30 perguntas a partidos e candidatos políticos da Diaconia Valdense

30 perguntas a partidos e candidatos políticos da Diaconia Valdense

Roma (NEV), 6 de setembro de 2022 – Trabalho, saúde, meio ambiente, idosos e migrantes. Estes são os cinco temas sobre os quais a Diaconia Valdense questiona os partidos e candidatos políticos, tendo em vista as eleições de 25 de setembro.

As 30 candidaturas foram apresentadas esta manhã, 6 de setembro, numa conferência de imprensa online.

Francisco Sciottopresidente da Diaconia Valdense (Comissão Sinodal para a Diaconia-CSD), sublinhou que o fundamento desta iniciativa é a Constituição.

Ouça as últimas

“Todos os dias lidamos com pessoas desfavorecidas – disse Sciotto -. Nossa intenção é ouvir as novidades. Para isso pretendemos, entre outras coisas, saber como é que os partidos pretendem combater a pobreza e com que recursos”.

São 6 perguntas sobre o tema “migração”, desde um pedido explícito sobre a proteção dos direitos humanos e a condenação do racismo, até formas de apoio a novas formas de acolhimento como os Corredores Humanitários ou o patrocínios privados.

Ambiente, bem comum internacional.
Saúde, para todos e todas.

Do meio ambiente, que Sciotto define como “um bem comum internacional”, passamos ao conceito de “autodeterminação de homens e mulheres idosos”. Por fim, a saúde: outras 6 questões, incluindo uma sobre como superar as desigualdades quantitativas e qualitativas dos serviços de saúde nos territórios e nas Regiões.

“As pessoas que são utentes dos Serviços Nacionais de Saúde são muitas vezes consideradas ‘objectos’ de cuidados. Estamos profundamente convencidos de que toda pessoa tem direito aos cuidados e ao acesso à saúde. Cada pessoa é portadora de escolhas, portanto, os usuários são, na verdade, sujeitos ativos. Até os últimos”.

Perguntas e respostas

A Diaconia Valdense entrará em contato com as secretarias locais e provinciais para abrir um diálogo sobre essas questões com todas as partes no âmbito constitucional: “Seja escrita ou verbal, respondendo a todas ou apenas algumas perguntas, estamos preparados para coletá-las e publicá-las em nossos canais de informação. Esperamos receber respostas e nos mantemos à disposição para discussões – disse Sciotto, que completa – Estamos falando de temas para os quais acreditamos ter o preparo e a experiência de quem trabalha há anos na área. Como Diaconia Valdense fazemos parte de muitas redes e mesas, refletimos juntos sobre temas como o da autossuficiência (e contribuímos com o respectivo projeto de lei, atualmente parado). É um compromisso que faz parte da nossa identidade protestante. A igualdade de género, o reconhecimento de qualificações, as intervenções no PNRR, etc., podem parecer apenas questões técnicas, mas por detrás estão sempre pessoas individuais. E pretendemos colocar as pessoas no centro das atenções”.


Leia as 30 perguntas da Diaconia Valdense para partidos políticos e candidatos

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Roma Pride 2023, igrejas protestantes em marcha

Roma Pride 2023, igrejas protestantes em marcha

Raphael Renter, unsplash Roma (NEV), 8 de junho de 2023 - Roma Pride 2023, as igrejas protestantes também, como sempre, em procissão "pela liberdade e autodeterminação". A Rede Evangélica de Fé e Homossexualidade (REFO) marca para sábado, 10 de junho, um desfile junto com a manifestação, reunida na igreja metodista na via Firenze 38, às 15h, em Roma. “Dar testemunho ativo e visível de que a mensagem evangélica nos chama à liberdade e nada tem a ver com a exploração do direito”, lê-se na publicação divulgada no canal de instagram da REFO. Todas as informações sobre o Orgulho de Roma aqui. ...

Ler artigo
Bréscia.  Corpos de mulheres, violência, religiões, migrações

Bréscia. Corpos de mulheres, violência, religiões, migrações

Roma (NEV), 9 de fevereiro de 2023 – O Comitê Nacional da Federação das Mulheres Evangélicas da Itália (FDEI) convida você para dois importantes encontros a serem realizados em Brescia nos dias 11 e 12 de fevereiro. Dirigido a todos os cidadãos, associações, grupos de mulheres de igrejas, os dois compromissos têm como protagonistas, entre outras coisas, mulheres migrantes. “Um encontro que quer celebrar a enorme contribuição oferecida pelas mulheres migrantes na Itália e nas igrejas evangélicas italianas – escreve o Comitê FDEI -. Mulheres portadoras de valores simbólicos e culturais essenciais, onde a interseccionalidade dos nossos corpos é o testemunho mais autêntico. Falamos de interseccionalidade tendo já constatado, várias vezes, a nossa capacidade comum de lidar positivamente com eventos traumáticos. Nossas formas de reorganizar nossa própria vida diante das dificuldades. E como tentamos reconstruir nossa vida à luz da Palavra de Deus, permanecendo abertos às oportunidades que a própria vida nos oferece”. Abre no dia 11 de fevereiro com a sessão pública, das 17h às 19h na Sala del Camino, no Palazzo Martinengo delle Palle (via San Martino della Battaglia, 18 – Brescia). Aqui o cartaz: 11 DE FEVEREIRO DE 2023 Violência de gênero e religiões: desafios locais Apresentação: No contexto multicultural e multirreligioso de Brescia, a realidade da violência de gênero levanta muitas questões, de natureza cultural, mas também sobre a capacidade de defender os direitos de cidadania de cada mulher. Conforme relatado pelo MigraREport 2022, elaborado pelo Centro de Iniciativas e Pesquisas sobre Migração - Brescia (CIRMIB) da Universidade Católica do Sagrado Coração de Brescia, se é verdade que nos últimos anos houve mais instrumentos legais para lidar com do fenómeno (por exemplo o “código vermelho” e a instituição da advertência ao parceiro violento), também é verdade que as mulheres denunciam mais abusos e violências sofridas pelo que o fenómeno está a aumentar, mesmo entre as populações estrangeiras. PLANO Moderado: pastor Leonardo MagriIgreja Valdense de Brescia Caixas de som: Pastora Gabriela Liopresidente da FDEI RomaMadalena ColomboUCSC, Diretor do CIRMIB e Presidente da Associação Dòsti – Festival de Artes e Culturas ReligiosasNaima DaoudaghMediadora cultural nos serviços de saúde, Associação Dòsti Festival de artes e culturas religiosasViviana CassiniPresidente da Women's House Association-Antiviolence Center, BresciaBatool HaidariUniversidade de Cabul, ativista dos direitos das mulheres O evento será tema de um podcast da RADIO DOSTI "um mundo em Brescia".entrada livre Segundo compromisso, em 12 de fevereiro, das 9 às 17h30, na Igreja Evangélica Valdense na Via dei Mille, 4. Aqui o pôster: 12 DE FEVEREIRO DE 2023 Mulheres evangélicas juntas. Ouvindo Abigail: mulher de bom senso e visionária Caixas de som: Pastora Eliade Dias Dos Santosestudante de teologia Heidi Lengler PLANO 9h00 Chegadas – apresentação e boas-vindas9h45 Intervalo Café11h00 Adoração – Igreja Valdense Brescia12h30 Actividades antes do almoço12h45 Almoço14.00 Introdução ao Estudo Bíblico I Samuel 25: História de Abigail e Nabal14.40 Trabalho de grupo16.20 Plenário e propostas para um futuro possível17h30 Conclusões e bênção finalentrada livre ...

Ler artigo
Protestantes?  Viajando.  Um especial do protestantismo

Protestantes? Viajando. Um especial do protestantismo

Roma (NEV), 19 de agosto de 2020 – Quem são os protestantes na Itália hoje? Como vivem e testemunham a sua fé e qual é a sua contribuição como cidadãos? Para responder a essas perguntas, o Protestantismo, coluna de cultura e informação religiosa editada pela Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI) e transmitida pela RAI2, decidiu embarcar em uma viagem por nossa península em um trailer. Da Sicília ao Piemonte conheceu comunidades, igrejas e atividades diaconais, ouviu as dificuldades e visitou os projetos, entrelaçou relações e contou histórias e história. Por toda a Itália livre do bloqueio, de Roma a Scicli, de Matera a Ventimiglia, o autor e diretor Paulo Emílio Landi reuniu-se com evangélicos italianos para saber quem são, no que acreditam e o que está no centro de sua ação na sociedade italiana. Uma viagem de 3.000 km em um trailer, acompanhado pela equipe de televisão, pelo pastor valdense José Platãopelo jornalista Nadia Angelucci e depois de Stephanie Scuderi. História, Bíblia, oração, obras sociais e muitos quilômetros para compor o retrato de uma significativa minoria que todos já ouviram falar, mas poucos conhecem. Os dois especiais serão transmitidos nos dias 23 de agosto e 2 de setembro, às 9h20, com reprises posteriores. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.