Ucrânia.  Cessar-fogo e negociações agora, convocação da Cúpula dos Povos

Ucrânia. Cessar-fogo e negociações agora, convocação da Cúpula dos Povos

Roma (NEV), 12 de junho de 2023 – A Cúpula Internacional pela Paz na Ucrânia intitulada “Se você quer paz, construa a paz” terminou ontem em Viena, Áustria. Na Cúpula Internacional dos Povos também representantes da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI) e do Interfaith Centre for Peace (CIPAX). Cerca de 400 pessoas de 40 países reuniram-se trazendo a voz de movimentos, redes pela paz e ONGs, incluindo a Emergência.

Quarenta e oito horas antes do início da conferência global de paz, a reserva do local anfitrião foi abruptamente cancelada. Acusado de “suspeita de propaganda”, a iniciativa, no entanto, ocorreu apesar das tentativas de censura.

Na declaração final, os organizadores pedem a paz por meios pacíficos, um cessar-fogo imediato e negociações. “Somos uma coalizão ampla e politicamente diversa que representa movimentos pela paz e a sociedade civil, incluindo crentes, em muitos países. Estamos firmemente unidos na crença de que a guerra é um crime contra a humanidade e que não há solução militar para a crise atual”, diz o documento.

A referência a “representantes de fés” ​​foi apoiada por Maria Elena Lacquaniticoordenadora do GLAM, da Christine Mattiello E Luciano Ardesirespectivamente presidente e vice-presidente da CIPAX, ed. Eric Luzzetti da Igreja Baptista, para sublinhar o empenho de mediação que as religiões podem (e devem?) realizar para a resolução dos conflitos a todos os níveis.

Por fim, a Cúpula convida a sociedade civil de todos os países a se unir em uma semana de mobilização global de sábado, 30 de setembro a domingo, 8 de outubro de 2023.

Abaixo segue a íntegra da Declaração.

Paz por meios pacíficos. Cessar-fogo e negociações agora!

Nós, os organizadores da Cúpula Internacional da Paz na Ucrânia, conclamamos os líderes de todos os países a apoiar um cessar-fogo imediato e negociações para acabar com a guerra na Ucrânia.

Somos uma coalizão ampla e politicamente diversa que representa movimentos pela paz e a sociedade civil, incluindo pessoas de fé, em muitos países. Estamos firmemente unidos na crença de que a guerra é um crime contra a humanidade e que não há solução militar para a crise atual.

Estamos profundamente alarmados e tristes com a guerra. Centenas de milhares de pessoas foram mortas e feridas, e milhões estão deslocadas e traumatizadas. Cidades e vilas em toda a Ucrânia, assim como o ambiente natural, foram destruídos.

Mortes e sofrimento muito maiores ainda podem ocorrer se o conflito escalar para o uso de armas nucleares, um risco que é maior hoje do que em qualquer outro momento desde a crise dos mísseis cubanos.

Condenamos a invasão ilegal da Ucrânia pela Rússia. As instituições criadas para garantir a paz e a segurança na Europa falharam e o fracasso da diplomacia levou à guerra. Agora, a diplomacia é urgentemente necessária para acabar com o conflito armado antes que ele destrua a Ucrânia e coloque a humanidade em perigo.

O caminho para a Paz deve assentar nos princípios da segurança comum, do respeito internacional pelos direitos humanos e da autodeterminação de todas as comunidades.

Apoiamos todas as negociações que possam fortalecer a lógica da paz em vez da ilógica da guerra.

Afirmamos nosso apoio à sociedade civil ucraniana na defesa de seus direitos. Comprometemo-nos a fortalecer nosso diálogo com aqueles na Rússia e na Bielo-Rússia que arriscam suas vidas para se opor à guerra e proteger a democracia.

Convidamos a sociedade civil de todos os países a se juntar a nós em uma semana de mobilização global (sábado, 30 de setembro a domingo, 8 de outubro de 2023) para um cessar-fogo imediato e negociações de paz para acabar com esta guerra.

Viena, 11 de junho de 2023

“Todos devemos fazer a nossa parte para cumprir a tarefa da paz”
(Albert Einstein)


A Cimeira tem entre os seus organizadores o International Peace Office (IPB), Codepink, Assembleia do Fórum Social Mundial, Transform Europe, Europe4Peace, International Federation of Reconciliation (IFOR), Peace in Ukraine, Campaign for Peace Disarmament and Common Security (CPDCS). . Entre os organizadores e apoiadores locais: Action Alliance for Peace, Active Neutrality and Nonviolence (AbFaNG), Institute for Intercultural Research and Cooperation (IIRC), WILPF Austria, ATTAC Austria, IFOR Austria,

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

O Sínodo não está lá, mas…

O Sínodo não está lá, mas…

Roma (NEV), 5 de agosto de 2020 - O Sínodo das igrejas valdenses e metodistas não será realizado este ano, mas na Torre Pellice haverá "Gerações e regenerações", uma série de eventos sobre o tema do "cuidado" de " pessoas, memórias e territórios". De 24 a 30 de agosto, portanto, o compromisso é na Torre Pellice. Ele escreve Robert David Papini hoje no site chiesavaldese.org: devido às medidas contra o coronavírus, "o Sínodo não está lá, mas as igrejas valdenses e metodistas estão lá com sua história e seu variado compromisso de Norte a Sul", como sublinha o moderador Alessandra Trotta No vídeo que convida a acompanhar (presencialmente ou online) os eventos organizados nos lugares do Sínodo, nas datas do Sínodo, mas sem o Sínodo. Não há Sínodo, mas… Siga-nos na Torre Pellice ou online, de 24 a 30 de agosto, no que deveria ter sido… Publicado pela Igreja Evangélica Valdense – União das Igrejas Metodista e Valdense na terça-feira, 4 de agosto de 2020 Encontros, exposições, concertos, filmes e até histórias em quadrinhos vão animar a semana de 24 a 30 de agosto na Torre Pellice (na província de Turim), o coração do Valli Valdesi. Um rico programa de eventos (aqui o calendário completo) que será precedido, de 21 a 23 de agosto, por uma edição especial da Torre di Libri. O tema geral da semana é “Geração e Regeneração. Cuidar de pessoas, memórias e territórios”. Começa, na noite de segunda-feira, 24 de agosto, com um debate na Casa Valdese intitulado "Para que ele trabalhasse e o guardasse". Justiça social e ambiental para a construção do pós Covid" com videointervenções de David Sassoli, presidente do Parlamento Europeu e da Elly Schlein, vice-presidente da Emilia Romagna, seguidos pelos de Vittorio Cogliati Dezza (Legambiente) e Valdo Spini (Círculo Rosselli). Tudo moderado por Cláudio Paravati E Ilaria Valenzi (Comparações), enquanto as conclusões são confiadas ao moderador da Mesa Valdense, Alessandra Trotta. O encontro “Invisível, mas necessário. Imigrantes e trabalho agrícola. As iniciativas das igrejas evangélicas”, organizado pelo Mediterranean Hope, um programa de refugiados emigrantes da Federação de Igrejas Evangélicas na Itália, com a colaboração da Diaconia Valdense. Entre outros, o activista social e sindical participará no encontro Aboubakar Soumahoro. O compromisso tradicional do período sinodal (embora geralmente na semana anterior) é o Dia Teológico Miegge, que na quarta-feira, 26 de agosto, refletirá pela manhã, às 10h30, sobre “Pregação e vida: que encontro? Pregar para construir esperança” e à tarde, às 15h, sobre “Pregação e vida: que encontro. Crentes na balança. A Palavra na vida de cada um de nós”. Nesta semana "não sinodal", os quadrinhos também desembarcam na Torre Pellice com a apresentação do livro de Peter Madsen sobre "Jesus de Nazaré", publicado pela Claudiana, também na quarta-feira, 26, às 17h. Sexta-feira haverá vários encontros dedicados às crianças e sobre as crianças, antes de abordar o tema "Informação em tempos de emergência" organizado pelo semanário Riforma e pelo Valdensian Cultural Center à noite, às 21h00. A série de eventos terminará no fim de semana com um encontro no Museu Valdense, sábado, dia 29, às 17h30, a exibição do filme “Valdesi. Uma história de fé e liberdade”, também no sábado, 29, mas às 21h, e a apresentação dos projetos Otto per mille para a emergência da Covid-19, na tarde de domingo, 30. Em seguida, saudações da moderadora Alessandra Trotta. Aqui o programa completo: ...

Ler artigo
A nova edição do Dossiê Estatístico de Imigração

A nova edição do Dossiê Estatístico de Imigração

Foto do Centro de Estudos e Pesquisa IDOS Roma (NEV), 18 de outubro de 2022 – Está de volta o encontro com a apresentação do Dossiê Estatístico de Imigração 2022. O evento será realizado no dia 27 de outubro, às 10h30, no Nuovo Teatro Orione, em Roma, e será aberto com a introdução do moderador da Mesa Valdense, Alessandra Trotta, cuja fala será seguida da projeção de um vídeo. O conteúdo do Dossiê será então ilustrado por Luca Di Sciullopresidente do Centro de Estudos e Pesquisas IDOS. Entre as prévias do Dossiê Estatístico de Imigração 2022 publicadas nos comunicados de imprensa do IDOS, lemos trechos de um relatório sobre o que deu errado no acolhimento de ucranianos e sobre a situação dos trabalhadores imigrantes na Itália. “Se eles pudessem não apenas trabalhar mais horas regularmente – declara em comunicado de Sciullo – dado que o subemprego muitas vezes esconde um black job contextual, mas também o acesso a profissões mais qualificadas, com contratos mais estáveis ​​e proteção efetiva, seria valorizado um potencial ainda hoje mortificado, embora extremamente precioso nesta fase de crise global. Um potencial que beneficiaria, além dos imigrantes, todo o sistema do país, pois diminuiria a economia subterrânea e a evasão, aumentaria ainda mais a arrecadação em impostos e contribuições, tornaria a economia italiana mais transnacional e competitiva”. Estão programados discursos aprofundados de vários convidados. Entre eles, o jornalista Eleanor Camillio professor de sociologia das migrações Maurizio Ambrosini, Paulo de Nardis, presidente do Instituto de Estudos Políticos “S. Pio V” que encerrará o evento e Cláudio Paravatidiretor do Centro de Estudos e da revista Confronti e apresentador do Protestantismo, para coordenar a apresentação. O Dossiê será apresentado, assim como em Roma, simultaneamente em todas as regiões e províncias autônomas, a entrada é gratuita e um exemplar do volume será distribuído gratuitamente a cada participante. A programação completa da iniciativa está disponível neste link. ...

Ler artigo
#sinodovaldese.  A saudação de Mons.  Maurício Malvestiti

#sinodovaldese. A saudação de Mons. Maurício Malvestiti

Torre Pellice (Turim), 27 de agosto de 2018 (SSSMV/05)- "Irmãos e irmãs valdenses e metodistas, considero um autêntico dom do Único Senhor compartilhar este encontro em Torre Pellice". Assim começou Mons. Maurício Malvestitibispo de Lodi, em seu discurso esta manhã ao Sínodo das Igrejas Metodista e Valdense, reunido em Torre Pellice (Turim). Malvestiti, acompanhado pelo diretor do Escritório Nacional da CEI para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso (UNEDI), dom Christian Bettegatrouxe saudações do cartão. Walter Bassettipresidente da CEI, e do bispo Ambrogio Spreaficopresidente da Comissão de Ecumenismo e Diálogo da CEI. Entre os vários temas em discussão no Sínodo, Malvestiti abordou "a delicada situação migratória" na Itália e na Europa. “Trata-se de uma preocupação pastoral compartilhada pelos bispos italianos”, disse Malvestiti, “que exige prudência e realismo, sem nunca sufocar a fantasia segura e a tradição de solidariedade, que animam profundamente nosso país”. “Reavivar as responsabilidades dos organismos públicos, a todos os níveis, é também nosso dever – prosseguiu o bispo -, e estamos igualmente empenhados em despertar as consciências dos crentes para que imprimam estes valores, e as correspondentes boas práticas, na sociedade de hoje, tanto a “sensação ordinária dos crentes, que incansavelmente e sem distinção abrem o coração e as mãos ao próximo, segundo o mais autêntico espírito evangélico”. Malvestiti também recordou e se associou ao “abraço da esperança” que o Sínodo ofereceu à cidade de Gênova através da arrecadação do culto inaugural doada aos desabrigados da ponte Morandi e a disponibilização de dois alojamentos para os que perderam suas casas. A agência de notícias evangélica NEV-news estará presente como Sala de Imprensa do Sínodo a partir de sábado, 25 de agosto, na “Casa Valdese” de Torre Pellice, na via Beckwith 2, tel. 0121.950035 cel. 342 113 4700, – (www.nev.it – Twitter: @nev_it – FB: @AgenziaNEV). #Sínodo ValdenseFACTSHEET Igrejas metodistas e valdenses na Itália (NEV/CS05) www.chiesavaldese.org – www.rbe.it – www.riforma.it ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.