um convite para ajudar na conscientização

um convite para ajudar na conscientização

Roma (NEV), 24 de maio de 2022 – É “um convite à consciência da ajuda que podemos compartilhar”, a mensagem que está no centro da campanha 8×1000 2022 da Igreja Evangélica Luterana na Itália (CELI).
“Nos últimos anos24, explica CELI, pretendemos desenvolver e fortalecer nosso compromisso de superar as diferenças sociais e de gênero que ainda existem na Itália: partindo das linguísticas até as mais concretas da vida cotidiana. Na consciência de viver num mundo em que a prática da indiferença não pode ser uma alternativa aceitável, não só para os que se dizem cristãos, mas para qualquer um”.
Lutar contra a indiferença, portanto, “como premissa que une crentes e não crentes, nas diversidades existentes, numa perspectiva humana e que o CELI realiza na hospitalidade, cantinas para os mais fracos, o compromisso cultural que as Igrejas Luteranas consideram um parte inseparável do compromisso social mais amplo”. Com essa consciência, a campanha oito por mil para o ano de 2022 foi lançada nas últimas semanas.
“O acesso à difusão da cultura – conclui o CELI –, a diversidade que esta permite interceptar, continuam sendo as forças exercidas graças à contribuição que vem de milhares de italianos e cidadãos italianos, todos os anos”.


O 8 × 1000 é a porcentagem do imposto de renda pessoal fixo que eu
os contribuintes podem alocá-los a algumas atividades de importância social e cultural do Estado italiano ou de uma confissão religiosa que os utilizará para fins de culto, social, cultural. Graças aos 8 por mil, o Estado e algumas confissões religiosas disponibilizam fundos para apoiar e financiar as suas próprias actividades sociais e culturais ou de outras organizações sem fins lucrativos.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

1 de Novembro.  Culto da Reforma na Eurovisão de Lugano

1 de Novembro. Culto da Reforma na Eurovisão de Lugano

Roma (NEV), 22 de outubro de 2020 – O especial Protestantismo para o culto evangélico da Reforma será transmitido no domingo, 1º de novembro, às 10h, no RAIDUE, no Eurovision, da Igreja Evangélica Reformada de Lugano. Interior da Igreja Reformada de Lugano A transmissão é editada pela seção de protestantismo. Na apresentação do culto, que tem como tema a “Renovação da vida cristã”, lemos: “Num tempo como o nosso, marcado pela incerteza e ansiedade devido a uma pandemia que tem um forte impacto na vida da sociedade e dos indivíduos, a esperança não falha, assume novas formas e alimenta-se da Palavra de Deus ". A liturgia ficará a cargo do pároco Ângelo Reginato. pregação do pastor Daniel Campoli e a pastora Lídia Maggi. Para a parte musical, o grupo polifônico lombardo "Gruppo Vocale Famiglia Sala" e "Ensemble" de André Jermin. Em todo o mundo, no dia 31 de outubro, são realizadas iniciativas e serviços para celebrar o dia da Reforma Protestante. Em 31 de outubro de 1517 Martinho Lutero afixou no portal da igreja do Castelo de Wittenberg suas 95 teses, evento que se convencionou considerar como o início da Reforma. Há três anos foi celebrado o 500º aniversário da Reforma. Para rever os episódios do protestantismo visite o site VÍDEOProtestantismo no Facebook [email protected] [email protected] ...

Ler artigo
Centro Inter-religioso para a Paz.  Carta aos Sínodos e associações

Centro Inter-religioso para a Paz. Carta aos Sínodos e associações

Desenho de Anna Contessini retirado de www.cipax-roma.it/galleria_contessini/index.html Roma (NEV), 6 de abril de 2022 - O Centro Interconfessional pela Paz (CIPAX) "recebeu com interesse e esperança a iniciativa da Igreja Católica de lançar uma dupla jornada sinodal, da Igreja italiana e universal, convidando os católicos a ouvir e à participação também de quem não está inserido nas estruturas eclesiásticas, de quem se sente distante, de quem pertence a outra tradição cristã ou professa outra religião, ou não crente”. Com estas palavras, a CIPAX apresenta a sua mensagem aos Sínodos e à Rede Sinodal de associações constituídas para o “caminho sinodal” da Igreja Católica. O ponto de vista da CIPAX expressa sua natureza de associação inter-religiosa comprometida com a paz. “Acreditamos que o networking é em si um valor importante: muitas vezes nossa capacidade de influenciar é enfraquecida pela incapacidade de superar o individualismo, o narcisismo e o egoísmo. Pretendemos, portanto, caminhar juntos. Por isso, além de pedir ao Sínodo dos Bispos Católicos que se abra ao mundo, propomos passos comuns às nossas associações para que tenham mais força e impacto, sobretudo porque uma instituição, religiosa ou não, seja ela qual for, não pode evoluir sem ser empurrado de baixo". A carta é composta por diferentes seções e propõe objetivos e caminhos comuns. “Considera-se essencial que neste percurso haja igual dignidade e respeito por cada componente participante, e que também sejam acolhidos e incluídos os não crentes que queiram partilhar valores e compromissos”, escreve o CIPAX. E acrescenta: “Pretendemos ir mais longe, numa dimensão inter-religiosa que aproxime todos em torno de alguns valores fundamentais. Esses valores para a CIPAX são paz, não violência, respeito aos direitos, igualdade e paridade entre as pessoas, liberdade e justiça, respeito ao meio ambiente. Para a CIPAX, ecumenismo e inter-religiosidade não podem prescindir da paz, e vice-versa”. O documento também fala de secularismo, minorias, não-violência, casamentos mistos, ministérios femininos, hospitalidade eucarística. Além disso, de um ecumenismo feito de escuta, portanto de silêncio e de superação das divisões: “Todos os fiéis devem poder participar das decisões que afetam sua vida e sua fé. Que todos eles sejam mestres e discípulos ao mesmo tempo. A diversidade é aceita como um ativo e não percebida como um obstáculo. Nesse sentido, o ecumenismo pode ser visto como uma projeção para o encontro inter-religioso, onde valores e ações comuns podem ser compartilhados. Práticas espirituais devem ser valorizadas. Diante das dificuldades iniciais imagináveis, é importante abrir espaço para a alteridade por meio da escuta, esvaziando-se de suas certezas para dar espaço ao “outro”, talvez até pelo silêncio que potencializa nossa sensibilidade. Incentivar o ecumenismo e a inter-religiosidade a partir de baixo, abrindo-se ao encontro com as diferentes experiências das associações religiosas para acolher as práticas que permitem avançar num caminho comum entre as diversas Igrejas e religiões. Na Ecúmena, no espaço habitado, recupera-se a dimensão espacial do círculo, numa referência à centralidade do púlpito, onde o centro é a comunidade, ainda que composta. A roda facilita o diálogo, o conhecimento, a inclusão, a partilha”. Baixe o documento completo. Acesse a apresentação da CIPAX. O Centro Inter-religioso pela Paz (CIPAX) é uma associação cultural que desde 1982 promove "a colaboração de forças religiosas e seculares para a construção da paz, da justiça e da proteção da criação". A CIPAX também se comprometeu, desde a sua criação, com o diálogo ecumênico e tem visto muitos protestantes em sua diretoria e entre seus membros. O canteiro de obras foi criado graças à contribuição de Otto per mille da Igreja Valdense – União das Igrejas Metodista e Valdense. ...

Ler artigo
Encerramento do Sínodo das Igrejas Metodista e Valdense

Encerramento do Sínodo das Igrejas Metodista e Valdense

Torre Pellice (TO), 25 de agosto - O Sínodo das igrejas Valdenses e Metodistas fechará suas portas amanhã, sexta-feira, 26 de agosto, com o habitual culto de encerramento, marcado para as 17h30. O conteúdo do debate vai desde compromissos sociais e de saúde até cultura e hospitalidade humanitária. O foco de hoje foram os temas de trabalho e relações ecumênicas e internacionais, especialmente em vista da 11ª Assembleia do Conselho Mundial de Igrejas (CMI) agendada para Karlsruhe, Alemanha, de 31 de agosto a 8 de setembro. Forte é o compromisso no terceiro setor e na cooperação internacional graças aos fundos Otto por mil das igrejas metodistas e valdenses. A confiança no Otto per mille Valdensian está crescendo: as assinaturas dos contribuintes estão de fato aumentando, o que levou ao financiamento 1557 projetos na Itália e no mundo, com um aumento de 34% em relação ao ano passado. Eles eram foram atribuídos cerca de 45 milhões de euros, graças às 570.000 assinaturas dos contribuintes que escolheram alocar os oito por mil para os valdenses. Com os recursos alocados, a Igreja Valdense (União das Igrejas Valdense e Metodista) financia projetos sustentáveis ​​e transparente, criado por centenas de associações de diferentes orientações culturais e religiosas, cujos resultados podem ser avaliados e verificados por qualquer pessoa. Anualmente é publicado um relatório dos recursos recebidos e dos projetos financiados. Também estão marcadas para amanhã, sexta-feira, 26 de agosto, as eleições dos 7 membros do Conselho Valdense - o órgão executivo máximo das igrejas metodista e valdense composto por 7 membros eleitos pelo Sínodo ano a ano, incluindo o Moderador - e dos principais metodistas. Por volta das 16h00 está agendado o discurso de encerramento do Moderador eleito, seguido da conferência de imprensa de encerramento. Os colegas jornalistas estão convidados a participar presencialmente, em Torre Pellice (TO), ou ao vivo nos canais protestantes e em especial na página do Nev no Facebook e no rbe.it. Mais informações também em: www.rbe.it – www.riforma.it – www.chiesavaldese.org ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.