EffectBible.  A parábola de Jó, um justo sendo testado

EffectBible. A parábola de Jó, um justo sendo testado

Uma imagem do filme “As Maçãs de Adão”, retirada de www.teodorafilm.com

Roma (NEV), 28 de abril de 2022 – A revista EffettoBibbia foi aberta em 26 de abril deste ano com o título “A parábola de Jó, um homem justo posto à prova”. Oito dias de filmes, debates, leituras e música.

O pastor Pedro Ciaccio, especialista em cinema e membro do Conselho da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), abriu o EffettoBibbia com uma prolusão dedicada à figura de Jó no cinema. Ciaccio também apresentou a visão do primeiro filme exibido por ocasião da crítica “As Maçãs de Adão”, de Anders Thomas Jensen (Dinamarca, 2005).

Discurso de abertura de Peter Ciaccio

“A Bíblia é uma biblioteca de imagens. Jó é um dos livros mais imaginativos – começou Peter Ciaccio -. Tecnicamente, o cinema é fruto da pintura e da fotografia, mas a alma do cinema é a literatura, especialmente o romance do século XIX”. O cinema, como o romance do século XIX, explora o mal em suas formas. São muitas as referências que nos remetem mais ou menos explicitamente a Jó e, em geral, à questão do “mal”, da fragilidade do ser humano, da fé. Ciaccio citou Charles Dickens, Fiódor Dostoiévski, Alessandro Manzonie então Stanley Kubrick, Terrence Malick: “Em Kubrick há explicitamente Nietzsche. O macaco que se torna consciente e se torna homem, que por sua vez se torna consciente e se torna super-homem ou super-homem. Em Malick, por outro lado, seu amado Heidegger está bastante escondido. O homem nasce super-homem e torna-se homem no embate com a realidade, da qual sai destruído”. Em sua fala, Ciaccio uniu crítica cinematográfica e texto bíblico, também por meio da leitura de algumas passagens do livro de Jó. E falou de “Deus oculto”. Um Deus que se esconde de Jó e um segundo Deus oculto Carl Theodor Dreyer, Robert Bresson, Ingmar Bergman, Andrei Tarkovski e muitos outros. “Imagens, muitas imagens – disse o pastor Ciaccio – nascem todas da pergunta sobre a fé de Jó. Vale a pena acreditar em Deus? E se não vale a pena acreditar, então talvez Deus não exista? As perguntas representam uma tentativa de superar as dicotomias entre realidade e instituições, bem e mal, fé e negação. A dúvida atroz é: “E se Deus me odiava, e se ele não existisse, o que estou fazendo aqui nesta terra?”. Uma resposta possível é que Deus é Deus, e não nossa projeção de Deus, concluiu Ciaccio.


A EffettoBibbia é organizada e promovida pelo Comitê de Cultura Bíblica de Bérgamo, que reúne ACLI, o Centro Cultural da Graça, o Centro Cultural Protestante, a Fundação Serughetti La Porta, Grupos de Leitura Contínua da Palavra de Deus, o Escritório de Estudos Bíblicos Apostolado da Diocese de Bérgamo. Descarregue aqui o folheto.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

As próximas parcelas do protestantismo

As próximas parcelas do protestantismo

Roma (NEV), 29 de julho de 2021 – O protestantismo retorna em 9 de agosto. Após o intervalo vinculado às Olimpíadas, os próximos episódios serão transmitidos na segunda-feira, 9 e segunda-feira, 16 de agosto, às 7h50, no RAIDUE. A programação normal - com a primeira emissão ao domingo de manhã e as duas reprises à noite, entre terça e quarta-feira, e no domingo seguinte - será retomada a partir de 22 de agosto. Assim, recomeçamos com a reportagem "Outro caminho", de Chloé Henry-Biabaud E Isabelle Vayron de La Moureyreque será transmitido na segunda-feira, 9 de agosto, às 7h50. Acusado do duplo homicídio da ex-namorada e do filho dela, Leonard é condenado à prisão perpétua. Agnes é mãe e avó das vítimas. Os dois, separados por dezenas de quilômetros e sem nunca se encontrarem, se escrevem há 11 anos. Da correspondência surge uma profunda amizade feita de perdão e fé em Deus... Os dois começam a praticar e tentar difundir a justiça restaurativa, na qual as vítimas e os perpetradores tentam juntos superar seus traumas. Segunda-feira, 16 de agosto, às 7h50, será a vez de "Amazzonia Calling" por Nadia Angelucci: “Existe uma terra maravilhosa e em certo sentido mítica – lê-se no texto de apresentação do episódio -, cujo ambiente natural e humano está em risco: a Amazônia. Na selva equatoriana, a exploração de petróleo, o esgotamento dos territórios e o descaso com as populações ancestrais colocaram em risco o ecossistema e a própria sobrevivência dos povos indígenas. Mas mesmo em condições tão difíceis há quem resista e tente salvaguardar este território tão vital para a sobrevivência do planeta”. Por fim, "Acreditar e resistir" é o título do conto de Matthieu Salmeron E Theo Lombardoque estará disponível em 22 de agosto por volta das 8 da manhã. Em Riesi, na Sicília, há muitos anos o Serviço Cristão escreve uma história de resistência contra a máfia. Era 1961 quando Tullio Vinay criou esta obra diaconal da Igreja Valdense na Itália. O objetivo era dar testemunho da Boa Nova e dar novas energias aos jovens, muitas vezes atraídos pelo submundo. Hoje, mais de 60 anos após a sua criação, o Serviço Cristão tornou-se um lugar central na vida de Riesi. ...

Ler artigo
Igreja Batista OPM, “Multiplicar a esperança por mil”

Igreja Batista OPM, “Multiplicar a esperança por mil”

Roma (NEV), 22 de abril de 2023 – "Multiplicar a esperança por mil": este é o lema da campanha Otto per mille Baptist 2023. Estamos falando do compromisso da União Cristã Evangélica Batista da Itália (UCEBI) para fins de saúde , humanitário, social. Todos os anos, a UCEBI continua a aplicar 100% dos fundos recebidos "com extremo rigor, destinando-os - até ao último cêntimo - exclusivamente a intervenções sociais, assistenciais, humanitárias e culturais, em Itália e no estrangeiro", lê-se no site da batistas. Entre os projetos ativos, financiados com os recursos do Otto per mille, podemos ajudar idosos, mulheres vítimas de violência, meninos e meninas. Entre as atividades realizadas pela UCEBI com os fundos Otto per mille, um projeto dos Médicos Sem Fronteiras contra a violência contra as mulheres, a casa de repouso GB Taylor em Roma, apoio às atividades da Associação Italiana de Pessoas com Síndrome de Down (AIPD) – Onlus de Pisa e o projeto Medical Hope da Federação de Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI) para assistência médica a refugiados sírios no Líbano e na Itália. Quem são os batistas? “Para explicar de forma simples podemos dizer: os cristãos da igreja de Martin Luther King”. É o que afirma o site da UCEBI, membro da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). Fundada em 1956, recolhe o legado da União Batista Apostólica Cristã (UCAB), fundada em 1884 pelas missões inglesas e americanas que chegaram à Itália na década de 1860, por sua vez herdeiras dos anabatistas e da chamada Reforma Radical da Inglaterra de 1600. Aqui todas as informações da Receita Federal em 2, 5 e 8 por mil. As imagens escolhidas para a campanha publicitária Otto per mille battista: [embed]https://www.youtube.com/watch?v=4G4eh_lWwIc[/embed] ...

Ler artigo
Brexit.  Conferência das Igrejas da Europa (KEK): o compromisso ecumênico não muda

Brexit. Conferência das Igrejas da Europa (KEK): o compromisso ecumênico não muda

Roma (NEV), 31 de janeiro de 2020 – Uma mensagem conjunta dos líderes da Conferência das Igrejas Europeias (KEK) foi emitida hoje, com o objetivo de unir-se em oração e expressar solidariedade à medida que o Reino Unido deixa a União Europeia. Segue a mensagem da presidência do CEC, na pessoa do pároco Christian Krieger (Presidente da Igreja Protestante Reformada da Alsácia e Lorena), do bispo anglicano Guli Francis-Dehqani (vice-presidente da Igreja da Inglaterra), e del Metropolita Cleopas da Suécia e toda a Escandinávia (vice-presidente do Patriarcado Ecumênico). “O Reino Unido sai oficialmente da União Europeia em 31 de janeiro. Esta data marca o fim de um longo período de debate e hesitação, abrindo negociações sobre as futuras relações entre o Reino Unido e a UE. Isso não muda o mútuo compromisso ecumênico das Igrejas européias, um compromisso que cresceu ao longo do último século em diferentes contextos políticos. Pelo contrário, somos chamados a intensificar o empenho das Igrejas pela reconciliação, cooperação e solidariedade na Europa. À medida que nossos países avançam em direção a um novo acordo político, encorajamos todos os cristãos a orar por nossos políticos, que tomarão as decisões que moldarão nosso futuro comum. Mais uma vez, «reafirmamos os laços de comunhão eclesial e ecuménica que unem as Igrejas em toda a Europa. Respondemos ao mesmo chamado: seguir o único Cristo e ser movidos pelo mesmo Espírito Santo. São laços que nos unem no tempo e na história e nos fazem avançar juntos na esperança e no testemunho', afirma a mensagem da Presidência da CEC sobre o Brexit em 2019”. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.