Sínodo Luterano.  Na sexta-feira, 28 de abril, o início em Catania

Sínodo Luterano. Na sexta-feira, 28 de abril, o início em Catania

Roma (NEV/CS10), 26 de abril de 2023 – A 4ª sessão do XXIII Sínodo da Igreja Evangélica Luterana na Itália (CELI) começa em Catania em 28 de abril.

A hashtag para o Sínodo Luterano 2023 é #siamosale e retoma o versículo bíblico que acompanha esta sessão sinodal, retirado do Evangelho de Mateus: “Vós sois o sal da terra”. Entre os temas da agenda: diaconia, mulher, meio ambiente, solidariedade, compromisso eclesial.

Fundado em outubro de 1949, o CELI é um caso único no âmbito das congregações luteranas fora da Alemanha. Independente da Igreja Evangélica na Alemanha (EKD), o CELI reúne 15 comunidades na Itália. Comunidades que surgiram nos séculos passados: desde a mais antiga, Veneza, nascida em 1650, até Turim em 2006. A Comunidade Siciliana, que reúne as realidades de Messina, Taormina, Catania, Siracusa, Vittoria e Palermo, foi estabelecida como uma realidade autônoma desde 1996. A Igreja Luterana está entre os membros fundadores da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI).

O Sínodo do CELI depois de mais de 15 anos se reúne novamente na Sicília. Composto por mais de 60 delegados, representantes das quinze comunidades luteranas espalhadas por toda a Itália, entre pastores e pastoras em serviço, o Sínodo Luterano é a assembleia democrática e participativa encarregada de governar o CELI.

Além dos outros representantes do mundo protestante na Itália, são convidados para o Sínodo representantes da Conferência Episcopal Italiana (CEI) e representantes de instituições nacionais, regionais e locais. Destacamos, em particular, a participação do Bispo Michael Chalupkachefe e representante da Igreja Evangélica Austríaca, da qual você pode encontrar aqui uma extensa entrevista contendo alguns dos temas que Chalupka trará à atenção do Sínodo.

O início oficial está previsto com o Culto de abertura, às 16h no hotel Nettuno na Viale Ruggero di Lauria, 121 em Catânia. O trabalho continua com os relatórios do Presidente do Sínodo, os Relatórios do Consistório e o Relatório do Reitor, pároco Carsten Gerdes. Sábado, 29 de abril, começam as discussões, a partir dos relatórios, entre outros, das várias Comissões e redes de diaconia e ecologia. À tarde e no domingo pela manhã, moções e orçamento. Haverá também intervenções e saudações de convidados internacionais e locais. Os trabalhos serão encerrados oficialmente com o culto na segunda-feira, 1º de maio, às 10h, na igreja valdense de Catania, na via Naumachia, 20.

Este ano é possível acompanhar as atualizações do Sínodo Luterano, de 28 de abril a 1º de maio, diretamente no site do CELI, nesta página.

Para mais informações: FACTSHEET. A Igreja Evangélica Luterana na Itália – Nev

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

abre em Catânia a IV sessão do XXIII Sínodo Luterano

abre em Catânia a IV sessão do XXIII Sínodo Luterano

Catânia (NEV), 28 de abril de 2023 – Foram abertos em Catânia os trabalhos da IV sessão do XXIII Sínodo da Igreja Evangélica Luterana na Itália (CELI). foto CELI Entre os momentos significativos deste primeiro dia, o relato do Reitor, Pr. Carsten Gerdes. Retomando o versículo que acompanha o Sínodo, “Vós sois o sal da terra”, Gerdes sublinhou que párocos e pastores, leigos, voluntários, todos eles “são iguais. Nós somos aqueles que ouviram as boas novas. Um grão de sal por si só é imperceptível, mas se estivermos juntos tu estás, somos perceptíveis”. O Reitor exortou cada um a trazer a sua contribuição, hoje, para ser percebida pelo nosso meio. “O sal faz sentido em interação com outros ingredientes e em quantidades específicas”, disse ele. E ainda: "Você é o sal da terra" significa que nosso lugar não é o pote de sal. “A sua designação é para juntar, para dar forma a algo bom, eficaz, saboroso. Temos um lugar específico, uma tarefa. Assim entendida, a frase de Cristo nos conduz para fora, como comunidade e como CELI: no presente, no ambiente, para os desafios do mundo. Você precisa de sal em todas as panelas e em algumas panelas você precisa ser rápido para colocar”. Em seguida, o Reitor explorou o mérito de seu relatório, agradecendo e falando de muitas pessoas que colaboram de todo o coração para o presente e o futuro do CELI, com "afinidade, imaginação e convicção, de Siracusa a Merano, de Trieste a San Remo". Falou-se também dos ofícios pastorais, das tarefas que aumentam, diante dos problemas que hoje muitas igrejas têm em comum. Como reagir? "São muitas as novas perguntas que temos que responder", continuou Gerdes, encerrando seu discurso falando das comunidades, "Um lindo buquê de flores coloridas, que no entanto está unido em todos os lugares pela presença de cristãos comprometidos que querem viver sua fé e querem ajudar os outros a dar forma ao seu compromisso”. Durante o culto inicial, escreve o CELI, o Arcebispo de Catania, mons. Luigi Rennaele trouxe sua saudação. “O caminho sinodal é importante – começou Dom Renna – também os católicos, de fato, em breve celebrarão seu próprio sínodo: um sínodo sobre o caminho sinodal”. A Assembleia também ouviu o relatório do Presidente do Sínodo, Wolfgang Prader, que comemorou o 50º aniversário do Acordo de Leuenberg. E os 30 anos desde a assinatura do acordo com o Estado italiano, focalizando as realizações às quais o Sínodo será chamado: organização e reflexão sobre a Igreja. Você pode ser uma comunidade em qualquer lugar, se tiver cristãos comprometidos e convictos que desejam viver sua fé com convicção. Carsten Gerdes, Reitor do CELI Ao final deste primeiro dia, os delegados puderam conferir o primeiro curta-metragem da campanha oito por mil 2023 #saledellaterra. Campanha que em breve estará online nas redes sociais do CELI (Facebook e Instagram), YouTube e aqui. Para acompanhar as atualizações do Sínodo CELI 2023, clique aqui. Info: Os delegados presentes em Catania, das 15 comunidades luteranas da Itália, são 49 este ano. Turim, Milão, Verona, Veneza, Florença, Roma, Nápoles, Torre Annunziata, Sicília, Bolzano, Trieste e Merano. Você pode alcançá-los clicando aqui. ...

Ler artigo
A Semana Metodista e Valdense #semsínodo está se encerrando

A Semana Metodista e Valdense #semsínodo está se encerrando

Um dos momentos da Semana #semsínodo das igrejas metodistas e valdenses no Templo da Torre Pellice (Turim). agosto de 2020 Torre Pellice (To) (SSSMV/09), 29 de agosto de 2020 – A resenha “Gerações e Regeneração. Cuidar de pessoas, memórias e territórios”, que está a decorrer nos vales valdenses nos dias habitualmente dedicados ao Sínodo das Igrejas Metodistas e Valdenses, este ano adiado devido à covid-19. Saudações e discurso de encerramento do moderador da Mesa Valdense, diácono Alessandra Trottasão esperados no final do encontro das 16h00 na Casa Valdense, durante o qual serão apresentados os projetos Otto per mille das igrejas valdense e metodista para a emergência da covid-19. O montante total de Otto por mil fundos para a Igreja Evangélica Valdense – União das Igrejas Metodista e Valdense é, para 2020, de 42.839.013 euros. Estamos falando do ano fiscal de 2016, no qual 547.519 pessoas se inscreveram na associação Otto por mil valdenses. Os fundos serão alocados como todos os anos para programas educacionais, intervenções sociais e de saúde e projetos de cooperação na Itália e no exterior. Foram recebidos 4500 pedidos para 2020. Graças ao Otto per mille Waldensian, 8 milhões de euros já foram alocados em abril para a emergência do coronavírus. Nem um euro do Otto por mil às igrejas valdenses e metodistas vai para fins de culto, e boa parte dos fundos recebidos é investido em projetos geridos por associações não evangélicas e em grande parte atribuíveis a outros componentes do Terceiro Setor. A reunião de domingo, dia 30 de agosto, conta com a participação do diretor geral da ASL To3, médico Flávio Borasopelo diretor do distrito de Pinerolo ASL To3, médico Paula Fasanodo diretor da Diaconia Valdese Valli (DVV) Manuela Rivoirado membro da Comissão Sinodal para a Diaconia – Diaconia Valdense (CSD), diácono Máximo Longodo pastor da igreja valdense de Pinerolo Gênero Gianni e o diretor da Cáritas diocesana de Pinerolo Rocco Nastasi. NB As reuniões da semana #senzasinodo são realizadas ao ar livre, sob uma estrutura tensionada montada com total segurança e de acordo com as regras de distanciamento físico, no jardim da Casa Valdese na Torre Pellice. As reuniões públicas também estão disponíveis em streaming na página do Facebook da Igreja Valdense e no site www.chiesavaldese.org. Aqui está o programa completo e atualizado dos compromissos da Semana Metodista e Valdense Todos os insights desta semana estão disponíveis nesta página. FACTSHEET Igrejas metodistas e valdenses na Itália Parceiros de mídia: www.rbe.it – www.riforma.it A agência de notícias evangélica NEV-news estará presente como Assessoria de Imprensa a partir de segunda-feira 24 de agosto na “Casa Valdese” em Torre Pellice – www.nev.it – Twitter: @nev_it – FB: @AgenziaNEV – [email protected] (NEVCS/33) ...

Ler artigo
Livros.  Uma boa notícia.  O Evangelho de Marcos … sob medida para você

Livros. Uma boa notícia. O Evangelho de Marcos … sob medida para você

Roma (NEV), 23 de setembro de 2020 – Tem como título “Boas notícias. O Evangelho de Marcos … sob medida para você” a nova publicação, recém-saída da imprensa, pela Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI). O livro é dedicado principalmente a meninos e meninas, meninos e meninas para uma leitura mais fácil do texto do Evangelho de Marcos. De fato, não se trata de uma harmonização da vida de Jesus tomando aqui e ali dos quatro evangelhos, nem de uma paráfrase da história bíblica. O volume, ao contrário, propõe o texto do Evangelho de Marcos, baseado na tradução muito recente da Bíblia italiana da Reforma e elaborado com características de alta legibilidade - tanto do ponto de vista linguístico quanto gráfico -; uma leitura agradável para todos, acessível tanto para aqueles com dificuldades específicas de aprendizagem (DSA) quanto para aqueles com outras dificuldades de linguagem e leitura. “O esforço para tornar o texto o mais acessível possível do ponto de vista linguístico, tentando permanecer fiel às intenções do texto evangélico, produziu uma nova ferramenta. A esperança é que ela permita que mais pessoas descubram a boa nova proclamado no Evangelho de Marcos”, explicou Patrícia Barbanotti, professora, membro da Comissão do Serviço Educativo (SIE) da FCEI, editora dos textos do volume. A supervisão do texto bíblico foi confiada ao professor Eric Noffkeprofessor de Novo Testamento na Faculdade Valdense de Teologia em Roma. Como lembra o pastor Luca Maria Negro, presidente da FCEI, na apresentação do volume, “As igrejas nascidas da Reforma Protestante sempre promoveram a difusão da Bíblia, traduzindo seus textos para a língua falada pelo povo, para favorecer a alfabetização e escolarização da populações. Não é, portanto, por acaso que a FCEI decidiu comprometer-se com este projeto aceitando o desafio de chegar a um texto que facilite a leitura independente do texto bíblico”. E o volume fá-lo através de um texto bíblico simplificado mas fiel ao original, desenhos, mapas, breves notas explicativas sobre personagens e temas da narrativa, tiras do tempo. A publicação é também fruto de vários profissionalismos e competências: foi editada pela referida SIE; financiado com recursos dos metodistas e valdenses Otto por mil; elaborado pela editora Giunti Edu; e por fim distribuído pela editora protestante Claudiana, em cujo site é possível adquirir o volume. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.