Bíblia.  Uma nova tradução italiana para o Jubileu da Reforma 2017

Bíblia. Uma nova tradução italiana para o Jubileu da Reforma 2017

Roma (NEV), 23 de outubro de 2013 – Uma nova tradução da Bíblia para o italiano. Esta é a iniciativa que a Sociedade Bíblica na Itália (SBI) está lançando em vista do 500º aniversário da Reforma em 2017. “O grande mérito dos reformadores – escreve o pastor Eric Noffke, presidente da SBI, em carta enviada em a ocasião do domingo da Reforma deste ano – foi precisamente a de chamar o cristianismo de volta à sua fonte, a Cristo, ao Verbo de Deus feito carne, cujo único testemunho de autoridade se encontra nas Escrituras do Antigo e do Novo Testamento”. A iniciativa será apoiada não apenas pelo SBI, mas também pelas igrejas evangélicas italianas às quais a carta de Noffke é dirigida para solicitar sua adesão. De facto, os custos não são indiferentes e ascendem a cerca de 500.000 euros num período de dez anos.

“Para apoiar o empreendimento contamos não só com o empenho dos executivos nacionais das igrejas, mas pretendemos criar uma rede de indivíduos dispostos a nos apoiar com pequenas mas constantes quantias ao longo do tempo”, especifica o presidente da SBI. O método escolhido para a tradução também será novo. “A Bíblia protestante em italiano está ligada ao nome de um indivíduo, Giovanni Diodati – explica Noffke -. O método que temos em mente é mais coral porque envolve um grupo de tradutores, consultores e revisores escolhidos no mundo da evangelização italiana, para fazer uma tradução fiel à letra dos textos bíblicos e em uma linguagem moderna”.

O Novo Testamento e os Salmos devem ser publicados em 2017, ano do Jubileu da Reforma, enquanto a Bíblia inteira deve ser impressa em 2023. “Esta nova tradução pretende dar expressão renovada à Palavra e pretende ser o legado da nossa geração para as que virão”, conclui Noffke.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

ser uma parte ativa da amizade islâmica-cristã

ser uma parte ativa da amizade islâmica-cristã

Roma (NEV), 31 de janeiro de 2020 – O encontro que representa o primeiro passo de um caminho de amizade islâmico-cristã foi realizado ontem em Florença, com o título: “Fraternidade humana para a paz mundial e a convivência comum. Seguindo os passos de Abu Dhabi no sinal de amizade entre cristãos e muçulmanos”. Entre os convidados, a pastora da igreja valdense de Florença, Letizia Tomassoneo pastor batista Carmine Bianchio pastor adventista Saverio Scuccimarri e o pastor Raffaele Volpe para a Igreja Reformada Suíça. O pastor Tomassone disse à agência NEV que a reunião foi moderada por Haifa Alsakkaf, da Comunidade Islâmica de Florença, “uma mulher muito capaz. Achei um bom sinal de abertura para as mulheres”, disse ela. Foi um evento bastante concorrido, com público e convidados. o cardeal José Betori e o imã de Florença Izzeddin Elzir eles assinaram um documento que segue parcialmente o da fraternidade humana em Abu Dhabi, assinado em conjunto pelo papa Francisco e pelo Grande Imam Aḥmad Muhammad Aḥmad al-Ṭayyib de Al-Azhar sob o conferência global da fraternidade humana, conferência inter-religiosa internacional realizada nos Emirados Árabes Unidos, em fevereiro de 2019, que também contou com a participação do secretário-geral do Conselho Mundial de Igrejas (CEC) Olav Fykse Tveit. “Além de falar sobre como nasceu o Documento, discutiu-se a ideia de que Florença poderia ser uma cidade piloto na concretização da amizade islâmica-cristã e na reflexão comum – explicou novamente a pastora Letizia Tomassone -. É Mohamed Bamoshmooshda Comunidade Islâmica de Florença, sia Maurice Certini, diretor da Fundação La Pira, insistiu no fato de que Florença já foi palco de vários encontros no passado. Desde 1995, com a oração pela paz em Santa Croce, a visita do grande imã Ahmad Muhammad al-Tayyebrecebido no Palazzo Vecchio em 2015, só para citar dois exemplos". A proposta final é “iniciar a amizade islâmico-cristã desde Florença, onde já existe uma realidade de diálogo, que se manifesta em muitos grupos e iniciativas existentes. A ideia - continuou Tomassone - é criar a possibilidade de encontros mais estruturados, até mesmo com uma revista, em analogia com a amizade judaico-cristã (nascida em Florença em 1951 por vontade de Arrigo Levasti, Giorgio La Pira, Ines Zilli, Giorgio Spini, Giacomo Devoto, Angelo Orvieto e Aldo Neppi Modona, ed)". Entre os motivos que levam os promotores a trilhar este caminho, está o de “dar às jovens gerações de muçulmanos e cristãos instrumentos de diálogo”. E, critério importantíssimo, fica claro para todos que esse diálogo não pode partir de cima, mas deve surgir e ser cultivado em iniciativas que partem de baixo, envolvendo diretamente a sociedade civil”. Entre os convidados, estavam também representantes das Igrejas Ortodoxa Russa, Romena e Grega e da comunidade judaica. O rabino de Florença Gadi Piperno enviou uma mensagem de saudação. “Fomos convidados pessoalmente para as reuniões preparatórias e para esta – declarou ainda o pároco de Florença -. É importante que estejamos presentes como parte ativa desse processo. Estamos envolvidos desde o início e por isso somos gratos. Acho muito importante que muçulmanos e católicos tenham dito que todas as expressões do mundo cristão e todas as expressões do mundo muçulmano devem fazer parte desta amizade. O primeiro passo foi dado ontem em Florença para este objetivo. Uma frase em particular do documento me impressionou: 'compartilhamos a esperança comum no Deus do amor, para trilhar caminhos comuns de justiça e paz'”. O encontro foi promovido pela Fundação e Centro Internacional Giorgio La Pira, juntamente com a comunidade islâmica de Florença e Toscana e o Instituto Universitário Sophia, em colaboração com diversas realidades religiosas e seculares da região. ...

Ler artigo
Mulheres da Palavra em Vicenza.  O ministério do pastor, diácono e pregadores

Mulheres da Palavra em Vicenza. O ministério do pastor, diácono e pregadores

Roma (NEV), 18 de agosto de 2020 – Apresentação do livro “Donne di Parola. Pastor, diácono e pregadores no protestantismo italiano”, publicado por Nerbini na série “Teologhe & teologie”. Na apresentação do livro, editado pelo pároco Letícia Tomassone, o pároco da Igreja Evangélica Metodista de Pádua intervirá Danielle Santoroo teólogo Dario Viviane a própria Tomassone. Mulheres da palavra. Pastor, diácono e mulheres pregadoras no protestantismo italiano É “um livro multifacetado que ilustra o panorama das diferentes experiências de mulheres que vivem o seu ministério ‘ordenado’ nas Igrejas evangélicas históricas da Itália, mais de 50 anos após a ordenação dos primeiros pastores”, lê-se na página do Facebook do evento. Uma oportunidade para “reconhecer a diferença de gênero na relação com a Palavra pregada e com a pastoral, e fazer crescer todas as Igrejas na reflexão sobre o ministério da mulher”. A participação no evento é gratuita e mediante reserva (pelo telefone 0444 321018 ou por mensagem Whatsapp - sem ligações - 347 0652236). Em cumprimento das disposições anti-covid em vigor, o acesso ao claustro é permitido com máscara, higienização das mãos e no cumprimento do distanciamento físico. O controle de temperatura aleatório será possível. Para mais informações acesse o evento no Facebook. A apresentação é organizada por Livraria São Paulo Vicenza em colaboração com oEscritório de Peregrinação da Diocese de Vicenza. Para mais informações, leia a versão completa da entrevista com a pastora valdense Letizia Tomassone foi ao ar, de forma resumida, no episódio do programa de rádio "Culto evangélico" da RAI Radio1 no domingo, 16 de agosto. ...

Ler artigo
…e o calendário do Advento da Federação da Juventude Evangélica

…e o calendário do Advento da Federação da Juventude Evangélica

Roma (NEV), 1º de dezembro de 2020 - Calendário do Advento para jovens evangélicos. O FGEI publica a partir de hoje, obviamente, 1 de dezembro, no seu site e nas suas redes sociais. Depois da Igreja Valdense de Turim, outro calendário protestante para a aproximação do Natal. "Hoje Dezembro começa – lemos no boletim divulgado pelos jovens evangélicos -, estamos nos preparando para o Natal, que certamente será diferente dos anos anteriores. E então pensamos: por que não tornar este período do Advento um pouco mais especial? Tentaremos juntos tornar este Natal mágico mantendo-nos unidos e unidos, mesmo que distantes! hoje poderemos abrir juntos uma caixinha do nosso calendário virtual do advento todos os dias. Nós o intrigamos? Vamos abrir a primeira caixa juntos!" Aqui o calendário, com a caixinha do primeiro dia do mês (que contém um vídeo para deixar algo bem natalino...mas não queremos "estragar" o conteúdo). No mesmo número da newsletter do FGEI, há um encontro marcado (online) para o próximo sábado dia 5 de dezembro, pelas 17h30, sobre questões de privacidade, no âmbito do projeto Geração Multimédia, criado pelo FGEI com o apoio da Otto per Mil da Igreja Valdense – União das Igrejas Metodista e Valdense. Pelas 17h30 a introdução e apresentações, a atividade temática terá início às 18h e prolongar-se-á até às 20h. “A atividade – explicam os promotores – não é um webinar, nem uma conferência, vamos tentar propor algo mais semelhante a um FGEI campo, ainda que em edição COVID-19”. As inscrições são bem-vindas escrevendo para [email protected]. Segue abaixo o flyer do encontro. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.