Dia Mundial da AIDS.  O amor conta

Dia Mundial da AIDS. O amor conta

Foto Albin Hillert / CEC

Roma (NEV), 1º de dezembro de 2022 – Hoje é o Dia Mundial da AIDS. Várias iniciativas são organizadas para conscientizar a população sobre esta doença.

Todos os dias no mundo 301 crianças e adolescentes (entre 0 e 19 anos) morrem de causas ligadas à AIDS (dados da UNICEF, retirados de Riforma.it). Além disso, 850 novas infecções ocorrem todos os dias na mesma faixa etária (em 2021 morreram cerca de 110.000 crianças).

Foto Albin Hillert / CEC

O Conselho Mundial de Igrejas (CEC) organizou uma oração para homenagear as vítimas e reafirmar seu compromisso na luta contra a AIDS.

Além disso, o WCC promoveu um seminário intitulado “Love Matters”, dirigido à geração mais jovem, para dar-lhes a oportunidade de explorar as questões de saúde física e mental e gestão de traumas. O seminário, organizado no âmbito das iniciativas ecuménicas sobre SIDA em colaboração com a Kecher Africa (quarto de uma série), contou com a participação online de jovens do Burundi, Etiópia, Quénia, Ruanda, Sudão do Sul, Tanzânia, Togo, Nigéria, Gana, Zimbábue e Uganda.

“Sofremos por acaso e curamos por escolha”

Paul Boylefundador deInstituto Albain, incentivou os jovens a não olhar para o passado: “Estamos feridos pelo passado que não podemos mudar. O que podemos mudar é o efeito do passado e como ele está afetando nossas vidas. Podemos superar a causa focando no efeito – disse Boyle -. Se o trauma não for enfrentado, se não for administrado e controlado, terá como efeito a raiva, agressividade, depressão, ansiedade, pensamentos autodestrutivos, pois o cérebro – o hipotálamo, o sistema nervoso simpático – será ativado levando lutar, agir e reagir como se estivéssemos naquele passado, que não podemos mudar”.

85 por cento das doenças fisiológicas, disse Boyle, estão relacionadas ao estresse e ao trauma. Esses distúrbios afetam particularmente adultos jovens e crianças. Entre as ferramentas propostas para superar o trauma, segundo Boyle: paciência, esperança, fé, gratidão e confiança. “Devemos nos concentrar nas escolhas que fazemos, porque sofremos por acaso e curamos por escolha.” Boyle acrescentou que é importante curar a mente, a alma e o coração. “Quando curamos, curamos os outros também”, disse ele. Enfatizando também a necessidade de evitar os “fatores desencadeantes” por meio do “discernimento”, uma palavra espiritual. “Conforme nos relacionamos com as pessoas, nos conectamos, saímos e fazemos amigos, há aleatoriedade. Os jovens devem discernir com quem estão, perguntar-se se estão fazendo uma diferença positiva ou negativa em suas vidas: complementam ou complicam?” concluiu Boyle.

Conversamos também sobre como superar traumas pedindo ajuda, saindo das situações com equilíbrio, tentando olhar para o futuro enfrentando o presente, enfrentando as dificuldades.

Além disso, de 27 a 29 de novembro, representantes de 14 igrejas e organizações religiosas de 10 países europeus reuniram-se em Minsk, Bielorrússia, para uma consulta sobre “O Ministério da Cura”, em colaboração com o CEC e a Conferência das Igrejas Europeias (CEC). .

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

25 de dezembro, adoração de Natal no Eurovision da igreja reformada de Paris

25 de dezembro, adoração de Natal no Eurovision da igreja reformada de Paris

Foto da Wikipédia Roma (NEV), 18 de dezembro de 2019 – O culto evangélico de Natal da igreja reformada de Paris será transmitido na quarta-feira, 25 de dezembro, às 10h, no Eurovision, no RAIDUE. A edição italiana é editada pela seção de protestantismo. O culto evangélico, na tradição habitual do Natal, contempla uma liturgia repleta de canções tradicionais e gospel. Participam o "Paris Gospel Choir", o grupo "Nordic Wind Trio" e o artista Jorge Sebá. A pregação é feita pelo pastor Jean Christophe Robert. Para rever os episódios visite o site VIDEO Protestantismo no endereço de e-mail do Facebook: [email protected]; [email protected] A seção religiosa "Raidue Protestantismo" é editada pela Federação das Igrejas Protestantes na Itália (FCEI). ...

Ler artigo
Manual prático para quem ama polinizadores

Manual prático para quem ama polinizadores

Detalhe da capa do livro “Abelhas-Hymenoptera e outros insetos polinizadores. Manual prático para naturalistas e jardineiros apaixonados por polinizadores” de Paolo Versari Roma (NEV), 23 de janeiro de 2023 – “Abelhas-Hymenoptera e outros insetos polinizadores. Manual prático para naturalistas e jardineiros apaixonados por polinizadores". Este é o título da publicação doada por Paul Versari à Comissão de Globalização e Meio Ambiente (GLAM) da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI). Versari, ex-professor da escola agrícola de Castelfranco Emilia, é um especialista conhecedor do mundo das borboletas. O Manual contém, entre outras coisas, uma tabela específica sobre plantas, tipos de flores e solos úteis para atrair borboletas e insetos, um glossário, informações sobre o ciclo biológico das plantas, abelhas e polinizadores. GLAM explica: “O projeto 'Corredores para insetos polinizadores' nasceu no início de 2022 como uma proposta da Comissão de Globalização e Meio Ambiente às suas comunidades ecológicas para participar de um concurso anunciado pela European Christian Network for the Environment (ECEN). No entanto, o concurso foi para um lado e o projeto para outro, logo encontrando um forte interesse, desde as igrejas até a sociedade, passando por famílias e indivíduos. A característica que o torna tão interessante aos olhos de muitos é a capacidade de ser versátil em qualquer ambiente e em qualquer circunstância. De fato, crianças e idosos podem colaborar e ela pode ser realizada em igrejas e escritórios, condomínios e ruas, escolas e hospitais, em locais aprazíveis ou em jardins”. Ao longo deste caminho, continua GLAM, “encontramos muitas pessoas entusiasmadas não só para fazer parte de um grupo de trabalho divertido, mas acima de tudo para contribuir para a concretização de grandes projetos através de pequenas ações como plantar flores, árvores ou montar uma casa de insetos em sua própria varanda. Ao ajudar os insetos a sobreviver à hostilidade de alguns lugares urbanos ou rurais cada vez mais industrializados e cada vez menos ricos em biodiversidade, a continuidade de algumas espécies é garantida”. Por tudo isto, a GLAM "tem o prazer de oferecer às Ecocomunidades o Manual 'Abelhas-Himenópteros e outros insectos polinizadores', fruto do encontro com Paolo Versari da Associação de Difusores de Plantas Amadoras (ADIPA), a quem o seu sincero agradecimento . O autor do Manual, técnico agrícola, entusiasmou a Comissão pela sua incansável actividade de projectista e curador dos 'Giardini delle farfalle'; A ADIPA, Associação aps, dedica-se há trinta e cinco anos à divulgação da cultura e das técnicas relacionadas com as plantas e à promoção de actividades úteis para o seu melhor conhecimento". Alguns metros quadrados de superfície são suficientes, escreve Versari, "para ativar uma área natural, rica em biodiversidade vegetal e animal". A introdução do volume diz: “Este manual nasceu da consciência de informar muitas pessoas sobre a biodiversidade botânica. A riqueza de espécies, flores, cores e aromas atraem centenas de espécies de insetos polinizadores: Lepidoptera, Hymenoptera, Coleoptera, Diptera. Com tantas flores, ao atrair as borboletas adultas, podemos favorecer todo o ciclo biológico. Ao plantar as várias plantas nutritivas das lagartas Lepidoptera nas nossas zonas verdes e jardins, iremos promover todo o ciclo biológico das diferentes espécies de borboletas. Desta forma vamos ajudar a reprodução dos lepidópteros (ovo, lagarta, crisálida, adulto), atraindo outros animais que se alimentam nas várias fases do desenvolvimento”. BAIXE O LIVRO AQUI: Manual Versari ...

Ler artigo
Exército da Salvação.  Há 132 anos ao lado das pessoas

Exército da Salvação. Há 132 anos ao lado das pessoas

Roma (NEV), 18 de novembro - O Exército de Salvação na Itália (EdS) apresentará seu Relatório de Atividades em Roma no dia 21 de novembro. O anúncio foi feito pelo próprio EdS em um comunicado à imprensa. O tenente-coronel Massimo Tursi, chefe do Comando do Exército de Salvação na Itália, declarou: "Em um momento de grande dificuldade de vida, principalmente no campo social e econômico, atuamos, como sempre, há mais de 132 anos em nosso país, estar perto das pessoas, perto e concretamente para ajudar o próximo. O relatório-balanço de nossas atividades ilustrará ações, dados, números e perspectivas para 2020”. A EdS é uma associação de caridade e culto de inspiração cristã-protestante que apoia cerca de 60.000 pessoas, famílias e indivíduos, em situações de dificuldade e sofrimento em toda a Itália. O Relatório é um verdadeiro “balanço social do ano que acaba de terminar”, lê-se no comunicado. Para a ocasião, a EdS vai propor "um encontro-debate dinâmico entre personalidades do mundo académico, social e religioso, apresentado por Eleanor Camillijornalista da 'Editora Social'”. A manhã será aberta com as saudações institucionais e a intervenção do Tenente Coronel Massimo Tursi. Eles também vão participar Frances Danishgerente de relações públicas da EdS, o pároco Luca Maria Negropresidente da Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI), Antonieta CosentinoProfessor de Economia de Empresas sem fins lucrativos na Universidade de Roma - La Sapienza, Roberto Panzaranipresidente do Comitê Científico do Fórum do Terceiro Setor do Lazio e professor de Gestão da Inovação em várias universidades italianas e estrangeiras, Sandra Huesca Ávila, educador e formador. Seguir-se-á um “microfone aberto” para instituições, associações e voluntários. A apresentação do Relatório de Atividades 2018 e da Carta de Serviço do Exército de Salvação na Itália será realizada na quinta-feira, 21 de novembro, entre as 9h30 e as 13h30 na via degli Apuli, 41 em Roma. Fundada pelo pastor metodista William Booth, a EdS está presente em mais de 130 países com aproximadamente 1 milhão de associados. Entre suas obras sociais: escolas, lares infantis, albergues para desabrigados, hospitais, programas de emergência para desastres. Recentemente, as Cúpulas Mundiais do Exército de Salvação foram recebidas por Papa Francisco no Vaticano, que lhes agradeceu por seu trabalho em favor dos mais pobres do mundo e, em particular, pela atividade caritativa e moral no território romano. A EdS está presente na Itália desde 1887 e é membro da FCEI. Para mais detalhes: www.Esercitodellasalvezza.org ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.