Protestantes na Feira do Livro de Turim

Protestantes na Feira do Livro de Turim

Roma (NEV), 18 de maio de 2022 – A Fundação Centro Cultural Valdense (Fccv) estará presente na XXXIV Feira Internacional do Livro de Turim, que começa amanhã, 19 de maio, com um espaço expositivo dedicado, no estande Claudiana Editrice (Pavilhão 3 Estandes R106-S105).

Aqui o calendário de apresentações: 19 de maio, apresentação das atividades gerais da Fccv no stand; Dia 20 de maio, reunido às 16h na área de mídia da RBE do estande de Claudiana Editrice do livro “As coleções bíblicas das Bibliotecas Valdenses de Torre Pellice e Roma”, será ilustrado o importante trabalho de catalogação e estudo dos ricos acervos de Torre Pellice e da Faculdade Valdense de Teologia em Roma (cerca de 5.000 espécimes). O encontro será presencial para o público da Mostra e será transmitido ao vivo nos canais da RBE radiovisão e em streaming na página da Fbc e no canal do Youtube da Fccv; 21 de maio, apresentação da atividade do Museu Valdense da Torre Pellice na secção histórica, etnográfica e exposições temporárias, no stand; 23 de maio, apresentação das atividades da Fccv no estande.

Além disso, ainda na Feira do Livro de Turim, quinta-feira, 19 de maio, às 14h, o pároco metodista Pedro Ciaccio (no link) fala sobre seu novo volume eGospel, iGod e Jesus Pessoal; às 16h30 ele intervém Maria Teresa Milãoautor juntamente com Lucas Margarita De Viver as palavras.

Na sexta-feira, 20 de maio, às 13h, haverá um encontro com Bruna Peyrot e seu livro Ser terra; aos 14 Ilaria Valenzi (conectando), Paulo Naso E Gian Mario Gillio afeta o volume O populismo religioso entre a teologia e a política; aos 17 Lydia Maggi, Ângelo Reginato apresentar seu último volume Andar na água.

Também na sexta-feira, 20 de maio, na Sala Verde, em colaboração com o Turin Migration Festival e Reforma-LEco dos vales valdensesàs 18h15 o encontro com Antonella Nápolesautor de Mais forte que o medo, histórias de inocência quebrada ejuramento de um embaixadordedicado à Luke Attanasio; com Benedetto Della Vedova, Gian Mario Gillio e Jean Leonard Touadi.

No domingo, dia 22 de maio, às 15h30, no referido espaço da Editora Claudiana e da Rbe, haverá um encontro com Brunetto Salvarani, sobre seu último trabalho Olhando para a teologia do futuro.

Todos os eventos citados serão realizados no estande daEditora Claudiana e Rádio Evangélica Beckwith, que ficará no Pavilhão 3, e terá a numeração R106 – S105.

O programa completo da revista que se intitula “Wild Hearts” e abrirá na quinta-feira, 19 de maio, com a lectio inaugural do escritor indiano Amitav Ghoshwww.salonelibro.it.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Notícias da Conferência das Igrejas Europeias (KEK)

Notícias da Conferência das Igrejas Europeias (KEK)

Roma (NEV), 24 de fevereiro de 2022 – Estas são as últimas notícias da Conferência das Igrejas Europeias (KEK). Está em curso a pré-assembleia regional europeia A pré-assembleia regional europeia da Conferência das Igrejas Europeias (KEK) abre amanhã. Dois dias de trabalho online sobre o tema "O amor de Cristo move o mundo à reconciliação e à unidade". O evento deveria ter sido realizado em Varsóvia, mas a continuação da emergência da covid levou os organizadores a optarem pela modalidade digital. Organizada em conjunto com o Conselho Ecumênico Polonês e em colaboração com o Conselho Ecumênico de Igrejas (CEC), a Pré-Assembléia representa um momento preparatório para a 11ª Assembleia do CMI agendada para Karlsruhe. Os temas em discussão são: o papel das igrejas para a reconciliação em sociedades europeias cada vez mais seculares e pluralistas. O chamado de Cristo ao discipulado. O movimento ecumênico global: questões, desafios e prioridades. Entre os oradores, pela Itália, o pastor Michael Charbonnier. Reivindicar e salvaguardar a fé como elemento legítimo do discurso político europeu “A Europa caracteriza-se por sociedades cada vez mais seculares e pluralistas. Nossas Igrejas encontram analfabetismo religioso e ignorância entre os tomadores de decisão e políticos. O que podemos fazer para mitigar esse desenvolvimento?” Em sua mensagem em vídeo, o secretário-geral do CEC, Jørgen Skov Sørensen, reafirma o papel das igrejas e comunidades de fé na sociedade, enfatizando que a CEC deve resgatar e salvaguardar a fé como elemento legítimo de um discurso político europeu. Sørensen convida a falar sobre o grande trabalho realizado pelas igrejas em nível local e anuncia os temas da pré-assembléia regional que será realizada a partir de amanhã. Histórias de esperança e coragem “são a demonstração do que as igrejas da CEC fazem pelo bem comum em todos os cantos da Europa”. Assista o vídeo. Assembléia CEC na Estônia: Moldando o futuro com a bênção de Deus A Conferência das Igrejas Europeias realizará sua 16ª Assembleia Geral de 14 a 20 de junho de 2023 em Tallinn, Estônia. Título da Assembleia: “Sob a bênção de Deus – moldando o futuro”. A Assembléia será organizada pelas igrejas membros da CEC na Estônia, a Igreja Evangélica Luterana da Estônia e a Igreja Ortodoxa da Estônia. Para saber mais, clique aqui. Reflexões sobre o tema da Assembleia da CEC “A fé cristã se expressa em um duplo movimento. A da liberdade e a da responsabilidade”. Assim escreve o pároco Anders Gadegaard da Igreja Evangélica Luterana na Dinamarca, refletindo sobre o tema da Assembleia KEK agendada para 2023. “Devemos fazer o nosso melhor para contribuir para o bem comum” continua o pároco, sublinhando a importância de trabalhar para que ele seja alcançado no mundo e na Europa justiça social e económica, através de uma "distribuição justa de recursos". Leia aqui. Como amplificar a voz coletiva das igrejas O Bispo de Leeds Nick Bainesda Igreja da Inglaterra é membro do conselho do CEC. Aqui, uma reflexão sobre como as igrejas podem unir suas vozes na arena pública. O complexo ambiente sócio-político de hoje, de acordo com Baines, torna essencial que as igrejas tragam sua voz profética de fé. Para saber mais, clique aqui. Estão abertas as inscrições para o curso sobre o combate aos crimes de ódio contra os cristãos De 8 a 10 de março, o Escritório de Instituições Democráticas e Direitos Humanos da OSCE (ODIHR) está organizando um curso online sobre como lidar com crimes de ódio contra cristãos. A OSCE cooperou anteriormente com o CEC durante a Escola de Verão de Direitos Humanos. A todos os interessados, o CEC informa as igrejas-membro da possibilidade de se inscreverem. Para todas as informações, clique AQUI. (Nota: os links detalhados levam à notícia original em inglês) ...

Ler artigo
Munib Younan: Ore para que os cristãos permaneçam na Terra Santa

Munib Younan: Ore para que os cristãos permaneçam na Terra Santa

Munib Younan Roma (NEV), 22 de dezembro de 2010 – Nos dias 15 e 16 de dezembro, o presidente da Federação Luterana Mundial (FLM), bispo Munib Younan, liderou uma delegação da FLM a Roma em visita à Igreja Evangélica Luterana na Itália (CELI) e ao Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos. No Vaticano, a delegação luterana teve uma audiência com o Papa Bento XVI. Durante sua estada em Roma, entrevistamos Younan, que também é bispo da Igreja Evangélica Luterana na Terra Santa. Nas palestras realizadas no Vaticano, que temas o senhor abordou? Antes de mais, gostaria de recordar que no verão passado a Assembleia Geral da FLM elegeu o seu novo Conselho, que agora inclui vários novos membros, incluindo eu próprio. Foi, portanto, para muitos, a primeira visita ao Vaticano na qualidade de conselheiros da FLM. Por isso, no encontro que tivemos com o Papa Bento XVI, primeiro confirmamos as boas relações entre nossas igrejas e reafirmamos a importância do diálogo entre luteranos e católicos. Diálogo que deu seu maior fruto na Declaração Conjunta sobre a Justificação pela Fé de 1999, e que claramente queremos continuar. Também destacamos a boa cooperação entre nossas igrejas em matéria de diaconia e defesa dos direitos dos mais fracos. Pessoalmente, apreciei a maneira como Bento XVI abordou a questão da recessão global, enfatizando como suas repercussões mais graves afetam os pobres do mundo. Por fim, levantamos um tema polêmico: o da Eucaristia. Nossa esperança como luteranos é que em 2017, ano em que celebramos os 500 anos da Reforma Protestante, tenhamos uma declaração conjunta sobre a hospitalidade eucarística. Além de ser presidente mundial dos luteranos, o senhor também é bispo da Igreja Luterana na Terra Santa. Com base em sua experiência, quais são os desafios enfrentados pelos cristãos no Oriente Médio hoje e o que outras igrejas cristãs podem fazer para ajudá-los? Quando se trata do Oriente Médio, não se pode fazer um pacote de tudo. Cada nação tem problemas específicos. No momento, a situação que mais preocupa é a dos cristãos no Iraque, que são perseguidos por pertencerem à sua fé. No entanto, também estou muito preocupado com o que está acontecendo no Egito e no Sudão. Na Terra Santa, incluindo a Jordânia, existe, ao contrário, liberdade religiosa da qual também nós, cristãos, desfrutamos. Acima de tudo, peço às igrejas cristãs do mundo que rezem para que os cristãos permaneçam na Terra Santa. Uma Terra Santa sem cristãos não teria sentido. Então nos ajude a ficar! De fato, há algumas coisas que podem fortalecer os cristãos na Palestina e no Oriente Médio. Acima de tudo, as igrejas podem nos ajudar a formar nossos jovens, garantir-lhes uma educação. A educação pode transformar o mundo de um lugar de conflito e extremismo para um lugar de paz e moderação. Também pedimos às igrejas cristãs do mundo que encorajem a moderação em tempos de extremismo. Não precisamos de pessoas que inflamem ainda mais os conflitos em que vivemos. Finalmente, é essencial que os cristãos falem sempre pela justiça e pela paz, pela reconciliação e pelo perdão. Durante sua viagem à Itália, ele também se reuniu com representantes da Igreja Evangélica Luterana na Itália. Que mensagem isso trouxe para eles? Como presidente da Federação Luterana Mundial, era natural para mim visitar os irmãos e irmãs luteranos na Itália. Nós os encontramos e ouvimos seus testemunhos: agradeço pessoalmente ao Senhor por seu compromisso ecumênico e por seu compromisso em favor dos direitos dos migrantes, realizado através de seu apoio à Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI). Nesses dois caminhos, quero incentivá-los a continuar e a serem um exemplo para outras igrejas minoritárias. Mesmo que os luteranos na Itália sejam uma pequena minoria, quero dizer-lhes que a força da igreja nunca está nos números, nas propriedades que possui, nas contas bancárias ou no poder político que pode ter, mas sempre reside em ser testemunhas de coisas vivas de nosso Senhor Jesus. ...

Ler artigo
Vozes diferentes, desafios comuns.  Igrejas evangélicas italianas votam em novos líderes

Vozes diferentes, desafios comuns. Igrejas evangélicas italianas votam em novos líderes

Roma (NEV/CS27), 28 de outubro de 2021 – A Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI) elege seu novo Presidente e novo Conselho, que chegaram ao fim de seu mandato de três anos. A Assembleia reunirá nos dias 29 e 30 de outubro, com duas etapas: a XIX e a XX Assembleia. Normalmente essa etapa é acompanhada da convocação de uma Assise, adiada por conta da pandemia. A FCEI, entre as duas assembleias, está assim a organizar este ano uma mesa redonda intitulada “Diferentes vozes, desafios comuns”. A marcação, presencial e online, é aberta ao público e realiza-se no sábado, dia 30 de outubro (mediante reserva e green pass). Eleições de novos dirigentes na tarde de 30 de outubro. A mesa redonda incluirá: Emanuela Del ReRepresentante Especial da UE para o Sahel. Daniele GarroneFaculdade Valdense de Teologia. Shahrzad Houshmand Zadehteólogo muçulmano. marco impagliazzopresidente da Comunidade de S. Egídio. Yassine Laframpresidente da União das comunidades e organizações islâmicas na Itália (UCOII). Marco Tarquíniodiretor da Avvenire. Lia Tagliacozzo, escritor e jornalista (vídeo mensagem). Moderado Cláudio ParavatiDiretor de Comparar. Na abertura, os vários chefes de serviços e comissões da FCEI apresentam brevemente o trabalho dos últimos três anos. O evento público de 30 de outubro é inspirado no versículo de Jeremias 1, 11 "O que você vê?" e conclui com uma meditação com curadoria do pároco Luca Maria Negro, presidente cessante da FCEI. Descarregue aqui o folheto da FCEI. Para participar na mesa redonda do dia 30 de outubro presencialmente (lugares limitados) é necessário fazer reserva por escrito para [email protected] – A participação online é aberta a todos* nas páginas do Facebook do NEV – notícias evangélicas e Confronti. Este é o calendário de eventos em Roma: sexta-feira 29, de 15 a 18, presencialmente, na igreja metodista na via XX Settembre, última sessão da XIX Assembleia da FCEI. (Acesso restrito). sábado 30, dos 10 aos 13, mesa redonda intitulada "Diferentes vozes, desafios comuns". Igreja Metodista na via XX Settembre, esquina com a via Firenze, e ao vivo pelo Zoom e Facebook. (Participação gratuita. Reserva obrigatória e passe verde para acesso às instalações). sábado 30, a partir das 15 horas, presencialmente, na igreja luterana da via Sicilia: eleições, constituição da XX Assembleia da FCEI e, posteriormente, primeira reunião do novo Conselho da FCEI. (Acesso restrito). O Conselho cessante é formado por Luca Maria Negro (presidente), Christiane Groeben (vice-presidente), Richard Kofi Ampofo, Stefano Bertuzzi, Ilaria Castaldo, Daniele Garrone, Roberto Mellone (tesoureiro). Para saber mais Baixe o relatório trienal 2019-2021 sobre as atividades da FCEI no site www.fcei.it ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.