50 anos de protestantismo/RAI

50 anos de protestantismo/RAI

Roma (NEV), 29 de dezembro de 2022 – Em 4 de janeiro de 1973, o primeiro episódio da coluna Protestantismo foi transmitido pela RAI2. Um episódio especial será transmitido no domingo, 8 de janeiro de 2023, para celebrar e refazer as etapas deste programa.

“Passaram-se 50 anos e a nossa revista televisiva vai celebrá-los com um especial em que ouviremos as vozes de quem construiu o espetáculo e de quem nele trabalhou com paixão e competência ao longo dos anos – escreve a redacção da RAI programa editado pela Federação das Igrejas da Itália (FCEI) -. Uma viagem pelo mundo protestante e por todas as transformações que passaram pelo nosso país”.

A coluna, agora transmitida pela RAI3, oferece debates sobre temas teológicos e éticos, reportagens sobre a vida das igrejas evangélicas e protestantes na Itália e no mundo. Também cuida dos cultos no Eurovision, tanto da Itália quanto de igrejas protestantes de outros países.

A história do programa Protestantismo, desde o seu início, se confunde com a de sua contraparte “irmã judia” Fonte da vida, uma coluna sobre história e cultura judaica produzida pela RAI em colaboração com a União das Comunidades Judaicas Italianas (UCEI). As duas transmissões representam um dos primeiros espaços de pluralismo religioso organizados pelo serviço público italiano de rádio e televisão.

“Sorgente di vita” também comemora 50 anos com noite e episódio dedicados (clique AQUI para mais detalhes).

Para o protestantismo especial, o encontro é na RAI3 no domingo, 8 de janeiro, às 7 da manhã. Repita: terça-feira, 10 de janeiro, por volta das 13h10, quarta-feira, 11 de janeiro, sempre às 13h10 e novamente segunda-feira, 16 de janeiro, às 13h45, sempre no RAI3.

Todos os episódios do protestantismo podem ser vistos no Raiplay. Clique AQUI para ver o arquivo do episódio. Você também pode acompanhar a coluna no Facebook e Twitter.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

“Pôsteres vintage de esqui”.  A Igreja Valdense de Courmayeur hospeda a exposição

“Pôsteres vintage de esqui”. A Igreja Valdense de Courmayeur hospeda a exposição

Um detalhe do cartaz da exposição “Ski Vintage Posters”, Courmayeur dezembro 2022 - abril 2023 Roma (NEV), 16 de dezembro de 2022 - A exposição "Ski Vintage Posters" abre no sábado, 17 de dezembro, às 18h, na Igreja Evangélica Valdense de Courmayeur (Aosta). Trata-se de uma exposição de cartazes publicados desde a década de 1920, affiches que pretendiam comunicar e promover o Vale de Aosta e suas montanhas. Courmayeur, localizada em uma bacia entre dois vales nas encostas do Mont Blanc, é conhecida por ser uma das capitais históricas do montanhismo e caminhadas. Aberta até 10 de abril, a exposição representa uma sinergia entre a igreja valdense e a comunidade, neste caso através da colaboração com o município de Courmayeur. A Igreja Valdense de Courmayeur tem uma longa história, explica o pastor à agência NEV Paulo Ribet: “Tendo nascido em meados do século XIX por iniciativa sobretudo de turistas ingleses, escoceses e suíços, atraídos pelo que se definiu como 'a invenção do Mont Blanc' com as suas excursões e pela possibilidade de frequentar o Pré Saint Termas de Didier. No início, a comunidade experimentou um rápido crescimento, tanto que um dos primeiros membros cadastrados foi o prefeito José Henrique. Um belo edifício foi então adquirido no centro da cidade para fornecer à comunidade um local de culto e uma escola”. Com o tempo, continua o pároco, a comunidade encolheu “a ponto de quase desaparecer. Durante vários anos realizaram-se cultos de verão para veraneantes e finalmente, graças ao encerramento devido à pandemia, também estes terminaram. Permanece o belo restaurante no centro da vila, um recurso que é triste abandonar. Por este motivo, procurou-se um contacto com o Município para verificar se não era possível organizar um consórcio que permitiria a utilização das instalações tanto pela Câmara Municipal como pela Igreja para diversas iniciativas. O organismo público respondeu imediatamente positivamente, pelo que foi assinado um contrato de comodato e já nos meses de verão foi possível montar uma exposição fotográfica descrevendo a vida italiana desde os anos 1950 até hoje. Sábado 17, então, esta nova iniciativa”. A exposição "Ski Vintage Posters" é comissariada, entre outras coisas, pelo Forte di Bard Exhibition Office e é dedicada aos outdoors publicitários "vintage" da estação de esqui Courmayeur. Os painéis são assinados por Joaquim Gobbi, que disponibilizou parte de um acervo particular. Como disse o pastor Ribet na inauguração da primeira exposição “a Igreja Valdense está encantada com esta colaboração porque permite que este local seja aberto ao público e porque está no DNA da Igreja colaborar com a comunidade civil”. ...

Ler artigo
Parlamento das religiões do mundo 2018 no início

Parlamento das religiões do mundo 2018 no início

Roma (NEV), 26 de outubro de 2018 – O Parlamento das Religiões do Mundo realiza-se de 1 a 7 de novembro no Canadá, em Toronto, este ano com o título “A promessa de inclusão, o poder do amor. Rumo à compreensão global, reconciliação e mudança". Milhares de pessoas de 80 países e centenas de tradições religiosas representadas aguardavam para uma semana de conferências, workshops, música, artes, momentos de ritual e oração. Considerado o maior e mais antigo movimento inter-religioso do mundo, o Parlamento das Religiões do Mundo celebra o 125º aniversário do que aconteceu para a Exposição Colombiana de 1893 em Chicago, Estados Unidos e simultaneamente o 25º aniversário da elaboração da histórica "Declaração para a ética” que também aconteceu em Chicago em 1993. O Parlamento compara os líderes das tradições religiosas orientais e ocidentais, com vistas ao entendimento inter-religioso e à cooperação para cultivar a harmonia social, a justiça, a paz e a proteção do meio ambiente. Este ano são 6 áreas temáticas. Mulheres: O Mérito das Mulheres em Todas as Tradições Mundiais de Sabedoria. Contraste com a guerra, o ódio e a violência: paz e amor. Ativismo climático: cuidar do nosso planeta, responsabilidade pelo nosso futuro. Culturas e Povos Indígenas: A Evolução Espiritual da Humanidade e a Cura de Nossa Mãe Terra. Próximas gerações: a jornada inter-religiosa não tem idade, vozes jovens para a mudança. Justiça: Trazendo mudanças concretas para um mundo justo, pacífico e sustentável. Entre os participantes, Elias Brown da Aliança Batista Mundial (BWA), Karen Georgia Thompson da Igreja Unida de Cristo (UCC), Jim Wallispastor evangélico e fundador da revista “Sojourners” e William J Barbeiropastor e ativista da Igreja Cristã Discípulos de Cristo Greenleaf, Carolina do Norte, co-presidente da Campanha dos Pobres, que uniu dezenas de milhares de pessoas nos Estados Unidos contra o racismo e a favor de questões sociais, econômicas e ecológicas. [embed]https://www.youtube.com/watch?v=QEkbKOYN1H4[/embed] ...

Ler artigo
Reimaginando o ecumenismo em um mundo atingido por uma pandemia

Reimaginando o ecumenismo em um mundo atingido por uma pandemia

Foto retirada de cwmission.org Roma (NEV), 13 de fevereiro de 2022 – O Secretário Geral do Conselho para a Missão (CWM – Council for World Mission), pároco Joseop Keumexortou os líderes cristãos mundiais a repensar o ecumenismo. Convidado pelo Global Christian Forum (GCF), o pastor Keum lançou uma mensagem desafiadora sobre como revisitar o ecumenismo neste mundo atingido pela pandemia. A iniciativa faz parte de uma série de encontros preparatórios em vista do próximo Fórum Global, previsto para 2024. Entre eles, também houve o encontro de facilitadores realizado de forma híbrida de 5 a 9 de fevereiro na Domus Romana Sacerdotalis em Roma, que também contou com a presença do bispo Rosemarie Wenner (foto abaixo, terceiro da esquerda) do Conselho Metodista Mundial. Nos mesmos dias, entre outras coisas, a delegação religiosa se encontrou com o presidente da Obra para as Igrejas Evangélicas Metodistas na Itália (OPCEMI), pároco Mirella ManocchioE Papa Francisco. Ecumenismo transformador Em seu discurso durante a sessão de abertura, o pastor Jooseop Keum expressou sua preocupação com as injustiças sociais, políticas e econômicas reveladas pela pandemia global de Covid-19. Também destacou a ganância sistêmica que não está apenas explorando a vida de pessoas vulneráveis, mas também destruindo o meio ambiente. “A pandemia de Covid-19 não é um desastre natural nem acidental”, disse Keum. É um desastre ecológico causado pelo homem devido ao genocídio da ecodiversidade e invasão humana em lares de animais selvagens.” Neste mundo atingido pela pandemia, com desafios internos ao movimento ecumênico, Keum também convocou os membros do Fórum Cristão a reinventar um ecumenismo transformador. É preciso desmantelar as estruturas que servem apenas aos privilegiados, recebendo o Espírito Santo, redescobrindo a fé à margem e derrotando a cultura do ódio com a força do amor, declarou Keum. O pastor destacou a necessidade de uma transformação radical no movimento ecumênico, também em seus espaços. “Revisar o ecumenismo requer uma mudança de lugar – tanto em termos hermenêuticos quanto geográficos: das câmaras do conselho para as ruas, e do dogma para a vida. A vida e as vidas importam, por isso revisitar o ecumenismo é um apelo à celebração da vida em sua plenitude, com as pessoas, em seus contextos reais e em comunidades concretas”. No final de seu discurso, ele sugeriu sete direções para o futuro do ecumenismo: Status confessionis sobre mudanças climáticas e justiça ecológica. Desenvolva a economia da vida em vez de servir a "mammon", o "deus" do dinheiro. Reimaginar o ecumenismo como um movimento a partir das margens, além das instituições. Cultive uma espiritualidade da interconectividade da vida e da solidariedade da esperança. Promova parcerias e explore teologias entre os vulneráveis. Mudando o foco do ecumenismo do eurocêntrico para o cristianismo global. Promover uma liderança ecumênica baseada em valores de fé, não eclesiais. O pastor Casley EssamuahSecretário-Geral do GCF, e outros participantes expressaram gratidão a Keum por seu discurso, que "ajudará a discernir o caminho a seguir em vista da reunião global de 2024". Foto tirada da página do Global Christian Forum no Facebook. Delegação em audiência com o Papa Francisco, fevereiro de 2022 Fórum Cristão Global (GCF) O GCF é um fórum global de líderes cristãos de diferentes tradições, regiões, culturas e nações. Proposto pela 8ª Assembleia Geral do Conselho Mundial de Igrejas (CMI) em 1998 em Harare, o GCF nasceu, após um processo de consultas, para reunir várias tradições eclesiásticas num caminho comum de reflexão rumo à unidade das igrejas globais, sobre igualdade de condições e respeito mútuo. Inclui representantes evangélicos, pentecostais e católicos, juntamente com as igrejas membros do CMI. Obrigado Antonella Visintincoordenadora da Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), pelos relatórios e pelo apoio à tradução. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.