Palermo, a popular clínica de psicoterapia abre suas portas

Palermo, a popular clínica de psicoterapia abre suas portas

Roma (NEV), 28 de março de 2023 – Chama-se clínica de psicoterapia popular e será apresentada à cidade no dia 4 de abril, das 10h30 às 12h30, no Ex Noviciado de San Mattia ai Crociferi, na via Torremuzza, em Palermo. A nova realidade pretende promover projetos de saúde mental na área de Palermo e surge da sinergia entre a Congregação dos Pobres Servos da Divina Providência – Casa Buoni Fanciulli – Istituto Don Calabria, o Centro Diaconal “La Noce” – Istituto Valdese, a Cooperativa “La Panormitana” e a Fundação “San Giuseppe dei falegnami” – braços operacionais da Cáritas Diocesana de Palermo – e a Associação Maghweb.

“A clínica nasceu de uma necessidade manifestada pelo território”, explica Ana Maria CullottaPresidente da associação Ambulatorio Popolare di Psicoterapia “As realidades que deram vida ao projeto recebem pedidos contínuos de orientação nos serviços, por isso a rede de parceiros e os profissionais envolvidos querem colocar suas habilidades à disposição, colocando-se a serviço de aqueles que têm menos chances, mas encontram coragem e força para externar um pedido de ajuda expressando a necessidade de apoio”.

A clínica ficará instalada nos espaços da Casa San Francesco, em vicolo Infermeria dei Cappuccini, no bairro de Ballarò, e oferecerá cursos de psicoterapia e psicoterapia acessíveis a todos, trabalhando em rede com os serviços já existentes na área.

“Graças à composição do grupo clínico com diferentes formações e especializações – explicam os promotores da iniciativa – a clínica vai poder prestar serviços em diferentes áreas de intervenção: problemas psicológicos individuais e de casal, apoio à parentalidade, entrevistas a toda a família integrantes de pessoas com deficiência, transtornos mentais, doenças orgânicas graves, crônicas estressantes; entrevista para apoiar a qualidade de vida na velhice. A clínica pretende garantir a possibilidade de acesso a um percurso psicoterapêutico a todos os cidadãos e localidades: os serviços prestados não têm um preço fixo e permitem-lhe contribuir de acordo com a sua disponibilidade financeira. As entrevistas cognitivas serão gratuitas e qualquer remuneração para as sessões subsequentes será acordada de acordo com as possibilidades econômicas.

Para marcar uma consulta será possível enviar uma mensagem de whatsapp ou ligar para +39 377 085 2443.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Eu tenho um sonho.  60 anos após o discurso de Martin Luther King

Eu tenho um sonho. 60 anos após o discurso de Martin Luther King

Roma (NEV), 28 de agosto de 2023 – Ontem, em Jacksonville, Flórida, um homem branco matou três afro-americanos antes de atirar em si mesmo. Joe Biden condenou o incidente e lamentou que o crime tenha ocorrido precisamente no 60º aniversário da Marcha em Washington contra o racismo, onde o pastor baptista Martin Luther King Júnior. proferiu o histórico discurso “Eu tenho um sonho”. “Devemos dizer em alto e bom som que não há lugar para a supremacia branca na América. Devemos recusar viver num país onde as famílias vão às compras ou à escola com medo de serem mortas pela cor da sua pele”, declarou o presidente dos EUA. Hoje Biden e o vice-presidente Kamala Harris eles conhecerão a família de Martin Luther King. Todos os filhos do líder dos direitos civis foram convidados para a comemoração. AQUI o vídeo e o texto do famoso discurso de King. Ao lembrarmos o #MarchonWashington, devemos todos unir-nos para defender as exigências de há 60 anos que ainda não foram satisfeitas. Junte-se a milhares de pessoas em Washington neste sábado para levantar o chamado. - Rev. William J. Barber II (@RevDrBarber) 24 de agosto de 2023 Para saber mais: "Martin Luther King. Uma história americana”, de Paolo Naso, ed. O terceiro ...

Ler artigo
16 dias para superar a violência, 6º dia.  trabalho feminino

16 dias para superar a violência, 6º dia. trabalho feminino

Roma (NEV), 29 de novembro de 2022 - Publicamos, em fascículos e dia a dia, as reflexões do livrinho "16 dias contra a violência" editado pela Federação das Mulheres Evangélicas da Itália (FDEI) a partir de 25 de novembro, Dia Internacional da a Eliminação da violência contra a mulher, até 10 de dezembro, Dia dos Direitos Humanos. Para rever a apresentação oficial do dossiê, clique aqui. DIA 6: 30 DE NOVEMBRO Trabalho feminino: pouco e frágil, principalmente para as mães SOLICITARdiscutirQue experiênciasexclusão zeou subestimarção que temosmorei em nossa experiênciaRienza funcionavocê quer? cA Itália é a Cinderela na Europapara as taxas de emprego feminino éAmplamente conhecido. Eles têm um emprego na2021 apenas 53 em cada 100 mulheres pertencentes apopulação "em idade ativa" entre 20 e 64 anos,contra 72 homens em 100. Na Europa, apenas oA Grécia regista valores piores que os nossos. Com-temporariamente, entre as mulheres odesemprego e, sobretudo, inatividade, ou seja,a condição de quem desiste mesmo procurando,trabalho, pois se sente privada de qualquer possibilidadecapacidade de encontrá-lo, ou porque o outro trabalho,a do cuidado, também te impede de procurá-la.O trabalho não declarado é maior entre as mulheres, o trabalhotrabalho a termo, trabalho a tempo parcial, especialmente oso involuntário, não escolhido por mulheres, mas sofrido,porque tempo integral não está disponível.Mas vale a pena descobrir para quais mulheres osituação é pior. Não para mulheres comalto nível de escolaridade (e são muitos, porque as mulherescompõem a maioria dos graduados, mesmoque se ainda são muito poucos nas disciplinasciência), não para mulheres sem filhos, maspara quem tem filhos, principalmente os pequenoslá. A taxa de emprego das mulheres de 25-49anos com crianças menores de 6 anos é igual a54%, enquanto o de mulheres da mesma idadesem filhos é de 74%. 20 pontos de diferença, neiqual deve ser buscado o principal motivo paraque na Itália temos tão poucos filhos. Proposta de Visão: StACHAMOS QUE É FEMININA dirigido por Mário Monicelli Itália/Francêsoi, 1986, 120' Retrato irônico, às vezes dramático, de uma família em que fragilidade dos machos e a firmeza dos um universo feminino, representado por personagens inesquecíveis para osua simpatia. VERSÍCULO BÍBLICO Rute, a moabita, disse a Noemi: "Deixe-meir aos campos para respigar atrás daquele em cujos olhos eu terei achado graça". E ela respondeu-lhe: «Vai, minha filha». Rute foi e colheu no campo atrás dos ceifeiros (Rute 2:2-3) COMENTE À primeira vista, a Bíblia aparece dominada pelo estereótipo patriarcal que quer a mulher em casa, excluída do espaço público. Mas uma leitura atenta mostra como esta situação é fruto daquele desejo de dominação que envenena imediatamente a relação entre homens e mulheres. No Jardim do Éden ouvimos apenas a voz de Adão, que define Eva, a quem ele descarrega a responsabilidade pela transgressão. Na cena que denuncia a culpa, o patriarcado é descrito: o homem em posição de dominação, que trabalha a terra; a mulhersuccubus, dando à luz com dor. Mas a Bíblia também apresenta a cena da redenção: outro jardim, o do Cântico, no qual é a mulher que toma a palavra e toma a iniciativa. E depois Rute, outra sulamita, que não tem medo de sair de casa para ganhar o pão e reabrir a história à esperança messiânica. ORAÇÃO Dá-nos a sabedoria de Noemi,que não travamas convida você a ir.Dai-nos a coragem de Rute,o estrangeiro que não tem medo deexponha sua diferença.Concedei-nos, Senhor, ousargnare grande, juntamente com oestudar os pequenos gestos possíveis.E deixe enquanto respigamos nocampos de outras pessoas encontramos o sentidoConheço a dignidade de nossas vidas,além da fome e da paralisia,para gerar futuro. A cartilha “16 dias para vencer a violência” pode ser baixada na íntegra em formato PDF (clique no link abaixo): 16 dias FDEI 2022 (disponível também em alemão, inglês e espanhol). Falamos de Irã, Afeganistão, Argentina, mas também de trabalho; dos jovens; de contracepção, aborto, prevenção; de política. E de felicidade. A publicação contra a violência contra a mulher também pode ser encontrada em encarte no semanário Riforma. “16 Dias Contra a Violência” é uma campanha internacional anual que começa em 25 de novembro, Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher, e termina em 10 de dezembro, Dia dos Direitos Humanos. O Conselho Mundial de Igrejas (CEC) também está se juntando à campanha com várias iniciativas. ...

Ler artigo
Manual prático para quem ama polinizadores

Manual prático para quem ama polinizadores

Detalhe da capa do livro “Abelhas-Hymenoptera e outros insetos polinizadores. Manual prático para naturalistas e jardineiros apaixonados por polinizadores” de Paolo Versari Roma (NEV), 23 de janeiro de 2023 – “Abelhas-Hymenoptera e outros insetos polinizadores. Manual prático para naturalistas e jardineiros apaixonados por polinizadores". Este é o título da publicação doada por Paul Versari à Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). Versari, ex-professor da escola agrícola de Castelfranco Emilia, é um especialista conhecedor do mundo das borboletas. O Manual contém, entre outras coisas, uma tabela específica sobre plantas, tipos de flores e solos úteis para atrair borboletas e insetos, um glossário, informações sobre o ciclo biológico das plantas, abelhas e polinizadores. GLAM explica: “O projeto 'Corredores para insetos polinizadores' nasceu no início de 2022 como uma proposta da Comissão de Globalização e Meio Ambiente às suas comunidades ecológicas para participar de um concurso anunciado pela European Christian Network for the Environment (ECEN). No entanto, o concurso foi para um lado e o projeto para outro, logo encontrando um forte interesse, desde as igrejas até a sociedade, passando por famílias e indivíduos. A característica que o torna tão interessante aos olhos de muitos é a capacidade de ser versátil em qualquer ambiente e em qualquer circunstância. De fato, crianças e idosos podem colaborar e ela pode ser realizada em igrejas e escritórios, condomínios e ruas, escolas e hospitais, em locais aprazíveis ou em jardins”. Ao longo deste caminho, continua GLAM, “encontramos muitas pessoas entusiasmadas não só para fazer parte de um grupo de trabalho divertido, mas acima de tudo para contribuir para a concretização de grandes projetos através de pequenas ações como plantar flores, árvores ou montar uma casa de insetos em sua própria varanda. Ao ajudar os insetos a sobreviver à hostilidade de alguns lugares urbanos ou rurais cada vez mais industrializados e cada vez menos ricos em biodiversidade, a continuidade de algumas espécies é garantida”. Por tudo isto, a GLAM "tem o prazer de oferecer às Ecocomunidades o Manual 'Abelhas-Himenópteros e outros insectos polinizadores', fruto do encontro com Paolo Versari da Associação de Difusores de Plantas Amadoras (ADIPA), a quem o seu sincero agradecimento . O autor do Manual, técnico agrícola, entusiasmou a Comissão pela sua incansável actividade de projectista e curador dos 'Giardini delle farfalle'; A ADIPA, Associação aps, dedica-se há trinta e cinco anos à divulgação da cultura e das técnicas relacionadas com as plantas e à promoção de actividades úteis para o seu melhor conhecimento". Alguns metros quadrados de superfície são suficientes, escreve Versari, "para ativar uma área natural, rica em biodiversidade vegetal e animal". A introdução do volume diz: “Este manual nasceu da consciência de informar muitas pessoas sobre a biodiversidade botânica. A riqueza de espécies, flores, cores e aromas atraem centenas de espécies de insetos polinizadores: Lepidoptera, Hymenoptera, Coleoptera, Diptera. Com tantas flores, ao atrair as borboletas adultas, podemos favorecer todo o ciclo biológico. Ao plantar as várias plantas nutritivas das lagartas Lepidoptera nas nossas zonas verdes e jardins, iremos promover todo o ciclo biológico das diferentes espécies de borboletas. Desta forma vamos ajudar a reprodução dos lepidópteros (ovo, lagarta, crisálida, adulto), atraindo outros animais que se alimentam nas várias fases do desenvolvimento”. BAIXE O LIVRO AQUI: Manual Versari ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.