O sopro verde da vida.  Na escola da árvore

O sopro verde da vida. Na escola da árvore

Uma árvore de mostarda, foto pxhere.com

Roma (NEV), 4 de maio de 2022 – A terceira e última reunião da revisão promovida pelo Centro Cultural Protestante e o Galo Verde da Igreja Valdense de Milão será realizada na segunda-feira, 9 de maio, a partir das 18h. O título geral dos três encontros é: “O Grito da Criação: Ciência, Teologia e Responsabilidade”.

Esta terceira nomeação vê duas sessões diferentes. A primeira, intitulada “Florestas e humanidade: pelo cuidado mútuo”, conta com a participação de Jorge Vacchiano, pesquisador em manejo e planejamento florestal da Universidade de Milão. “Ao colaborar com as árvores podemos remediar os erros humanos que levaram ao aquecimento global”, diz o cartaz.

A segunda sessão, “Como uma árvore plantada junto à água” (do Salmo 1, versículo 3), é realizada pelo teólogo e pároco batista Lydia Maggi. O subtítulo é “Tornar-se humano na escola das árvores, uma antropologia bíblica”.

Giorgio Vacchiano, classificado pela Nature em 2018 entre os 11 pesquisadores emergentes do mundo, explora florestas e desenvolve modelos de simulação para o manejo florestal sustentável. Ele escreveu “A resiliência da floresta”. No YouTube para Ted, a conferência “Climate change. A lição silenciosa das árvores”.

Lidia Maggi está designada desde 2018 para o Ministério Itinerante da Igreja Batista. Este trabalho tem como objetivo levar conteúdos bíblicos para festas, bibliotecas, paróquias e fora dos contextos habituais. Entre os muitos livros, “O Evangelho das Mulheres”. No YouTube, “A árvore, um lugar de encontro com Deus”.

informação

Aqui está o flyer com toda a informação.

Aqui o evento do Facebook. O encontro também será transmitido pelo YouTube e pela página do Facebook do Centro Cultural Protestante.

Para o encontro presencial em Milão, informações e reservas escrevendo para [email protected] (anexar número de celular).

Os encontros anteriores continuam disponíveis no YouTube. O primeiro encontro, intitulado “Animais como nós”, contou com intervenções de Francesca Dalri, Isabela de Isola E Daniela di Carlo. A segunda, “A terra desconhecida”, foi conduzida por Paolo Pilari E Gabriel Arósio.

admin

admin

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Otto per mille Waldensian, projetos aprovados publicados

Otto per mille Waldensian, projetos aprovados publicados

No que respeita aos países estrangeiros, a maioria dos projetos aprovados concentra-se em África, Médio Oriente, América Latina: vão desde o Quirguistão ao Mali, passando por projetos que serão implementados na Faixa de Gaza. Duas realidades em particular estão sendo ajudadas no Afeganistão, e há pelo menos três anos o Otto per mille Waldensian apoia projetos que visam sobretudo a emancipação das mulheres. Agora, uma vez publicada a lista, as associações e entidades que receberam os aportes poderão iniciar os projetos até o final do mês. Como já havia explicado ao NEV Manuela Vinay, chefe do Otto per mille da Igreja Valdense – União das Igrejas Metodistas e Valdenses (OPM), por ocasião do Sínodo, o Otto per mille registrou um número recorde de membros este ano, em termos de pedidos: “Quase 5 mil – 4992 – pedidos de financiamento, enquanto em 2019 foram cerca de 4100. Estamos a falar de mais 1400 pedidos, face aos últimos três concursos. Estamos, por isso, muito motivados - acrescenta -, e queremos dizer não só a quem participou no concurso, mas a todos, a toda a sociedade civil, que estamos prontos e determinados a ajudar, a fazer a nossa parte”. Como sempre anunciado durante o Sínodo, também estão sendo captados recursos do fundo de emergência para apoiar projetos extraordinários de ajuda às populações do Haiti e do Afeganistão. “Como nos anos anteriores – declarou Alessandra Trottamoderador do Tavola Valdese, em nota publicada em chiesavaldese.org – pautamo-nos na avaliação dos projetos por alguns critérios básicos: atenção máxima a projetos que atendam às necessidades dos sujeitos mais vulneráveis ​​da forma mais emancipadora possível; a abertura para apoiar diferentes níveis de intervenção, que nunca devem ser colocados em competição, desde o de socorro e ajuda imediata, até ao de projetos de mais longo prazo que visam afetar as causas das desigualdades e promover transformações sociais e culturais positivas; e o equilíbrio entre o apoio a organizações consolidadas e com grande capacidade operacional mesmo em cenários complexos e também a pequenas associações que demonstram conhecimento e raízes reais nos contextos territoriais em que operam e uma atenção profunda a relações de cuidado próximas. Estamos agora empenhados em dar substância ao compromisso – ao qual o Sínodo nos encorajou fortemente – de destinar uma parte significativa do fundo especial residual criado para a emergência do Coronavírus às questões trabalhistas, com atenção particular à condição das mulheres e dos jovens ” . ...

Ler artigo
Trabalhe Conosco.  A Federação de Igrejas Protestantes está procurando 2 recursos

Trabalhe Conosco. A Federação de Igrejas Protestantes está procurando 2 recursos

Roma (NEV), 14 de fevereiro de 2023 - A Federação das Igrejas Protestantes da Itália (FCEI) está procurando 2 recursos para o setor administrativo e o setor de planejamento. Você tem até 20 de fevereiro para enviar sua inscrição. A FCEI reúne quase todas as denominações "históricas" do protestantismo italiano (Batista, Metodista, Valdense, Luterana, Exército de Salvação) e algumas igrejas da área pentecostal-carismática. As atividades da FCEI vão desde a educação à hospitalidade, passando pelas relações com o Estado, comunicação, estudos sobre ecumenismo, diálogo, integração e meio ambiente. Entre seus projetos também o programa de refugiados e migrantes "Mediterrâneo Esperança" e os corredores humanitários. Abaixo, os requisitos necessários e o endereço de e-mail para envio de currículo. PESQUISA DE COLABORAÇÃO PARA A ADMINISTRAÇÃO A Federação das Igrejas Evangélicas da Itália (FCEI) procura colaborador/horas para o setor administrativo. Atividades planejadas Lançamento contábil, primeira nota, reconciliações bancárias, gerenciamento de cronograma de fornecedores; Relatórios de projetos; Suporte à gestão de pessoas, comunicação ANPAL, usabilidade do INPS, tramitação de certificações únicas; Apoio administrativo em geral Habilidades e requisitos necessários: Formação/licenciatura em economia administrativa; Experiência em gestão contábil; uso de software de contabilidade; Excelentes conhecimentos de Excel e do pacote Office em geral; Bom conhecimento das atividades e realidade das igrejas protestantes; Rigor, capacidade de organização do trabalho de forma autónoma e em equipa, respeito pelos prazos. SEDE das atividades: Roma. DISPONIBILIDADE: 12 meses, a partir de 1 de março de 2023. Para se candidatar, envie seu currículo para [email protected] até 20 de fevereiro. BUSCA DE COLABORAÇÃO PARA O DESIGN Atividades planejadas: Elaboração das apresentações narrativas dos projetos (Oito por mil fundos, financiamento de igrejas estrangeiras, FAMI, projetos de fundos privados, ...); Relatórios narrativos do projeto – em andamentoe finais; Orçamentação do projeto; Relatórios de projetos; Relatórios financeiros finais dos projetos; Planejamento anual de projetos e verificações em andamento. Habilidades e requisitos necessários: Formação/graduação na área social, gestão de projetos, terceiro setor; Experiência em planejamento do terceiro setor e entidades sem fins lucrativos; Bom conhecimento das atividades e realidade das igrejas protestantes; Boas habilidades de comunicação escrita e oral para interagir com parceiros, credores e produzir documentação analítica; Excelentes conhecimentos escritos e orais de inglês e italiano; o conhecimento de outras línguas é preferencial; Rigor, capacidade de organização do trabalho de forma autónoma e em equipa, respeito pelos prazos. SEDE das atividades: Roma. DISPONIBILIDADE: 12 meses, a partir de 1 de março de 2023. Para se candidatar, envie seu currículo para [email protected] até 20 de fevereiro. ...

Ler artigo
Alemanha.  A igreja é o futuro.  “Vá e veja!”

Alemanha. A igreja é o futuro. “Vá e veja!”

Roma (NEV), 2 de outubro de 2020 - A Alemanha se prepara para o 3º Kirchentag ecumênico, programado para 12 a 16 de maio de 2021 em Frankfurt. Este evento, entre os mais significativos do gênero, reuniu centenas de milhares de pessoas de diferentes tradições religiosas e convidados internacionais nas últimas edições. Enquanto isso, a Igreja Evangélica na Alemanha (EKD) está lançando uma campanha sobre o futuro da igreja na qual convida os participantes a participar, propor e comentar alguns dos grandes temas que acompanham a sociedade e as igrejas. O grande encontro ecumênico na Alemanha tem como título “Ide e vede!”, inspirado no versículo bíblico do Evangelho de Marcos (6:38), e acontecerá de forma reduzida devido à pandemia de covid-19. Os organizadores protestantes e católicos esperam a presença de cerca de 30.000 pessoas em Frankfurt, com um programa presencial e virtual e em streaming. “O Terceiro Kirchentag Ecumênico é necessário, especialmente agora – declarou o protestante presidente do evento, Bettina Limperg -. Diálogo, amizade, discussão e conflito também precisam de espaço na arena pública”. O presidente católico do evento, Thomas Sternberg, falando da mudança que a pandemia está trazendo para o mundo, antecipou que em breve será apresentado um plano de saúde e segurança: “Podemos organizar o Kirchentag ecumênico com responsabilidade, cuidado e de uma maneira nova; ao mesmo tempo será um Kirchentag autêntico e intenso”. Enquanto isso, a EKD, com a campanha “A igreja é o futuro”, tenta dar um novo impulso às reflexões sobre a fé “numa sociedade em evolução caracterizada pela digitalização, pluralização e individualização”. Viver e transmitir a fé neste contexto é possível “só se a Igreja mudar também”, de forma aberta, flexível e contemporânea. A discussão é aberta e gira em torno de diferentes áreas, desde a fé até o papel das igrejas no espaço público. A impressão é que o debate na Alemanha é vivo e vital, em um país onde a união entre Estado e religião é fortemente sentida. “Há um paradoxo – diz à Agência NEV Cynthia Sciuto, jornalista e ensaísta radicado em Frankfurt –; se por um lado aqui na Alemanha parece que a distinção entre Estado e Igreja está consolidada, com uma política 'autônoma', ao mesmo tempo há uma forte relação no tecido social com a religião como fato público, ao invés de privado. Além disso, o debate envolvendo as igrejas ocorre de forma menos 'clerical' do que na Itália, mas aqui é mais difícil falar de 'laicidade'”. Alemanha de Martinho Lutero parece querer estar em primeiro plano em vários níveis: por exemplo, hoje em dia está muito viva a discussão sobre a hospitalidade eucarística, ou seja, a possibilidade de celebrarmos juntos a "santa ceia" (protestante) e a eucaristia (católica). A Congregação Romana para a Doutrina da Fé enviou um retumbante "não" ao documento do Grupo de Trabalho Ecumênico Católico-Protestante (ÖAK), que afirma que a participação mútua na Eucaristia é teologicamente justificada. O documento estava em discussão na assembléia plenária da conferência episcopal alemã. No 3º Kirchentag Ecumênico, católicos e protestantes poderão "estar juntos à mesa do Senhor"? Algumas igrejas já o fazem, inclusive na Itália. Para saber o que vai acontecer em Frankfurt em maio de 2021, só falta "ir e ver". Cinzia Sciuto é jornalista e ensaísta, editora da "MicroMega". Autor de “Não há fé que resista. Manifesto secular contra o multiculturalismo” (Feltrinelli, 2018; nova edição revisada em 2020), recém-lançado em alemão para Rotpunktverlag. Ela lida principalmente com direitos civis, secularismo e feminismo. ...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.