Ecumenismo.  A partir de 28 de maio, em Novi Sad, a pré-assembleia da juventude europeia do KEK

Ecumenismo. A partir de 28 de maio, em Novi Sad, a pré-assembleia da juventude europeia do KEK

Novi Sad; foto do site KEK

Roma (NEV), 15 de maio de 2018 – Os jovens guiarão os trabalhos da XV Assembleia Geral da Conferência das Igrejas da Europa, que será inaugurada em 15 dias em Novi Sad (Sérvia). De 28 a 31 de maio, a cidade sérvia, capital da região de Vojvodina, está de fato marcada para a pré-Assembléia dos jovens, acompanhada também pelo lema “Sereis minhas testemunhas” retirado do livro dos Atos da Apóstolos (1:8).

Jovens de todos os cantos da Europa e pertencentes a diferentes tradições cristãs discutirão sua visão da Europa em torno de três áreas principais: testemunhar de Cristo, apoiar a justiça, demonstrar aceitação.

Da discussão resultará um documento que será apresentado à Assembleia Geral no domingo, dia 3 de junho, durante o debate sobre o “Futuro da Europa” que contará com a presença, entre outros, do patriarca de Constantinopla, Bartolomeu Io Arcebispo de Canterbury, Justin Welbye o vice-presidente da Comissão Europeia, Frans Timmermans.

O programa da pré-Assembleia Juvenil inclui uma perspetiva histórica sobre o CEC e a Igreja Ortodoxa Sérvia que acolhe o evento, e momentos de formação sobre o funcionamento da Assembleia, em que várias raparigas e rapazes vão participar como delegados ou como mordomos.

Entre os oradores oficiais da assembléia, ele também figura Lisa Schneiderrepresentando o Conselho Ecumênico para a Juventude na Europa (EYCE).

A pré-Assembléia dos jovens terminará na manhã do dia 31 de maio; na tarde do mesmo dia, terá início a XV Assembleia Geral do CEC com a sessão plenária inaugural e um culto de abertura a realizar no centro da cidade. a Assembléia terminará em 5 de junho. (Libra)

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Amanhã a primeira edição do Rosarno Film Festival

Amanhã a primeira edição do Rosarno Film Festival

Roma, 13 de outubro de 2022 - Está tudo pronto para a primeira edição do "Rosarno Film Festival - fora do gueto", que será inaugurado amanhã, 14 de outubro, na Piana di Gioia Tauro.O júri do festival é composto por cinco diaristas. A exibição dos curtas em competição acontecerá nos dias 14 e 15 de outubro no auditório municipal de Rosarno. Domingo, 16 de outubro, às 18h30, na tenda da cidade de San Ferdinando, por ocasião do aniversário da morte de Thomas Sankaraserá realizada uma reunião com Blandine Sankarairmã do líder burquinense, ativista comprometido com a questão da independência alimentar. “Um festival-laboratório – explica Francesco Piobbichi, operadora do Mediterranean Hope, programa de migrantes da Federação das Igrejas Evangélicas da Itália, uma das promotoras da revista - que fala sobre redenção e quer demonstrar que é possível construir práticas de solidariedade e cadeias produtivas sem exploração. Não é por acaso que um dos sujeitos envolvidos na organização do evento, juntamente com a Mediterranean Hope e a Solidarity Community Network, é a associação Sos Rosarno que, com a cooperativa Mani e terra, está empenhada há quase uma década no promoção de produtos não explorados no território da Piana di Gioia Tauro”. Será a Sos Rosarno quem homenageará o vencedor da crítica com uma caixa de produtos orgânicos e éticos, ou seja, cultivados sem exploração. “O Festival de Cinema de Rosarno é uma pequena ferramenta para dar voz a quem não tem - declara Giuseppe Pugliese, um dos fundadores do Sos Rosarno -, para fazer com que aqueles que de fato são parte integrante deste território, de sua , econômica e produtiva, apesar das aberrações das cadeias produtivas agrícolas e dos mecanismos infernais do chamado livre mercado. É uma tentativa de dar dignidade aos trabalhadores estrangeiros e a um território em dificuldade, com os seus habitantes e os seus pequenos produtores, também esmagados pelos donos dos alimentos, e portanto das nossas vidas. É uma forma de convidar pessoas, de todo o mundo, a falar umas com as outras, a criar comunidades num contexto onde por várias razões tudo se torna mais complicado”. "O objetivo deste pequeno festival é inverter os significados - acrescenta Piobbichi -, oferecer uma visão das coisas a partir de quem sempre foi usado como objeto e nunca ouvido". A rede associativa que apoia o Festival de Cinema de Rosarno é composta por: Mediterranean Hope – Programa para Migrantes e Refugiados da Federação de Igrejas Evangélicas na Itália, Solidarity Community Network, Sos Rosarno, RiVolti ai Balcani, Altreconomia, Comune-Info, FuoriMercato – autogestão em movimento, Sea Watch, ResQ, Equosud, Confronti , Cinema Metropolis Umbertide, cinema muito pós-moderno Perugia, Equosud. Entre as personalidades que apoiaram e apoiam a iniciativa, Ken Loach, Andrea Segre, Peppino Mazzotta.Aqui a programação detalhada das exibições, com as sinopses dos curtas participantes da crítica. ...

Ler artigo
Teologia.  O fundamentalismo como desafio ecumênico

Teologia. O fundamentalismo como desafio ecumênico

Roma (NEV), 2 de julho de 2018 – O 52º Seminário Ecumênico Internacional organizado pelo Instituto de Pesquisa Ecumênica das Igrejas Luteranas começa hoje em Estrasburgo, França. O título desta edição, que se encerra em 9 de julho, é "O fundamentalismo como desafio ecumênico" e contará com a participação de teólogos de várias igrejas e nacionalidades. Será abordado o tema do fundamentalismo na Ortodoxia, Catolicismo e Protestantismo. “A única coisa que todos os fundamentalismos têm em comum é a pretensão de interpretar autenticamente as Sagradas Escrituras”, lê-se na apresentação do encontro, que pretende ser um momento de reflexão e discussão a partir de algumas questões em aberto. O que é uma abordagem fundamentalista da escrita, distinta de outras abordagens exegéticas? O que torna essa abordagem tão atraente para aqueles que a defendem e quais são suas limitações? E novamente: em que contextos esse termo é usado? Pode ser descrito como um fenômeno sociológico? Ou é um rótulo polêmico aplicado ao ponto de vista de um oponente? Quem são os líderes fundamentalistas? Parte do trabalho se concentrará no fundamentalismo cristão nos contextos geográficos americano, africano, asiático e europeu. O Instituto Ecumênico de Pesquisa é afiliado à Federação Luterana Mundial e reúne teólogos e professores de todo o mundo. ...

Ler artigo
#sinodovaldese.  A saudação de Mons.  Maurício Malvestiti

#sinodovaldese. A saudação de Mons. Maurício Malvestiti

Torre Pellice (Turim), 27 de agosto de 2018 (SSSMV/05)- "Irmãos e irmãs valdenses e metodistas, considero um autêntico dom do Único Senhor compartilhar este encontro em Torre Pellice". Assim começou Mons. Maurício Malvestitibispo de Lodi, em seu discurso esta manhã ao Sínodo das Igrejas Metodista e Valdense, reunido em Torre Pellice (Turim). Malvestiti, acompanhado pelo diretor do Escritório Nacional da CEI para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso (UNEDI), dom Christian Bettegatrouxe saudações do cartão. Walter Bassettipresidente da CEI, e do bispo Ambrogio Spreaficopresidente da Comissão de Ecumenismo e Diálogo da CEI. Entre os vários temas em discussão no Sínodo, Malvestiti abordou "a delicada situação migratória" na Itália e na Europa. “Trata-se de uma preocupação pastoral compartilhada pelos bispos italianos”, disse Malvestiti, “que exige prudência e realismo, sem nunca sufocar a fantasia segura e a tradição de solidariedade, que animam profundamente nosso país”. “Reavivar as responsabilidades dos organismos públicos, a todos os níveis, é também nosso dever – prosseguiu o bispo -, e estamos igualmente empenhados em despertar as consciências dos crentes para que imprimam estes valores, e as correspondentes boas práticas, na sociedade de hoje, tanto a “sensação ordinária dos crentes, que incansavelmente e sem distinção abrem o coração e as mãos ao próximo, segundo o mais autêntico espírito evangélico”. Malvestiti também recordou e se associou ao “abraço da esperança” que o Sínodo ofereceu à cidade de Gênova através da arrecadação do culto inaugural doada aos desabrigados da ponte Morandi e a disponibilização de dois alojamentos para os que perderam suas casas. A agência de notícias evangélica NEV-news estará presente como Sala de Imprensa do Sínodo a partir de sábado, 25 de agosto, na “Casa Valdese” de Torre Pellice, na via Beckwith 2, tel. 0121.950035 cel. 342 113 4700, – (www.nev.it – Twitter: @nev_it – FB: @AgenziaNEV). #Sínodo ValdenseFACTSHEET Igrejas metodistas e valdenses na Itália (NEV/CS05) www.chiesavaldese.org – www.rbe.it – www.riforma.it ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.