Você não está sozinho!  Evangelização e direitos das mulheres

Você não está sozinho! Evangelização e direitos das mulheres

Roma (NEV), 3 de maio de 2023 – Os direitos das mulheres estão no centro da Semana de Evangelização 2023, organizada pela Comissão para a Evangelização das Igrejas Metodistas e Valdenses e pelo Departamento de Evangelização da União Evangélica Batista Cristã da Itália (UCEBI). O evento tem como slogan “Você não está sozinho!” e pretende conscientizar sobre a situação de opressão e violência que muitas mulheres vivem no mundo, inclusive na Itália.

“Este ano pensamos em propor uma evangelização “corporificada”, concreta e específica, na qual o anúncio do evangelho libertador se liga a realidades concretas”, explicou. Mário Cignoni, coordenador da Comissão. Isto porque, como afirma o flyer criado para a ocasião, se “o cristianismo é um caminho de liberdade e libertação em Cristo”, não é apenas numa “perspetiva distante no tempo que remete para outra dimensão: Cristo liberta-nos aqui e agora com a sua Palavra”.

A Semana tem um evento principal associado que acontecerá em verona, sábado, 6 de maio. Estão previstos dois encontros ao ar livre, na Ponte Pietra e uma terceira final às 16h00 na templo valdense na via Duomo 4, na esquina com a via Pigna.

Uma brochura produzida pela Comissão de Evangelização

O programa inclui a apresentação de algumas figuras femininas da Bíblia, começando pelas “mulheres da genealogia de Jesus, ou seja, as ‘mulheres que conduzem a Cristo'”, para depois se debruçar sobre a situação da mulher em algumas zonas do mundo, como Irã e Afeganistão, sem esquecer a Itália onde “ainda há um longo caminho a percorrer em termos de igualdade efetiva entre homens e mulheres”, voltou a explicar Cignoni.

O folheto afirma o direito das mulheres em todos os lugares “à autodeterminação, a viver livremente seguindo suas escolhas políticas e religiosas, sua orientação sexual e o estilo de vida que preferirem. Afirmamos seu direito à educação e ao entretenimento, de trabalhar e ser independente, de amar e ser amado, seu direito de ser feliz”.

A reunião do sábado, dia 6, faz parte de um fim de semana cheio de eventos para a igreja valdense de Verona que inclui, de 5 a 7 de maio, a exposição “A Palavra Escrita”, exposição da Bíblia organizada pela Sociedade Bíblica da Itália (SBI); Sexta-feira 5, “… dizendo o Nome de Deus”, leituras dos “Diários” de Etty Hillesum, editados por Lorenzo Gobbi e Mario Cignoni, com música original de Gianmaria Rizzardi executado pelo autor; Domingo, 7, “A polifonia do povo de Deus, concerto do Coro Ecumênico de Verona.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Construindo pontes.  Cristãos e Muçulmanos no Conselho Mundial de Igrejas

Construindo pontes. Cristãos e Muçulmanos no Conselho Mundial de Igrejas

Roma (NEV), 12 de junho de 2019 - O 18º seminário "Building Bridges" foi aberto ontem no Instituto Ecumênico Bossey em Genebra, Suíça, reunindo cerca de 30 estudiosos cristãos e muçulmanos internacionais até 15 de junho. O objetivo do seminário, intitulado "Liberdade: perspectivas muçulmanas e cristãs", é fortalecer o diálogo sobre o tema da liberdade - na relação entre a humanidade e Deus, entre as diferentes religiões e políticas, nas crenças pessoais e na esfera pública e entre indivíduos – explorando o papel histórico das comunidades de fé na abordagem desta questão. Building Bridges nasceu de um longo processo de diálogo teológico de alto nível entre ilustres estudiosos muçulmanos e cristãos. Lançado em 2002 pelo Arcebispo de Canterbury, é atualmente organizado pela Georgetown University em Washington DC, que convida estudiosos continuamente, mas também abrindo a cada ano alguns novos convidados, para ampliar gradualmente a comunidade. O Conselho Mundial de Igrejas (CMI) sediou a sessão de abertura do seminário. Entre os palestrantes, Tuba Işıkda Universidade de Paderborn, Rosalee Velloso Ewelldo Redcliffe College e Azza KaramNações Unidas, Vrije Universiteit Amsterdam. Para mais informações, contate: [email protected] O evento será transmitido ao vivo em: ...

Ler artigo
O Sínodo não está lá, mas

O Sínodo não está lá, mas

Casa Valdense, sede do Sínodo das igrejas Metodista e Valdense Roma (NEVCS/23), 7 de agosto de 2020 – “Gerações e regenerações. Cuidar de pessoas, memórias e territórios”. Esta é a iniciativa que acontecerá em Torre Pellice (TO) de 24 a 30 de agosto, nos dias que costumam ser dedicados ao Sínodo das Igrejas Valdenses e Metodistas que este ano não será realizado devido aos conhecidos eventos relacionados com a emergência Covid -19. “Não há Sínodo, mas as igrejas valdenses e metodistas estão lá com sua história e seu variado compromisso de Norte a Sul” sublinha o moderador Alessandra Trotta No vídeo que convida a acompanhar (presencialmente ou online) os eventos organizados nos lugares do Sínodo, nas datas do Sínodo, mas sem o Sínodo. Encontros, exposições, shows, filmes e até histórias em quadrinhos vão animar a semana de 24 a 30 de agosto na Torre Pellice, coração do Valli Valdesi. Um rico programa de eventos que será precedido, de 21 a 23 de agosto, por uma edição especial da Torre di Libri. Destacamos a noite de segunda-feira, 24 de agosto, com um debate na Casa Valdese intitulado “Para que ele trabalhasse e o guardasse. Justiça social e ambiental para a construção do pós Covid" com videointervenções de David Sassoli, presidente do Parlamento Europeu e da Elly Schlein, vice-presidente da Emilia Romagna, Vittorio Cogliati Dezza (Legambiente) e Valdo Spini (Círculo Rosselli). Tudo moderado por Cláudio Paravati E Ilaria Valenzi (Comparações), enquanto as conclusões são confiadas ao moderador da Mesa Valdense, Alessandra Trotta. O encontro “Invisível, mas necessário. Imigrantes e trabalho agrícola. As iniciativas das igrejas evangélicas”, organizado pelo Mediterranean Hope, um programa de refugiados emigrantes da Federação das Igrejas Evangélicas na Itália (FCEI), com a colaboração da Diaconia Valdense. Eles comparecerão ao encontro Maurizio Ambrosinisociólogo, Sara Maniserajornalista, Jaqueta Celestialsindicalista em Piana di Gioia Tauro, Nicolau Salussodiaconia valdense, Alberto RevelSecretário da Câmara do Trabalho, CGIL Turim, Ibrahim Diabatemediadora cultural, Rosarno, Francesco Piobbichiassistente social, MS e ativista social e sindical Aboubakar Soumahoro; coordenadas Paulo NasoFCEI. Na quarta-feira, 26 de agosto, o "Dia Teológico de Miegge" refletirá sobre os temas "Pregação e vida". No mesmo dia, pelas 17h00, a banda desenhada também aterra na Torre Pellice com a apresentação do livro de Peter Madsen sobre “Jesus de Nazaré”, publicado por Claudiana. Sexta-feira haverá vários encontros dedicados às crianças e sobre as crianças, antes de abordar o tema "Informação em tempos de emergência" organizado pelo semanário Riforma e pelo Valdensian Cultural Center à noite, às 21h00. A série de eventos terminará no fim de semana com um encontro no Museu Valdense e a exibição do filme “Valdesi. Uma história de fé e liberdade”. No domingo, 30, à tarde, serão apresentados os projetos Otto per mille para a emergência do Covid-19, seguidos de saudações da moderadora Alessandra Trotta. Aqui está o programa completo e atualizado dos Encontros da Semana Sinodal Para informações: www.chiesavaldese.org ...

Ler artigo
Federação das Igrejas Protestantes para um processo de paz justo na Ucrânia

Federação das Igrejas Protestantes para um processo de paz justo na Ucrânia

Foto Sunyu / Unsplash Roma (NEV), 4 de novembro de 2022 – Publicamos o ato integral aprovado pelo II Assizes da Federação das Igrejas Protestantes na Itália (FCEI) sobre a necessidade de um processo de paz justo na Ucrânia. O Assizes confessa o pecado de sua própria inadequação em promover o paz e O desarmamento. Exorta a FCEI a participar com discernimento nas iniciativas de apoio a um processo de paz justo na Ucrânia, denunciando a responsabilidade da Federação Russa pela agressão a um país soberano como a Ucrânia; com este perfil, convida a FCEI a se juntar à iminente manifestação pela paz no dia 5 de novembro. Ao mesmo tempo, reitera que a paz anda de mãos dadas com a justiça, lembrando que o estado de saúde dos direitos se mede em particular na proteção, valorização e respeito das minorias. Convida a FCEI a apoiar qualquer ação ecumênica voltada para facilitar e acompanhar um processo de paz, com a consciência de que o caminho para a resolução de conflitos não requer soluções fáceis ou pré-estabelecidas, mas abertura, escuta e criatividade. Exorta a FCEI a encontrar recursos para promover programas de educação para a paz, fazendo uso das ferramentas e comissões disponíveis. Reitera também que a comunidade internacional e os organismos supranacionais têm a responsabilidade de se empenhar com todos os recursos e energias para que uma trégua seja rapidamente estabelecida como primeiro passo para um processo de paz justo. Por fim, apela às igrejas-membro para que apoiem os projetos de reconstrução na Ucrânia, nos quais a própria FCEI está disposta a colaborar, e convida as igrejas a um dia de oração para confiar ao Senhor o nosso pedido de paz, justiça e respeito pelos direitos humanos direitos na Ucrânia, na Rússia e em todo o mundo. Esta moção foi aprovada pelos Assizes que se reuniram recentemente em Sassone (Roma), com o título "Sentinela, em que ponto é a noite...?" (Isaías 21,11) O que vemos, o que devemos dizer? Liberdade e Democracia; trabalho e ambiente; globalização e paz". ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.