o Rei da Sardenha, Carlo Alberto, concedeu direitos civis aos seus Sujeitos protestantes, os valdenses. No mês seguinte, ele também os concedeu aos judeus.

E os evangélicos italianos dedicam este ano a Semana da Liberdade (por volta de 17 de fevereiro) ao tema do antissemitismo.

A Mole Antonelliana, em Turim, iluminada para 17 de fevereiro

“Um fenômeno que se reacende perigosamente na Itália, na Europa e no mundo – continuou Negro -. Os dados são alarmantes: os atos de ódio contra os judeus estão aumentando, começando com ataques verbais, especialmente online, profanação de cemitérios e lápides, pedras de tropeço arrancadas, casas marcadas com escritos difamatórios”.

A FCEI preparou um compêndio para esta Semana da Liberdade, Contra o anti-semitismo e a cultura do ódio, como ferramenta de reflexão e análise para as igrejas federadas.

“A Federação propõe partir das pedras de tropeço porque elas nos permitem recordar – sublinhou o Presidente Negro -. Eles nos fazem tropeçar em nome das vítimas, na trágica história da Shoah, em discursos cheios de preconceitos antissemitas”.

O presidente da FCEI lembrou também que como cristãos devemos tropeçar no fato de que a inimizade contra os judeus, ideológica antes mesmo de praticada, foi alimentada no seio do cristianismo e que fez parte da bagagem ‘normal’ de ‘ qualquer ‘cristão. “A tarefa de reconhecer e eliminar visões antijudaicas é ecumênica. Esperamos que os cristãos das várias confissões também na Itália se unam para denunciar o anti-semitismo e dialogar com os judeus, nossos irmãos mais velhos na fé” concluiu Negro.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Paolo Naso: não se resigne ao mal

Paolo Naso: não se resigne ao mal

Murais em Katowice, Polônia. Foto Pawel Czerwinski Unsplash Roma (NEV), 25 de outubro de 2022 – Enquanto as comunidades religiosas do mundo se reúnem no Coliseu de Roma para a cerimônia de encerramento do encontro “O grito pela paz”, o Mediterrâneo envolve mais mortos. O "grito pela paz" reúne muitas vozes e entre elas queremos retomar a de Paulo Naso, ex-coordenador do projeto Esperança do Mediterrâneo (MH) e atual pessoa de contato para as relações institucionais do MH dentro da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). Paolo Naso falou esta manhã durante o encontro internacional anual de oração e diálogo pela paz entre as religiões do mundo, organizado pela Comunidade de Sant'Egidio. O contexto é o do Fórum sobre a responsabilidade das religiões na crise da globalização. “Os cristãos não aceitam o mal – disse Naso -. Dietrich Bonhoeffer não se resignou ao mal total e absoluto que via crescer ao seu redor; Martin Luther King não se resignou ao mal racista que permeava sua igreja e a própria comunidade cristã; Desmond Tutu ele não se curvou ao mal do apartheid e a um sistema de regras que criava hierarquias baseadas na cor da pele. Cada um à sua maneira enfrentou o problema de contrastar o mal, imaginando como interromper o fluxo de violência e ódio. Este é o desafio que enfrentamos hoje. Tal como acontece com as migrações globais, a política parece não encontrar soluções. Também não vemos aquele 'povo de paz' ​​que no passado marchou junto pelo desarmamento nuclear ou pela guerra no Iraque”. Foto Comunidade de Sant'Egidio Em seu discurso, Paolo Naso sublinhou o valor do que chamou de “a mais importante aventura ecumênica destes anos: o compromisso comum de conceber, implementar e promover corredores humanitários na Europa”. Paolo Naso então aborda a questão ucraniana: “Diante deste massacre da humanidade, até a voz dos cristãos está dividida. Os contrastes também atravessam nossa comunidade de fé. É um escândalo, um obstáculo dramático à credibilidade da nossa fé. Então? Oração é claro, como acontecerá em algumas horas. E então? Somos capazes de dizer e fazer outra coisa, algo mais?”. São três questões, segundo Paolo Naso, para recomeçar. “Podemos dizer que a guerra não pode ser abençoada? […] Podemos dizer juntos que a paz deve ser justa ou não? […] Finalmente, podemos dizer juntos que o uso de armas nucleares não pode sequer ser contemplado entre as opções militares plausíveis? Isso certamente se aplica à Rússia, mas também aos aliados da Ucrânia, aos Estados Unidos e ao campo ocidental no qual a Itália se reconhece”. Para ler o discurso completo de Paolo Naso no encontro internacional de oração e diálogo pela paz entre as religiões do mundo organizado por Sant'Egidio (Roma, 23/25 de outubro de 2022) clique abaixo. Paolo Naso - Não se resigne ao mal. Entre as presenças evangélicas do evento, também o presidente da FCEI, pastor Daniele Garrone. Para ler a meditação de Garrone clique abaixo. Daniele Garrone – A palavra de Deus gera sonhos. Para ver as outras presenças do mundo protestante e reformado clique aqui. ...

Ler artigo
75º Festival Internacional de Cinema de Veneza.  Sameh Zoabi ganha o prêmio INTERFILM

75º Festival Internacional de Cinema de Veneza. Sameh Zoabi ganha o prêmio INTERFILM

Roma (NEV), 10 de setembro de 2018 – O Júri INTERFILM, presente no 75º Festival Internacional de Cinema de Veneza, entregou seu prêmio de diálogo inter-religioso a Sameh Zoabi para o filme “Tel Aviv em chamas”. O júri deste ano foi composto por alemães Christian Engelsmembro do Comitê INTERFILM, do jornalista italiano Federica Tourndo escocês Joylon Mitchell e da Suíça Daria Pezzoli-Olgiati (Presidente). Motivação total Esta comédia brilhante, provocativa e irreverente oferece um olhar original sobre um dos conflitos mais dolorosos do nosso tempo. Um roteirista palestino forma uma parceria inesperada com um oficial israelense que o ajuda a desenvolver o enredo da série de televisão sentimental Tel Aviv on Fire. O filme inverte a linha entre a dura realidade e as visões românticas, trabalhando as identidades dos personagens e abrindo um espaço criativo para o diálogo. Tel Aviv on Fire, dirigido por Sameh Zoabi (Luxemburgo, França, Israel, Bélgica, 2017) A INTERFILM foi fundada em 1955 por várias associações protestantes de cinema na Europa. Em colaboração com seu parceiro católico SIGNIS, organiza júris ecumênicos nos festivais de cinema mais importantes, como Cannes, Montreal, Moscou, Leipzig, Berlim, Locarno. Em Veneza, os júris da SIGNIS e da INTERFILM são separados. ...

Ler artigo
Igreja Batista OPM, “Multiplicar a esperança por mil”

Igreja Batista OPM, “Multiplicar a esperança por mil”

Roma (NEV), 22 de abril de 2023 – "Multiplicar a esperança por mil": este é o lema da campanha Otto per mille Baptist 2023. Estamos falando do compromisso da União Cristã Evangélica Batista da Itália (UCEBI) para fins de saúde , humanitário, social. Todos os anos, a UCEBI continua a aplicar 100% dos fundos recebidos "com extremo rigor, destinando-os - até ao último cêntimo - exclusivamente a intervenções sociais, assistenciais, humanitárias e culturais, em Itália e no estrangeiro", lê-se no site da batistas. Entre os projetos ativos, financiados com os recursos do Otto per mille, podemos ajudar idosos, mulheres vítimas de violência, meninos e meninas. Entre as atividades realizadas pela UCEBI com os fundos Otto per mille, um projeto dos Médicos Sem Fronteiras contra a violência contra as mulheres, a casa de repouso GB Taylor em Roma, apoio às atividades da Associação Italiana de Pessoas com Síndrome de Down (AIPD) – Onlus de Pisa e o projeto Medical Hope da Federação de Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI) para assistência médica a refugiados sírios no Líbano e na Itália. Quem são os batistas? “Para explicar de forma simples podemos dizer: os cristãos da igreja de Martin Luther King”. É o que afirma o site da UCEBI, membro da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). Fundada em 1956, recolhe o legado da União Batista Apostólica Cristã (UCAB), fundada em 1884 pelas missões inglesas e americanas que chegaram à Itália na década de 1860, por sua vez herdeiras dos anabatistas e da chamada Reforma Radical da Inglaterra de 1600. Aqui todas as informações da Receita Federal em 2, 5 e 8 por mil. As imagens escolhidas para a campanha publicitária Otto per mille battista: [embed]https://www.youtube.com/watch?v=4G4eh_lWwIc[/embed] ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.