Zuínglio.  Palestra pública na Faculdade Valdense de Teologia

Zuínglio. Palestra pública na Faculdade Valdense de Teologia

Um quadro do filme “Zwingli” de Stefan Haupt

Roma (NEV), 8 de outubro de 2019 – A palestra pública do Prof. Emidio Campi da Universidade de Zurique intitulado “Ulrich Zwinglio. Problemas e perspectivas dos estudos atuais”. O encontro é às 18 na via Pietro Cossa 42. Baixe o folheto.

A iniciativa faz parte dos 500 anos do início da Reforma em Zurique. O ano de 2019 é, de fato, uma espécie de “jubileu zwingliano”, no qual recordamos a figura do reformador suíço que em 1º de janeiro de 1519 pregou pela primeira vez na Grossmünster de Zurique.

500 anos depois dessa data, comemora-se o nascimento da Igreja Reformada de Zurique, cidade onde hoje vivem cerca de 400.000 protestantes. São muitas as iniciativas organizadas durante este ano para falar de Zwingli, a quem o filme homónimo de Stefan Hauptfinanciado pela Igreja Reformada de Zurique e lançado na Suíça em 17 de janeiro.

A coluna Protestantismo, veiculada no RaiDue, dedicou o episódio de 7 de abril a Zuínglio, apresentando trechos em italiano do filme de Haupt. Com o título “Zwingli, a palavra desencadeada”, a coluna editada pela Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI) conta a história de 500 anos atrás na Suíça, quando estourou o incêndio da Reforma Protestante. Em Zurique, um jovem padre abala os alicerces da igreja, desencadeando um processo de reforma que dura até hoje. Aqui está a apresentação do episódio.


Para saber mais:

Vá para a guia sobre Huldrych Zwinglio

Trailer do filme de Stefan Haupt no idioma original

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Em Milão, uma oração ecumênica para anunciar a ressurreição

Em Milão, uma oração ecumênica para anunciar a ressurreição

Roma (NEV), 11 de abril de 2020 - “Para homenagear as vítimas da epidemia e, ao mesmo tempo, transmitir uma mensagem de esperança às suas famílias e a todas as várias comunidades além das diferenças confessionais”. Este é o significado da oração ecumênica que aconteceu esta manhã às 12h no monumental cemitério de Milão. Três vozes que ressoam no silêncio: a do arcebispo de Milão, mons. Mário Delpinida pastora valdense Daniela DiCarlo e do pai ortodoxo Traian Valdman, vigário emérito da diocese italiana da Igreja Ortodoxa Romena. O vice-prefeito também esteve presente Anna Scavuzzoe o vereador dos serviços cívicos Robert Coco. “Estamos aqui, cristãos de diversas confissões, para dizer palavras que ainda hoje parecem um absurdo”, disse Mons. Mário golfinhos referindo-se à história do Evangelho em que as piedosas mulheres que anunciam a ressurreição são acusadas de "delirar" (Lucas 24:11). "Neste momento trágico para a cidade e para todo o planeta - continuou Delpini - encontramos o anúncio essencial, a verdade que nos une, e nos faz dizer juntos uma palavra inaceitável e necessária, escandalosa e libertadora: Morte, foste derrotada !" Pastor DiCarlo Que este período de isolamento forçado “seja uma oportunidade para repensar e avaliar nossa sociedade, nossos estilos de vida, nossa bela cidade e também o trabalho de nossas igrejas”, disse o pároco Daniela Por Charles. Claro, "como cristãos não podemos dizer uma palavra definitiva, hoje, sobre o motivo da pandemia", precisou o pastor, que citou tanto "o uso predatório e perverso da natureza" quanto "as mutações devastadoras da vida de vírus que vão além da manipulação humana. “Como cristãos – continuou Di Carlo – somos sempre capazes de anunciar a graça que temos em Cristo. Portanto, não percamos a alegria da fé que é aprender a viver com a despedida que dissemos aos que nos deixaram por causa da pandemia, com a oração por aqueles que estão nos hospitais por trabalho ou porque estão doentes, e com a possibilidade de comunicação entre nós de novas maneiras.” “Celebramos a Páscoa do Senhor, a maior festa cristã; fortaleçamos a esperança e vivamos como ressuscitados”, foi a exortação do padre Traian Valdman que continuou: "Mesmo durante a pandemia do Coronavírus, o dia da Ressurreição é um dia de alegria, de reconciliação, de esperança, de solidariedade". [embed]https://www.youtube.com/watch?v=WDkf72s1XSY[/embed] ...

Ler artigo
fortalecer e ampliar os corredores humanitários

fortalecer e ampliar os corredores humanitários

Desenho de Francesco Piobbichi, equipe, programa Mediterranean Hope, Federação de Igrejas Protestantes na Itália (FCEI) Karlsruhe (NEV), 7 de setembro de 2022 // h18:30 // – “Pedimos às Igrejas e aos Estados que fortaleçam e ampliem projetos para passagens seguras como os “corredores humanitários” e iniciativas de busca e salvamento no Mediterrâneo”*. Esta é uma das passagens do texto que está sendo discutido nestas horas em Karlsruhe pela Assembléia Geral do Conselho Mundial de Igrejas, um documento público - um declaraçãoou seja, declaração – ​​sobre “Guerra na Ucrânia, paz e justiça na região europeia” ainda aberta a alterações, mas que deve ser aprovada e divulgada nas próximas horas. Os corredores humanitários são um projeto realizado pela Federação das Igrejas na Itália, com a Junta Valdense e a Diaconia Valdense, com a contribuição do Otto per mille Valdensian, desde 2016, que depois foi exportado para outros países europeus como França e Andorra. Graças a esta iniciativa, vários milhares de pessoas chegaram à Europa com segurança e dignidade, da Síria via Líbano, da Líbia e – num primeiro voo no final de julho – também do Afeganistão. Se a afirmação for confirmada, o pastor valdense declara Luca Barattoobservador em Karlsruhe, seria "um sinal importante e também um reconhecimento do trabalho realizado por nossas igrejas, pela Federação das igrejas protestantes na Itália, promotoras deste modelo virtuoso de acolhida aos migrantes". No texto, aliás, um forte compromisso contra a marginalização, a estigmatização, a discriminação e uma afirmação da "dignidade de todos os refugiados e migrantes". Nas próximas horas, aqui no NEV e no site do WCC/CEC, todos os textos aprovados e definitivos e o resultado da discussão sobre este declaração. * em inglês, o texto original: “Pedimos às igrejas e aos Estados que fortaleçam e ampliem os projetos de passagem segura, como as iniciativas do “corredor humanitário” e os serviços de busca e salvamento no Mediterrâneo”. ATUALIZAÇÃO 8 DE SETEMBRO ÀS 10h15 O documento foi aprovado. Para saber mais: As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo. ...

Ler artigo
Estudantes da Federação Cristã Mundial.  Alegre-se na esperança

Estudantes da Federação Cristã Mundial. Alegre-se na esperança

Roma (NEV), 16 de janeiro de 2020 – A Federação Cristã Mundial de Estudantes (WSCF) convida você a participar de sua 37ª Assembleia Geral, que acontecerá de 12 a 18 de junho de 2020 em Zwinglikirche, Berlim, Alemanha. O programa Steward oferece aos membros dos movimentos cristãos estudantis a oportunidade de fazer parte da Assembleia, para ganhar experiência na organização e gestão de um evento intercultural e ecumênico. Um grupo jovem, dinâmico e diversificado se reunirá de 1 a 13 de junho em Berlim para apoiar o comitê organizador em todas as funções antes, durante e depois da Assembleia de 2020, que terá como título “Alegre-se na Esperança. Jovens juntos rumo à justiça e à paz”. O grupo de trabalho se concentrará na identidade da Federação como um movimento ecumênico de diferentes tradições. Para entrar no programa Steward, você pode se inscrever até 20 de janeiro neste link. A WSCF também convida os “amigos seniores” da WSCF e outros convidados para participar. Os “Amigos da Terceira Idade da WSCF” terão a oportunidade de se reunir em um evento separado, mas simultâneo, chamado Encontro de Amigos da Terceira Idade (SFG). “Será um momento para refletir, compartilhar histórias e memórias, encontrar formas de apoiar e orientar a atual geração de movimentos cristãos para estudantes” escrevem os organizadores. Para participar do SFG, os "amigos da terceira idade" devem enviar a solicitação por meio do formulário (disponível em inglês, francês e espanhol) neste link até 30 de janeiro. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.