#WCC70.  O Concílio Ecumênico de Genebra celebra seu 70º aniversário

#WCC70. O Concílio Ecumênico de Genebra celebra seu 70º aniversário

Bartolomeu I, Patriarca Ecumênico de Constantinopla, na catedral de Genebra, sob o púlpito que pertenceu a João Calvino

Genebra (NEV), 17 de junho de 2018 – Unidade, diálogo, ação conjunta, solidariedade: estas são as palavras que o Patriarca Ecumênico de Constantinopla Bartolomeu I disse várias vezes durante sua homilia esta manhã na histórica Catedral Reformada de Saint-Pierre em Genebra por ocasião das comemorações do 70º aniversário do Conselho Mundial de Igrejas (CMI). Presente na catedral, além da comunidade local herdeira do reformador João Calvinoos 150 delegados das Igrejas Anglicanas, Protestantes, Ortodoxas e Velhas Católicas de todo o mundo reuniram-se nestes dias no Centro Ecumênico de Genebra, sede do CMI, para os trabalhos do Comitê Central da entidade fundada em 1948.

O templo de Saint Pierre em Genebra lotado para a ocasião

Em sua homilia Bartolomeu I traçou a génese do CMI, organismo ecuménico que reúne 350 igrejas em todo o mundo, sublinhando a importância da componente ortodoxa que participou significativamente no movimento ecuménico: não é por acaso que o Patriarcado Ecuménico de Constantinopla foi o co-fundador da o CMI em 1948 O desejo do Patriarca – que não queria subir ao púlpito que pertenceu a Calvino, “prefiro manter os pés no chão”, comentou – é que as igrejas cristãs reunidas no CMI possam continuar trabalham em prol da unidade visível com o mesmo entusiasmo e fervor esbanjados ao longo destes 70 anos. Não escondeu as dificuldades do diálogo, mas encorajou os presentes: “Devemos olhar para frente. Devemos continuar no caminho da justiça e da paz, na solidariedade e no amor recíproco. Como cristãos – continuou – inspirados pelos princípios fundamentais comuns do Evangelho, devemos colocar no centro a solidariedade para com os mais fracos. Nosso compromisso no mundo, nosso testemunho comum, deve ser baseado na mensagem de Cristo”. Por isso, Bartolomeo chamou a superar preconceitos e buscar a unidade, na tentativa de “ver as coisas de outra perspectiva. Só pelo diálogo será possível enfrentar os tantos desafios do mundo”, inclusive a salvaguarda da Criação, tema particularmente caro aos ortodoxos.

Presente para a ocasião liderança de todo o CMI, com o pároco luterano Olav Fykse Tveitsecretário geral do CMI, bem como o moderador e os dois vice-moderadores do CMI, respectivamente o teólogo anglicano originário do Quênia Agnes Aubomo metropolitano Genádios de Sassima do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla, e o bispo metodista dos Estados Unidos Mary Ann Swenson.

Samisoni Niumaoma no final da festa, na praça da catedral de Genebra, voltou a calçar os chinelos

A celebração ecumênica foi aberta por uma procissão composta por uma delegação de igrejas norte-coreanas que chegaram excepcionalmente para a ocasião. À frente da procissão está um jovem das Ilhas Fiji que – carregando a Bíblia segurando-a – quis entrar descalço na catedral, para sublinhar a árdua tarefa que lhe foi confiada. “Pediram-me trazer a Palavra de Deus, denominador comum de todas as pessoas reunidas hoje neste local – explicou à Agência NEV Notícias Samisoni Niumaoma, administrador da CEC enviado pela diocese anglicana da Polinésia –. O meu é um gesto de humildade”, acrescentou.

As celebrações, juntamente com os delegados do Comitê Central do CMI – o pároco da Itália participa dos trabalhos Michael Charbonnier – continuam durante todo o dia de hoje no Instituto Ecumênico de Bossey (cerca de vinte quilômetros de Genebra).

O Comitê Central se encerrará no dia 20 de junho, e estará presente para dar as boas-vindas Papa Francisco que viajará a Genebra no dia 21 de junho, esperado no Centro Ecumênico para uma “oração ecumênica”. A visita do pontífice também faz parte das comemorações dos 70 anos do CMI.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

27/29 maio.  Na Ecumene a Consulta Metodista 2022

27/29 maio. Na Ecumene a Consulta Metodista 2022

Roma (NEV), 24 de maio de 2022 – A Consulta Metodista está de volta. Esta é a nomeação anual habitual da Obra para as Igrejas Evangélicas Metodistas na Itália (OPCEMI). Será um momento de encontro, troca de experiências e partilha, a partir do relatório de atividades, que será apresentado pela Comissão Permanente (OPCEMI). A Consulta será realizada de 27 a 29 de maio no Centro Ecumeno de Velletri, na província de Roma. O presidente da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI), Daniele Garroneele trará suas saudações. Começará na sexta-feira com um jantar, seguido do culto de abertura e uma pequena reunião para ilustrar o horário e a ordem dos trabalhos. Terminará com o almoço de domingo. a pastora Mirella Manocchiopresidente da OPCEMI, ilustra os temas e propostas de trabalho para esta importante nomeação metodista, novamente presente após dois anos de pandemia: Consulta Metodista. Redescobrindo tempos e espaços de ação, ecologia e música. O Trabalho para as Igrejas Evangélicas Metodistas na Itália (OPCEMI) A OPCEMI é membro da FCEI e é presidida pelo pároco Mirella Manocchio. As igrejas metodistas nasceram no século XVIII na Inglaterra a partir de um movimento de renascimento religioso, que mais tarde se espalhou para a América e outros países. Na Itália, grupos metodistas foram formados por pregadores ingleses e americanos no século XIX, no contexto do despertar cultural do Risorgimento. Durante os vinte anos de fascismo, a missão americana, duramente atingida pelo regime, foi incorporada à britânica. Em 1961 nasceu a Conferência Metodista da Itália, emancipada da Conferência Britânica. Atualmente existem cerca de 5.000 metodistas italianos, espalhados por todo o país, e fazem parte do Conselho Metodista Mundial, que tem cerca de 70 milhões de fiéis em 130 países. Os metodistas também são membros do Conselho Mundial de Igrejas (CEC), da Conferência das Igrejas Européias (KEK) e da Comunhão das Igrejas Protestantes Européias (CCPE-Concord of Leuenberg). Desde 1979 os valdenses e metodistas estão unidos em um pacto de integração que deu origem à Igreja Evangélica Valdense (União das Igrejas Metodista e Valdense). As duas igrejas têm em comum a organização representativa sinodal, a administração (mesa valdense) e o corpo pastoral. Por outro lado, a representação ecumênica e a gestão patrimonial permanecem distintas. As relações com o Estado italiano são reguladas pelo Acordo de 1984. ...

Ler artigo
Esperança no coração do SPUC 2022

Esperança no coração do SPUC 2022

Foto: Albin Hillert/WCC Roma (NEV), 4 de janeiro de 2022 – A Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos (SPUC), que será celebrada de 18 a 25 de janeiro próximo, reunirá igrejas de todo o mundo para refletir sobre o tema da esperança e da alegria, especialmente com referência ao versículo de Mateus 2:2: “Vimos a estrela no oriente e viemos adorá-lo”. O Conselho de Igrejas do Oriente Médio, com sede em Beirute, no Líbano, convocou o grupo encarregado de redigir os textos da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos 2022. As reflexões que surgiram "exploram como os cristãos são chamados a ser um sinal de Deus sob os auspícios da unidade. Imersos em diferentes culturas e línguas, os cristãos compartilham uma busca comum por Cristo e um desejo comum de adorá-lo”, afirma o site do Conselho Mundial de Igrejas, em nota publicada ontem, 3 de janeiro. “Buscamos o bem dentro de nós, mas tantas vezes somos esmagados por nossa fraqueza que a esperança falha”, lê-se na reflexão. “Nossa confiança repousa no Deus que adoramos.” Cristãos do Líbano, Síria e Egito desenvolveram materiais para o SPUC deste ano, com contribuições de um grupo internacional representando o Pontifício Conselho da Igreja Católica Romana para a Promoção da Unidade dos Cristãos e a Comissão de Fé e Fé do Conselho Mundial da Igreja. Os recursos disponíveis para os fiéis incluem uma oração ecumênica de abertura, algumas reflexões bíblicas e orações por oito dias e outros elementos de adoração. A Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos é uma observância ecumênica cristã internacional realizada anualmente em torno de Pentecostes no Hemisfério Sul e de 18 a 25 de janeiro no Hemisfério Norte. Todos os anos, parceiros ecumênicos de uma região diferente são convidados a preparar materiais para o SPUC. Os materiais para 2022 já estão disponíveis em inglês, francês, alemão, espanhol, português, italiano e árabe. Para saber mais: ...

Ler artigo
Na Torre Pellice em exposição tintas e cores de Valerio Papini

Na Torre Pellice em exposição tintas e cores de Valerio Papini

Roma (NEV), 21 Maio 2020 – De 24 de maio a 27 de setembro a exposição “Dia após dia…. tintas e cores de Valerio Papini”. Voz histórica do culto evangélico, a transmissão RAI Radio1 produzida em acordo com a Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI), Valério Papini, que faleceu em 2018, teve um marcado talento artístico que se manifestou, entre outras coisas, em colaborações como designer gráfico para as revistas "Nuovi tempi" e "Gioventù evangelica", e na criação de várias capas da editora protestante Claudiana. Seus também são os logotipos da FCEI e do sistema de museus eco-históricos dos vales valdenses. Valério Papini A exposição, com curadoria de Gabriela Peyrot e exibido em Roma há um ano, pode ser visitado junto com o museu no domingo 24 e domingo 31 de maio, das 14h30 às 19h00. Presumivelmente, haverá um horário estendido a partir do mês de junho (para informações, clique aqui). É necessário anunciar sua visita à secretaria ou ao endereço: [email protected], para permitir que a equipe escalone as admissões. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.